Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

A voz do leitor

«A violência gratuita que se passa nos estádios e fora destes deve envergonhar todos os adeptos que gostem de desporto. O futebol precisa de uma voz ou de vozes que tragam união e se reflictam no comportamento de todos. É preciso actuar! Não para resistir, mas para vencer de vez a estupidez, doa a quem doer.»

 

Tiago Oliveira, neste postal

A voz do leitor

«Não pode existir qualquer constrangimento ao apoio à nossa selecção, mesmo que exista discordância nas convocatórias e, também, nos princípios de jogo que prevalecem nas decisões do treinador. Nada disso pode provocar qualquer diminuição no entusiasmo de ver a nossa selecção vencer.»

 

Francisco Gonçalves, neste meu texto

A voz do leitor

«Eu numa viagem para ver um jogo, vindo de Leiria, neste momento gasto perto de 60€ em combustível e portagens. Se levar a família gasto outros 60€ em bilhetes, e se lhe juntar mais alguma coisa para comida e bebida, já estamos a falar em 150€. 150€ são seis meses de SportTV. É muito caro ir à bola.»

 

Vítor Hugo Vieira, neste texto do Luís Lisboa

A voz do leitor

«Quando [Jorge Jesus] estava no Benfica diziam-me que ele era Sportinguista e eu cheguei a dizer que ficaria grato se ele se tornasse benfiquista porque os comentários dele cheios de presunção, a falta de respeito para seus colegas, o desprezo total aos jogadores, ele é que era o herói, era ele que ganhava os jogos, quando perdia eram os jogadores que não leram bem o guião, lutas vezes descarregava nos árbitros mesmo que tivessem beneficiado o Benfica, e (...) não me esqueci ainda do célebre "limpinho, limpinho 4-3". Também não acreditava na formação, destruindo-a por completo, tinham que nascer dez vezes, enfim...»

 

Manuel Parreira, neste meu texto

A voz do leitor

«Quanto ao futuro, vamos ver se é na próxima época que Amorim vai treinar uma alternativa ao 3-4-3. Um 4-2-3-1 à espanhola, ou um 4-4-2 clássico ou um 4-3-3 para as características de um Daniel Bragança serem potenciadas. Não sei, tem a palavra Amorim»

 

Carlos Falcão, neste texto do Luís Lisboa

A voz do leitor

«Custa-me cada vez mais perceber esta letargia dos responsáveis dos clubes, pois Benfica, Porto e Sporting têm a obrigação ética e moral de dar o exemplo, [unindo-se] em torno de uma verdadeira causa que é a pacificação do futebol, e acabar de vez com um circo de violência de uma minoria que arrasta para a lama todos os valores desportivos da tolerância, respeito e honestidade pelo próximo, que deveriam fazer parte da vida de todos nós.»

 

Tiago Oliveira, neste meu texto

A voz do leitor

«Em relação aos direitos televisivos, veremos como vão querer distribuir o bolo. Imagino que os três grandes queiram uma boa fatia, mas acho que não deveria ser assim. Deveria ser um valor igualmente repartido por todos, mas com uma pequena ressalva. Não podemos ter tantas equipas a mamar direitos televisivos, porque o nosso país não tem dimensão para ter tantas equipas na 1.ª e 2.ª Ligas.»

 

Mike Portugal, neste texto do Edmundo Gonçalves

A voz do leitor

«O clube vai precisar de estabilidade para manter níveis anímicos e desportivos altos. A lista de imprescindíveis no plantel poderá contar com vários nomes. Adán, Porro mas sobretudo Matheus Nunes seriam cabeças-de-cartaz. O Matheus não tem substituto natural. Saídas de jogadores como Matheus Reis, Pedro Gonçalves, o capitão e [Gonçalo] Inácio seriam complicadas de gerir.»

 

Jorge Luís, neste meu texto

A voz do leitor

«Matheus Nunes é um jogador de elevadíssima qualidade. Um poço de energia. Não obstante a sua pouca experiência em palcos de maior mediatismo, não sente qualquer complexo em jogar contra adversários consagrados. A ideia que dá é que nem sequer pensa muito nos nomes dos jogadores que estão do outro lado do campo. Aquela sensação de que falta ali alguma escola, ao invés de significar um constrangimento, evidencia a pureza que, muitas vezes, o futebol de rua transporta para o interior dos estádios.»

