Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Convém reter...

Podemos discordar, eu discordo, da forma de actuação de Bruno de Carvalho, porém, convém reter o conteúdo desta actuação:

 

«RECORD - O Pavilhão João Rocha será o grande legado de BdC no Sporting ou ainda está muito e melhor por acontecer?

 BdC – É bonito para esta direção. É bonito sermos os primeiros em 111 anos a fazer um pavilhão. Não nos podemos esquecer que tivemos uma nave, que era uma adaptação, e tínhamos duas coisas ali ao pé do metro, que não eram propriamente pavilhões. Mas também ficamos felizes por, em 25 títulos europeus, já termos contribuído para três. Assim como ficamos felizes por termos chegado com 35 modalidades e termos agora 54. Ficamos felizes por todas elas estarem a lutar para serem campeãs. Não é só dar o nome como antigamente. Ficamos contentes por, de facto, podermos, neste momento, estar num futebol em que as pessoas têm uma fé e uma crença em que podemos realmente lutar pelos títulos. Não é aquela história do ‘eterno candidato ao título’... Nada disso. Neste momento somos um candidato ao título. Real. Não é a coisa de ser grande. Antes não éramos. ‘Um dia podia acontecer’. Mas agora não. E, claro, tirar o clube da falência onde estava há quase 20 anos... Fantástico! O estarmos a resolver dramas tremendos com a CM e com outras entidades que já duravam há décadas... Assuntos tremendos que valiam milhões de euros. Só para terem uma noção, em contingências – contingências são possibilidades de dívidas que os bancos puseram de lado na restruturação financeira –... estamos a falar de 21 M€. Neste momento, estamos em 2 M€...

 

R - Está a falar na redução dessas mesmas contingências?

BdC – Exato. Resolvemos 19 milhões. 19 M€! Sem pagarmos um tostão. São coisas brutais. Temos uma série de coisas das quais nos podemos orgulhar, mas há algo que ainda nos orgulha mais e que é inerente a todos: acordamos todos de manhã e achamos que ainda há muita coisa por fazer.»

O "João Rocha" a dar cartas

Certamente pelos créditos firmados em anteriores organizações da Ronda de Elite da UEFA Futsal Cup ( e uma Final Four , num total de sete em oito ), foi mais uma vez confiada ao Sporting Clube de Portugal a organização da fase seguinte desta modalidade.

Segundo Miguel Albuquerque, o clima vivido nos três jogos já disputados no João Rocha foi determinante para a escolha: "Esta candidatura tem muito a força dos nossos adeptos. Houve três jogos no novo pavilhão, dois deles com lotação praticamente esgotada e isso foi uma das coisas que impressionou a UEFA e que pesou a nosso favor. Os nossos adeptos mereciam ver a equipa jogar em casa a nível internacional".

A ver se é desta...

Não, não é sobre futebol!

Em dia de Seleção (com convocados lesionados que não se percebe), não é sobre futebol que escrevo. Dia de “derbies” no futsal e no hóquei, quero apenas lembrar que amanhã, domingo, é dia de Voleibol no Pavilhão João Rocha. Após 22 anos aí está a equipa do Sporting, que joga contra o benfica às 17 horas. E promete, pois vencemos os dois torneios de pré temporada, um deles contra o slb, ainda campeão nacional. Seria muito interessante converter em presenças de adeptos no Pavilhão João Rocha as lágrimas choradas durante anos pela falta de um pavilhão ou as palmas da inauguração. 

D24AD9F3-CF06-45C5-8D66-AA46053D95FF

 

Para saber mais sobre derbis há 22 anos atrás:

http://grandeartistaegoleador.blogs.sapo.pt/o-regresso-do-voleibol-625466

 

Curiosidades...

Sou assíduo no novo pavilhão, comprei gamebox. Não é barata mas permite assistir tranquilamente aos jogos das modalidades. Já assisti a 2 jogos de futsal e 2 de andebol. Entra-se facilmente no recinto, está magnífico. Só que passo a vida a ajudar a esclarecer pessoas que se dirigem a mim por estar no lugar errado. Estando no lugar certo, apenas são induzidos em erro. De início achei normal, mas agora tornou-se um pouco cansativo. Talvez quem tenha responsabilidades na organização possa fazer uma pequena alteração na sinalética existente. Basta pensar um pouco...e mudar. Para perceberem o que digo, reparem na fotografia:

IMG_0273

A figura da semana é Manuel Gaspar

IMG_1652.JPG

Nem Bruno, nem William, nem Adrien. O nome em destaque na semana sportinguista é Manuel Gaspar. O adolescente, guarda-redes da equipa de andebol do Sporting, foi a maior figura do Sporting 30 - Fafe 17, jogo inaugural do Pavilhão João Rocha, jogo que tive a honra de assistir ao vivo. Gaspar defendeu quase tudo o que havia para defender, incluindo vários livres de sete metros e perto do fim, até marcou um golo, de baliza a baliza. Foi uma festa bonita, com a direção e as figuras de destaque das modalidades que vão usar o pavilhão, a marcarem presença. Com casa quase cheia, foi Tiago Rocha a estrear as redes da nova casa. Vimos a taça de campeão da época passada e assistimos a uma grande exibição, num recinto lindíssimo e cheio de sócios e adeptos entusiastas e a cantar a plenos pulmões. Isto é que é o Sporting e, para mim, as figuras serão sempre os melhores de cada modalidade.

