Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Tudo ao molho e FÉ em Deus - Marselha x Sporting 2-1

O Sporting efectuou o último jogo do seu estágio suíço na cidade francesa (!) de Évian-les-Bains. Nada mais apropriado para terminar a sua preparação alpina do que realizar uma partida naquela que é considerada a capital europeia da água, algo que a equipa leonina se fartou de meter. Vai daí, escolheu-se um adversário com ancestrais raizes náuticas que permitisse à equipa, naufragando, chegar a um bom Porto (Marselha).

 

A equipa exibiu-se num 4-4-2, com dois alas interiores que lhe retiraram qualquer profundidade e um "mezzapunta ", Alan Ruiz, que foi um homem a menos. Tudo de acordo com "O Grande Plano das Coisas", de Jesus, que tudo fez para assegurar a derrota. Objectivo cumprido, portanto!

 

Pedro Silva - O Chefe do Estado Maior das Forças Armadas leoninas. Imperial pelo chão, pelo ar, pelo mar. Sim, pelo mar, tanto a Defesa do Sporting meteu água. A merecer um lugar no plantel dada a bizantinice (a Eslovénia pertenceu ao Império Bizantino) que constituiu a contratação de Azbe Jug.

Nota: Sol. Uma luz radiosa que nos alimenta a expectativa que o grande Rui terá substituto à altura.

 

Piccini - Faz ter saudades de Schelotto e isso diz quase tudo. Jesus disse que esteve "soberbo", assim ao estilo do Padre Américo "não há rapazes maus". A sua zona do terreno foi um verdadeiro latifúndio, explorado até à exaustão pelos corsários marselheses.

Nota: Ré(u)

 

Coates - Onde anda o Ministro da Defesa? Ainda a banhos, de certeza. No estágio, tem evoluído este sósia.

Nota: Mi(stério)

 

Mathieu - A jogar entre compatriotas, pareceu entoar vezes sem conta A Marselhesa, em especial aquela parte inicial do "Avante, filhos da Pátria" ,com a qual, através de sucessivas perdas de bola em zonas proibidas, foi incentivando os franceses a subir no terreno.

Nota: Mi(séria)

 

Coentrão - Ouviu-se mais do que se viu, nomeadamente quando ameaçou lesionar-se, único momento em que esteve à altura das reais expectativas dos adeptos.

Nota: Ré(u)

 

Petrovic - Jogou de cadeirinha, naquele metro quadrado em que parece confinar-se, que isto de grandes bravatas não parece ser parte constituinte do ADN do sérvio.

Nota: Dó(cil)

 

Battaglia - De longe, o melhor do nosso meio campo. Protege a bola com a autoridade de um lutador de Sumo (fazendo lembrar William), tem progressão com bola e incorpora-se, com a propósito, no ataque. Bom reforço.

Nota: Sol

 

Bruno Fernandes - Deslocado da sua posição original, mostrou alguma prontidão no remate e criou desequilíbrios, mas esteve uns furos abaixo do que já mostrou neste estágio.

Nota: Fá, come si, comme çá...

 

Bruno César - Um paradoxo, ao contrário de Sansão, o crescimento do seu cabelo veio acompanhado de uma enigmática perda de força. Tem tudo para ser o melhor promotor de Marcus Acuña, o qual já lhe terá endereçado um pedido para que o represente. Cada vez que é chamado a correr, parece preso por uma corda. Desloca-se frequentemente à velocidade da luz... apagada.

Nota: meteu Dó

 

Alan Ruiz - Continua a jogar o seu futebol de saltos altos, agora que calça chuteiras Jimmy Choo (não confundir, de todo, com Golden Shoe, o prémio para o melhor marcador dos campeonatos europeus). Conseguiu a proeza de tomar sempre a decisão errada, prejudicando todos os ataques do Sporting na primeira parte.

Nota: 0 (zero)! Sem cordas vocais, por este andar vai acabar a tocar campainhas, fazendo soar o alarme sobre a sua contratação.

 

Bas Dost - A equipa não lhe deu uma única bola jogável e o holandês desgastou-se sem sentido à procura da ligação com Alan Ruiz, mas este tinha o "telefone" desligado.

Nota: Mi(nado)

 

Mattheus Oliveira - Uma nulidade! Especialista no "passe para o hospital", deixou os colegas à beira de um ataque de nervos. Tentou um "pontapé de moinho", mas foi demasiada farinha para o seu saco. Tem de nascer 10 vezes para tirar o lugar a Matheus com um "t" ou Geraldes.

Nota: 0 (zero)! A piar fininho...

 

Matheus Pereira - O melhor em campo! Semeou o pânico no estandarte tricolor, subindo no terreno em condução de bola e combinando, com acerto, com os seus companheiros. Estranhamente, Jesus não disse que esteve soberbo. Será soberba do treinador?

Nota: Força Sporting olé, Lá, lá, lá, lá, lá...

 

Tobias Figueiredo - Com o dom da elasticidade, dobrou Piccini inúmeras vezes. No papel, é o quarto defesa central na hierarquia de Jesus, no campo foi o primeiro. Tobias ou não Tobias parece ser questão respondida afirmativamente, ele que até trazia às costas o estigma de uma péssima época na Madeira. E ainda há quem diga que o que é Nacional é bom...

Nota: sol

 

Palhinha - À tona de água, "should I come or should I go", parece respirar por uma palhinha. Battaglia parece muito à frente, Petrovic parece atrás, mas ostenta um "ic", o que parece agradar ao treinador.

Nota: Fá(do), de ser português e da Academia.

 

Podence - Quase punha em causa o plano do treinador, ameaçando a inevitável derrota. "Às armas, cidadãos " gritavam, a plenos pulmões (não é para ti, Bruno César) os marselheses, quando o pequeno jogador começou a reduzir diferenças, desbaratinando a, até aí, boa organização defensiva francesa. Um Danoninho à solta em Évian.

Nota: sol

 

Doumbia - Perigoso, deixou sempre os franceses em sentido. Deixa água na boca, mas dado o local pode ser enganador.

 

TUdo ao molho e FÉ em Deus voltará numa próxima oportunidade...

28 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D