 

Francisco Gonçalves, neste meu texto

A voz do leitor

«Gostei de Porro, Nuno Santos, Sarabia. Adorei o golão de Edwards. Saí do estádio contente e já esperando o regresso, provavelmente, em Agosto. Aplaudir um jogador que a comunicação social dá como certo em Alvalade é de muito mau tom e por vezes acaba mal, como aconteceu com Rúben Micael, que da Madeira viajou directo para FC das Antas, há anos.»

 

JMA, neste meu texto

A voz do leitor

«Recordo com saudade os tempos que fui sócio, por quota aceitável em face do desconto nos bilhetes. Mas os horários são, de facto, o tema. Nesse tempo via jogos às 15h00 de domingo (...) e as bancadas do antigo Alvalade estavam cheias de famílias. Dava gosto almoçar e sair a caminho do estádio. Agora nem pensar, com estes horários. E a responsabilidade é só da Sport TV?»

 

Paulo Batista, neste texto do Rui Cerdeira Branco

A voz do leitor

«A equipa B está bem longe do acesso à 2.ª Liga. Não estou a ver quase nenhum dos emprestados (...) a querer jogar na mesma, não se revelou nenhum jovem com potencial para a equipa A (pelo menos no imediato), nem foram mandados jogadores menos utilizados da equipa A a alguns jogos para manter a forma. E já nem vale a pena falar dos sub-23, que deviam ser para acabar.»

 

Vítor Hugo Vieira, neste texto do Luís Lisboa

A voz do leitor

«Não posso deixar de vincar e lamentar a estupidez de uns e a ineficácia (passividade) de outros, sobre o crime de lesa-património que são as tochas nos estádios. Não é para pagar multas que pago regularmente as minhas quotas. (Sou sócio há 68 anos e orgulho-me de nunca ter falhado um único mês.) Acho-me no direito de gritar Basta.»

 

Carlos Silva, neste meu texto

A voz do leitor

«Ronaldo, um tipo mais inteligente do que a média, sem dúvida. Porque tem de se ser inteligente para chegar lá. Não basta ter jeito. O mundo está cheio de pessoas com jeito para qualquer coisa que nunca passam da cepa torta e nunca são donos do seu próprio destino. Não nasceu num bairro chique de Lisboa ou do Porto... ainda mais digno de admiração, por isso.»

 

João Gil, neste meu texto

A voz do leitor

«Amorim também tem que crescer. Apesar de ele ir sempre lembrando que as coisas mudam muito depressa, não estava preparado para isso. Assim que começou a correr mal [derrotas seguidas com Benfica e FCP], não reagiu bem. Espero, todavia, que lhe dêem mais um ano. Acho que vale a pena. (...) Por outro lado, gostava de ter visto a evolução do trio Pote, Nuno Santos e TT/Jovane/Paulinho. A entrada de Sarabia deu coisas mas tirou outras. Se não tivéssemos ido abaixo com o Santa Clara... mas de romantismos está o inferno cheio.»

 

Manuel Cunha, neste meu postal

A voz do leitor

«Este ano [Tiago Tomás] parecia estar a regredir, depois de uma primeira época muito boa, pelo que este empréstimo foi bom para ele, para continuar a sua evolução. Se o Estugarda continuar na 1.ª divisão alemã, é bom para o Tiago continuar lá mais um ano, onde joga mais e está numa das Ligas mais competitivas do mundo. Daqui a um ano vê-se o nível em que ele está e decide-se o que é melhor para ele e para o Sporting.»

 

Vítor Hugo Vieira, neste meu texto

A voz do leitor

«Para mim ir ver o Sporting jogar não é chegar à hora do jogo começar e sair antes ou mal acaba o mesmo. Há o preparar-me para o jogo, junto ao estádio, estando nas suas imediações bebendo um café ou cerveja ou bifanas ou nada, estando sozinho ou acompanhado. E quando acaba o jogo espero que os jogadores dêem a volta ao estádio para os aplaudir e de seguida, calmamente, saio do estádio e vou para casa. Mas, no fim do jogo, quando vou com familiares ou amigos e algum deles quer beber uma cerveja ou um café, faço companhia e falamos sempre do jogo.»

 

JMA, neste meu texto

A voz do leitor

«O ataque do Sporting não se compara com o do Benfica e do FC Porto, mas desde há anos que se compara mais com o do SC Braga. Quando o ataque é assim-assim, se os rivais nos igualarem na defesa e meio-campo e forem melhores no ataque, torna mais difícil a tarefa de ganhar uma maratona de jogos, como é o campeonato.»

 

João Gil, neste texto do Francisco Chaveiro Reis

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D