Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Treinador do Sporting para a Época 2017/2018

Temos dez jogos para disputar até terminar a corrente época. O melhor a que realisticamente podemos almejar neste momento, em termos classificativos, é manter o atual terceiro lugar, mas há algo mais à espera de ser ou não conquistado: consolidar a expectativa de que estamos a caminhar para construir uma equipa mais competitiva na próxima época.

Sem desprezar que haverá duas ou três mexidas obrigatórias no plantel e que, portanto, há uma parte importante do nosso destino que só se começará a traçar depois de fechada a corrente época, creio que o que viermos a conseguir fazer nos jogos que faltam, com o atual plantel, será decisivo para termos hipóteses legítimas de disputar o próximo campeonato.

Não sou propriamente um fanático da formação no sentido de não ter olhos na cara e ficar cego com a ideia de que, por definição, colocar um jogador da formação é sempre melhor. Mas também não sou cego para a razoável taxa de fracasso e respetivo custo que tiveram as contratações deste ano. A qualidade média destas foi decisiva para que hoje seja angustiante ver jogar o Sporting e hoje, a 6 de março de 2017, é evidente que foi condição suficiente para nos arredar do título, mesmo com razões de queixa em algumas arbitragens importantes.

Bas Dost, sendo diferente, é um excelente jogador que substituiu Slimani, um avançado de categoria mundial, mas do resto pouco reza a história. Uma nota de esperança sobre Alan Ruiz e pouco mais.

 

SCP

 

Metade do mini-bus de contratados ou já foi despachado em janeiro para aliviar as contas ou inspira muito pouca confiança de mexer positivamente com o jogo do Sporting. Restam os reforços de janeiro, aqueles que temos e com os quais o treinador terá mais três meses de trabalho. Com tempo, um jogo por semana, ou menos, e condições ideias para burilar. 

Esse trabalho exigirá necessariamente conseguir potenciar melhor o atual plantel começando desde já a integrar com maior frequência aqueles que sabemos irão estar disponíveis na próxima época (se assim quisermos) e que precisam de rodagem de sénior em ambiente de grande responsabilização. Jogadores que ainda estão a formar-se como profissionais numa equipa de topo.

Entretanto, estamos sem o jogador mais importante, Adrien (lesionado) e sem substituto condigno a ser escalado para o plantel. Mais um cenário que tem de ter resposta se queremos ser um candidato sólido a lutar pelo título. Ontem vimos um remendo tático muito razoável na primeira parte que foi destruído pelas substituições. Um claro erro de guião.

Temos três meses e algum sangue novo disponível e que, mais que não fosse, pelo baixo rendimento de alguns clássicos de Jorge Jesus, já justificam uma aposta continuada por uns jogos. Pelo menos Podence e provavelmente Geraldes e Matheus Pereira. Não para satisfazer os adeptos, mas para construir um esqueleto de equipa e um balneário mais equilibrado onde todos sejam vistos com alternativas válidas. Uma base a melhorar com algumas contratações cirúrgicas daqui a uns meses.

A garra e vontade dos putos que me recordo de ver em Cedric, Adrien, Carriço, João Mário, Gelson e muitos outros, têm oferecido ao Sporting - por vezes em momentos bem mais difíceis - uma combatividade que nos tem alimentado este espírito de resistência e que vai espantando adeptos aburguesados de tantos outros clubes que nos queriam ver dobrados pela estatística.

Convém ter bem presente que o futuro do Sporting passará muito por conseguir conservar no seu plantel essa alma numa fração razoável e contínua, com reflexos inevitavelmente positivos no decurso de uma época onde tantas vezes temos que lutar contra bem mais do que 11 jogadores adversários. É assim em quase todas as grandes equipas, aquelas que conseguem alimentar melhor a paixão da comunidade que as suporta - o capital mais importante do Sporting.

Será uma desgraça se este tempo que resta até à época 2017/2018 for gasto a suspirar pelo próximo mini-bus de contratações.

