Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Amanhã à tarde em Alvalade

Realmente ao Sporting tudo acontece e há coisas que se repetem ao longo dos anos que de tão vistas já chateiam. Duas deslocações consecutivas à Madeira transformaram-se por culpa duma Filomena qualquer numa atribulada jornada dupla, com dois jogos intervalados em menos de um dia do previsto, um primeiro jogo num lamaçal que deixou marcas e a equipa exposta a riscos acrescidos em termos de pandemia, o que se traduziu em três jogadores infectados. Além disso, uma eliminação da Taça para a qual muito contribuiu um "Mantorras" qualquer, reforço apalavrado do Benfica que marcou um e assistiu para mais dois (um falhado). Se calhar nunca mais fará nada parecido, mas teve o seu dia de glória.

Mas agora há que olhar para a frente, importa ultrapassar o Rio Ave e manter a liderança na Liga. Trata-se daquela equipa que veio ganhar a Alvalade na época passada, que este ano esteve quase a eliminar o Milan, mas que depois caiu de rendimento e já com um novo treinador acabou de ser eliminada em casa para a Taça pelo Estoril. O Rio Ave conta com Carlos Mané, Francisco Geraldes e Gelson Dala que vão dar o litro e meio, não haja dúvidas a esse respeito, e nos podem causar dissabores.

Sendo assim, e atendendo a que Neto, Nuno Mendes, Sporar e Feddal estão indisponíveis, imagino que o treinador convoque os seguintes elementos:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Quaresma, Coates, Borja, Inácio e... João Silva?

Alas: Porro, Plata e Antunes.

Médios Centro: João Mário, Palhinha, Bragança e Matheus Nunes.

Interiores: Tiago Tomás, Jovane, Tabata e Pedro Gonçalves e... Rafael Camacho?

Ponta de lança: Pedro Marques.

 

E apostava no seguinte onze:

Adán; Quaresma, Coates e Inácio; Porro, Palhinha, João Mário e Antunes;  Pedro Gonçalves, Tiago Tomás e Nuno Santos.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo em Alvalade para prosseguir na liderança da Liga.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

 

#OndeVaiUmVãoTodos

SL

Amanhã à noite no Funchal

barreiros.jpg

 

Depois da jornada épica de anteontem, em que conquistámos os 3 pontos em disputa com o Nacional, vamos amanhã visitar o maior clube da Madeira, o Marítimo, no estádio dos Barreiros, na baixa do Funchal, agora para garantir o acesso à meia-final da Taça de Portugal.

Embora os dois estádios envolvidos estejam a poucos quilómetros um do outro em linha recta, são duas realidades geográficas e infraestruturais completamente distintas, como distintas são as realidades sociológicas de cada clube. As condições atmosféricas que vamos encontrar também serão bem diferentes do último desafio, mas o terreno estará com certeza a um nível semelhante do Jamor, e mais uma vez vai ser preciso saber jogar bem assim.

 

O Sporting chega a este jogo na máxima força, mas há que gerir a condição física do plantel e dar oportunidades a quem merece. Mas antes do mais importa prosseguir na corrida para o Jamor.

Sendo assim, e atendendo à chamada de Quaresma e Bragança, alguém terá de sair, imagino que o treinador convoque os seguintes elementos:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Quaresma,  Coates, Neto, Feddal e Inácio.

Alas: Porro, Nuno Mendes e Antunes.

Médios Centro: João Mário, Palhinha, Bragança e Matheus Nunes.

Interiores: Tiago Tomás, Plata, Jovane, Tabata e Pedro Gonçalves.

Ponta de lança: Sporar.

 

E apostava no onze habitual:

Max; Neto, Coates e Feddal; Porro, Palhinha, Matheus Nunes e Antunes;  Pedro Gonçalves, Sporar e Tiago Tomás.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo no Funchal para prosseguir na corrida para o Jamor.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

 

#OndeVaiUmVãoTodos

SL

Amanhã à tarde no Funchal

21989096_6I8hV.jpeg

 

Ultrapassado que foi o Braga, vamos amanhã visitar o Nacional na Choupana, a sua casa do Funchal, cidade para onde voltaremos dias depois para defrontar o Marítimo para a Taça de Portugal. Parece que nos vamos deparar com condições atmosféricas bem diferentes das retratadas na foto.

Se nunca fui ao estádio dos Barreiros, à Choupana fui um par de vezes, com uns 4 ou 5 anos de distância, o que deu para ver a evolução tremenda que o complexo conheceu. Da primeira vez já não posso precisar o ano, mas recordo-me de subir os vários kms da rampa mais ou menos em linha recta do Caminho do Terço, que liga o estádio à baixa do Funchal, com um Nissan Micra alugado, a precisar de reforma, sempre em 1.ª velocidade, sempre a ver que não chegava lá ao cimo e ficava pelo caminho. A segunda, essa consigo dizer com certeza, foi no início de 2009, no tempo do Paulo Bento com Liedson e Rochemback, em que acabámos por empatar 1-1. No Nacional alinhava um excelente ponta de lança formado no Cruzeiro que marcou um grande golo nesse jogo, Nenê, poderia ter vindo para o Sporting mas foi vendido ao Cagliari e há pouco voltou para o Moreirense, agora está no Leixões, já com 38 anos. 

