Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

A voz do leitor

«Vi alguns adeptos, depois do jogo, que mais pareciam pessoas anormais, a gritarem pedindo a demissão do Presidente, Pobres cabeças, que estão obcecadas por um destituído, que ia acabar com um clube que eu acompanho há cerca de 70 anos e que tantas alegrias me proporcionou. O SCP continuará a ser um grande clube, e não são 50/100 pessoas que conseguem desestabilizar esta grande Instituição.»

 

Fernando Albuquerque, neste meu texto

A voz do leitor

«Houve eleições há menos de seis meses, eleições essas as mais concorridas de sempre, o clube passou pelo que passou, ainda estamos a “lamber as feridas” e uns patetas, em vez de apoiarem o Sporting, preferem andar com pseudo-manifestações a fazer lembrar tempos que a maioria dos sócios já por mais de uma vez disse que não era esse o caminho que queria.»

 

Nuno Fernandes, neste postal do António F.

A voz do leitor

«É confrangedor assistir a um meio-campo a precisar de um jogador que faça a equipa jogar com bola e sem bola, que ajude o Bruno Fernandes e lhe proporcione algumas pausas durante o jogo para o rapaz estar menos cansado e mais lúcido no momento de finalização e verificar que temos um jogador com esse perfil e com muita fome de bola, mas que o treinador insiste em "queimar" lançando-o para jogo no minuto 90' - Francisco Geraldes.»

 

Luís, neste meu texto

A voz do leitor

«Actualmente, o Benfica tem a melhor formação, mas não é só isso: tem também grandes jogadores como Pizzi, Rafa, Gabriel, Seferovic, Salvio, Jonas, Krovimovick, Jivcovic e André Almeida, além de outros, a maior parte internacionais, que custaram bastante dinheiro. Em contrapartida a nossa formação está como está e jogadores acima da média temos Bruno Fernandes, Dost, Mathieu e talvez Coates e Acuña. Como é que chegámos aqui?! Erros atrás de erros. Quando se tomam decisões erradas ano após ano, não há milagres.»

 

Frederico Silva, neste texto do JPT

A voz do leitor

«É ir ver os balanços e demonstrações financeiras que está lá tudo. Os prospectos das emissões de dívida do Sporting falam dos riscos existentes para o reembolso dos empréstimos. Se o outro ficou com o dinheiro do batuque é menos relevante para o futuro do clube. BdC arrisca-se a ser o Vale e Azevedo do Sporting. Não será por isso que acaba o Sporting, por depois da tal auditoria eventualmente se revelar que no Sporting também tivemos o nosso V&A. Provando-se que foi, acabará como o outro.»

 

João Gil, neste meu texto

A voz do leitor

«O Presidente Frederico Varandas tem uma tarefa inadiável pela frente: tornar o Sporting um clube capaz de viver com os recursos humanos que gera na sua formação. Tem que encontrar um treinador capaz de liderar esse projecto já que a sua primeira escolha está-se a revelar um doloroso fracasso. Errar é humano e aceitável, mas insistir no erro terá consequências gravíssimas.»

 

JG, neste texto do Rui Cerdeira Branco

A voz do leitor

«Varandas tem pela frente, sobretudo, o desafio humano. Começa desde logo pela formação do clube, depois passa pelos sócios e adeptos, pois tem que fazê-los acreditar e empolgar... estes responderão com toda a certeza. O futebol tem que ser paixão, emoção, motivação e sem medo de dizê-lo... de amor ao clube. É pelo coração que os Sportinguistas responderão. Nem peço união, porque nunca vi tal coisa no clube e nem penso que seja possível num clube tão sui generis como o Sporting.»

 

Balakov-Oceano, neste meu texto

A voz do leitor

«Sente-se a desmotivação na nossa Academia. Deixaram de contar e não duvido que comece a haver dificuldade em renovar com os mais promissores pela falta de aposta. O ambiente é completamente diferente daquele de Dezembro quando Keizer lançou vários jogadores na Liga Europa contra o Vorskla. Há toda uma geração de jogadores a quem só daremos o devido valor quando estiverem a brilhar com outras cores. E pouco interessará de quem é a culpa.»

 

JHC, neste meu texto

A voz do leitor

«O Bruno Gaspar é realmente dos piores jogadores que já vi em equipas da 1.ª Liga, eu até acho que o Ericeirense tem bem melhor... O Jovane, não sei se por falta de ritmo, mas embrulhou-se todo, sem drible, sem saber o que fazer (pode ser também que quem define a estratégia não ajude), uma nódoa... O Gudelj, coitado, nem sabe o que faz, talvez tenha mais apetência para outro desporto qualquer, futebol não é para ele...»

