Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Tiro ao Sporting

ads_sniper6.jpg

Quando soou o apito final na Choupana e o Sporting, praticamente, perdeu a possibilidade de terminar o ano em 1º lugar no campeonato (o Porto x Académica ainda não tinha começado), lembrei-me, de imediato, das avisadas palavras de Jorge Jesus, mal chegou ao nosso clube. O Sporting vai intrometer-se na luta pelo título.

Para os mais esquecidos, recordo que o treinador do Sporting nunca disse que esta época, de leão ao peito, iria ser campeão, mas, antes, que a equipa iria bater-se junto de Porto e Benfica.

Por isso, relegado o Sporting para o 2.º lugar, há que encarar sem dramatismos a nova posição que a equipa assume na tabela classificativa. Estamos e permanecemos na luta pelo título, nisso o treinador está a cumprir com a sua palavra. Quanto a sermos campeões, sinceramente, só alguém fora do seu juízo perfeito é que poderá garantir esse desfecho a 20 jornadas do fim e com tantos jogos difíceis ainda por disputar.

Segue-se agora uma breve paragem na competição, que será importante para fazer descansar jogadores nucleares e que, infelizmente, tiveram um curto período de férias no defeso (Bryan Ruiz, William Carvalho, João Mário, Paulo Oliveira). Nota-se alguma quebra física na equipa nos últimos jogos e quando isso sucede as falhas de concentração surgem com mais frequência. O descanso vai fazer bem.

Depois de eliminados da Taça (num jogo em que não podem acusar a equipa de nada) e perdido o 1.º lugar de forma inglória, surgiu ontem a decisão do caso "Doyen". Três contratempos em menos de uma semana.

O cenário ideal para que adeptos dos rivais e sportinguistas-só-quando-dá-jeito não perdessem tempo para disparar sobre o Sporting.

Apesar da larga incoerência que subjaz muitos dos comentários, não posso deixar, ainda assim, de sorrir perante a enorme importância que dão ao Sporting (mais até do que aos seus próprios clubes). É que ainda há pouco tempo, quando o Sporting perdia jogos atrás de jogos, não se apurando sequer para a Europa, muitos desses adeptos já nem se davam ao trabalho de ir ao estádio verem os seus clubes jogar contra o Sporting. Até lamentavam o estado em que se encontrava o Sporting. Hoje, são os primeiros a marcar comparência quando se trata de jogar contra o Sporting.

Não é só estar em 1º lugar que o Sporting tem de se habituar. Também ser o alvo a abater passou a ser um novo estado.

No próximo dia 2 de Janeiro, só há uma resposta possível: lotar Alvalade. O Sporting tem de sentir esse empurrão do seu mais importante jogador, o 12.º.

Rivais?

Dei por mim a pensar nisto, quando se constata que cada vez mais lampionage e andrades não só nos visitam, como fazem questão de botar palavra.

Nós, como bons anfitreões, até lhes damos tempo de antena. Nada contra, antes pelo contrário, que uma boa e sã  rivalidade é o sal da vida.

Há no entanto visitantes e visitantes. Há-os que aqui chegam e por cá se mantêm com galhardia ( e a esses, poucos, até estimamos e tiramos o chapéu ), mas também os há que aqui chegam e nós os vamos mantendo, para nosso próprio prazer. Caramba, há que dar também oportunidade aos seguidores do senhor Sacher-Masoch  e dar-lhes a dose diária de porrada que vêm aqui procurar! Dentre estes, os que mais se destacam serão andrades. Mas também os há lampiões é verdade e até em maior número, e a esses tratamos com outro vigor, a esses dispensamos a parafernália que guardamos na caixinha dos segredos. Ou seja, damos muito mais importância aos últimos; Se para os primeiros usamos uma qualquer cordita ou até uma palmatória ranhosa, para os segundos reservamos o que de melhor há em chibatas, algemas, chicotes, vendas e outras que tais.*

Por isso, também fazemos mais posts sobre a colectividade mais importante da freguesia de S. Domingos de Benfica. É que a coisa já tem mais de cem anos (uns bem contados, outros nem tanto) e há lá coisa melhor que atazanar os miolos ao vizinho? Por isso não devem os senhores visitantes adeptos da prestimosa colectividade das Antas sentir-se menorizados ou sem a devida atenção, nem os outros sentir que são o centro do universo. É que a estima por uns, não é a mesma que pelos outros, entendem? Por muito que se esforcem, por muito que até nos ultrapassem, nunca alcançarão o estatuto de RIVAIS!

É que só é nosso rival quem nós queremos e se entre colinho e chocolatinhos pode vir o diabo e escolher, já com a cor dos apitos somos muito mais esquisitos!

 

 

 

* Não praticante da coisa, mas bom a pesquisar na google :)

 

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D