Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Bruno Fernandes, renova para seres feliz

21502926_30B7w.jpeg

 

A um mês de fechar a janela de transferência no mercado inglês, Bruno Fernandes continua a ser jogador do Sporting. Não é com certeza por falta de interesse, mas porque os potenciais interessados talvez aguardem com expectativa pelo período de Saldos de Verão.

Varandas e a sua equipa têm estado à altura dos acontecimentos e esperemos que tenham nervos de aço para não se sentarem à mesa com quem quer que seja. Querem o nosso capitão? Então depositem o valor da cláusula de rescisão. Nem mais, nem menos: são 100.000.000 de euros.

Para quem tem dúvidas do valor, Bruno é só melhor jogador profissional a actuar em Portugal e é só o médio de todos os campeonatos europeus com mais golos marcados: abanou as redes por 32 vezes e fez 18 assistência para golo na última época. Nem Pogba, por quem querem dar 130 milhões de euros, conseguiu tal proeza.

Varandas só devia ter neste momento uma preocupação, que é a de renovar com Bruno Fernandes. Este é o melhor activo do clube, por isso deve ser o mais bem pago, ampliada a cláusula de rescisão para o dobro e estendido o prazo do contrato.

Os actuais 100 milhões parecem um valor irreal, mas a verdade é que este Verão já mostrou que há clubes dispostos a apostar forte para conquistar títulos.  

O fenómeno Félix é real e o Sporting deve lutar com todas as forças para não deixar sair o génio Bruno Fernandes. Este pode muito bem ser o mágico que fará a diferença face aos rivais que, por muito que se reforcem, não têm nenhum jogador deste calibre. 

Com Bruno em campo o Sporting arrisca-se, como já ficou demonstrado na última metade da época 2018/19, na taça da Liga e na Taça de Portugal, que o Sporting é candidato ao título que nos foge há 18 anos.

Também para Bruno, o Sporting oferece-lhe a possibilidade de ganhar troféus, o que neste momento é uma miragem para Tottenham, United ou Inter.

Bruno, renova para seres feliz e fazeres milhões de sportinguistas felizes.

Fernando Santos: renovação merecida

i[1].jpg

 

Inteiramente merecida, a renovação do contrato com Fernando Santos, o mais bem sucedido seleccionador da história do futebol português. Com metas muito concretas: a conquista da Taça das Confederações, daqui a 11 meses na Rússia, e a campanha de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2018.

Recordo que ao longo de quase dois anos em funções Fernando Santos nunca sofreu uma derrota em jogos oficiais da equipa das quinas. E começou com muitas nuvens negras em torno da selecção: após uma presença desastrosa no Mundial do Brasil, iniciámos o apuramento para o Euro 2016 com uma derrota em casa frente à modestíssima Albânia. Com Paulo Bento a fazer alinhar Ricardo Costa, Miguel Veloso, Vieirinha, Ricardo Horta e um tal Cavaleiro, enquanto teimava em marginalizar jogadores como Quaresma e o nosso Adrien Silva.

Esta foi, aliás, a primeira conquista de Santos como seleccionador: pôs fim às penas de exclusão definitiva na turma nacional, que não faziam o menor sentido. Os resultados ficaram logo à vista. Porque entre as suas numerosas qualidades o "engenheiro do Euro" tem também esta: sabe rectificar os erros e é sensível a críticas e sugestões. Aqui para nós: se não soubesse que ele é assim nem lhe teria escrito este bilhete numa fase crucial do Europeu.

Só eu sei por quem lamentei ver fora do 11

Há poucos dias, a página de Facebook do Sporting postou uma nota de parabéns a Mário Jardel pela sua 42ª primavera. Tantos anos de vida quantos os golos que marcou na sua primeira temporada de leão ao peito e que valeram ao nosso clube o seu último campeonato conquistado.

Sobre a época seguinte e o seu início, não vale a pena recordar os tristes episódios. Foi o começo do jejum do Sporting quanto a campeonatos ganhos, bem como o começo do declínio da carreira de Jardel.

Evoco o Super-Mário, porque o que se vem passando, actualmente, com a "novela" Carrillo, faz lembrar um pouco o que sucedeu no período homólogo da época 2002/2003, salvas as enormes diferenças.

Jardel significava 42 golos e um campeonato. Carrillo, até hoje, nunca valeu esses golos todos. Por isso, convém não cair no ridículo e estar a dramatizar a não renovação do Carrillo de uma forma ainda mais grave do que a reacção havida com a ausência do Super-Mário do 11. Tenho dito.

Mais uma sms ...

18723032_ncufw[1].jpg

                                                              ( Imagem daqui)

A Sporting Clube de Portugal, Futebol, SAD, informa que chegou a acordo com João Mário para a renovação do contrato, ficando com duração até 2020 e uma cláusula de rescisão no valor de 60 Milhões de Euros.

A Sporting SAD deseja a João Mário as maiores felicidades profissionais e pessoais.

 

Sobre a novela "Carrillo"

18655477_NZBCW[1].jpg

 

Todos os anos, o defeso do Sporting tem o seu “caso”.

Há dois anos o assunto foi Bruma.

No ano passado, o tema foi Eric Dier.

