Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Prognósticos antes do jogo

Chega ao fim mais um campeonato nacional - para nós, já de triste memória. Começámos a época com Bruno Fernandes, Bas Dost, Mathieu e Raphinha. Terminamos hoje sem nenhum deles. Faltou-nos em talento o que nos sobrou em número de treinadores (Marcel Keizer, Leonel Pontes, Silas e Rúben Amorim).

Conseguiremos uma despedida em grande na Luz, logo à noite, a partir das 21.15?

Faremos melhor do que a triste e lamentável derrota por 0-2, em Alvalade, na partida da primeira volta desta Liga 2019/2020?

Aguardo pelos vossos palpites a partir de agora.

Os prognósticos passaram ao lado

Desta vez nem sequer ninguém andou lá perto. Fomos ao Dragão perder 0-2, com a turma da casa a mostrar respeito pelo Sporting, de tal modo que Sérgio Conceição - sem complexos de qualquer espécie - montou a equipa com o "famigerado duplo pivô", formado por Danilo e Loum, para nos enfrentar. Precisamente o mesmo sistema táctico que José Peseiro utilizava quando treinou o Sporting, liderando uma equipa com muito menos craques do que o actual Porto, que acaba de sagrar-se campeão nacional. Precisamente o mesmo sistema que tantos adeptos criticavam por cá, entre apupos constantes a Peseiro, que Frederico Varandas prematuramente dispensou.

Danilo e Loum travaram o passo aos nossos e venceram o confronto no meio-campo com Wendel e Matheus Nunes. Também travaram o passo aos nossos apostadores nesta jornada: ficou tudo em branco.

Prognósticos antes do jogo

Chegámos à penúltima jornada, em que vamos receber o onze setubalense na despedida do nosso estádio - ainda sem público - nesta Liga 2019/2020. Sabendo já que dependemos em exclusivo de nós para garantir um lugar no pódio num campeonato atípico, que não deixará saudades: o Braga - caído a pique desde a partida de Rúben Amorim - foi ontem derrotado pelo Tondela em casa deste.

Na primeira volta, disputada a 11 de Janeiro, fomos ao Bonfim vencer por 3-1, com dois golos de um jogador que já cá não está: o grande Bruno Fernandes. Num jogo que o ex-presidente do clube visitado fez tudo para adiar, sob o pretexto de que tinha quase todos os elementos do plantel atingidos por uma insólita doença que nunca os atacara antes nem voltou a afligir depois. E em que elementos de uma claque leonina, vergonhosamente, passaram grande parte do tempo a injuriar o presidente do Sporting, em coro com alguns adeptos sadinos. 

Mas isto são águas passadas: dias depois, o tal dirigente setubalense, investigado pela Polícia Judiciária devido à suposta existência de sacos azuis na SAD, foi derrubado em eleições pelos sócios do clube. 

Feito este intróito, venho pedir-vos prognósticos para o desafio deste fim de tarde, com início previsto para as 19 horas: qual será o resultado do Sporting-V. Setúbal?

O melhor prognóstico

Um leitor que assina apenas António, sem apelido, foi o único vencedor da anterior ronda de palpites. Antecipando aqui a derrota por 2-0 do Sporting no Dragão - nona vez que perdemos nos dez últimos jogos ali efectuados para o campeonato nacional de futebol, algo impensável num clube que sonha com o título. Sem vencer nestes chamados jogos grandes, ou clássicos, continuaremos a vê-lo por um canudo.

 

Prognósticos antes do jogo

Volta um clássico ao futebol português. Desta vez é um FC Porto-Sporting.

Disputa-se a partir das 21.30 (hora absurda para um jogo desta importância), à porta fechada (se fosse um espectáculo de um humorista em voga tinha centenas ou até milhares de espectadores, autorizados pela DGS) e pode ser decisivo para as contas do campeonato. 

 

Recordo que a partida da primeira volta, no nosso estádio e perante mais de 40 mil pessoas nas bancadas, realizou-se a 5 de Janeiro. Com as claques a fazerem "greve" de apoio aos jogadores durante toda a primeira parte e a arremessarem tochas incendiárias para a baliza de Max no início da segunda.

Já na recta final do curto período de Silas à frente da equipa, então com manifestas fragilidades no plano defensivo apesar de contar com Mathieu, perdemos 1-2. Com golo solitário de Acuña (ausente da partida desta noite, por acumulação de amarelos) e Bruno Fernandes desperdiçado ao cair do pano na missão de médio defensivo para a qual o indicara o medroso técnico na esperança de aguentar o empate.