O Sporting chega a este jogo na máxima força em termos de plantel, mas temos cinco jogadores à beira do quinto cartão, sendo que o jogo seguinte da Liga é com o Rio Ave. Não sei qual a ideia de Amorim para chegar ao jogo com o Benfica com todos eles disponíveis. Mas antes importa é vencer amanhã na Choupana.

 

Sendo assim, imagino que convoque os seguintes elementos:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Quaresma,  Coates, Neto, Feddal e Inácio.

Alas: Porro, Nuno Mendes e Antunes.

Médios Centro: João Mário, Palhinha, Bragança e Matheus Nunes.

Interiores: Tiago Tomás, Nuno Santos, Jovane, Tabata e Pedro Gonçalves.

Ponta de lança: Sporar.

 

E apostava no onze habitual:

Adán; Neto, Coates e Feddal; Porro, Palhinha, João Mário e Nuno Mendes;  Pedro Gonçalves, Tiago Tomás e Nuno Santos.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo no Funchal para conquistar mais uma vitória e continuar na liderança da Liga com 4 pontos de vantagem sobre os rivais. Então propunha duas questões:

1. Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

2. Que deveria o Sporting alterar no seu sistema de jogo relativamente aos últimos encontros menos bem conseguidos?

#OndeVaiUmVãoTodos

SL

Amanhã à noite em Alvalade

matchpoint.jpg

 

O primeiro "match-point" da época do Sporting é exactamente amanhã, contra o maior dos pequenos clubes portugueses. Uma vitória mantém o Sporting na liderança da Liga e o Braga remetido à luta com o Guimarães pela Liga Europa. Uma derrota provavelmente coloca o Benfica na liderança e o Sporting a lutar com o Braga pelo 3.º lugar. Muita coisa está em jogo amanhã.

O Sporting chega a este jogo na máxima força em termos de plantel, enquanto o Braga sofre com a Covid e as lesões, como o Sporting sofreu logo no início de temporada. Talvez por isso, alguns jogadores do Sporting estão em nítida quebra de forma, a começar por Pedro Gonçalves. Com tudo isto, e estando do outro lado um treinador experiente e calejado que já passou pelo Sporting, o jogo de amanhã vai ser tremendamente complicado.

Os últimos jogos das duas equipas pouco significam. Importa mais perceber as forças de cada uma, duas equipas com muita coisa em comum, alicerçadas em treinadores e jogadores portugueses, alguns que passaram pelo Sporting e que agora são do Braga, outros que vieram do norte para o Sporting, muita coisa em comum, as incidências do jogo ditarão as diferenças. Mas o Sporting tem tudo para vencer.

 

Desta vez Amorim tem toda a gente disponível, pelo que imagino que convoque os seguintes elementos:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Quaresma,  Coates, Neto, Feddal e Inácio.

Alas: Porro, Plata, Nuno Mendes e Antunes.

Médios Centro: João Mário, Palhinha, Bragança e Matheus Nunes.

Interiores: Tiago Tomás, Nuno Santos, Tabata e Pedro Gonçalves.

Ponta de lança: Sporar.

 

Sendo assim, apostava no onze habitual:

Adán; Neto, Coates e Feddal; Porro, Palhinha, João Mário e Nuno Mendes;  Pedro Gonçalves, Tiago Tomás e Nuno Santos.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo em Alvalade para conquistar mais uma vitória e prosseguir na liderança da Liga. Então propunha duas questões:

1. Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

2. Como deveria o Sporting jogar para assegurar a vitória tendo em consideração as características do adversário?

#OndeVaiUmVãoTodos

SL

Amanhã à noite no Jamor

sfarense.jpg

(Foto de www.observador.pt)

 

Encerra amanhã com a visita à casa emprestada da B-SAD este ciclo de seis jogos entre os compromissos das selecções e o final do ano, todos com equipas acessíveis e a anteceder os duelos com os rivais em Janeiro. Foram jogos em que o Sporting jogou razoavelmente bem e fez a sua obrigação em termos de resultados (4V, 1E). Só uma arbitragem miserável em Famalicão nos impediu de conseguir o pleno de vitórias.

O B-SAD é aquela equipa desenraizada e incaracterística que nunca se sabe o que vai sair dali, os treinadores vão entrando e saindo sem deixar escola, com Petit já sabemos que vai ser porrada e ferrolhada. Ultimamente tem sido um bom "freguês" do Sporting: foram seis vitórias nas últimas três épocas, que incluiram os 1-8 no tempo de Marcel Keizer. Não passaria pela cabeça de ninguém trazer dessa equipa o treinador e um jogador nuclear para o Sporting, mas efectivamente passou, com os tristes resultados que conhecemos.

 

Estes últimos jogos consolidaram o modelo de jogo e onze-base do Sporting. As poucas surpresas que poderão existir derivam da indisponibilidade física dum ou doutro ou da gestão dos cartões.

O último jogo com o Farense demonstrou que "a gasóleo" não vamos lá. Para que o modelo de jogo funcione é preciso mais velocidade a todos os níveis, de pernas, de passe e de raciocínio. Em particular no losango interior, João Mário, Nuno Santos, Pedro Gonçalves e Tiago Tomás, que não podem correr mais do que a bola corre. Por outro lado, temos de continuar a melhorar no aproveitamento dos lances de bola parada e nos remates de meia distância. Não podemos sofrer tanto para o que jogamos.

