Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Triste, muito triste...

Ontem foi feio, muito feio.

Resta-me pensar que se foi assim o início de época, pior não pode acontecer… logo só poderá melhorar!

Em cada início de época há sempre, entre os nós, sportinguistas, um profundo amargo, pois sendo o Sporting um dos melhores alfobres de jogadores vimo-los ser ultrapassados na ascensão à equipa principal por outros ‘importados’ de qualidade duvidosa. O Pedro Correia fez aqui uma lista de jogadores contratados deste calibre, durante a vigência das presidências de Bruno de Carvalho, outras poderiam ser feitas para outras presidências e o resultado seria idêntico. Depois poderiam ser comparadas essas listas com a dos jogadores aqui formados e que, por qualquer razão, não ascenderam à equipa principal. Um dos méritos deste benfica (sim, cuspi para o chão) é saber aproveitar a sua insípida escola e conseguir fazer com que um burro pareça um puro-sangue. Nós, que temos os puros-sangue, não os queremos, preferimos sempre ‘comprar’ burros que efectivamente se parecem com burros (peço desculpa pela linguagem).

É assim…

Em choque!

  • Ontem enquanto o telemóvel me ia indicando a marcha do marcador (assim que a equipa adversária marcou desliguei a televisão!).
  • Esta noite por causa de um pesadelo que tive.
  • De manhã porque constatei que não fora pesadelo, mas triste realidade!
  • Pelas lágrimas vertidas por Thierry Correia! O puto não merecia.
  • Com Frederico Varandas pelas lágrimas que não chorou.
  • Pelo lugar no Estádio que adquiri e que, provavelmente, jamais será ocupado esta época.
  • Com os meus quarenta anos de sócio.
  • Com a falta de qualidade do nosso treinador (as taças da época anterior foram mais demérito do adversário que mérito da equipa leonina).

Por fim este não é, definitivamente, o meu Sporting.

Desilusão das grandes

Num ano muito delicado, a viver a pior fase da época, o Sporting deixa Nani e Montero irem embora???

Logo dois dos mais virtuosos e dedicados jogadores do plantel?!

Desculpem, mas esta notícia fere mais a nossa alma de leão do que a derrota de ontem. 

E tenho especialmente pena pelo Nani, que ainda em Dezembro disse que voltou pelo prazer de representar novamente o Sporting, ao invés de seguir carreira na China ou Arábia de onde surgiam propostas financeiramente bastante mais apelativas.

Não merecemos este golpe. Que desilusão das grandes.

Tristeza

Fico muito triste pela gestão sem nenhum rumo do futebol do Sporting, já aqui bem criticada no blogue por muitos colegas. Fiquei obviamente muitíssimo triste pela copiosa derrota, no nosso estádio, no passado fim de semana, consequência em grande parte dessa gestão. Mas nada me deprime tanto como verificar mais uma vez que alguns dos nossos adeptos são uns calimeros. Não a maioria (isso tem sido demonstrado nas provações que temos sofrido), mas uma minoria bem ruidosa.
Ao ler um conhecido blogue sportinguista, na antevisão do dérbi um adepto afirma que vai trabalhar enquanto tenta "contrariar a vontade de começar a distribuir cabeçadas por todos os lampiões filhos da puta" que há no seu trabalho. Acho inconcebível como um adulto escreve e admite uma coisa destas em público. E nem estou a falar no "distribuir cabeçadas", que com um pouco de boa vontade admito que não passe de um exagero de linguagem (de muito mau gosto). Mesmo admitindo que a violência fosse somente verbal: de que adiantaria? Para mim, o que sempre distinguiu os adeptos sportinguistas foi a capacidade de serem superiores a este tipo de provocações, fosse no trabalho ou na escola (situações deste género são infantis ou adolescentes). Enfim, poderíamos admitir que o tal adepto sportinguista estava só a desabafar no blogue. Mas o pior vem logo a seguir, quando conclui: "tivessem os filhos da puta do nossos jogadores que aturar estas merdas todas as semanas e corriam bem mais do que correm hoje." Os jogadores agora teriam todos que ter a vidinha de merda deste adepto. Daqui a invadir a Academia vai só um passo. Talvez este calimero não o faça pessoalmente, mas não me admiraria que apoie quem o fez.

Somos diferentes...

Confesso que não vi o jogo, ontem era impossível eu ver jogo algum. Tinha a expectativa de, à posteriori, o rever, porém não o fiz. Sei o resultado e chega para não querer saber mais nada sobre ele. Não sei as ocorrências nem tão pouco quem marcou os golos. Não sei nada, nem quero saber, aliás, sei que perdemos!

 

Sim, perdemos! Mas ganhámos, pois dentro da nossa tristeza, sinto um enorme orgulho em ler os vários textos que aqui foram escritos.

 

Somos diferentes!

Casa onde não há pão...

É só para dizer que espero sinceramente que a gente ganhe ao Benfica no Domingo, apesar de isso não contribuir em nada para a reiterada convicção do nosso treinador de que ainda estamos na luta pelo título. O homem tem uma veia humorística que não lhe conhecíamos...

