Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Vamos lá deixar-nos de merdas ...

GettyImages-1094585454.jpg

Abaixo o António F. coloca esta foto num postal em que anuncia que está a brincar. Pois eu "roubo" a foto e aviso que não estou a brincar. Ilori despontou há alguns anos. Muito jovem foi promovido à equipa sénior e augurou-se-lhe uma bela carreira. De imediato quis sair do clube, e fez imensa pressão para isso. Dir-se-á que é normal, que os jovens são ambiciosos, que uma transferência para o campeonato inglês é apetecível. E que um convite do lendário Liverpool é (quase) irresistível. Concedo. E também concedo (e já o botei aqui) que algo se passa há largos anos no clube, pois é recorrente que os jovens da formação queiram sair a todo o custo, o que não acontece exactamente assim nos clubes rivais. Serão as perspectivas de futuro, a disposição de integração no plantel sénior, será o ambiente geral, será alguma discriminação (estatutária e económica) face a jogadores que chegam de fora. Não sei, são possibilidades. Mas o que é certo é que Ilori não saiu propriamente a bem. A carreira não lhe correu grande coisa. Passados anos o Sporting decide "repescá-lo". Há quem torça o nariz, será que se justifica, em termos futebolísticos? Outros resmungam, lembrando o tal desagradável processo de saída. Eu não tenho nada contra, já a Bíblia fala do regresso do filho pródigo, e como foi recebido de braços abertos.

Agora que um tipo que tem esta relação com o clube regresse e que no primeiro jogo, que é na Luz contra o "eterno rival", e logo depois de um muito aziago jogo em Alvalade contra o mesmo Benfica, não tenha sequer a sensibilidade, a amabilidade, o apreço pela simbologia do clube que o formou, viu partir e o fez regressar, e que se apresente calçado de vermelho? Dirão alguns que são pormenores. Outros falarão de "compromissos publicitários". Eu não aceito. Em boa linguagem de bola digo o que é verdade: Ilori está-se a cagar. E deixemo-nos de merdas, isto nunca aconteceria num F. C. Porto. É a tal mentalidade, aquela que permite estruturar instituições e levá-las ao sucesso (desportivo, neste caso). Começa por respeitá-las, mostrando-o com grandes gestos, de arreganho e entrega. E pequenos gestos, de gentileza e comunhão. Como mudar a cor das botas num primeiro jogo depois de todo este historial. 

A porta da rua é a serventia. De Ilori. Agora será no final da época. E é evidente que se em toda a estrutura do clube não há alguém o resmungão o suficiente para lhe dizer "Ó Ilori tem juízo, vai mas é calçar outras botas" há muita gente que terá que sair. Ou alguém que deverá entrar, para criar tino naquilo.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D