 

Com alguns jogadores ainda em recuperação de lesões, Feddal incluído, supondo que este recupere imagino que Rúben Amorin convoque os seguintes elementos:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Quaresma,  Coates, Neto, Feddal (Borja) e Inácio.

Alas: Porro, Nuno Mendes e Antunes.

Médios Centro: João Mário, Palhinha, Bragança e Matheus Nunes.

Interiores: Tiago Tomás, Nuno Santos, Tabata, Plata e Pedro Gonçalves.

Ponta de lança: Sporar.

 

Sendo assim apostava no mesmo onze do jogo anterior.

Adan; Neto, Coates e Feddal; Porro, Palhinha, João Mário e Nuno Mendes;  Pedro Gonçalves, Tiago Tomás e Nuno Santos.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo no Jamor para tentar prosseguir na liderança da Liga.  Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

#OndeVaiUmVãoTodos

SL

Amanhã à noite em Alvalade

21975823_aFIPm.jpeg

 

Depois de duas vitórias para as Taças, o Sporting recebe amanhã o Farense, uma equipa que tem feito um campeonato sofrível, parece que joga mais do que os resultados traduzem, mas que nos vai com certeza criar dificuldades. Nessa equipa o melhor jogador é o "nosso" Ryan Gauld, que me encanta particularmente e que podia muito bem regressar no final da temporada para ocupar o lugar do João Mário, e também lá está outro ex-jogador nosso, o muito veloz Bilel, um Nuno Santos para pior, mas sempre perigoso.

Rúben Amorim aproveitou os dois jogos para fazer rodar todo o plantel disponível. Jovane e o LP29 continuam em recuperação e Nuno Mendes parece ter recuperado da pancada do último desafio. Não esquecer também que no dia seguinte a equipa B recebe o (novo) Estrela da Amadora que acabou de eliminar este Farense na Taça de Portugal, num jogo crucial para chegar à liderança da série, se calhar um ou outro do plantel principal irá reforçar essa equipa.

Esta equipa do Sporting está a crescer de jogo para jogo, porque o modelo de jogo se vai consolidando e apurando, mas também muito por "culpa" dos miúdos, que não param de se transcender. É uma equipa que domina o espaço e o tempo do jogo, deixa pouco ao adversário para jogar e marcar. Mas por vezes os erros individuais comprometem a "máquina" e depois vem um lance de inspiração dum adversário que complica tudo. Curiosamente, têm sido os mais velhos a errar mais, se calhar sente-se por ali demasiado o peso da responsabilidade. Esperemos que isso não aconteça amanhã à noite. 

 

Sendo assim, imagino que Rúben Amorin convoque os seguintes elementos:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Quaresma,  Coates, Neto, Feddal e Inácio.

Alas: Porro, Nuno Mendes e Antunes.

Médios Centro: João Mário, Palhinha, Bragança e Matheus Nunes.

Interiores: Tiago Tomás, Nuno Santos, Tabata, Plata e Pedro Gonçalves.

Ponta de lança: Sporar.

 

No (mau) estado em que se encontra Sporar, apostava num ataque móvel sem ponta de lança:

Max; Neto, Coates e Feddal; Porro, Palhinha, João Mário e Nuno Mendes;  Pedro Gonçalves, Tiago Tomás e Nuno Santos.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo para tentar prosseguir na liderança da Liga e nós, sócios e adeptos, na impossibilidade de lá estarmos, nem em Alvalade nem fora dele devido ao confinamento, vamos com certeza dar o maior apoio à distância. 

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

#OndeVaiUmVãoTodos

SL

Amanhã à noite em Alvalade

xSportingTaça.jpg

 

Depois do empate em Famalicão para a Liga, ou melhor dizendo depois da emboscada de Famalicão que agora mais a frio me faz lembrar a também emboscada ao Acuña em pleno estádio das Antas mesmo antes da jornada gloriosa do Jamor acima ilustrada, que poderia ter originado uma confusão que poria não apenas ele mas mais alguns fora do Jamor e que ele com o maior sangue-frio conseguiu desarmar, vamos amanhã tentar ultrapassar um Paços de Ferreira a atravessar um bom momento na corrida para o Jamor.

Depois do jogo com o Moreirense fiz um post com o título "Cada vez mais difícil" que foi interpretado por alguns, embalados pelas goleadas, como falta de confiança na equipa ou tentativa de passar por inteligente quando viesse a derrota. Pois falharam rotundamente: cada vez mais tenho confiança nesta equipa, cada vez tenho mais confiança em Rúben Amorim, mas o jogo de Famalicão demonstrou à saciedade que isto está cada vez mais difícil.

E o jogo de amanhã não vai ser excepção. Embora tenha perdido connosco ao abrir o campeonato, o Paços vem de ganhar ao Porto e quase ganhar ao Benfica, e o seu treinador Pepa já nos trouxe grandes dissabores. Além disso vamos entrar em campo sem aquele que tem sido o nosso melhor jogador. 

