Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Tudo ao molho e FÉ em Deus (especial) - Ganhámos, não foi?

Afastado da primeira equipa para, alegadamente, curar algumas mazelas, eis que Bruno de Carvalho regressa ao terreno de jogo em Soure. Últimamente visto em pavilhões, não se pode dizer que a pequena vila do Concelho de Coimbra lhe possibilite um regresso aos grandes palcos. Ainda assim, não sendo um ambiente de Champions, os espectadores prestam-lhe uma ovação.

 

À primeira vista, Bruno apresenta boa cara, sinal de que o descanso lhe terá feito bem. Mas, a imagem é enganadora. Mal o jogo começa, já combalido e por terra, leva uma primeira pernada:

- "Uma familia não vê um membro no chão e dá-lhe pontapés" -, dirá, posteriormente, no Flash-Interview.

- "Pois não, pois não ... " -, dirão em coro os restantes jogadores, ouvidos na Zona Mista, ainda lembrados dos ecos da derrota em Madrid.

 

No entretanto, Bruno vai tentando galvanizar a restante equipa:

- "Apertem com eles" -, afirma resoluto, pedindo mais vontade em bater o adversário.

- "Apertem com eles como eu achar" -, responde-lhe o árbitro, pouco solícito em anuir à agressividade pedida.

 

O Juíz apita para o intervalo e Bruno aproveita para lêr alguns SMS. Um deles é de Carlos Carneiro, jogador de andebol, e o presidente-treinador-jogador partilha-o com o balneário, enquanto pede mais concentração aos seus defesas, melhor pontaria ao seu avançado, corrige alguns aspectos técnicos e combina umas "bojecas" com Coentrão após o jogo. De seguida, dá uma entrevista à Rádio-Soure, a exigir mais empenhamento aos jogadores. A equipa regressa para o segundo tempo, não sem antes Bruno piscar o olho à assistência, enquanto solta uma tirada filosófica em que põe a um canto o "penso, logo existo" de Descartes, que corrige para "blogo ... , perdão, espicaço, logo ganho". A massa adepta aprova, consciente de que para existir o clube tem de ganhar. É assim, à falta de umas "bojardas" no campo, que Bruno pretende levar a equipa à glória.

 

A verdade é que a segunda parte corre bem e a vitória é assegurada. Em conferência de imprensa, ao presidente-treinador-jogador é transmitido que os jogadores não terão ficado muito satisfeitos com as mensagens ao intervalo. Ufano, Bruno apenas diz:

- "Ganhámos, não foi?".

 

 

Aviso: vêr qualquer semelhança entre este texto e a realidade será um caso de pura ingratidão.

BrunoDeCarvalho.png

 

59 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D