Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Venha daí a Champions!

 

Daqui a poucas horas o Sporting vai conhecer a sua sorte europeia. Naquela prova que verdadeiramente interessa a todos os amantes de futebol, acrescento.

A todos? Bom, talvez para alguns sportinguistas fosse melhor não estarmos na competição maior do futebol de equipas. Uma posição intrigante, é certo, mas, verdade seja dita, com a apetência destrutiva com que avaliam a equipa e o treinador outra conclusão não se poderia retirar daquelas cabecinhas pensadoras.

Ao olhar para a composição dos potes é natural que haja alguma preocupação perante a possibilidade de um grupo composto, por exemplo, por Real Madrid, Borussia Dortmund, Sporting e Roma. O grupo da morte, expressão de que a imprensa tanto gosta.

É um facto que atenta a qualidade da maior parte das equipas participantes na Champions, o Sporting se vá deparar com adversários de elevada dificuldade. Mas se esta é a prova onde todos os jogadores, treinadores e dirigentes querem estar, então não se pode querer ter sol na eira e chuva no nabal. O melhor, portanto, será aceitar sem receios o que o sorteio ditar e encarar com ambição os jogos que aí vêm.

Digo isto não por ilusão de adepto, mas por ter assistido a alguns bons exemplos de superação, quando todas as vozes apontavam para um desfecho catastrófico. Portugal no Euro 2000. Todos nos davam como eliminados na fase de grupos e foi o que se viu. Costa Rica no Mundial 2014. Ninguém colocava um euro pelos costa-riquenhos e fizeram a prova que se viu.

Também é verdade que abundam mais os exemplos em que a equipa mais fraca de um grupo (do Euro, Mundial ou Champions) confirmou esse menor estatuto sendo eliminada nessa fase. Mas na vida desportiva os exemplos a seguir são os bons e é nesses que o Sporting se deve inspirar.

Das equipas do pote 1, tenho duas preferências: Arsenal (a minha equipa inglesa preferida), no que seria uma belíssima oportunidade de Arséne Wenger se confrontar com a excelência da academia leonina e retirar bons apontamentos para futuros defesos. Real Madrid (a minha equipa espanhola preferida), cujos jogos contra nós foram sempre muito disputados e contribuíram para o mito das noites europeias em Alvalade, que o nosso estádio e os adeptos merecem ter de volta.

Do pote 2, a calhar um forte que fosse o Borussia. É certo que nunca temos sorte contra alemães, mas no caso seria o contacto directo com um clube que serve de paradigma para o novo Sporting. Um clube que esteve pelas ruas das amarguras e soube, com competência e qualidade, voltar à mó de cima. Outro bom exemplo a seguir.

Do pote 4, o Ludogorets. Adoraria ter o Sporting a treinar na Bulgária com o Iordanov e o Balakov a assistirem e a torcerem por nós.

Seja qual for a carruagem que parar em Alvalade, será sempre um combóio que nenhum jogador, treinador, dirigente e adepto do Sporting deixará de querer apanhar. 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D