 

Jovane e LP29 continuam a lidar com as suas lesões, Pedro Marques vem de marcar mais um golo decisivo pela equipa B, não faço mesmo ideia quem é que Rúben Amorim vai convocar, mas imagino que sejam mais ou menos os seguintes:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Quaresma, Neto, Feddal e Inácio.

Alas: Nuno Mendes e Antunes.

Médios Centro: João Mário, Palhinha, Bragança e Matheus Nunes.

Interiores: Tiago Tomás, Nuno Santos, Tabata e Joelson.

Ponta de lança: Sporar e Pedro Marques.

 

Max deve mesmo jogar, Adán não esteve bem em Famalicão e importa ter uma alternativa rodada e que possa assumir a titularidade se tal for tido por conveniente.

Assim, mexia muito pouco no resto, pelo que o meu onze seria o seguinte:

Max; Neto, Coates e Feddal; Porro, Palhinha, João Mário e Antunes;  Tabata,  Sporar e Nuno Santos.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo em Alvalade para tentar prosseguir na corrida para o Jamor e nós, sócios e adeptos, na impossibilidade de lá estarmos, vamos com certeza dar o maior apoio à equipa pelo caminho. 

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

#OndeVaiUmVãoTodos

 

PS: Já agora, deixo aqui uma palavra de apoio para a nossa equipa B, da qual o Pedro Marques é o melhor marcador, que regressa duma dupla jornada nos Açores, com uma vitória e um empate, e segue na série G do Campeonato de Portugal a 2 pontos do líder, o (novo) Estrela da Amadora, sendo que apenas o vencedor da série subirá à 2ª Liga. Não percam a 20/12 o jogo em Alcochete entre a duas equipas.

SL

Amanhã à tarde em Famalicão

21965770_mVdyQ.jpeg

 

Ultrapassado o Moreirense, vamos agora a casa do Famalicão, o segundo dos tais quatro jogos acessíveis que temos na Liga até ao final deste ano.

Este clube, com este mesmo treinador, deu cabo de nós na época passada, ganhando por 2-1 em Alvalade com Leonel Pontes e depois, na despedida de Jorge Silas, por 3-1 em sua casa. Entretanto, e de acordo com o seu modelo de negócio, o Famalicão renovou quase integralmente o plantel, Pedro Gonçalves veio para o Sporting, Diogo Gonçalves foi para o Benfica, o ponta de lança espanhol para o Porto. Ficou lá Rúben Lameiras, actualmente o melhor marcador da equipa, e que no ano passado marcou um dos golos em Alvalade. Além disso, temos a Dora a atrapalhar e corremos o risco de o relvado estar transformado num pantanal castigador da nossa equipa.

Resumindo, não vão ser mesmo nada fácil.

 

Entretanto, pela enfermaria de Alvalade, estão Nuno Mendes e Jovane (mais uma lesão na anca). E LP29 continua na sua recuperação gradual e programada da lesão grave que teve.

A confirmarem-se estas ausências, imagino que Rúben Amorim vá convocar mais ou menos os seguintes jogadores:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Quaresma, Neto, Coates,  Feddal e Inácio.

Alas: Porro, Antunes e Borja.

Médios Centro: João Mário, Palhinha, Bragança e Matheus Nunes.

Interiores: Tiago Tomás, Plata, Nuno Santos e Tabata.

Pontas de lança: Sporar e Pedro Marques.

 

Neste contexto prevejo que Rúben Amorim siga numa linha de estabilidade, trocando apenas o absolutamente necessário relativamente ao onze-base dos últimos jogos da Liga, ou seja:

Adán; Neto, Coates e Feddal; Porro, Palhinha, João Mário e Antunes; Pedro Gonçalves, Sporar e Nuno Santos.

Concluindo, amanhã o Sporting entra em campo em Famalicão para conseguir uma vitória contra a equipa local e continuar na liderança.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

SL

Amanhã à noite em Alvalade

21961438_jEW5Z.jpeg

 

Voltamos à 1.ª Liga onde, ultrapassado de forma categória o Guimarães, temos agora a tal  sequência de quatro jogos acessíveis: Moreirense(C), Famalicão(F), Farense(C) e B-SAD(F) que nos podem fazer chegar a 2021 na liderança da Liga e com alguma folga para o que virá a seguir. Mas não nos iludamos, não vão ser fáceis: cada vez mais as outras equipas estão prevenidas para o que encontram e vão pôr em campo contra-medidas para nos complicar a tarefa.

Felizmente a enfermaria de Alvalade está quase vazia. Pote já deve estar ok, Plata ainda em confinamento, e apenas LP29 continua na sua recuperação gradual e programada da lesão grave que teve.

Imagino então que Rúben Amorim vá convocar mais ou menos os seguintes jogadores:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Quaresma, Neto, Coates,  Feddal e Inácio.

Alas: Porro, Nuno Mendes e Borja.

Médios Centro: João Mário, Palhinha, Bragança e Matheus Nunes.

Interiores: Tiago Tomás, Jovane, Nuno Santos e Tabata.

Pontas de lança: Sporar e Pedro Marques.

 

Neste contexto prevejo que Rúben Amorim vá regressar ao onze-base do últimos jogo da Liga, ou seja:

Adán; Neto, Coates e Feddal; Porro, Palhinha, João Mário e Nuno Mendes; Pedro Gonçalves, Sporar e Nuno Santos.

