Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Crime público

Eu era para ter ficado caladinho neste assunto do arraial de porrada aviado ao um reporter de imagem da TVI pelo Pinto da Costa (se não foi ele, pelo menos estava ao lado e não impediu, nem sequer por palavras), que outros colegas com mais veia já o fizeram.

Mas acabei de ler o comunicado do sindicato de jornalistas e a minha alma ficou parva. E pelo respeito que tenho pela missão e profissão do jornalista (sem género, para me não acusarem de discriminação sexista), os verdadeiros e isentos que os há por aí aos montes felizmente, não posso deixar de ficar inquieto.

Aquilo de ontem, como muito bem diz o sindicato dos jornalistas, é crime público. E então reclama o sindicato dos jornalistas que sendo crime público, deve o ministério da coisa pública agir em conformidade. Assim a modos que "aquele puto bateu-me, toma lá esta pedra e dá-lhe com ela nos cornos". Será que não haverá naquela direcção um jornalista especializado em legislação, justiça, tribunais, o diabo a sete? É que até a minha mãe, que ainda trata o juíz por Vossa Excelência Senhor Doutor Juíz e o conhece desde que o senhor tinha cueiros, sabe que um crime público significa que qualquer pessoa que tenha conhecimento e de preferência testemunho desse crime, pode acorrer junto de qualquer tribunal e dar dele notícia e consequente queixa.

Será que perante um acto de tamanha gravidade, o sindicato dos jornalistas vai esperar sentado pelo ministério público?

Algo vai muito podre, quando uma associação de classe, perante acto tão hediondo, se limita a um comunicadozinho da treta. Até parece que têm rabos de palha, ou devem favores a alguém.

Que diabo, até a TVI diz que vai proceder criminalmente contra os agressores, apesar do peso de gente do Porto na estrutura accionista recente na empresa que a detém.

Um dia depois das comemorações do Dia da Liberdade, o sindicato dos jornalistas, constituido outrora por gente sem medo e que inventava formas de contornar a censura e nos dar novas enfrentando o lápis azul, tem hoje medo de um clube de azul.

À atenção dos homens da profissão. Reflictam...

Dirigismo para totós

" O ano passado fizémos uma época brilhante, a melhor dos últimos (quinze, vinte?) anos ".

"Esta época está a correr mal. Erros nossos? Sim! Condicionados pelo passado".

Alguém me explica, como se eu tivesse alguma dificuldade cognitiva, como é que esta época corre mal condicionada pelo passado e a anterior, logo a seguir ao trauma Alcochete, foi a melhor dos últimos quinze ou vinte anos?

Debate a seis: algumas frases

Dias Ferreira:

  • «Quem se candidata a presidente do Sporting tem de aceitar o que de bom foi feito e o que de mau foi feito.»
  • «Esta discussão na praça pública sobre défices de tesouraria [do Sporting] é uma coisa que me incomoda.»
  • «Não posso aceitar que, quando um dos nossos concorrentes faz concorrência desleal, eu vá ao estádio dele aos beijinhos e aos abraços.»
  • «Eu seria um demagogo, do pior que havia e já nem na política quase existe, se dissesse que para o ano vou ser campeão.»
  • «A comunicação do Sporting Clube de Portugal, nos últimos anos, foi um desastre completo.»
  • «Dou o direito a toda a gente de me perguntar o que quiser saber, pois graças a Deus - e aos meus pais - não tenho rabos de palha.»
  • «Procurarei conciliar os sportinguistas para, juntos, lutarmos pela verdade desportiva.»

 

Frederico Varandas:

  • «Eu, que era um funcionário, saí da carruagem mais não saí. Vim para a casa das máquinas.»
  • «Nós somos os campeões das reestruturações financeiras e os outros ficam com os títulos.»
  • «Por isso é que o Sporting não sai deste rame-rame: gastamos as energias em guerras civis, em intrigas, em calúnias, a bater-nos uns aos outros.»
  • «O futebol de formação vai ter de ser a base da equipa do Sporting Clube de Portugal, reforçada cirurgicamente com contratações que façam mais-valia realmente ao plantel.»
  • «[Quero] reactivar a equipa B. Foi uma decisão política: como a equipa B desceu de divisão, decidiu-se acabar. Foi um erro. Todos os nossos rivais têm equipa B. Vamos ter que reactivar a equipa B desde os distritais. A equipa B tem uma exigência competitiva que o campeonato sub-23 não tem, pois é quase a parte final dos juniores.»
  • «Não há que ter medo das palavras: este caso [e-Toupeira] é uma vergonha para o futebol português. Tenho a convicção de que é só o início.»
  • «Não basta ser sério: é preciso parecê-lo. Por isso todos os elementos remunerados, sejam do Conselho Directivo sejam da SAD, vão apresentar declaração de rendimentos.»