Fomos então ultrapassados pelo Famalicão no terceiro lugar do campeonato e já víamos o Benfica a 16 pontos e o FCP a 12. Silas só aguentou mais um mês em Alvalade.

 

Mas isto são águas passadas. Quais são os vossos prognósticos para o confronto desta noite?

Prognósticos antes do jogo

Isto agora é assim, ao ritmo de dois jogos por semana: chega a jornada 31 deste insólito campeonato a três voltas. Calha-nos amanhã, a partir das 19.15: desta vez recebemos o Santa Clara, simpático clube açoriano que tem o defeito de ostentar um símbolo decalcado do Sport Lisboa. 

Na primeira volta, em Ponta Delgada (onde havia uns jumentos a zurrar "Alcochete sempre!"), impusemos goleada: vitória por quatro sem resposta, a 16 de Dezembro. Os golos foram marcados por jogadores que por um motivo ou outro deixaram de calçar em Alvalade: Luiz Phellype (2), Bolasie e Bruno Fernandes.

Segue-se a pergunta da praxe: quais são os vossos prognósticos para este Sporting-Santa Clara?

Prognósticos antes do jogo

Mais logo, pelas 21.00 - que se tornou a nova "hora canónica" do campeonato português -, o Sporting defronta o Moreirense, em casa da equipa adversária. Oportunidade para confirmar a superioridade leonina registada há sete meses, no desafio da primeira mão, quando vencemos a turma de Moreira de Cónegos por tangencial 1-0 no nosso estádio.

Quais são os vossos prognósticos?

Os prognósticos passaram ao lado

Houve muitos prognósticos, não faltaram sequer previsões de goleada em Alvalade, mas o facto é que ninguém conseguiu antecipar o resultado do Sporting-Gil Vicente. Que até teve um desfecho banal em futebol: 2-1, vitória nossa. Conclusão: esteve mais afinada a pontaria de Wendel e Plata do que a dos que aqui arriscaram os seus palpites.

Mas não há problema: vem aí outro jogo, já depois de amanhã.

Prognósticos antes do jogo

Alvalade (ainda sem público) será palco logo à noite, a partir das 21.15, do Sporting-Gil Vicente. Temos más recordações da equipa visitante, que na primeira volta, a 1 de Dezembro, nos venceu por 3-1. Sem esquecer que logo na jornada inaugural desta Liga 2019/2020 derrotou o FC Porto pela mesma marca.

Segue-se a pergunta habitual: quais são os vossos prognósticos para este jogo?

Os melhores prognósticos

Outra ronda bem sucedida. Não só para o Sporting, que venceu 3-1 fora de casa o mesmo adversário que há três anos, também para o campeonato, nos foi ganhar pela mesma marca em Alvalade, quebrando um jejum de 62 anos, mas também nesta ronda de prognósticos. Com seis autores / leitores do blogue a acertarem no resultado: Anonimus, CAL, Carlos Alves, Horst Neumann, Leão do Fundão e Leonardo Ralha

Mesmo com o critério do desempate, restaram quatro vencedores: Anonimus, Carlos Alves, Leão do Fundão e Leonardo Ralha. Todos de parabéns, claro. E permito-me destacar o requinte do nosso leitor fundanense, que levou o vaticínio a este ponto: «1-3 - Três golos de Jeremy Mathieu, embora sejam marcados por Coates, Sporar e Jovane.» Só Sporar esteve ali a mais, embora certamente também desejasse marcar naquele jogo tão especial de homenagem a um dos melhores centrais que o Sporting já conheceu.

Os melhores prognósticos

Não há fome que não dê em fartura: depois de duas rondas consecutivas em que não houve um único palpite certo na nossa habitual ronda de vaticínios, desta vez registámos vários vencedores. Ei-los, por ordem alfabética: Áurea, CAL, Carlos Estanislau Alves, Edmundo Gonçalves, José Vieira, Leonardo Ralha, Manuel Parreira, Pedro Batista e Ricardo Roque

Aplicado o critério de desempate, relacionado com os marcadores dos golos, esta lista encolheu para quatro finalistas. Cá estão eles: Áurea, Edmundo Gonçalves, Manuel Parreira e Ricardo Roque.

Parabéns a todos.

Prognósticos antes do jogo

Já vem aí novo jogo. O Sporting recebe o Tondela amanhã, às 21.15, num estádio que continua vazio por ordem das mesmas autoridades sanitárias que já deram luz verde para que se encham aviões e centros comerciais. Uma discrepância entre tantas outras que ninguém entende - como se o futebol fosse filho de um deus menor.

