Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Xanax

O campeonato português é um deserto dos tártaros em que uns dromedários, tipo Nacional e coisas assim, só andam ali para atrasar a vida de quem quer ganhá-la. Um jogo às 9 da noite de segunda-feira arrisca assim a tornar-se um poderoso soporífero; sobretudo se ao Sporting lhe der para absorver os princípios tácticos do Leeds United dos anos 70: corrida para a linha de fundo e biqueiro para a área a ver se te avias – foi o que a noite passada Jeferson praticou vezes sem fim. Lembrei-me do glorioso Marinho, que corria tresloucado pela ala direita até chocar contra o colchão do salto à vara – às vezes centrava e era golo certo.

Sei que aos 86 minutos houve um golo porque vi, mas tive de acordar os meus parceiros de bancada que já tinham adormecido e não acreditaram. E vi a pirraça do costume: o Mané arrasta-se ociosamente em campo, tenta uns berloques quando recebe a bola para perdê-la com arte, ou corre com ela por entre os pinos dos adversários até que um estica a perna e rouba-lha, eu começo a insultá-lo cá de cima e ele acaba por me calar com um toque, um toquezinho apenas, que resolve a coisa. Idem para o Montero, a quem só falta reclinar-se na relva quando a bola é trocada noutro quadrante. Os outros fazem o que sabem e agora há muito mais toques no meio-campo a trocar o jogo para cá e para lá, até criar uma sensação de enjoo com tanto balancé. Ou foi isto ou foi o jantar que lhes caiu mal, porque da brasileirada do Nacional de cinco em cinco minutos havia um que se espojava no chão com tremores de moribundo. Só arrebitaram com o golo do Sporting e puseram-se a correr como ainda não os víramos – há-de ter sido uma mézinha lá da Madeira que o vintém do treinador deles lhes deve dar.

E pronto. Vá lá que não estava uma noite fria.

3 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D