Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Dos Mundiais para o Sporting (II) Negrete

 

Por causa deste golo no campeonato do Mundo de 1986, no México, Manuel Negrete Arias de seu nome, chamou sobre si muitas atenções. Jogador de fino recorte técnico, este internacional mexicano jogou no Sporting desde o início da época de 1986 até Janeiro de 1987, data em trocou de Sportings. Deixou o de Portugal e passou para o de Gijon, onde curiosamente não foi tão feliz como em Lisboa.

 

Vi-o jogar diversas vezes no velhinho estádio José de Alvalade e sempre percebi que estava ali jogador fora-de-série. Franzino e de estatura mediana, Negrete tinha todavia um remate fácil e destacou-se no Sporting, onde Manuel Fernandes era o patrão da equipa e evoluía já o futuro capitão Oceano.

 

Em 1987 regressaria ao Pumas, no México, donde saíra para vir para Lisboa, terminando a sua carreira em 1996 no Atlante FC.

 

Foi 57 vezes internacional pela selecção mexicana, marcando 12 golos.

 

Mais um atleta de rara excelência que passou por Alvalade.

 

Dos Mundiais para o Sporting (I) Luizinho

 

Breve introdução

 

Os campeonatos Mundiais de futebol são uma montra imensa de fantásticos jogadores. Quase sempre os melhores. A maioria deles joga normalmente em grandes equipas europeias ou sul americanas.

O Sporting como grande clube europeu que é (mesmo contra muuuuuuuitas vontades e desejos obscuros!!) tem tido nos seus plantéis, jogadores que participaram em Mundiais. E não falo, claro está, apenas dos portugueses.

Com a aproximação do Mundial no Brasil, abro aqui um livro de recordações de jogadores estrangeiros que participaram em Mundiais e deram (e de que maneira!) o seu contributo no Sporting.

 

O jogador

 

De todos os que me lembro de ver jogar, houve um que recordo como sendo dos melhores no seu posto de defesa central. Chamava-se Luis Carlos Ferreira mas no futebol era mais conhecido por Luizinho e foi um atleta fenomenal.

Com o hábito bem luso de dar alcunhas a quase todos os jogadores, a este calhou uma que o definia como atleta: o Professor. Na verdade a sua postura em campo destacava-se pela serenidade e pela qualidade técnica que exibia sempre em prol da equipa. 

Não obstante ter vindo para o Sporting já com 31 anos foi um reforço fantástico. Jogou de 89 a 92.

Participou no celebérrimo campeonato Mundial de 1982, em Espanha, onde jogou 5 partidas, com quatro vitórias e uma derrota (a tal contra a Itália de um tal Paolo Rossi).
Terminou a sua carreira de futebolista no clube onde se iniciou, no Vila Nova Atlético Clube.

 

Finalmente meus amigos Autores deste blogue, é a vossa vez de lançarem aqui um nome.

 

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D