Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

A voz do leitor

«Saiu o Pedro Mendes, [saiu] o Pedro Marques e agora o Luiz. Sobra-nos um ponta-de-lança (Paulinho) e um avançado que não joga na área (TT). Resta-nos confiar que Rúben Amorim sabe o que está a fazer. Até ver, não tenho razões para desconfiar, mas confesso que ficava mais sossegado com mais uma opção no plantel. Ainda por cima, o Luiz Phellype já mostrou saber marcar golos. Não é um prodígio, mas é eficaz.»

 

Jô, neste texto do Francisco Chaveiro Reis

A voz do leitor

«Paulinho prova jogo após jogo que se estávamos a contar com golos da parte dele podemos "tirar o cavalinho da chuva" porque, à semelhança do que sempre fez noutros clubes, golos não é o seu departamento e quem custa 16 milhões não pode só pressionar defesas e fazer tabelas com os colegas.»

 

Leão do Algarve, neste meu texto

A voz do leitor

«Confesso que não entendo porque é que os treinadores esperam todos 60, quase 70 minutos, para inverter o rumo das coisas quando o jogo não está de feição. É um mistério, para mim. Sobretudo agora, que há margem para substituir. Quando eram só três o risco de erro era muito maior.»

 

João Gil, neste meu texto

A voz do leitor

«Esperei cinco jogos (e um golo ao Vizela), mas hoje pergunto: já se pode dizer que Paulinho é um dos maiores barretes que o SCP enfiou? Quero lá saber que dá apoios, joga sem bola, abre as defesas (??) e esses chavões que inventaram. Um ponta-de-lança é para marcar golos. Ponto.»

 

Jorge Lopes, neste texto do José Navarro de Andrade

A voz do leitor

«Parece que as equipas da formação do Sporting ficaram ofuscadas com o prémio que se recebeu esta semana. Os sub-23 não conseguiram manter a vantagem de um golo (autogolo) e deixaram-se empatar com o Farense. Mau jogo, jogadores perdidos e um treinador sem chama e saber. Os sub-19 só depois de estarem a perder aos 80 e tal minutos é que perceberam que os jogos são para ganhar, o que já não conseguiram. Neste momento estão na parte de baixo da tabela na fase de apuramento. Quando os miúdos entram em campo mais com toques de vedetas e menos empenho é o que acontece.»

 

Luís Barros, neste meu texto

A voz da leitora

«Os clubes que integram o nosso grupo [da Liga dos Campeões] parecem-me relativamente equilibrados, sem grandes "colossos" é certo, mas todos certamente com muita vontade de singrar nesta competição e todos com possibilidades reais de o conseguir alcançar... E todos terão, obviamente, consciência disso.»

 

Matilde, neste texto do Luís Lisboa

A voz do leitor

«O adepto acaba por ser mais condescendente para com quem dá tudo em campo [do que para o] atleta dotado que joga a gás. Sá Pinto, Slimani e até Rinaudo e Capel foram sempre considerados por grande parte dos adeptos. A disponibilidade física hoje exigida no futebol profissional acabou por eliminar o geómetra, o dono da camisola 10, o craque que todos os meninos do século XX desejavam imitar.»

 

Pedro Sousa, neste meu texto

A voz do leitor

«Embora lamentável, a todos os títulos, a invasão da Academia de Alcochete teve o condão de funcionar como percutor para a inversão do sentido das coisas, dentro do clube. A data de 8 de Setembro de 2018 significa a legitimação de uma nova forma de olhar o Sporting Clube de Portugal. A conduta institucional do novo presidente permitiu retirar o clube da rua, na qual era alvo de todos os abusos, por parte de quem se julgava titular do livrete de posse do clube.»

 

Francisco Gonçalves, neste meu texto

A voz do leitor

«Este [Oliveira] foi o pior Mattheus que apareceu no Sporting. De uma lentidão exasperante. Relativamente à sua contratação, dou o benefício da dúvida ao Sporting, pois não seria fácil adivinhar tão rotundo falhanço. O que mais critico é a duração do contrato. De facto, se o jogador não rende, quanto maior a duração do contrato, maior o prejuízo do Sporting. Sou contra contratos de muito longa duração, sobretudo quando ainda não existe uma percepção correcta sobre a valia do jogador, como foi o caso.»

