Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Estes jogaram bem

     

 

Nani, William, Varela: três boas exibições na noite de ontem em Manaus. Cada um deles fez a diferença.

NANI

«Foi o primeiro a sorrir, aproveitando a falha de Cameron para, à entrada da pequena área, facturar o primeiro golo de Portugal no jogo.» (O Jogo)

«Esteve sempre muito activo e mesmo quando o mundo parecia desmoronar-se para Portugal foi ele o elemento mais esclarecido e inspirado.» (Record)

 

WILLIAM CARVALHO

«Entrou muito bem no jogo, assumindo protagonismo que ninguém teve nos primeiros 45 minutos. Recuperou muitas bolas e foi irrepreensível no modo como accionou a circulação.» (Record)

«Teve o discernimento e a calma necessários para pôr o meio-campo a costurar ofensivas sem se desgastar tanto.» (O Jogo)

 

SILVESTRE VARELA

«Nunca se deu por vencido e no último instante do jogo fez o empate com excelente golpe de cabeça.» (Record)

«Concluiu de cabeça um cruzamento de Cristiano Ronaldo, salvando a selecção da eliminação imediata.» (O Jogo)

Rumo ao Mundial (9)

 

SILVESTRE VARELA

Há jogadores que funcionam como talismã da selecção nacional. E este não deixará de ser um aspecto a ter em conta por Paulo Bento.

Um desses jogadores, inquestionavelmente, é Silvestre Varela. Raras vezes foi opção inicial mas quando saltou do banco já resolveu em desafios decisivos. Todos nos lembramos do que sucedeu há dois anos, no Campeonato da Europa: Portugal tinha perdido o embate inaugural, contra a Alemanha, e precisava de uma vitória no segundo confronto. Tínhamos pela frente a Dinamarca e estávamos empatados a duas bolas. Até que Paulo Bento manda entrar Varela. Bastaram quatro minutos para o jovem extremo, numa arrancada decidida e com um remate bem colocado, marcar o golo da vitória. Que nos permitiu seguir em frente e fazer uma campanha brilhante, só detida nas grandes penalidades da meia-final contra a Espanha campeã da Europa e do mundo.

Três meses depois, já na fase de apuramento para o Mundial, a arma (pouco) secreta voltou a funcionar. E desta vez bastou um minuto em campo. Contra o Azerbaijão, o empate a zero persistia. Paulo Bento deu-lhe ordem para substituir Miguel Veloso. Varela entrou - e marcou na primeira vez em que tocou na bola.

Varela é assim: um atacante tenaz e combativo, que funciona muito por explosões. Tem inegável força psicológica e não gosta de perder nem a feijões (muito lhe deve custar o terceiro lugar da equipa onde joga desde 2009, o FC Porto, que segue no campeonato a 16 pontos do Benfica).

Há quem pense que se trata só de uma questão de sorte. Paulo Bento é o primeiro a contrariar esta teoria. Dizendo que as prestações de Varela resultam de muito trabalho e muito treino. Um elogio merecido ao jogador, que fez parte da sua formação no Sporting e jogou na nossa equipa principal em 2005/06. Não restam dúvidas: também ele tem a nossa marca.

Uma dúvida

 

Depois de Silvestre Varela ter marcado um golo decisivo contra a Dinamarca apesar de ter estado em campo menos de dez minutos será que Paulo Bento continuará a optar pelo jovem dianteiro benfiquista como primeira opção para o ataque fora do onze titular? O jogo de amanhã contra a Holanda tem vários pontos de interesse. Este é um deles.

 

ADENDA

Ler o que se escreve na Bancada Nova.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Mais comentados

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D