Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Cartões e cartõezinhos

Há faltas e faltinhas e há cartões e e cartõezinhos.

Para os mais distraídos, para os que "tiverem que levar" com a mão de Neto e com o penalty perdoado ao Sporting (foi mão e seria penalty) vou tentar dar uma perspectiva mais geral, olhar a floresta e esquecer, por momentos, a árvore.

Nesse lance há um erro, um grande erro de arbitragem, uma entrada por trás de Joel Tagueu sobre Plata, estávamos no minuto 27, entrada por trás é vermelho, sejamos condescendentes, digamos que era só um amarelo, aos 45'+4' esse mesmo Tagueu teve mais uma entrada alaranjada e viu amarelo, o segundo amarelo, pelas leis do jogo.

Para além disso dois foras de jogo para A Bola, duvidosos, para mim, manhosos.

Fiquemos com a análise à arbitragem na pág. 3, Nuno Paralvas e na pág. 7, Duarte Gomes.

Apesar de Manuel Oliveira ter perdoado uma expulsão (cf. com vitória do Porto na Madeira, hoje. Os adversários do Porto, sim, podem levar duplo amarelo) ao tal Tagueu, Duarte Gomes acha que foi uma arbitragem razoável.

IMG_20210112_164854~2.jpg

IMG_20210112_165638~2.jpg

Enfim, ninguém está isento de erros.

Nem os árbitros, nem os analistas de árbitros e, se calhar, nem os analistas dos analistas dos árbitros.

Uma quadra de Aleixo

20210110010_132400~3.png

No Governo Sombra deste fim-de-semana, quatro benfiquistas falavam acerca de um quinto benfiquista, dizia João Miguel Tavares: "não é por ser populista que é bom, Aleixo é um poeta popular mas não quer dizer que seja um poeta".

Eu gosto de António Aleixo.

Gosto da poesia de António Aleixo.

Gosto de quem coloca o dedo na ferida.

Gostaria que existisse um esclarecimento sobre os telefonemas que Rúben Amorim referiu, ocorreram ou não?

É algo fácil de provar.

Gostaria, também, que a decisão de punir ou não punir João Mário fosse tomada da seguinte forma; não se pune e está tudo bem, é castigado com um jogo que deverá ser cumprido num prazo igual aos jogos já disputados desde o "crime".

Concretizo, o delito de opinião ocorreu no Famalicão vs. Sporting, desde aí o Sporting disputou cinco partidas, pode, portanto, o clube escolher em qual das cinco partidas, após o castigo ser conhecido, a pena será cumprida.

Não houve pressa em castigar não deverá haver pressa no cumprimento do hipotético castigo ou será que está tudo a ser feito para o castigo sair e ter de ser cumprido no jogo com o Benfica?

Estaremos cá para ver.

Mais que marcar golos

p.vs.p.jpg

Recebi um e-mail da NOS em 2020.12.31 com esta imagem.

Paulinho pode não ser muito dotado como futebolista mas como adivinho, upa, upa.

Reparem no diálogo.

Diz Pedro Gonçalves: "vamos marcar dois"; responde Paulinho: "mas tu só marcas um".

Leitura complementar, uma reportagem do Mais Futebol, Pedro Gonçalves? Bah! Nunca chegará a profissional de futebol, pelo menos um tal Salvador, de Braga, dispensou-o aos 17 anos.

Ainda há estrelas no céu

21987072_ZhlD7[1].jpg

 

Ainda há estrelas no céu para dourar o meu caminho, por mais inimigos que tenha vou à frente e vou sozinho.

O parágrafo anterior poderia ser um desabafo do Sporting, um clube honrado, por isso roubado.

"Mais vale só que mal acompanhado" neste caso, o Sporting está mal acompanhado, em futebol praticado, em julgamentos justos dos juízes no campo e fora do campo, em dignidade, seriedade, em paineleiros isentos/independentes.

Neste campeonato, o Sporting é o único soldado (dos da primeira fila) com o passo certo, no sentido que referi atrás e, também, pela razão, que é o único nos campeonatos "a sério" que ainda não perdeu, já nos fizeram perder pontos, ainda não nos fizeram perder jogos.

Temos de estar preparados, esse dia chegará.