 

AHR, neste meu texto

A voz do leitor

«Não creio que o Slimani viesse acrescentar grande coisa. Não ficámos com o João Mário porque provavelmente o valor do ordenado iria ser muito acima dos outros, acredito que o mesmo se passe com o Slimani. E se não serve para o Lyon também não serve para o SCP. Qualquer dia andamos a suspirar pelo Liedson ou o Bas Dost. Já teve o seu tempo.»

 

Romão, neste texto do Luís Lisboa

A voz do leitor

«Colocámos quase todos os jogadores que não contavam para a equipa principal, colocámos jovens promessas a ganhar experiência e juízo (Joelson, Quaresma, Plata), conseguimos "sair deste mercado" com a equipa quase sem mexidas - e creio que Rúben Vinagre e Esgaio dão bem conta do recado da ala esquerda. Excelente trabalho da direcção, feito de forma discreta e eficaz.»

 

Pedro Batista, neste meu texto

A voz do leitor

«Rúben Amorim até agora tem tido uma percentagem de acerto a rondar os 100% e isso dá-lhe um crédito enorme. Para mim, que fui um crítico feroz do valor pago por ele e que duvidei da sua competência, foi com todo o prazer que vi que estava redondamente enganado. Agora, nesta história do Slimani não concordo nada, mas mesmo nada com ele. Acho que Slimani nos podia dar algo que ainda não temos: permitir outro tipo de jogo.»

 

Paulo José Ramos, neste texto do Luís Lisboa

A voz do leitor

«Somos hoje um clube vencedor à custa de um trabalho de equipa com seriedade, dedicação, motivação, visão, talento, diálogo e a ambição que não deve nada a pseudo-apoiantes assintomáticos, pré-sintomáticos e sintomáticos cuja única finalidade é desonrar os valores do Sporting Clube de Portugal.»

 

Tiago Oliveira, neste meu texto

A voz do leitor

«Rúben Amorim transformou a palavra expectativa: hoje não esperamos nem desesperamos com as incertezas das escolhas do passado, apenas nos rendemos às evidências do homem do leme, convictos de que qualquer jogador que venha para o Sporting será sempre parte da solução e nunca do problema.»

 

Tiago Oliveira, neste meu texto

A voz do leitor

«Prefiro mil vezes o meu Sporting, onde há sócios que defendem publicamente desde há anos a alienação da maioria do capital da SAD, do que o modelo do Benfica, de venda da maioria do capital da SAD à sorrelfa a investidores externos. Esta é a discussão. A outra é a do modelo de governo, e dentro desse capítulo se os dirigentes (executivos) num modelo ou noutro não deveriam ter mandatos limitados. Eu defendo que sim.»

 

João Gil, neste meu texto

A voz do leitor

«Parece que não temos ponta-de-lança! O nosso homem mais avançado precisa de 15 oportunidades para fazer um golo. Ontem [sábado] falhou um golo cantado de cabeça, em posição semelhante a um que tinha falhado na semana passada. Ah e tal o homem é trabalhador. O Liedson também era e até cansava de ver, no entanto marcava golos aos montes.»

 

João Rafael, neste meu texto

A voz do leitor

«O Sporting para a época que se avizinha tem de estar atento à velha raposa do norte, pois esta aliança com o Benfica traz água no bico. Um dos dois (Porto/Benfica) vai pagar a factura da ingenuidade e não é preciso ser um adivinho para perceber quem vai ser o cabeçudo nesta estória.»

 

Tiago Oliveira, neste postal

A voz do leitor

«Ugarte é um médio defensivo que também desempenha bem as funções de médio-centro, o que, por si só, representa o condimento necessário para suprir as inevitáveis lesões, castigos e outras indisponibilidades dos habituais titulares. Espero que, depois de ultrapassada a indispensável adaptação ao clube, o jogador possa discutir um lugar no onze inicial.»

 

Francisco Gonçalves, neste meu texto

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D