Todos ao Pavilhão!

A 6 de agosto de 2003, aproveitei a folga num emprego de verão para deixar Cercal do Alentejo e rumar a Lisboa para a inauguração do novíssimo Estádio de Alvalade. Tive a honra de ser um dos que esteve lá e de ver o improvável Luís Filipe a marcar o primeiro golo de sempre no recinto. Foi com grande felicidade que me levantei no dia seguinte às 7 da manhã para fazer a viagem de regresso. Hoje, 14 anos depois, estarei de novo a assistir a um histórico momento. O primeiro jogo oficial do Pavilhão João Rocha, num Sporting-Fafe, em andebol. A viagem de regresso a casa será bem mais curta mas a felicidade será a mesma. Lá para as 22h00 de hoje, ter-se-há cumprido um sonho. 

Um sonho tornado realidade

pavilhao[1].jpg

 

Um dia grande para o desporto português e para a cidade de Lisboa, um dia inapagável na história do Sporting. O dia de hoje, com a inauguração do Pavilhão João Rocha. Um sonho antigo da nação leonina tornado realidade pelo presidente Bruno de Carvalho, com o apoio firme de milhares de sócios e adeptos que não ficaram esquecidos neste empreendimento. 

Há que dar o mérito a quem é capaz de passar das intenções aos actos neste país onde sobram palavras e escasseiam obras. Agora que venham as enchentes. E as vitórias.

Pavilhão João Rocha - Último

2017-06-08_-_e4_-_Pavilhão_João_Rocha.jpg

 

Termino aqui a série de posts sobre a casa das modalidades.

Contrariando alguns velhos que por aqui foram destilando o seu fel contra esta obra magnífica, alguns jurando a pés juntos que nunca seria concluída, a obra ali está, para durante muitos anos ser palco, esperamos todos sportinguistas, de muitas e gloriosas vitórias. Dia 21 será inaugurado, para gáudio de todos nós.

A partir de hoje, desejo registar, pois, as vitórias dos nossos rapazes e raparigas nas mais diversas modalidades que ali irão ser praticadas, sempre com o lema do nosso grande clube presente: Esforço, Dedicação, Devoção e Glória.

 

2017-06-08_-_Pavilhão_João_Rocha.jpg

 

 

Como sempre, daqui.

A moral do mural

pmr[1].png

 

Foi com orgulho, confesso, que vi o meu nome inscrito no mural da Missão Pavilhão, onde se identificam os sócios e adeptos do Sporting que contribuíram para tornar realidade o sonho de erguermos um pavilhão leonino para as modalidades.

Lá encontrei os nomes de outros colegas de blogue - como o Alexandre Poço, o José da Xá, o Edmundo Gonçalves, o Luciano Amaral, o João Távora, o Luís de Aguiar Fernandes, o Pedro Boucherie Mendes, o Bernardo Pires de Lima, o Rui Cerdeira Branco, o Ricardo Roque.

Pedro Madeira Rodrigues não consta. Victor Espadinha também não.

Pavilhão João Rocha XVI

2016-08-13_-c-_Pavilhão_João_Rocha.jpg

2016-09-03_-a-_Pavilhão_João_Rocha.jpg

 

Como habitual, ponto de situação da construção daquele pavilhão que os nossos queridos visitantes lampiões, apenas para nos tentar irritar porque já perceberam que agora as coisas fiam mais fino, iam dizendo que nunca estaria de pé.

Sim, agora dizem que não está pago. Estará, dentro do prazo contratualizado, não tenho dúvida.

 

Como sempre, podem ver toda a sequência de imagens da evolução das obras, aqui.

Pavilhão João Rocha XIV

Mais uma imagem das obras do pavilhão João Rocha.

A coisa deve andar quase por meio concluída, digo eu que de construção civil não percebo um tusto.

Chamo a atenção para o facto de esta foto ter sido obtida às 15 horas e 14 minutos do dia 22 de Maio de 2016 e mais uma vez não está ninguém na obra... Continua a ser um mistério como é que aquilo avança.

 

800px-2016-05-22_-c-_Pavilhão_João_Rocha.jpg

 

Oh diabo, 22 de Maio foi no passado Domingo. Estava tudo no Jamor!

 

Como sempre, daqui.

Pavilhão João Rocha XIII

Então lá vai o ponto da situação sobre a construção do pavilhão João Rocha.

A foto é de ontem, dia da Liberdade, portanto não estranhem não haver ninguém a trabalhar, a malta foi para a manif.

A propósito de não estar ninguém a trabalhar, julgo já ter ouvido por aí que está na mira concorrer a um record do Guiness, na categoria "construção de pavilhões sem a presença de trolhas".  É mais ou menos como aquela categoria do "clube com mais sócios do mundo", só que aqui as aspas aplicam-se na perfeição.

Lá vai a imagem, retirada daqui, como sempre.

 

800px-2016-04-25_-b-_Pavilhão_João_Rocha.jpg

 

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D