Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Vermelhíssimo, o sobrinho do Olarápio

Ou "Os filhos da Puta", versão revista, actualizada e o que mais vos aprouver.

Sabem que eu sou pouco de rodriguinhos, por isso não vou perder muito tempo com isto e então cá vai: Este filho da puta mostrou deliberada e conscientemente um cartão amarelo numa jogada onde nem existe qualquer falta, a um jogador que sabia que se o visse, falharia o próximo jogo.

Trabalho encomendado, trabalho executado! Tal qual como seu competentíssimo tio, que lhe terá ensinado que só se progride na carreira com coluna de minhoca, este merdas saiu do Bessa com o sentimento de dever cumprido. Esperou 79 minutos pela presa, dando um baile de apitadeiro com um "critério largo", deixando o desgraçado do Jovane fazer de saco de porrada até o treinador o ter feito sair, sob risco de ficar todo negro (sem piada, forma de expressão). Esperou acoitado numa arbitragem que tudo permitiu ao adversário, com um único fito, o de prejudicar um clube  e o de beneficiar outro, o adversário do jogo seguinte. Sim, o Benfica.

Foi o Vieira que lhe untou as unhas? Não! O gajo não recebeu um pacote de coca saído pela porta 18 e transportado no carro conduzido pelo Zé. O que acontece é que este árbitro de proveta, proveniente dos cursos do Inatel patrocinados pelo Benfica, promovido a internacional sem o mínimo de jogos obrigatórios para tal nas divisões inferiores, sabe que se não apitar desta forma não progride na carreira, nem é preciso dizer-lhe nada, a notinha boa que é precisa, no final da época lá estará.

Triste futebol este em que os adeptos de um clube criticam o treinador por colocar em campo um jogador "à bica" com os cartões amarelos, porque toda a gente sabia que isto ia acontecer. E não devia, o treinador meteu quem entendeu, a estratégia de um treinador nunca pode ser condicionada pela previsível amostragem de um cartão a um seu jogador. Mas é! Infelizmente neste futebolzinho de merda em que se tornou o futebol português, o treinador não só precisa de se preocupar com a sua missão, como também tem que estar preocupado com o gajo que vai apitar o jogo. Será certamente caso único no Mundo. 

A questão é esta, meus caros: O futebol está podre! Tudo fede, inclusive o que gravita à sua volta, observadores, delegados, árbitros, a maior parte dos comentadeiros, a maior parte dos "jornalistas" desportivos (peço desculpa aos jornalistas verdadeiros), tudo, enfeudado a dois emblemas que querem de qualquer forma aceder ao bolo da Liga dos Campeões. Foi ver o Mota em Faro todo acagaçado reverter uma raquetada com a mão dum gajo do Porto, porque sabe que o macaco lhe ia tratar das montras dos talhos e foi ver este lambuças, no primeiro lance em que Palhinha interveio, três minutos depois de estar em campo, mostrar-lhe um cartão amarelo, injustificado à luz de qualquer das leis do futebol, que o atira para a bancada na recepção ao Benfica.

Era um pau enfiado pelo fundo das costas! Não por castigo, apenas para lhe endireitar a coluna.

 

Adenda: A coisa foi tão evidente, tão comentada por todos, toda a gente se referiu ao lance como normal (excepto o inconfundível Leirós, conselheiro de arbitragem do... Benfica), que o larápio sobrinho já reconheceu que errou. Valha-nos isso, mas ainda falta a despenalização.

14 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

{ Blogue fundado em 2012. }

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D