Este ano o protagonismo é assumido por André Carrillo.

O jogador peruano, a quem todos reconhecem um potencial tremendo, já leva 4 temporadas de leão ao peito.

A última época foi aquela em que se exibiu em melhor nível, mas longe ainda de fazer com que o Sporting seja o Carrillo e mais 10.

Apesar de todos querermos que o jogador renove, pergunto-me se valerá a pena fazer de Carrillo o jogador mais bem pago do plantel.

É que William Carvalho, com metade das temporadas de Carrillo no Sporting, conseguiu ser mais decisivo e mais jogador do que o peruano.

Bem sei que no futebol há alturas em que certos investimentos são feitos com base na “fezada”. Não sei se uma eventual renovação de Carrillo, nos termos pretendidos pelo jogador, se insere nessa crença.

Agora, olho para Iuri Medeiros, sobre quem tenho uma grande “fezada”, e pergunto-me se caso o jogador açoriano se chamasse Iuri Medeirez, se por esta hora não conviveríamos bem com a não renovação de Carrillo e o seu adeus do Sporting.

Vamos, pois, aguardar pelos próximos episódios…

Ele fica!

Acho que não há um único sportinguista que não deseje que a novela que tem o Eric Dier como principal protagonista tenha um happy end!

O Eric Dier é produto made in Sporting. O Eric Dier é um caso sério de futuro craque. O Eric Dier é um miúdo com muito juízo e que não se deixou seduzir pelas £ como o Ilori, ou pelos $ como o Bruma. O Eric Dier no ano passado não foi 1ª opção na defesa do Sporting e não armou nenhum escândalo por causa disso, nem se pôs com tretas agora na pré-época. Em resumo, o Eric Dier não pode sair.

Adrien Silva, lembram-se? Época espectacular na Académica, com os jornais a darem-no fora do Sporting e rumo ao Porto. Eis senão quando, surge a bomba: Adrien renova pelo Sporting!. Já vimos estas novelas noutros anos, por isso não devemos entrar em depressão por cada manchete que coloca o Eric em Inglaterra, mas também não devemos achar que se trata de um não assunto enquanto o plano de carreira do Eric Dier no Sporting não ficar totalmente clarificado.

Amanhã, aquando da apresentação da equipa, as palmas que se baterem quando ecoar o nome do Eric Dier pelo estádio serão suficientemente assertivas para a Direcção ver que este miúdo tem de ficar.

Prioridades imediatas

O essencial ficou cumprido. O Sporting regressa ao pódio do futebol português, de onde nunca deveria ter saído - sobretudo da forma como saiu, por demérito próprio.
O encaixe financeiro que nos é proporcionado pelo acesso directo à Liga dos Campeões será essencial na preparação da próxima época.
Agora há que renovar quanto antes com Leonardo Jardim. E fazer tudo para não deixar sair os nossos três baluartes: Rui Patrício, William Carvalho e Adrien Silva.
São prioridades imediatas para Bruno de Carvalho.

Nunca mais

Defender, preservar e valorizar a nossa formação: este é o caminho. E está a ser trilhado, na defesa dos interesses do Sporting. Começou com as renovações dos contratos de Esgaio, João Mário, Mica, William Carvalho, Wilson Eduardo e Luís Ribeiro, incluindo o aumento substancial das respectivas cláusulas de rescisão. Prosseguiu com um trio que promete contribuir para futuros êxitos do nosso clube: Betinho, Ponde e Chaby. E, já hoje, ficámos a saber que foi renovado o contrato com uma das maiores esperanças de Alvalade: o jovem Iuri Medeiros, que fica ligado ao Sporting por contrato até 2019, também ele com uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros.

Para não vermos novos folhetins como o de Bruma, lançado na equipa principal sem ter sido devidamente acautelada a sua situação contratual com o clube que o formou. Nunca mais.

Assim é que é

Nunca mais - repito: nunca mais - o Sporting deve fazer alinhar na sua equipa principal jogadores oriundos das camadas jovens sem a devida actualização contratual que preserve os interesses do clube. Casos como o de Bruma, entretanto transformado num péssimo folhetim, não podem repetir-se. Por isso gostei de saber que os vínculos contratuais de William Carvalho e Wilson Eduardo - dois jogadores que têm dado nas vistas nesta pré-temporada - foram já prolongados até 2018, passando ambos a ter cláusulas de rescisão no valor de 45 milhões de euros. Isto na sequência do que já ocorreu com João Mário, Ricardo Esgaio e Mica: todos passaram a estar ligados ao clube por mais cinco anos, com cláusulas de rescisão idênticas às daqueles colegas.

Um sinal claro para empresários, agentes, advogados e "tutores", que pensam muito mais em adquirir dinheiro fácil do que no sucesso desportivo e na realização pessoal dos jogadores.

Boas notícias

Adrien, Rui Patrício, Cédric, André Martins e, ao que tudo indica, Wolfswinkel para muito breve. Como diz Alexandre Carvalho no Record, "todos eles têm algo em comum: são jovens, têm talento e podem valorizar-se em Alvalade. Um bom trabalho da direcção leonina que deve ser enaltecido".

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D