 

Gonçalo Branco, neste texto do Leonardo Ralha

A voz do leitor

«Em duas palavras, gestão danosa. Seguindo os procedimentos do próprio, do pior presidente da centenária história do SCP, apuramento integral da sua gestão através de auditoria independente com as respectivas consequências em sede de justiça criminal e expulsão definitiva de sócio em Assembleia Geral. Ironia das ironias… Quem com ferros mata, com ferros morre.»

 

JF 1965, neste meu postal

 

 

A voz do leitor

«Uma equipa de futebol frágil era o cenário mais provável, resultante de meses em que o clube foi comandado por um doido. É tempo de reflectir, corrigir, organizar... e lutar, claro! Não exijamos demais a quem (equipa de futebol) é muito mais vítima do que réu.»

 

Vasco Teixeira, neste meu texto

A voz do leitor

«Varandas foi precipitado e voltou a cometer os mesmos erros que as direcções anteriores... Agora tem um grande problema a resolver. Acho que deve começar a procurar um técnico para a próxima época que conheça o futebol português e que aposte na formação. Manter este técnico para o ano será um erro, despedi-lo já sem uma alternativa credível também!»

 

Frederico Silva, neste meu postal

A voz do leitor

«Eu não "acardito" no que tenho lido por aqui! Então o JJ não ganhou nada no Sporting? Ganhou quase tudo o que havia para ganhar! Sete milhões por época no bornal é coisa pouca? Mais algum treinador em Portugal ganhou o que ele ganhou? Ah "ganda" JJ! Eles não percebem nada disto… Bola (O)!»

 

JF1965, neste meu texto

 

A voz do leitor

«A culpa é das sucessivas direcções que têm estado à frente do Sporting nos últimos 30 anos. Todos os presidentes são responsáveis pela situação a que o clube chegou! Incluindo o Bruno e o Varandas. Se não é assim vejam quantos campeonatos o Sporting ganhou nos últimos 30 anos... Além disso, enquanto Sporting estiver fracturado em facções, também nunca vamos ultrapassar esta situação.»

 

Frederico Silva, neste texto do José da Xã

A voz do leitor

«Eu que acompanho com alguma atenção a nossa formação, garanto que não somos inferiores ao rival encarnado exceptuando na propaganda. Para mim o problema reside na falta de confiança e de aposta dos treinadores. Praticamente todos os nossos jovens já foram campeões nacionais pelo menos uma vez no seu escalão, e alguns são duas vezes campeões europeus. Se não aproveitarmos jogadores como Miguel Luís, Thierry Correia, Abdu Conte, Bubacar Djaló, Diogo Brás, Bruno Paz, Bernardo Sousa, Daniel Bragança, etc, outros o farão. Como o Milan, que há pouco tempo levou Tiago Djaló, ou como o Benfica fez ao Porto no caso de João Félix.»

 

JHC, neste texto do Pedro Boucherie Mendes

A voz do leitor

«É precisamente nestas alturas que (costumávamos) fazer jus ao lema de "Ser do Sporting é ser diferente"! E nunca abandonávamos os nossos jogadores! Pelos vistos, os tempos são outros, ficámos iguais a todos os outros que antes criticávamos e dos quais nos orgulhávamos de ser diferentes e que, agora, parece que achamos por bem copiar. Porque faz parte do nível de exigência, dirão alguns. Pois para mim exigência não liga com falta de civismo e ofensas!»

 

Jorge Santos, neste texto do Luís Lisboa

A voz do leitor

«O melhor líder não é quem tem voz grossa e diz que o clube é o seu maior amor e que nada na vida vale mais que o clube... O melhor líder é quem tem inteligência (é verdade, parece que não, mas tem) para entender que sem meios não há fins, e que uma estratégia e uma organização é que leva às vitórias.»

 

Rui Miguel, neste texto do Pedro Boucherie Mendes

A voz do leitor

«Seria um erro crasso ignorar os erros próprios. A má utilização da formação acima de todos e uma aposta num modelo empresarial - pretensamente inovador - que visava "libertar " o sucesso do Sporting dos imponderáveis do futebol, do penálti que não foi marcado ou da bola que bateu na trave e não entrou - que se revelou um fiasco. O Sporting, do mesmo modo que foi formando gerações de bons jogadores dos quais não retirou qualquer proveito desportivo nem financeiro por aí além, conseguiu o milagre - ainda não estudado, mas um extraordinário caso de estudo - de alienar o extraordinário património fundiário que detinha no meio de Lisboa, sem realizar as milionárias mais-valias que ele possibilitava, e ao mesmo tempo, contrair um endividamento colossal. »

 

JG, neste texto do Pedro Azevedo

A voz do leitor

«Os excessos cometidos nos últimos anos, os efeitos do ataque a Alcochete, a debandada de jogadores influentes e o empréstimo e cedência de outros, tudo juntos, contribuíram para a actual situação de instabilidade. Assim, com grande mágoa, dificilmente veremos o Sporting campeão.»

 

José Vieira, neste meu texto

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D