Há uns anos tive um sonho, um pesadelo na verdade, que foi assim: "o Sporting estava numa final, no último minuto de jogo há um canto a favor do Sporting, o guarda-redes do adversário defende com um chuto para a frente, a bola bate na cabeça do bandeirinha com tanta força que se encaminha para a baliza deserta (o guarda-redes do Sporting tinha subido à área contrária)".

O árbitro valida o golo, o VAR não intervém (esse tipo de lances não estão previstos no protocolo).

Tenho pesadelos futebolísticos mas, também, sonhos; 2020/2021, campeões, por razões pessoais, é o principal.

Por razões pessoais, sim, mas principalmente, por razões gerais, nossas, de todos nós, os que escrevemos e comentamos neste "blog".

Que 2021 seja o ano da Glória, depois de muito Esforço, muita Devoção e muita Dedicação.

2021, ano de estrebuchar

IMG_20210101_140005~2.jpg

IMG_20210101_135653~4.jpg

Em 2021 o Sporting tem de estrebuchar, a melhor equipa, o futebol com melhor nota artística, o futebol mais consistente, mais objectivo, mais concretizador, a equipa com mais golos marcados e com menos golos sofridos, não será suficiente para vencermos, para alcançarmos a glória.

A fotografia que ilustra este texto foi obtida na Calçada da Glória em 2005.

Ano de triste memória, ano em que Veiga e Vieira fizeram do Benfica campeão, ano em que o treinador bateu com a porta e disse que era uma vergonha vencer assim: "sou italiano mas comparado com isto a máfia é uma brincadeira de crianças, mamma mia" terão sido as suas (dele) palavras.

A Calçada da Glória fica, relativamente, perto da nossa primeira sede, do outro lado da Avenida da Liberdade e muito perto de outro edifício onde estivemos sedeados, o Palácio Foz.

Assim, como quem não está anestesiado, estrebucha, por muitas vacinas que o sistema nos queira dar, estejamos atentos, com esforço, dedicação e devoção caminhemos no passadiço da glória, estrebuchemos mas que no final alcancemos a foz do triunfo, do triunfo transparente, inequívoco, conquistado em campo, e que o nosso treinador no final da época não tenha vergonha de ser campeão.

Livrem-nos das fraquezas do Duarte d' Armas

IMG_20201228_171637~2.jpg

O título do texto remete-nos para o Livro das Fortalezas de Duarte d' Armas, uma obra que não vou adjectivar.

Este Duarte (Duarte Gomes) não é d' Armas é de arma, uma arma sempre pronta a disparar contra o Sporting.

"Lance de análise dificílima", onde está a dificuldade? O lance, a partir do momento em que Varela "se faz à bola" devia ter sido interrompido, o veterano do fake Belenenses estava tão fora de jogo que se desse três ou quatro passos em frente estaria mesmo fora do campo, ainda assim vai à bola, interfere na percepção do lance por parte de Adán e parece que não aconteceu nada, apenas um lance "mal avaliado", mal aVARiado, diria eu, se o choque é discutível, hipoteticamente, o off-side é mais evidente que os perdigotos com que Luisão borrifou a equipa do Benfica enquanto dava uma descompostura nos caras.

Uma história de Natal

IMG_20201223_181356~3.jpg

Era uma vez uma senhora chamada Rose que vivia em Baía no Brasil, estava grávida quase no final do tempo.

Rose tinha um bebé dentro dela a querer nascer mas tinha, também, não um mas dois quistos no útero que podiam pôr em risco tanto a vida da futura mãe como a vida da criança.

O futuro papá trabalhava em Portugal.

Foi passar o Natal ao Brasil, entre clínicas, o parto, o assegurar-se que a mamã e o menino ficavam bem, atrasou-se.

Atrasou-se mais veio a tempo de com, apenas, dois treinos marcar dois golos ao Benfica, um deles, o da imagem a antecipar-se de cabeça a Ricardo Rocha.

Moral da história: O que começa mal pode acabar bem, mais vale atrasado e com golo marcado que de horários cumpridor mas de golos falhador.

Racismo em duas rodas

202012131213_200912~2.png

A actual África do Sul será um país racista?

A equipa de ciclismo sul-africana (na imagem) que se apresentou na Volta à França deste ano não tinha nenhum ciclista negro.