 

João Benedito:

  • «Chegámos a uma altura em que ninguém sabe o que na realidade temos no clube. Inclusivamente quem lá está não sabe.»
  • «Nós não sabemos se temos um poço de petróleo ou um poço de pedras lá dentro.»
  • «O Sporting não está sem salvação.»
  • «Não vou vender o clube a ninguém, venha o milionário que vier. (...) Não vamos seguir o exemplo do Chelsea.»
  • «Liderança, sim. Mas pelo exemplo de quem já ganhou, de quem sabe transmitir esse tipo de liderança.»
  • «A comunicação do Sporting deve ser estratégica, clara e objectiva. E focar-se nos nossos feitos.»
  • «Precisamos de transparência também nas passagens de dinheiro entre a SAD e o clube.»

 

José Mª Ricciardi:

  • «Bruno de Carvalho já não é um elefante no meio de uma sala: é um gato no meio de uma sala.»
  • «O Chelsea era um clube de bairro em Londres e não ganhava um campeonato há 50 anos antes de os investidores lá terem chegado. Transformou-se num clube mundial. O Sporting ou fica do lado certo disto ou fica do lado errado.»
  • «O Sporting tem um problema de tesouraria para resolver. Porque se não tivermos esse problema resolvido, não vamos poder pagar.»
  • «Nos países civilizados ninguém vê os presidentes [de clubes] a insultarem-se, a agredirem-se, a chamarem-se nomes.»
  • «O doutor Bruno de Carvalho, na luta que fez pela introdução do VAR, tirou muita margem de manobra aos nossos rivais. Faço-lhe essa justiça.»
  • «Sempre defendi que as pessoas que vão trabalhar para o Sporting tenham a sua remuneração. Em muitas sociedades, há hoje comissões de remuneração que propõem quanto os administradores da SAD devem receber. Não defendo nada trabalhos pro bono - isso não existe. E não cheira logo muito bem.»
  • «Sou totalmente contra a participação dos administradores da SAD nos prémios dos jogadores.»

 

Rui Rego:

  • «Há clubes que estão com problemas bem maiores do que o doutor Bruno de Carvalho impugnar as eleições.»
  • «Pontualmente, uma equipa com um orçamento menor pode ganhar um campeonato ou uma taça, mas recorrentemente não ganha, de certeza.»
  • «Precisamos de parceiros estratégicos. Por isso é que vamos buscar o Brasil e a China para o Sporting passar a ser um clube mundial e as suas receitas aumentarem.»
  • «O Sporting tem de ser mais activo no trabalho com as instituições, sempre à procura da verdade desportiva.»
  • «Quanto mais rápido o Sporting conseguir ter relações institucionais com todos os clubes nacionais, mais rapidamente a indústria do futebol vai melhorar.»
  • «Devemos ter um mecanismo que diga que familiares de membros do Conselho Directivo, ou empresas em que eles sejam directa ou indirectamente detentores, não prestem serviços ao Sporting a não ser no âmbito de um concurso público que venham a ganhar.»
  • «A partir do dia 9 não deve haver oposição.»

 

Tavares Pereira:

  • «Bruno de Carvalho fez coisas boas e coisas menos boas. Fez de bem em três ou quatro anos e fez de mal em duas horas. Costumo dizer: quando a língua não cabe na boca, dá muitos problemas.»
  • «O Sporting só precisa de ter a coragem de fazer regressar o que é importante: a responsabilidade de um por todos e de todos por um.»
  • «Em quarenta anos, três campeonatos. É mau de mais.»
  • «Saber ouvir é saber decidir.»
  • «A Academia do Sporting não funciona há cerca de dez anos.»
  • «Eu tenho 44 anos de trabalho, tenho dois milhões e meio de clientes, estou em 70 concelhos. Se não me conhecem, não são sportinguistas nem são do Sporting. Para estas pessoas, digo isto: saiam da comunicação social, não se intrometam na vida do Sporting.»
  • «A nossa transparência começa pela nossa campanha: quem a paga somos nós. Gostava de saber quem paga a campanha de cada um que está aqui.»