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 06.03.2017

    Pedro Soares pode dizer de JJ o que quiser, e concordo com muito do que diz, mas não aceito o branqueamento que faz de BdC! Mas afinal quem estabelece o caminho do clube? Quem diz ao treinador que filosofia o clube irá seguir? Quem estabelece o orçamento para contratações? Quem estabelece a política de comunicação? Quem contrata o treinador?
    O problema foi que nestas eleições não havia escolha, mas se continuarmos neste caminho dou, no máximo, 2 anos para termos eleições, apareça um projecto credível e não um pato bravo como PMR.
  • Sem imagem de perfil

    Pedro Soares 06.03.2017

    Caro anónimo,

    As eleições foram no Sábado, hoje é segunda. Bruno de Carvalho foi julgado pelos sócios do Sporting Clube de Portugal que se expressaram de forma clara e inequívoca. Repito que não votei nele, por muitas das razões que coloca nas suas interrogações. Mas simplesmente foi eleito, está eleito, e espero naturalmente que as coisas lhe corram bem porque isso será o melhor para o Sporting.

    ( um parêntesis: O inicio de mandato começou de forma muito pouco auspiciosa com um excesso de linguagem grosseira imprópria de um Presidente do Sporting a dirigir-se aos seus associados em público. Um lapso demonstrativo de falta de cuidado na linguagem e de despeito face aos nossos adversários como se fosse um peão de brega, algo que foi uma constante ao longo dos seus primeiros quatro anos de mandato. Os sócios pelos vistos aprovam este registo populista e caceteiro, eu não, e acho que comunicamos de forma tão inapropriada e amadora como no dia um do mandato anterior do senhor)

    Mas dito isto tudo o que eu não aprovo nem branqueio de modo nenhum é a responsabilidade do treinador Jorge Jesus. Desculpe lá mas o homem não tem o direito de tratar assim nenhum Presidente de clube( fizesse ele isto a Vieira ou a Pinto da Costa e tinha no mínimo as claques a ameaçá-lo...), acho inqualificável que sua excelência tenha o topete de se achar acima de alguém que foi eleito pelos associados do clube para o dirigir. Mas muito menos poderá dizer isto concretamente a Bruno de Carvalho, alguém que desde o dia um tratou de lhe dar todas as condições desportivas e organizativas para trabalhar. BdC terá sido um mau Presidente para Marco Silva, para Jesualdo ou até para Leonardo, mas JJ não se pode queixar de nada, e portanto acho a declaração indecente e acho uma sem vergonhice própria de alguém ingrato e que não conhece ninguém. Própria de um cretino ou de um vintém, como diria Manuel Machado. E isso desculpe lá mas eu não branqueio!

    Cumprimentos
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 06.03.2017

    Desculpe esqueci-me de assinar. Mas eu também não branqueio nada, já lhe disse que concordo com tudo o que disse de JJ. Mas isto acontece porque quem não se dá ao respeito, BdC, não o recebe, quem diz o quer ouve o que não quer, é a lei da vida. Ou seja, BdC é o chefe máximo do futebol e do clube, é ele que estabelece as regras como a estrutura funciona e o comportamento de JJ é possível e aceitável dentro das regras que BdC estabeleceu. Eu não concordo com elas como Pedro também não, mas não somos nós que comandamos o clube.

    Quanto à eleição, eu não estou dentro da cabeça de todos os sócios, mas ouço muitos. Dizer que estas eleições houve alguma escolha é, com todo o respeito, de rir. PMR é um pato bravo, BdC, para nosso mal, era a única opção possível. Por isso eu ter dito que "se continuarmos neste caminho dou, no máximo, 2 anos para termos eleições, apareça um projecto credível e não um pato bravo como PMR." E termos acabado de ter eleições não me diz nada por isto mesmo. A verdade é que se as coisas não mudarem JJ tem os dias contados, se BdC insistir no apoio ao treinador, muito mais tempo, irá ao fundo com ele, mas isto é a minha opinião e a forma como sinto as pessoas em Alvalade.

    SL
    José Neto
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    { Blog fundado em 2012. }

    Siga o blog por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

     

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D