Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Telenovela

Para qualquer amante de futebol, o sonho passaria por ser jogador de futebol, representar um grande emblema nacional, internacional e a sua seleção nacional.

 

Quando era criança, os jogadores chegavam inclusivamente a recusar transferir-se para clubes que não tivessem dimensão e estatuto porque significaria um retrocesso na sua carreira.

 

A Lei Bosman, o aparecimento das S.A.D., a venda de clubes a grandes grupos económicos e outras situações, trouxeram ao futebol o pior que existe no ser humano. Com isto, acabou o “amor” ao clube. Todos são profissionais ou pagos como tal. Ou seja, presidente, equipa técnica e jogadores fazem parte de uma estrutura que recebe milhões para fazer o seu trabalho.

 

Ou seja, ao presidente compete entre outras, a difícil tarefa de gerir o clube e tentar criar todas as condições naturais para que a equipa técnica e jogadores, consigam atingir o sucesso.

 

A equipa técnica tem a árdua tarefa de gerir o plantel e formar atletas. O objetivo é criar condições para que os atletas estejam bem física e psicologicamente no intuito de atingirem o sucesso.

 

Por outro lado, aos jogadores compete a tarefa mais difícil de todas. Treinar arduamente e dar o seu máximo em todos os jogos porque só assim conseguem atingir o que todos queremos.

 

No final, todos esperamos ser campeões porque significa que atingimos o sucesso. Ou seja, o trabalho coletivo não existe apenas dentro das quatro linhas.

 

Se todos tivessem consciência de tal realidade, não estaríamos a assistir a esta telenovela de quinta qualidade. Imaginem: Se tivéssemos um presidente que soubesse estar calado; Se tivéssemos um treinador que soubesse estar calado; Se tivéssemos jogadores que dessem o seu máximo em todos os jogos; E se o presidente do Sporting Clube de Portugal não estivesse rodeado de pessoas fracas tecnicamente e que apenas lhe sabem dizer que sim; Se à volta deste clube não gravitassem milhares de abutres.

 

Como tudo era perfeito…

 

Mas não, voltamos à dura realidade e aos dois parágrafos iniciais para abordar um tema interessante.

 

Será normal que o guarda-redes, campeão da Europa, queira ir jogar para o Wolverhampton!? Adrien Silva para o Leicester City!? Peço desculpa a todos os adeptos dos supra mencionados clubes, mas estamos a falar de Campeões da Europa! Será que o dinheiro também “mata” o sonho de jogar nos melhores? Provavelmente sou eu que os considero melhores jogadores do que eles são na realidade. Para mim, Rui Patrício está entre os melhores da Europa e Adrien é um jogador fantástico.

 

Tal como eu, os sócios e adeptos do Sporting Clube de Portugal têm orgulho em munir a Seleção Nacional com os “nossos meninos” e a vê-los sair para clubes de topo.

 

Podem chamar-me antiquado mas gostaria de voltar ao tempo em que via um jogo e não estava preocupado com corrupção, apostas, jogos viciados, empresários, etc.

20 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D