 

O debate entre os seis candidatos realizou-se esta noite, na TVI 24

Impressões do debate

 

Ricciardi

O melhor - Tem um discurso mais incisivo e directo, falando sem rodeios nem jargão de gestor: usa palavras que toda a gente entende.

O pior - Ficou-lhe muito mal tentar fazer chacota com o Paulinho, uma das figuras mais acarinhadas do universo leonino.

 

Varandas

O melhor - Claramente mais familiarizado do que o seu opositor com as questões do futebol profissional e do futebol da formação.

O pior - Perdeu demasiado tempo a questionar o mérito de José Eduardo, figura menor neste processo eleitoral.

Debate Ricciardi-Varandas: algumas frases

Frederico Varandas:

  • «Precisamos de um presidente que perceba realmente de futebol e que saiba o que é o futebol.»
  • «Há onze anos que sou profissional do futebol. Dediquei quatro mil dias da minha vida a isto.»
  • «Saber liderar é decidir com base em conhecimento e não assinar por baixo o que outras pessoas vão decidir. É saber criar uma estrutura e saber escolher as pessoas certas para essa estrutura.»
  • «A escolha do doutor Ricciardi para homem forte do futebol [José Eduardo] não é uma escolha muito feliz.»
  • «É verdade que tirei o curso de treinador. É mentira que alguma vez me tenha oferecido para treinar o Sporting Clube de Portugal. Também tirei o curso de mergulho e nunca quis ser mergulhador.»
  • «O doutor Ricciardi não sabe o que é um balneário.»
  • «Concordo com o doutor Ricciardi: não chega jogadores, não chega treinador. É preciso ter conhecimento para potenciar aquela máquina, é preciso perceber a linguagem dos jogadores e do treinador. E é preciso ter conhecimento do balneário.»
  • «Eu já trabalhei com 19 treinadores. Jogadores, se calhar, mais de quinhentos.»

 

José Maria Ricciardi:

  • «Eu não entendo que um presidente deva ser especialista em futebol. Aliás, os dois últimos presidentes que foram campeões nacionais no Sporting não eram especialistas em futebol.»
  • «Bruno de Carvalho também tirou, como o doutor Frederico Varandas, um curso de futebol e o desastre foi total em termos de resultados.»
  • «O Sporting é um clube bastante dividido, com falta de coesão. Isso tem a ver com falta de liderança, não com falta de conhecimentos de futebol.»
  • «O José Eduardo, ao contrário do doutor Varandas, foi campeão nacional como jogador. Conhece o Sporting muito melhor do que o doutor Varandas.»
  • «Contaram-me que no tempo do seu apoiante engenheiro Godinho Lopes o doutor Varandas quis ser treinador quando ele despediu o Vercauteren. Eu percebo esta vontade do doutor Varandas em ser treinador, mas nós não estamos aqui a discutir o lugar de treinador.»
  • «O doutor Varandas, que diz perceber muito de futebol, conseguiu estar no pior resultado de sempre do Sporting, que foi um sétimo lugar, depois conseguiu que o Sporting desse um tetra ao Benfica.»
  • «O doutor Varandas passa os debates todos a desvalorizar o Sporting Clube de Portugal, a dizer que está tudo mal.»
  • «Você não vai ser presidente de coisa nenhuma!»

 

O frente-a-frente realizou-se esta noite, na TVI 24

Assim está bem

A 19 de Julho, insurgi-me aqui contra o facto de a TVI24 incluir, no seu painel fixo de comentadores, em representação do Sporting, o mandatário de Bruno de Carvalho. Concluindo que isso não fazia qualquer sentido, em termos editoriais, nesta fase de pré-campanha para o escrutínio de 8 de Setembro.

Foi por isso com muito agrado o que vi há pouco: o tal arauto do proto-candidato deixou de integrar o referido painel, entretanto regressado de férias. Estando agora o Sporting representado por Rodrigo Roquette. 

Assim está bem.

Vergonha de comentários no andebol da TVI

Se tiverem oportunidade vejam os comentários que estão a ser feitos ao jogo de andebol Benfica-Sporting na TVI. Uma autêntica vergonha... até vibram quando o Benfica marca...  e que tristeza se apodera deles quando o nosso Sporting marca um golo.

