Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Uma imensa desvergonha

image[2].jpg

 

É preciso ter uma enorme desfaçatez para vir agora, com palavras doces e asinhas de anjo, ler um papel onde vem escrita a frase "Temos de comunicar 'Benfica, Benfica', estar acima do ruído e ignorar os medíocres."

 

Quem agora quer estar "acima do ruído" é o mesmo que plantou nas pantalhas dois dos maiores arruaceiros de que há memória nos anais do futebol palrado; o Guerra e o Ventura, por esta sequência cronológica. Dois sujeitos que, sem nada perceberem do jogo jogado, transformaram os debates televisivos em guerras verbais sem Convenção de Genebra, onde a calúnia substitui o argumento e vale tudo menos tirar olhos.

Quem assim fala é o mesmo que sustenta uma rede de cartilheiros municiada por um profissional da intriga.

Quem assim fala é o mesmo que tutela uma estrutura de comunicação capaz de difundir vídeos manipulados, como ainda há dias todo o País testemunhou.

Quem assim fala é o mesmo que teve o desplante, há uns anos, de invadir um estúdio de Carnaxide, interrompendo a emissão da SIC em directo só porque não lhe estava a agradar aquillo que ouvia.

Quem assim fala é precisamente o mesmo que se permite alimentar claques ilegais que andam há anos a cometer crimes de ódio, com lamentável impunidade, nos principais estádios portugueses.

Quem assim fala é indiscutivelmente o mesmo que se atreveu a profanar a memória de um adepto leonino assassinado, insinuando que ele nunca devia ter-se atrevido a aproximar do estádio do Benfica à hora a que foi morto, como se isso alguma vez pudesse ser justificação para tal homicídio.

 

É, de facto, necessário ter uma enorme desfaçatez. Direi até: uma imensa desvergonha.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Correia 29.11.2017

    Dúvida metódica: Vieira saberá escrever hipócrita com agá?
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D