Concluindo, amanhã o Sporting entra em campo em Alvalade para conseguir uma vitória contra o Moreirense e continuar na liderança.

 

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

SL

Amanhã à noite no Jamor

xSportingTaça.jpg

 

Depois do interregno das competições caseiras devido aos compromissos das selecções, e com mais alguns infectados exactamente devido a esses compromissos, como o Plata e o Catamo, o que mais uma vez vem demonstrar o impacto que a pandemia terá nesta época, o Sporting enfrenta no Jamor o Sacavenense para a Taça de Portugal.

A Taça de Portugal é aquela competição que, como a imagem documenta, o Sporting ganhou pela última vez em 2019 com Marcel Keizer como treinador, que sucedeu a Marco Silva (2015), Paulo Bento (2007 e 2008), Boloni (2002) e muitos outros antes deles. Falta aqui o nome de Jorge Jesus e a taça de 2018: ele realmente foi o menos culpado do desfecho daquele maldito jogo no Jamor, todos sabemos as condições em que o Sporting entrou em campo e o comportamento nojento de alguns elementos das claques nas escadarias do Jamor.

 

O Sacavenense é uma equipa do Campeonato de Portugal, exactamente aquela competição onde o Sporting B está inserido, e lidera a série onde está o Fabril do Barreiro, aquele que complicou a vida ao Porto. Noutra série estão o Paredes e o Trofense, que fizeram o mesmo ao Benfica e Braga, respectivamente.

O Sporting não vai ter vida fácil: no ano passado fomos eliminados pelo Alverca, outra equipa desse escalão. Existe qualidade no Campeonato de Portugal, o que vem reforçar a oportunidade da decisão de relançar a equipa B nesse campeonato, equipa essa estupidamente menosprezada e condenada à extinção pelo destituído ex-presidente.

 

Entre os lesionados, os confinados e os poupados pelo desgaste das selecções, desta vez então é que não faço mesmo ideia quem é que Rúben Amorim vai convocar, mas imagino que sejam mais ou menos os seguintes:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Quaresma, Neto, Feddal e Inácio.

Alas: Borja e Antunes.

Médios Centro: João Mário, Palhinha, Bragança e Matheus Nunes.

Interiores: Tiago Tomás, Jovane, Nuno Santos, Tabata e Joelson.

Ponta de lança: Sporar.

 

Neste contexto, fazendo sentido dar minutos a Max e tendo de mexer muito na defesa, mexia pouco no resto, pelo que o meu onze seria o seguinte:

Max; Quaresma, Neto e Feddal; Antunes, Palhinha, João Mário e Borja; Jovane,  Sporar e Nuno Santos.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo no Jamor para tentar prosseguir na corrida para... o Jamor.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

PS: Vejo agora na TVI24 o presidente do Sacavenense a explicar a mudança para o Jamor e a agradecer a gentileza do Sporting em lhes ceder a sua parte da receita da TV. Muito bem. E que ganhe o melhor.

SL

Amanhã à noite em Guimarães

É já amanhã o último desafio desta sequência de quatro que antecede a paragem da Liga. Conseguimos já ultrapassar com maior ou menor dificuldade Santa Clara, Gil Vicente e Tondela, vem agora o Guimarães, e logo um daqueles que roubaram pontos ao Sporting com Rúben Amorim ao comando. Repetindo o que sempre digo, não vai ser nada fácil.

O Sporting ocupa com todo o mérito o primeiro lugar da Liga. Podia até estar mais destacado nesse posto se não fosse o "golpe de estádio" no final da primeira parte contra o Porto, mas isso agora pouco interessa, interessa é que levamos apenas 6 pontos de vantagem ao Guimarães, apesar do seu percurso turbulento neste início de época que incluiu mudança de treinador. Se perdermos corremos o risco de o Benfica voltar ao comando e ficarmos com Porto, Braga e o próprio Guimarães à perna. Enfim, temos mesmo é de ganhar.

No último jogo ninguém acertou no onze inicial. Rúben Amorim refrescou o onze com as entradas de Sporar, Tiago Tomás e João Mário, a equipa correspondeu e esmagou o Tondela, agora a dúvida é se o treinador vai dar continuidade a esse onze ou ajustá-lo de acordo com as características do adversário. Vou por esta última ideia, devolvendo-se Nuno Santos à titularidade.

 

Como de costume nestes posts, não faço ideia quem vão ser os convocados, mas lesionados não deve haver, castigados também não.

Imagino então que sejam mais ou menos os seguintes:

Guarda-redes: Adán e Max (parabéns pela renovação).

Defesas Centrais: Quaresma, Coates, Neto, Feddal e Inácio (parabéns pela renovação).

Alas: Porro e Nuno Mendes.

Médios Centro: João Mário, Palhinha, Bragança e Matheus Nunes.

Interiores: Tiago Tomás, Jovane, Nuno Santos e Pedro Gonçalves.

Ponta de lança: Sporar.

