Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Torneira fechada

 

Apoio%20às%20Claques13102019[1].jpg

Imagem do blogue Leoninamente

 

Secou a teta. Fechou a torneira. Esgotou-se o biberão.

O fim do vergonhoso tráfico de bilhetes possibilitado por um acordo estabelecido entre o ex-presidente Bruno de Carvalho e as claques, e bem descrito na notícia do Record aqui reproduzida, explica por que  motivo algumas dezenas de energúmenos conotados com a Juve Leo vão pintando paredes, exibindo tarjas e gritando impropérios a Frederico Varandas. O negócio que lhes permitia sacar quase 200 mil euros anuais na candonga de bilhetes - privilégio negado aos sócios que época após época contribuem para as finanças do clube, muitas vezes com sério sacrifício das suas parcas poupanças - chegou ao fim. Varandas suscita o ódio destes javardos. Precisamente porque pôs termo ao escandaloso rendimento de quem diz amar o Sporting para apenas se servir dele.

Bem podem berrar agora: a gente percebe porquê. Mas é inadmissível que o façam durante os jogos, como aconteceu nos mais recentes, quando desataram a assobiar os jogadores logo nos minutos iniciais. E que transformem as assembleias gerais - símbolo máximo da dignidade e do debate democrático num clube que é uma instituição de reconhecida utilidade pública - numa sessão de urros digna da aldeia dos macacos, manchando a imagem e o bom nome do Sporting Clube de Portugal.

Espero que Rogério Alves, presidente da Mesa da Assembleia Geral, nunca mais tolere isto.

Rogério, o agregador

Para início de conversa, quem votou em Godinho Lopes e se arrependeu, quem votou em Soares Franco e se arrependeu, quem votou em Bettencourt e se arrependeu, não tem qualquer moral para criticar a inclusão de Rogério Alves na lista de Varandas encabeçando a lista de candidatos à AG. Rogério Alves foi presidente da AG com Soares Franco, no tempo em que íamos ficando até sem os sanitários do estádio, mas certamente o responsável não foi ele, foram os sócios que aprovaram a venda do património e aceitaram que o clube fosse transformado numa empresa, passando a ser meros clientes do negócio futebol. É certo que não lhe conhecemos qualquer declaração contra, mas acreditemos que até estaria, só que nesses tempos não era hábito os sócios manifestarem-se, viviam anestesiados. Foi depois presidente da AG da SAD com Bettencourt, não se lhe conhecendo qualquer actividade relevante, apesar do buraco que o ex-presidente por lá deixou, mas mais uma vez, que pode um presidente da AG, não é? Concorreu depois à AG nas listas de Godinho Lopes, tendo sido derrotado, imagine-se, por Eduardo Barroso, um senhor que tem por acaso um defeito igualzinho a um outro ex-presidente, um umbigo imensamente grande. Não se lhe conhece, após esta derrota (Godinho também saiu derrotado, tendo sido salvo por uma afinaçãzita dos resultados e por um acto que ficou conhecido para a posteridade como "o churrasquinho") qualquer actividade relevante no que ao Sporting diz respeito, senão uma participação num programa de má-fama na SICN, onde defendeu as cores do Sporting, de forma relevante acrescentarei.

Este arrozoado todo serve para quê, perguntarão. Pois serve para dizer que todos temos um passado que nos marca, mas todos temos o direito de, apesar de passados pouco recomendáveis, seguir em frente e mudar de atitude e no modo de entender as coisas.

Não decidi ainda em quem vou votar (certamente não em Bruno de Carvalho, já disse, tudo tem o seu tempo e o seu tempo passou, por culpa própria), mas considero Rogério Alves um homem válido. Não especulo com ligações "perigosas" a outros sportinguistas, é natural que numa lista caibam amigos e pessoas que se relacionem de perto, o que me interessa são os programas e se as pessoas que integram as listas são ou não recomendáveis. Rogério Alves é, até prova em contrário, uma pessoa recomendável.

Assuntos internos

 

Bruno Fernandes regressa: será (re)apresentado aos adeptos hoje, ao meio-dia, em Alvalade.

 

Rogério Alves alinha com Varandas como candidato à presidência da Mesa da Assembleia Geral.

 

Equipa leonina inicia estágio na Suíça, tendo sido recebida com aplausos em Genebra.

 

Gelson Martins no Atlético de Madrid por 15 milhões e dois jogadores (Vietto e Moreira).

 

Rúben Ribeiro transita para o Nantes: pode valer um milhão de euros aos cofres leoninos.

 

Rafael Leão já terá assinado com o Dortmund um contrato para as próximas cinco temporadas.

 

Podence abandona de vez o Sporting e já foi apresentado como reforço ao serviço do Olympiacos.

