Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

O putativo debate

A proposta de Bruno de Carvalho para um debate pré-Assembleia Geral destitutiva é mais uma ideia descabida, fruto de uma continuada atitude populista. Os sócios e adeptos foram sendo esclarecidos pelas tomadas de posição lesivas para os superiores interesses do Sporting Clube de Portugal e não é um debate de última hora que vai alterar o que quer que seja.

 

Bruno de Carvalho poderia ter proposto este debate há semanas, respeitando os seus interlocutores e, aí sim, evitando que o nome do clube fosse arrastado pelos piores motivos para o prime-time das televisões. Agora vem tarde e não é a intitular os seus adversários de presidentes ou representantes de “putativas” comissões que Carvalho leva a sua avante.

 

Bruno de Carvalho não quer debater, quer fazer um monólogo, confrontar os seus opositores com faltas de respeito repetidas e mais uma vez mascarar a real situação do SCP. Se Bruno de Carvalho quisesse debater há muito que o teria feito, na Sporting TV ou noutro lado qualquer, evitando aquelas conferências de imprensa com Fernando Correia agora a fazer de Muhammed Saed al-Sahhaf de um Bruno Saddam de Carvalho que já perdeu a guerra e não o quer admitir. 

Populismo

Agora deu toda a gente em denunciar o "populismo" de Bruno de Carvalho. É verdade que, nas duas últimas semanas, o homem não tem largado o gatilho. Mas deve ser porque aprendeu que, com pessoas como Pinto da Costa, Luís Filipe Vieira, Fernando Gomes, Mário de Figueiredo ou Vítor Pereira isto não vai lá com conversas sérias. Durante a maior parte da época, Carvalho manteve-se bastante contido, aparecendo só nos casos das roubalheiras mais evidentes. Pelo meio, fez uma série de propostas de "reforma" do futebol português. Um documento sério, com sugestões dignas, pelo menos, de discussão. Toda a gente ridicularizou ou desprezou o documento: "já a formiga tem catarro", "quem é que este julga que é", "nada disto melhora o que quer que seja", etc. Carvalho fez a coisa certa: não querem falar a sério? Desceu ao nível que eles compreendem.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D