 

Pelo que disse atrás, hesitando muito entre Matheus Nunes e João Mário, a minha aposta então seria:

Adán; Quaresma, Coates e Feddal; Porro, Palhinha, João Mário e Nuno Mendes; Pedro Gonçalves, Sporar e Nuno Santos.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo em Guimarães para tentar prosseguir na liderança da 1.ª Liga.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

SL

Amanhã à noite em Alvalade

Ultrapassados com algumas ou muitas dificuldades Santa Clara e Gil Vicente, vai agora o Sporting receber o Tondela, terceiro desafio da tal sequência de quatro jogos acessíveis que o Sporting tem que aproveitar para integrar os lugares da frente. Para já, e ganhando, ficamos isolados na segunda posição. Mas não vai ser fácil.

O Tondela tem sido nos últimos anos uma pera dura de roer para o Sporting, os empates e derrotas têm acontecido. Nesta altura, e por aquilo que sei, é uma SAD detida por espanhóis, com treinador igualmente espanhol, mais uma daquelas situações que levantam muitas dúvidas e que só o tempo virá dizer se foi uma boa solução para o clube daquela terra, que por acaso também acaba por ser a minha, através dos meus pais. E onde sempre vou ver o Sporting jogar com a equipa da casa.

Nos últimos três jogos Rúben Amorim repetiu o onze inicial, e se no penúltimo tinha previsto que tal seria, neste último falhei e foram Salgas e David Rodrigues que acertaram. Parabéns. A grande dúvida para este jogo é se Amorim vai voltar a repetir o onze inicial.

Como de costume nestes posts, não faço ideia quem vão ser os convocados, mas lesionados - tirando o LP29 - não deve haver: o 15.º jogador, o Covid, se calhar passou-se para o Dragão (vamos ver). Castigados, os árbitros têm feito o seu melhor para que isso aconteça, mas ainda não há afastamentos por acumulação de cartões. Imagino então que sejam mais ou menos os seguintes:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Quaresma, Coates, Neto, Feddal e Inácio.

Alas: Porro, Nuno Mendes e Antunes.

Médios Centro: Palhinha, Bragança, Matheus Nunes e Pedro Gonçalves.

Interiores: Tiago Tomás, Jovane e Nuno Santos.

Ponta de lança: Sporar.

 

O último jogo tornou óbvia a falta de Sporar no onze. Por outro lado, Neto esteve abaixo do exigível, Matheus Nunes não pode jogar sempre a alta rotação, alguma rotatividade deverá existir, e João Mário também precisa de minutos para recuperar o tempo perdido.

Por isso a minha aposta seria:

Adán; Quaresma, Coates e Feddal; Porro, Palhinha, João Mário e Nuno Mendes; Pedro Gonçalves, Sporar e Nuno Santos.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo em Alvalade para tentar alcançar a quinta vitória na Liga.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

SL

Amanhã à noite em Alvalade

Ainda há pouco a equipa regressou de Ponta Delgada e já está a preparar o desafio de amanhã, agora com o Gil Vicente que no fim de semana muito complicou a tarefa ao Porto.

É o segundo desafio da tal sequência de quatro jogos acessíveis que o Sporting tem que aproveitar para integrar os lugares da frente. Para já e ganhando, ficamos isolados na 2ª posição. Mas não vai ser fácil.

No ano passado demo-nos mal com o Gil Vicente em Barcelos, até pelo equipamento é uma equipa parecida com o Santa Clara, o jogo deverá ser de sentido único, mas as ofertas podem pagar-se caro.

A táctica será o 3-4-3 do costume, mas o espírito tem de ser resolver o jogo bem depressa e descansar com bola o resto do tempo.

 

Como de costume nestes posts, não faço ideia quem vão ser os convocados por Amorim, Quaresma e Antunes estão lesionados, João Mário impedido de jogar por inscrição tardia, Vietto já se foi (felicidades), os restantes parecem estar em condições. Imagino então que sejam mais ou menos os seguintes:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Coates, Neto, Feddal e Inácio.

Alas: Porro, Nuno Mendes e Antunes.

Médios Centro: Palhinha, Bragança, Matheus Nunes e Pedro Gonçalves

Interiores: Tiago Tomás, Jovane e Nuno Santos

Ponta de lança: Sporar

 

No último jogo, se calhar pela primeira vez que faço esta rubrica, acertei no onze. Para amanhã, admito algumas alterações porque este modelo do falso ponta de lança por um lado começa a ser percebido, por outro Jovane está longe do que pode fazer.

Então no meu onze colocava o único ponta de lança que temos. Já provou que marca golos, sem jogar não ganha confiança, sem confiança não joga nada, e muito menos marca.

No banco ficava com Bragança, Jovane e Tiago Tomás para, se necessário, cair em cima do Gil na 2.ª parte. 

Adán; Neto, Coates e Feddal; Porro, Palhinha, Matheus Nunes e Nuno Mendes; Pedro Gonçalves, Sporar e Nuno Santos.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo em Alvalade para tentar alcançar a quarta vitória na Liga.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

SL

Amanhã à noite em Ponta Delgada

Ultrapassado que foi com o sucesso possível o difícil compromisso com o Porto, o Sporting inicia amanhã uma sequência de quatro jogos acessíveis, com Santa Clara, Gil Vicente, Tondela e e Guimarães, que poderão consolidar fisica e animicamente uma equipa muito castigada pela pandemia e catapultá-la para uma época de acordo com as tradições do Sporting.