Carrega Sporting....

À atenção da justiça desportiva

image[1].jpg

 

Pedro Guerra: «Nós já percebemos que o presidente do Sporting tem de ser removido, porque ele é tóxico.»

 

"Tem de ser removido" como?

Por meios lícitos ou ilícitos?

Com um sem violência?

Recorrendo aos hooligans das claques "não organizadas" nem reconhecidas pelo Instituto Português do Desporto e Juventude?

Arremessando petardos, como aconteceu durante o jogo Feirense-Benfica, ainda sem punição dos infractores?

 

Aguardo, a partir de agora, o pronunciamento da Comissão de Instrutores da Liga e do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol sobre esta inqualificável investida do "homem forte" da comunicação do Benfica, proferida - com todas as sílabas - no programa Prolongamento, da TVI 24.

Aqui fica uma ajudinha: aconteceu às 22.47 da passada segunda-feira.

A careca do Janela ainda mais à mostra

Pelo que já foi divulgado, a careca do Janela ficou ainda mais à mostra. Aquela "entrevista" de Setembro de 2016 a Vieira no Jornal das 8 foi cozinhada pela cartilha - até com perguntas escritas de antemão para que figuras de corpo presente como o Donaltim se prestassem a debitá-las conforme podiam, em caricatura real do boneco do ventríloquo.

O malogrado ex-treinador em Moçambique destacou-se do painel de puxa-sacos ali presente balbuciando penosamente aquilo que o outro lhe havia encomendado nesta "paródia de entrevista", como na altura aqui escrevi. Eis a primeira intervenção do dito cujo: "Luís Filipe Vieira é conhecido, entre os benfiquistas e não só, como um dos presidentes - senão o único - que tem demonstrado um grande respeito pelos actuais jogadores e pelos antigos jogadores. E eu posso prová-lo."

Já era suficientemente mau. Mas é sempre possível descer-se mais baixo. Hoje sabemos que estas palavras nem eram dele, mas do Janela. O que só demonstra até que ponto esta gente é capaz de tudo.

Cada vez mais me questiono o que leva a TVI a dar guarida a certos "comentadores" deste quilate e o que levou o José Alberto Carvalho, jornalista respeitável, a prestar-se àquele lamentável reality show em horário nobre. Há vias que nunca devem ser sulcadas, sob pena de se tornarem num caminho sem retorno.

Dois exemplos muito edificantes

 

Dá-me imenso gozo ouvir certas donzelas rasgando as vestes contra a "linguagem imprópria" do presidente Bruno de Carvalho em várias das suas intervenções públicas. As mesmas donzelas que são adeptas dos clubes destes rotundos cavalheiros que com tanta elegância e fair play esgrimem os seus argumentos num programa televisivo chamado Prolongamento mas que bem poderia chamar-se Peixeirada.

O melhor é o pior

A avaliar pelo que se concluiu no longo programa de comentário futebolístico deste serão na TVI 24, o melhor jogador do Sporting em Paços de Ferreira foi o ausente João Mário, que já está de partida, e o pior foi o costarriquenho Joel Campbell, que ainda não chegou.

São uns pândegos, estes comentadeiros incapazes de elogiar quem está, prontos a desancar quem ainda não se estreou e ansiosos por ver os nossos maiores craques fora do Sporting. Um dia destes vamos eleger aqui o melhor de todos eles. Quero dizer: o pior.

A hora do fellatio

Como mandam as regras da boa urbanidade, programas para adultos devem ser transmitidos em televisão madrugada dentro.

Esta madrugada a TVI24 transmitiu um programa desse teor, por volta das três da manhã: O jogo de futebol entre o Brasil e o Equador.

Desde início, que dei por um pequeno corrimento espeitando pelos orifícios das colunas de som da tv, coisa que se foi agravando ao longo do jogo, chegando a ponto de me encharcar o móvel do aparelho e os mosaicos do chão da sala. Não fora a minha malfadada anosmia e teria certamente caído redondo no sofá, que aquela quantidade de corrimento e baba certamente não traria odor que se cheirasse.

A coisa durou até aos sessenta e um minutos e alguns segundos, altura em que o rapaz foi substituido.

Pelo empolgamento dos dois outros rapazes, os dos comentários, que me obrigaram a usar por volta das cinco da manhã o balde e a esfregona, eu diria que o climax terá sido por essa altura, na chamada hora do fellatio.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D