O pelotão inteiro da Volta à França não tinha nenhum ciclista negro (não verifiquei com detalhe). Será racismo?

Na minha opinião nem tudo no desporto é racismo. A propósito do postal de Pedro Correia, eu, também, me lembro das duas selecções alemãs sem jogadores negros, a sociedade alemã dos anos oitenta seria mais racista que a actual?

Os russos são racistas?

Sim, não há um único negro nos onze da selecção que entram em campo para futebolar.

Não, claro que não, nos cinco da selecção que entram no pavilhão para futsalar, muitas vezes, dois são negros.

O racismo é um tema importante na sociedade em geral mas, infelizmente, algumas vezes levado ao exagero no desporto, especialmente, no futebol, o exemplo de Bernardo Silva é paradigmático.

Fazendo um pouco de humor, se João Mário apanhar algum castigo serei o primeiro a vir para rua gritar:

"Racistas! 25 de Abril sempre! Racismo, nunca mais!"

Ao Sporting aplique-se a lei

Há uma célebre frase da política portuguesa que diz o seguinte: "para os amigos tudo, aos outros aplique-se a lei".

As leis do futebol dizem que o golo de Coates teria de ser validado ou no mínimo, como ficou demonstrado ontem, que fosse marcado penalty a favor do Sporting.

A douta decisão do Conselho de Arbitragem vem dar razão ao Sporting para impugnar o campeonato de 2004.

Coates e o guarda-redes ontem estavam fora da pequena área. Luisão e Ricardo estão bem dentro da pequena área, é inequívoco que existe contacto, ver a impulsão de Luisão com o braço direito bem esticado para a frente.

O Sporting não quer ser beneficiado, não pode é estar, sistematicamente, a ser prejudicado.

É como nos jogos olímpicos, se o vencedor da medalha de ouro tinha doping, o medalha de prata é considerado campeão.

Aplique-se a lei, portanto.

As costas de Coates

001.jpeg

002.jpeg

 

Estas imagens são do momento, imediatamente, anterior ao golo (mal) anulado.

O defesa mais afastado de Coates (na primeira imagem) está a olhar para cima acompanhando o percurso da bola, o nosso capitão, também. Agora, atentem na postura corporal do defesa mais próximo, está desinteressado do percurso da bola, o seu único interesse é empurrar o uruguaio como podemos ver na segunda imagem.

Deve ter sido isso que Artur Soares Dias viu, as costas de Coates agrediram com violência o braço direito do famalicense.

A azia de Descartes

21965557_PK68Z.jpeg

 

A opinião acima é de Jorge Coroado, o árbitro que apanhou uma azia em Chaves (até hoje não lhe passou) contudo, apesar disso, viu o mesmo que qualquer pessoa que acredita na verdade desportiva.

Os lampiões queriam que o Sporting perdesse, queriam.

Os andrades queriam que o Sporting perdesse, queriam.

Os comentadores/paineleiros (e paineleiras que eu não sou como o JJ) queriam que o Sporting perdesse, queriam.

No entanto, o Sporting venceu, venceu bem, com justiça, com legalidade.

Venço logo existo (como diria René).

De táxi para o Cairo

21964642_OepJl.jpeg

 

Sorri ao ver a primeira página do Jornal de Notícias, hoje.

Pensei na subtileza de quem escolheu o título: "Ponto de passagem" (cidade internacional, os espiões vão de viagem, joga-se o xadrez mundial).

O parágrafo anterior remete-nos para os anos 80, para a banda Táxi, para o álbum Cairo. Esse álbum foi vendido dentro de uma lata.

Era aqui que queria chegar, Sérgio Conceição foi derrotado, em casa, pelo Marítimo, de Lito Vidigal, vem falar de "orçamento" para justificar a exibição de ontem?

É preciso ter lata.

Derby de futsal

O fim do mundo em cuecas

21961541_uIZ8T.jpeg

 

"Bomba em dia de derby, Luís Filipe Vieira bate com a porta"

Faltam cerca de dez minutos, no canal 11.

Sporting vs. Benfica.

Vieira, o presidente que comemorou, em cuecas, um título de campeão  nacional de futsal vs. Varandas, o presidente que foi campeão europeu de futsal e não apareceu nas fotografias.

Faltam cerca de cinco minutos...

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D