No ano passado demo-nos bem com o Santa Clara, mas os rivais e concorrentes já não podem dizer o mesmo. Trata-se duma equipa bem orientada que sabe jogar e sempre causa dificuldades.

A estratégia deverá ser aquela que sempre deu bons frutos contra estas equipas, entrar com tudo e bem depressa, chegar à vantagem e depois gerir o resultado. Sir Bobby Robson dizia aos jogadores que o primeiro canto tinha que ser nosso.

Como de costume nestes posts, não faço ideia quem vão ser os convocados por Amorim, que já pode estar no banco depois de não ter contido a indignação no roubo de igreja em Alvalade, Quaresma e Plata estão lesionados, Porro, Feddal e Nuno Santos andaram em tratamento, mas imagino que sejam mais ou menos os seguintes:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Coates, Neto, Feddal e Inácio.

Alas: Porro, Nuno Mendes e Antunes.

Médios Centro: João Mário, Palhinha, Bragança, Matheus Nunes e Pedro Gonçalves

Interiores: Tiago Tomás, Jovane e Nuno Santos

Ponta de lança: Sporar

 

Sendo assim, e com a insistência de Amorim num falso ponta de lança, que pode resultar bem melhor nos jogos fora do que em casa, prevejo que a equipa seja a mesma do último sábado:

Adán; Neto, Coates e Feddal; Porro, Palhinha, Matheus Nunes e Nuno Mendes; Pedro Gonçalves, Jovane e Nuno Santos.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo em Ponta Delgada para tentar alcançar a terceira vitória na Liga.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

Na semana passada ninguém conseguiu acertar no onze inicial, vamos ver agora o que acontece.

 

PS: Notícia de última hora. Vietto estará de saída, pelo que se despede do Sporting com o golo do empate frente ao Porto no último sábado. Que seja feliz nas Arábias, pelo menos rico ficará com o que vai ganhar.

SL

Amanhã à noite em Alvalade

Fora da Europa e remetidos às provas caseiras, depois do interregno da Liga pelos compromissos com as selecções, vamos tentar dar sequência às vitórias obtidas com mais uma agora perante o campeão da época passada, o mesmo a que há um ano e picos ganhámos duas taças, para grande azia do morcão de serviço.

Saiu Wendel, entrou João Mário, uns estão curados do Covid outros não sei, uns estão lesionados outros parece que não, isto está realmente uma grande confusão. Mas se calhar no Porto também, só que no Sporting tudo se sabe, tudo é notícia. Sintam-se à vontade para alterar o vosso prognóstico conforme o que se for sabendo.

Eu estou por enquanto a 400 km de casa, bem mais perto do Dragão do que de Alvalade, mas farei os possíveis por chegar a tempo de sofrer em frente da TV, ansiando pelo dia em que voltarei a ocupar o meu lugar na bancada.

 

Para já, imagino que os convocados sejam mais ou menos os seguintes:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Coates, Neto, Feddal e Inácio.

Alas: Porro,  Nuno Mendes e Antunes.

Médios Centro: João Mário, Palhinha, Bragança, Matheus Nunes e Pedro Gonçalves

Interiores: Plata, Vietto e Tiago Tomás

Ponta de lança: Sporar

 

Sendo assim, prevejo que a equipa seja a seguinte:

Adán; Neto, Coates e Feddal; Porro, Palhinha, Matheus Nunes e Nuno Mendes; João Mário, Nuno Santos e Vietto.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo em Alvalade para tentar alcançar a liderança da Liga.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

SL

Amanhã à noite em Portimão

Fora da Europa e remetidos às provas caseiras, vamos tentar dar sequência à última vitória em Paços de Ferreira com mais uma, na sempre complicada deslocação a Portimão.

Pelos vistos Wendel está de saída para o Zenit, Ristovski e Borja poderão também sair, Jovane sempre a curar mais uma lesão, alguns dos confinados poderão estar disponíveis. Estão à vontade para alterar o vosso prognóstico conforme o que se for sabendo.

 

Para já, imagino que os convocados sejam mais ou menos os mesmos de quinta-feira:

Guarda-redes: Adán e Max.

Defesas Centrais: Coates, Neto, Feddal e Quaresma.

Alas: Porro,  Nuno Mendes, Antunes.

Médios Centro: Bragança, Matheus Nunes e Pedro Gonçalves

Interiores: Plata, Vietto e Tiago Tomás

Ponta de lança: Sporar

 

Sendo assim, prevejo (ou melhor, gostaria que existisse) um refrescamento significativo da equipa relativamente ao jogo de quinta-feira:

Max; Neto, Coates e Feddal; Porro, Matheus Nunes, Pedro Gonçalves e Nuno Mendes; Nuno Santos, Sporar e Tabata.

 

Concluindo,

Amanhã o Sporting entra em campo em Portimão para conquistar os segundos três pontos na Liga.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

SL

Amanhã à tarde em Paços de Ferreira

Depois de ultrapassarmos o Aberdeen no acesso à Liga Europa, vamos iniciar a Liga com a sempre complicada deslocação ao Paços de Ferreira. Com tudo o que estamos a passar, não vai ser fácil.

