Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Temos uma equipa com qualidade

Texto de Orlando Marinho

ce61cad88225c6ec71956ee492c5cca7.jpg

 

Quem diz que só se contratam maus jogadores deve ter de engolir em seco.

Feddal, jogador sem nome na praça, fez o seu trabalhinho muito bem. Não é o Van Dijk, mas é seguro. Esteve muito melhor [no clássico Sporting-FC Porto] que os outros centrais, especialmente Coates, que passou o jogo perdido.

Se tiram [o uruguaio] da sua zona de conforto, é logo tudo muito mais complicado. 

 

Pedro Gonçalves terá jogos onde vai estar menos bem, mas não creio que saiba jogar mal. Jogador contratado por uma direcção que, segundo alguns entendidos, só contrata entulho. É chato.

Nuno Santos é um jogador que me supreende, gosto da sua objectividade. O futebol é feito também de golos e ele faz golos.

Alguém falou em Antunes, apenas suplente de um fenómeno - não serve? Adán jogou no lugar que era de Max e esteve bem, num candidato tem de haver reservas à altura.

Palhinha permite muita coisa aos outros, pela segurança que dá. Com ritmo vai melhorar muito.

Matheus Nunes foi o principal beneficiado pela inclusão de Palhinha: fez de 8 e bem.

João Mário é a classe em pessoa. Como é normal, está sem ritmo, mas já vimos um cheirinho do que sabe fazer.

Tiago Tomás? Não vejo as pessoas, excepto Rúben Amorim, apostarem neste miúdo de 18 anos. Alguém com muita vontade, total disponibilidade e muito objectivo. Tem remate fácil e procura sempre linhas de passe. Muito jovem, já entendeu coisas que outros nunca entenderão. Os defesas contrários não gostam destes jogadores.

Sporar é um avançado-centro que sabe jogar de costas para a baliza, dentro ou perto da área. O problema dele é a profundidade. (...)

 

Falta-me falar de Porro e Nuno Mendes. Não me lembro de termos ao mesmo tempo dois laterais tão bons. O FC Porto esteve atento e com mais agressividade minimizou o impacto. Mas estamos muito bem servidos de laterais este ano.

Há [ainda] muita margem: temos Quaresma, Inácio e Max, que em condições normais acrescentarão qualidade à equipa. O tempo me dará (ou não) razão.

 

Texto do leitor Orlando Marinho, publicado originalmente aqui.

3 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D