Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Tudo ao molho e FÉ em Deus - Muita Piedade e um "Bonfim" para sair da cova

É dos livros, na Taça de Portugal, quando uma equipa das divisões inferiores defronta um "grande", a sua motivação é muito maior do que a do adversário. Se juntarmos a isso o facto de durante a primeira parte termos tido apenas Battaglia, do meio campo para a frente, a lutar pela bola, fica explicada a razão de um início de jogo paupérrimo com duas bolas nos ferros de Rui Patrício. Eu sei que o argentino é bom jogador, mas no mínimo ponham-lhe Bruno Fernandes à frente. Imaginar Bryan Ruiz a "8" é como esperar que o azeite se misture na água. O pior é que tudo se configura para que ainda venhamos a perder pontos à conta desta experiência. Diz o povo que à terceira é de vez e como já houve Paços e Cova da Piedade... Eu, cá para mim, a ter de inventar, prefiro que o Mestre faça a sua habitual rábula do defesa esquerdo.

Neste estado de coisas, após o intervalo, Jorge Jesus não perdeu mais tempo e fez entrar de uma assentada Bas Dost e Bruno Fernandes. Se Rui Costa era da Damaia, Bruno é da... Maia, subtil diferença no ponto de partida, mas o mesmo destino, o estrelato. Três fintas depois, o maiato marcava, de antologia, o primeiro da noite. A coisa parecia resolvida e a hora convidava ao regresso do remanso, mas após uma carambola na nossa área, o árbitro, outro Rui Costa, também ele uma estrela, recordista da "baixa de nota", assinalou penálti (1-1).

Nesse transe, oiço o comentador da SportTV dizer sobre Soares (do Cova da Piedade) que "alguém dizia, quando jogava no Portimonense, que iria fazer muitos anos de primeira divisão". Alguém? Quem? Um sujeito também dizia que eu ia ser melhor que o Yazalde, mas o problema é que não tinha predicados. Não há direito, está uma pessoa em cuidados e ainda tem de ouvir barbaridades destas...

O que vale é que há Bas Dost, mais que o abono da familia leonina, o homem que me faz baixar a (hiper)tensão: um canto de Acuña, um desvio de Battaglia e o holandês subtilmente a fazer aquilo que para ele é tão natural como respirar. Golo! 

Fim do jogo, começa o "Flash-Interview" e oiço Jesus dizer que procura um jogador para acasalar com Bas Dost(!?). Desligo a televisão e prometo a mim próprio que a partir de agora vou fazer como o Artur Jorge: ver os jogos ao som de música clássica. E não, Jesus, não será o Bolero de Ravel.

 

Tenor "Tudo ao molho...": Bruno Fernandes

covadapiedade.jpg

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 11.01.2018

    Caro M Santos, obrigado pela rectificação (já alterei o texto original). É o que dá ter Acosta, que já evoquei na rúbrica Recordar (http://sporting.blogs.sapo.pt/recordar-alberto-acosta-3359513) , sempre presente no meu sentimento leonino.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D