Não faço mesmo ideia de como está a situação da quarentena forçada de alguns jogadores e de Rúben Amorim: estão à vontade para alterar o vosso prognóstico conforme o que se for sabendo. Para já, imagino que os convocados sejam mais ou menos os mesmos de quinta-feira:

Guarda-redes: Adán e ?.

Defesas Centrais: Coates, Neto, Feddal e ?

Alas: Porro, Ristovski, Nuno Mendes, Antunes.

Médios Centro: Wendel, Bragança, Matheus Nunes e ?

Interiores: Jovane, Plata, Vietto e Jovane e Tiago Tomás

Pontas de lança: Sporar

 

Sendo assim, prevejo a repetição do onze de quinta-feira sem um ponta definido.

Adán; Neto, Coates e Feddal; Porro, Matheus Nunes, Wendel e Nuno Mendes; Tiago Tomás, Jovane e Vietto.

 

Concluindo,

Amanhã à tarde o Sporting entra em campo em Paços de Ferreira para conquistar os primeiros três pontos na Liga.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

SL

Amanhã à noite em Alvalade

Finalmente vamos ter o primeiro jogo oficial da temporada, e logo uma partida decisiva no que diz respeito ao acesso à Liga Europa, contra o Aberdeen, uma equipa escocesa já com quatro ou cinco jogos oficiais realizados. Não vai ser fácil.

Vamos então recomeçar esta série de posts, ainda sem conhecimento dos convocados, sabendo que os recentemente afectados por este maldito vírus estarão de fora, incluindo o Rúben Amorim. Estão à vontade para alterar o vosso prognóstico conforme os imprevistos. Convocados esses que devem ser mais ou menos os seguintes, com as incógnitas de quem vão ser os da equipa B que se vão sentar no banco:

Guarda-redes: Adán e ?.

Defesas Centrais: Coates, Neto, Feddal e ?

Alas: Porro, Ristovski, Nuno Mendes, Antunes.

Médios Centro: Wendel, Bragança, Matheus Nunes e ?

Interiores: Jovane, Plata, Vietto e ?

Avançados: Sporar e Tiago Tomás.

Com tantos ausentes, não deve ser difícil adivinhar o onze, onde coloco o Risto, pela rodagem que foi tendo na sua selecção e esperando que seja desta que lhe deixe de chamar burro ou coisa pior:

Adán; Neto, Coates e Feddal; Ristovski, Matheus Nunes, Wendel e Nuno Mendes; Jovane, Sporar e Vietto.

 

Concluindo,

Amanhã à noite o Sporting entra em campo em Alvalade para ultrapassar o Aberdeen no acesso à Liga Europa.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

SL

Amanhã à noite na Luz

Estamos na recta final deste campeonato atípico e trementadamente marcado pela pandemia. Temos amanhã mais um derbi lisboeta, na casa do adversário, onde já não ganhamos desde aqueles 3-0 na 1ª época de J.Jesus e onde eu estava com o meu sobrinho benfiquista na bancada da rapaziada dos Diabos Vermelhos (?), no 1º anel do estádio e mesmo por detrás da baliza onde lhes enfiámos as 3 batatas. Muito tive de me conter para sair de lá vivo e com saúde, mas a tarimba já é muita e tudo correu bem. 

Nesta época pessimamente preparada e marcada por erros de casting colossais, que deveriam ter tido como consequência a saída de Hugo Viana no momento certo, o Sporting conseguiu perder todos os jogos com os rivais, a começar pelo 0-5 da Supertaça. Sendo assim, amanhã a nossa equipa jovem e recheada de talento mas com um deficit tremendo de experiência e qualidade em posições chave, muito vai ter de se superar para sair de lá com um resultado favorável.

Não existiram prognósticos certos no último jogo. Ninguem em perfeito juizo iria dizer que iriamos ter um ataque formado por F.Geraldes, T.Tomás e Plata, mas entre as lesões, as opções e os (derradeiros ?) testes aconteceu assim, com o mau resultado que conhecemos.

Vamos então a nova ronda, sem conhecimento dos convocados. Estão à vontade para alterar o vosso prognóstico conforme os imprevistos. Convocados esses que devem ser mais ou menos os seguintes:

Guarda-redes: Maximiano e Renan.

Defesas Centrais: Coates, Neto, Quaresma, Borja e Ilori.

Alas: Camacho, Ristovski, Nuno Mendes, Acuña.

Médios Centro: Battaglia, Wendel, Doumbia, Matheus Nunes.

Avançados: Jovane, Plata, Vietto, Sporar e Tiago Tomás.

 

Com os regressos previsíveis de Sporar e Jovane, vamos ter todo o plantel disponível para o jogo, com excepção do LP29. Porque continuo a ver um grande desperdício em ter Acuña a defesa central esquerdo e Nuno Mendes está a perder gaz, prevejo o seguinte onze:

Max; Quaresma, Coates e Borja; Ristovski, Matheus Nunes, Wendel e Acuña; Jovane, Sporar e Vietto.

 

Concluindo,

Amanhã à noite o Sporting entra em campo na Luz para garantir pelo menos 1 ponto e assegurar o 3.º lugar na Liga, independentemente do resultado do adversário directo.

Considerando o sistema táctico de Rúben Amorim, qual seria o vosso onze?

SL

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D