Mas vamos ao que mais interessa: o resultado. Lembrando que na partida da primeira volta, a 3 de Novembro, o Tondela nos venceu 1-0 - marcando pelo central Bruno Wilson, formado na Academia leonina. Bruno Fernandes atirou duas vezes para a bancada, Miguel Luís desperdiçou um golo cantado e o treinador Silas, sem que ninguém percebesse porquê, lembrou-se de trocar Luiz Phellype por um tal Jesé quando precisávamos pelo menos de empatar.

Quais são os vossos prognósticos para o desafio de amanhã?

Os prognósticos passaram ao lado

Houve muito optimismo nos prognósticos para esta jornada. Direi mesmo: houve excesso de optimismo. Entre todos os vaticínios aqui recebidos, onde não faltaram antevisões de goleadas, ninguém se lembrou de antecipar um dos desfechos mais frequentes no futebol português: a vitória tangencial por 1-0. É certo que o triunfo leonino esteve a centímetros de ampliar-se no último lance do desafio, quando Jovane atirou o segundo tiro à barra, mas sem ter repetido a proeza anterior: dessa vez a bola bateu no ferro mas não entrou.

Tudo isto para concluir que ninguém acertou. Os prognósticos passaram ao lado.

 

Prognósticos antes do jogo

Hoje - finalmente - a bola volta a rolar no relvado do Estádio José Alvalade. Mais de três meses após o último desafio ali travado. Mas será um jogo sem público: as autoridades sanitárias insistem em negar ao futebol aquilo que permitem aos teatros, aos cinemas, às salas de concertos, aos restaurantes, aos centros comerciais e até aos casinos. Algo verdadeiramente incompreensível.

Hei-de voltar a escrever sobre este assunto. Agora só vos venho pedir palpites para este jogo. Qual será o resultado do Sporting-Paços de Ferreira, com início previsto para as 21.15?

Os prognósticos passaram ao lado

Alguns quase acertaram na quase vitória do Sporting em Guimarães. Mas o jogo terminou empatado. Não um empate a zero, como sucedera há quatro épocas, com o experiente Jorge Jesus ao leme da nossa equipa, mas um empate a duas bolas, agora com o novato Rúben Amorim a orientar o onze leonino.

Falta de pontaria em campo de um Vietto, por exemplo, que desperdiçou duas assistências de bandeja de Jovane. Falta de pontaria deste último, também, ao cabecear à figura na sequência de um excelente cruzamento de Camacho. 

Falta de pontaria, enfim, dos nossos leitores: os prognósticos passaram ao lado. Mas daqui a poucos dias há mais.

Prognósticos antes do jogo

Vai (re)começar o mais estranho campeonato nacional de futebol das nossas vidas. Numa inédita e insólita "terceira volta" que algumas boas almas apelidam de "nova normalidade" mas que é tudo menos normal.

Um campeonato que esteve parado quase três meses, que tenta mudar as regras da competição a meio como se isso não atentasse contra a elementar ética desportiva. Com uma equipa açoriana a jogar voluntariamente muito longe de casa, transformando numa farsa o discurso contra a macrocefalia lisboeta. Com a perspectiva inicial de se disputar "no menor número possível de estádios", que começaram por ser apenas nove mas que afinal serão dezassete - tudo e o seu contrário sempre a pretexto do novo coronavírus.

Um futebol que assume o divórcio compulsivo entre jogadores e público, embora ainda lhe chamem espectáculo, apesar de proibirem sócios e adeptos de frequentar as bancadas dos seus estádios, enquanto se permite que a malta acorra ao Campo Pequeno para aplaudir o humorista Bruno Nogueira, com a complacente presença do primeiro-ministro. 

Mas não era de nada disto que vos queria falar. Vim aqui só para retomar a ronda dos prognósticos, interrompida na segunda semana de Março. Pedindo-vos vaticínios para o V. Guimarães-Sporting, que se joga amanhã, à porta fechada, a partir das 21.15.

Os melhores prognósticos

Bruno de Carvalho, Cristina Torrão e José da Xã: julgo ser a primeira vez que escrevo estes três nomes na mesma frase. Justifica-se pelo facto de serem os ilustres vencedores da nossa mais recente jornada de palpites. Sem optimismo excessivo, vaticinaram a vitória por 2-0 do Sporting em casa frente ao Aves.

Aplicado o habitual critério de desempate, relativo aos marcadores dos golos, o triunfo nesta ronda cabe à nossa prezada colega Cristina Torrão: só ela antecipou não apenas Sporar mas também Vietto como construtores desta vitória leonina ao meterem a bola no fundo das redes.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D