 

Augusto Inácio garante que continua em plenas funções como director-geral do Sporting.

 

E vão 42: detidos mais quinze membros da quadrilha criminosa que assaltou Alcochete em Maio.

 

Dérbi no tribunal: Benfica foi goleado

rogerio-alves[1].jpg

img_757x498$2017_10_19_19_24_32_678196[1].jpg

 

Recentemente, num tribunal do Barreiro, houve também um dérbi Sporting-Benfica. Em que a vitória, sem discussão, coube ao representante das cores leoninas.

Refiro-me ao fim do processo que opunha Jorge Jesus à sua antiga entidade empregadora, o Sport Lisboa e Benfica. O clube ainda liderado por Luís Filipe Vieira avançou em Outubro de 2015 para litígio judicial, exigindo ao nosso actual treinador uma indemnização jamais aplicada num tribunal português: 14 milhões de euros.

Foi um dérbi prolongado. Mas que se saldou numa derrota em toda a linha das reivindicações lampiânicas: Jesus não terá de desembolsar um só euro de indemnização, por determinação do tribunal, que impôs um acordo entre as partes. E ainda foi magnânimo, perdoando ao SLB o último salário que Vieira não quis pagar-lhe.

Estas vitórias em tribunal também têm rosto. O rosto vitorioso é o de um grande sportinguista: Rogério Alves, advogado de Jorge Jesus; o rosto derrotado é o de outro causídico, João Correia, advogado do Benfica e agora figura alegadamente em destaque no chamado "gabinete de crise" encarnado.

Perdeu por goleada. Vieira, ainda dirigente do clube desportivo com a segunda maior dívida da Europa, lá terá de ir buscar os 14 milhões a outro sítio.

Não gostei de Rogério Alves

Ontem até vi o programa da SICN. Enfim, a jornada correu bem e queria ver a cara de enterro dos nossos adversários. Assisti à tristeza de argumentos do costume e que me levou a deixar de ver aquilo.

 

No entanto, perante mais um assassínio de carácter ao presidente do Sporting, constatei que o representante do Clube naquele programa, esteve seraficamente calado. Ora como se costuma dizer que quem cala consente, será que Rogério Alves concordará com estes ataques a Bruno de Carvalho e por arrasto ao Sporting?

 

Ou será que Rogério Alves tem uma agenda?

E essa agenda será enfrentar Bruno de Carvalho nas próximas eleições?

Se o é, fazia um enorme favor ao Clube se se escusasse ao "cargo" de comentador.

Tem todo o direito à sua agenda, tem todo o direito a ser candidato, mas se o for, apesar de alguma simpatia que por ele nutro, estimo que saia das eleições com uma derrota condizente com a atitude, digamos desleixada, para ser simpático, que tem para com aqueles que atacam o dirigente máximo do Clube que diz ser o seu.

 

Se estou enganado, que me desculpe, mas ele às vezes há coisas...

Rogério Alves, uma excelente aquisição

 

Isto de deliberadamente durante as férias prescindir de internet e televisão e rádio e outros meios de informação tem imensas vantagens.

Desde logo não sofrer com os jogos de pré-época e não andar a contabilizar saídas e entradas; sincera e propositadamente não li os posts desta nossa casa antes de escrever este pedaço de prosa. Sei unicamente que perdemos um jogo com o Sporting de Gijon, porque o ouvi ontem, mai'de resto estou virgem quanto à pré-época (minto, vi o jogo de apresentação pela tv - e antes não tivesse visto, tal o camadão de nervos).

Sei, porque também o ouvi ontem, que contratámos alguns jovens e que o Dier se pisgou e que o Egípcio não tem a caderneta militar em ordem (no meu tempo pagava-se para a obter, três contos de réis, parece, paga na totalidade); sei, porque ouvi ontem, uma "data" de coisas sobre o Sporting que não soube durante as minhas excelentes férias.

E soube porquê? Ora, porque vendo o anúncio de um programa que teria como representante do nosso Clube um novo elemento tive curiosidade e fui dar uma espreitadela.

Gostei!

Gostei da forma clara e escorreita como defendeu a nossa dama.

Gostei do baile que deu ao sr. Silva ("mas está a falar de quantos temas ao mesmo tempo? Homem, você monopoliza isto e assim não tem piada").

 

Ainda não vi as novas caras a jogar, mas esta foi uma grande aquisição!

Não joga? Pois não, mas pelo menos não nos deixa envergonhados e defenderá, como o fez ontem, com galhardia e factos, o nosso Clube!

 

Desejos de uma boa estadia n' O Dia Seguinte e de uma melhor performance, meu caro Rogério Alves!

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D