Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Balanço (19)

 

O que dissemos aqui, durante a temporada, sobre VÍTOR:

 

- Duarte Fonseca: «[Na semana passada] dei por mim a pensar que Vítor seria uma excelente opção para o actual plantel do Sporting. Porque traria experiência, porque acrescentaria qualidade e porque tem um perfil que me parece completamente consentâneo com a actual política do Sporting. Além disso, não deverá ter problemas de integração.» (3 de Setembro)

- Francisco Melo: «O ex-Paços de Ferreira não acusou a pressão de jogar num Grande. Enturmou bem na equipa do Sporting, e parece querer aproveitar ao máximo a oportunidade que, na opinião de muitos, já merecia há mais tempo na sua carreira.» (21 de Outubro)

- Tiago Cabral: «A sua forma de jogar, que apenas a sua excelente técnica o permite, transforma o difícil em fácil e o complicado em simples. Joga de cabeça levantada, antes de receber a bola já sabe onde a vai colocar.» (25 de Novembro)

Os nosssos jogadores (16): Vítor Silva

Chegou esta época ao Sporting, mesmo a fechar o prazo de inscrições e sem ninguém esperar. Nunca foi falado como possível reforço, não apareceu nas primeiras páginas dos jornais desportivos como pretendido por algum clube. Não lemos dele grandes entrevistas com o discurso habitual. A discrição é a sua imagem de marca e infelizmente nos dias que correm talvez tenha sido esse o motivo por ter demorado tanto tempo a chegar a um clube à sua medida. É um jogador dos tempos modernos, capaz de ocupar qualquer lugar no meio campo, com uma técnica bem acima da média. Como ele próprio diz, "não tenho tatuagens, não pinto o cabelo, nem uso alcunhas". É assim de facto. Olhando para Vítor Silva, vemos tudo menos um vulgar jogador de futebol, a sua simplicidade natural reflecte-se no modo como aborda o jogo. A sua forma de jogar, que apenas a sua excelente técnica o permite, transforma o difícil em fácil e o complicado em simples. Joga de cabeça levantada, antes de receber a bola já sabe onde a vai colocar. Entrou ao de leve, e foi logo rotulado como um bom substituto de André Martins, apenas isso. Não se intimidou e aos poucos foi ganhando o seu espaço dentro do grupo. Foi com naturalidade que o vimos jogar cada vez com mais assiduidade, demonstrando no campo o porquê de ter sido contratado pelo nosso Sporting. Tenho a certeza que será um jogador fundamental, com a sorte de ausência de lesões, nesta temporada. Já com várias épocas de futebol é um elemento que acrescenta além do seu valor, experiência. Aos vinte e nove anos é o jogador mais velho do plantel. Vai com toda a certeza deixar a sua marca no Sporting.

Dúvidas para o Clássico (1)

 

Vìtor no lugar de André Martins?
O ex-Paços de Ferreira não acusou a pressão de jogar num Grande. Enturmou bem na equipa do Sporting, e parece querer aproveitar ao máximo a oportunidade que, na opinião de muitos, já merecia há mais tempo na sua carreira.
André Martins começou bem a época, mas ainda não atingiu o "ponto" que, por exemplo, Adrien Silva demonstra. Fica, aliás, a impressão de que Vítor, com mais jogos no 11, poderá mesmo vir a tirar o lugar a André Martins.
A questão para este Domingo é: sendo a partida do Dragão um jogo com muito nervo, deverá Leonardo Jardim manter Vítor no 11?

Acrescento de qualidade

Na passada semana, enquanto via o Zenit-Paços de Ferreira, dei por mim a apreciar os princípios de jogo da equipa liderada por Costinha.

É certo que perdeu todos os jogos oficiais disputados esta época, mas isso não é sinónimo de mau futebol e, muito menos, de maus princípios de jogo. Nota-se que há qualidade e que a equipa tenta sempre fazer bem as coisas. Se isso chegará para um bom campeonato, só o tempo o dirá. Mas calculo que sim. No entanto, a saída de Vítor será um contratempo enorme para o Paços.

E foi, precisamente, Vítor* o jogador que mais me chamou a atenção no jogo que vi. Liderou sempre a equipa, em determinados momentos vulgarizou os jogadores do Zenit e foi sempre notória a sua qualidade e percepção do jogo.

Nessa altura dei por mim a pensar que Vítor seria uma excelente opção para o actual plantel do Sporting. Porque traria experiência, porque acrescentaria qualidade e porque tem um perfil que me parece completamente consentâneo com a actual política do Sporting. Além disso, não deverá ter problemas de integração.

Logicamente que hoje de manhã fiquei bastante contente quando soube da contratação de Vítor. Ou muito me engano ou ainda vai ter um papel muito importante esta época.

 

* já na época passada via jogos do Paços por causa de Vítor

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D