Bom, mas não foi para isso que aqui vim. Vim cá hoje para registar com agrado alguns posts dos meus colegas autores sobre esta "apagada e vil tristeza" por que vamos passando nestes dias. Não é caso para dizer "eu avisei", que eu não avisei ninguém, mas se lá atrás tivéssemos posto de lado o coração e tivéssemos feito apelo à razão, não seria difícil adivinhar que o resultado seria o que está à vista.

Não venho aqui cobrar nada a ninguém. Mas venho lembrar promessas. Eleitorais algumas delas.

Que uma vitória no Domingo nos dê pelo menos algum ânimo.

O fim do vandalismo

Acabou a Taça de Portugal mas infelizmente ainda não acabou a nossa tristeza. Alguns dos nossos melhores jogadores de futebol poderão esta semana invocar justa causa para rescindir contrato com o clube, provocando uma hecatombe sem precedentes em termos financeiros, desportivos e reputacionais. Se isso acontecer, o culpado é mais uma vez o ainda presidente do Sporting. Foi o seu populismo vazio que provocou mais uma época sem títulos em Alvalade e foi o seu fanatismo que, no limite, deu origem à tragédia de Alcochete. 

 

O ainda presidente nem consegue perceber o mal que está a fazer ao Sporting, nós Sportinguistas temos que acabar com isto. Sem medos, sem apelos de grupos de pressão e sem repetir outros erros do passado. O Sporting está a passar uma fase negra e é preciso termos coragem para afastar o vandalismo do clube. Esteja ele instalado nos camarotes ou nas claques. O Sporting tem que ter futuro, não pode ficar refém desta turba.

Do pecado da vaidade

Vejo amigos relembrarem outras agressões de adeptos de outros clubes em várias épocas. Lamento, mas isso não me serve de consolação.

Antes de explicar porquê, devo um pedido de desculpas a muitos adeptos de outros clubes pela minha insolência e arrogância, mas a verdade é que muitas vezes me considerei, como adepta e apenas como adepta, dona de uma certa superioridade moral.

Ser do Sporting sempre foi um motivo de imenso orgulho para mim. Ver os meus filhos crescerem como Sportinguistas ferrenhos era também motivo de orgulho e até vaidade. Diziam-nos muitas vezes "mas não ganhas nada!" e eu ria-me por dentro e repetia "Vocês sabem lá! ". Sabem porquê? Porque tudo o que haviamos ganho era honesto, limpo e muitas vezes, era ganho apesar dos esquemas de outros, das negociatas, dos roubos descarados. Eternos derrotados mas de cara limpa, erguida, com brio.

Por isso, desde ontem, sinto uma vergonha imensa e uma tristeza devastadora. Só eu sei o que significa uma jornada em Alvalade com a minha família, com o orgulho de uma história limpa e honesta. Não perdoo a quem nos roubou isto. Jamais perdoarei.

Quem semeia ventos...

Tudo na vida tem um contexto e uma conjuntura. 

Quando há elementos de uma claque que acham normal (e pelos vistos até consideraram que era uma boa ideia) o que hoje aconteceu, isso só pode ser explicado por um contexto de guerrilha permanente que foi introduzido no Sporting - e que chegou ao cúmulo de colocar os adeptos contra os jogadores - e por uma conjuntura de falta total de valores que não se coaduna com o Sporting Clube de Portugal. 

 

Parabéns!

O senhor Presidente, em poucas semanas, estragou mais a imagem do Sporting que qualquer derrota que uma das nossas equipas possa eventualmente ter tido.

Só pode estar de parabéns! Provavelmente orgulhoso do seu papel.

Limpe-se bem a este guardanapo!

E espero que tenha o bom-senso de no próximo domingo não aparecer no Jamor.

Tristeza que não acaba, meu querido Sporting, temos de lhe pôr um fim

Lamento e choro. O que nos chega de Alcochete causa-me um sofrimento inaudito. As imagens das agressões ao plantel, da invasão da Academia metem medo. São medonhas. Aterradoras.

A cabeça do Dost é a nossa. Fomos todos agredidos hoje. O Sporting foi violentamente agredido. O desporto em geral vilipendiado. As regras da sociedade escabrosamente violadas.

Tem de haver responsáveis! Fora mas também dentro do clube! Sobretudo dentro do clube. A forma como o Sporting tem sido presidido acabou neste lamentável episódio. Uma presidência de confrontação. De dividir para reinar. De virar até os adeptos contra os atletas, os nossos ídolos.

Tudo isto, infelizmente, a que temos assistido nas últimas semanas é o corolário de uma presidência altamente nefasta para o nosso clube.

Isto não se pode repetir. Nunca nada será igual.

Abaixo convidei a oposição a avançar. Redobro o convite. Relanço ainda mais fervorosamente o repto para que um verdadeiro líder resgate para nós o nosso querido Sporting.

Avança!!!!

Vivó Sporting!

 

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D