Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

O que dizem eles

 

« Vim despedir-me das pessoas com quem trabalhei com todo o gosto neste 17 meses. Não saio magoado com ninguém. Afinal, esta é a minha Direcção, é o meu presidente e é o meu clube. A Direcção de Godinho Lopes tem de ir até ao fim, apesar de todos os problemas e até das críticas dos profissionais da maledicência, dos notáveis da má-língua, que criam um clima de guerrilha permanente ».

 

-    Luís Duque    -

 

Observação: Perante tudo que já é do conhecimento público - pese o que não é - a apreciação às palavras do demissionário Administrador-Geral da Sporting SAD, fica ao critério de cada um.

 

O que dizem eles

 

« É complicado trabalhar no Sporting porque todos não estão unidos com a vista a um objectivo comum. Parece que o Sporting é muitos clubes dentro de um. Godinho Lopes tem sido contestado mas, tirando João Rocha e Sousa Cintra, que presidente não foi contestado. Vercauteren foi um grande jogador e como treinador já ganhou títulos. Ele vai ter um grande desafio, mas irá precisar de tempo. As decisões do futebol devem ser centralizadas e, nesse sentido, Godinho Lopes assumir a pasta do futebol é positivo ».

 

-    Costinha    -

 

Observação: Palavras de quem tem conhecimento de causa, pelo seu consulado como director desportivo do Sporting, e não só.

 

O que dizem eles

« Vercauteren é um bom treinador e que já teve bastante sucesso. Ele ganhou campeonatos no Anderlecht, mas sobretudo no comando do Genk há dois anos. Foi uma grande surpresa, ninguém esperava isso. Ele trabalha até aos limites e deu grande esperança. Gosta de jogar futebol ofensivo, mas sempre com uma boa organização. Fizeram uma boa escolha. É um treinador esperiente e pode fazer boas coisas no Sporting.
-    Filip Alfons De Wilde    -
Observação: As palavras do ex-guarda-redes do Sporting que já teve ocasião de fazer parte da equipa técnica de Franky Vercauteren.
 

O que dizem eles

 

« Falhou a escolha do treinador Domingos e a hipótese Sá Pinto, que no final parecia mais preocupado com a sua imagem do que levar a equipa para a frente ».

 

-    Eduardo Barroso    -

 

Observação: Fui crítico da escolha de Ricardo Sá Pinto logo à partida - pela sua inexperiência - mas nunca questionei a sua dedicação, devoção e o seu querer vencer. Aparentemente, o seu «coração de leão» não convence todos.

 

O que dizem eles

 

«Eu, pessoalmente, morria por Sá Pinto. No momento em que ele saiu, eu também tinha de sair. Após a derrota na final da Taça de Portugal, nunca vi Sá Pinto a ser protegido pela estrutura.»

-    Paulo Futre    -

 

Observação: Alguém deveria perguntar ao mais recente «chicho-da-ronda» cá do burgo, se foi o Shah do Irão que renovou o contrato de Sá Pinto até 30 de Junho de 2014, escassos dias após a referida derrota no Jamor. Mas, de maior significância - e algo que me tem vindo a perturbar desde o acto eleitoral - quem é Paulo Futre, em contexto, qual é a sua moral para surgir a falar quase como a voz da consciência sportinguista e a que se deve a sua insólita inclusão na lista de um dos candidatos à presidência do Clube? Isto, considerando que após oito anos na formação e uma época na equipa principal, abandonou Alvalade para seguir rumo para o Norte, e também não esquecendo o seu posterior ingresso no clube da Luz.

O que dizem eles

 

« Sinto-me ofendido por Pepe e dói-me que ele diga isto ( que simulei ), pois nem eu nem os meus colegas fazemos teatro ».

 

-    Andrés Iniesta    -  

 

Observação: É um excelente jogador, indubitavelmente, mas deve limitar a sua esfera de actividade às quatro linhas, já que é evidente que o oratório público não é o seu forte. O Barcelona, além dos enormes talentos ao seu dispor, tem o maior leque de «artistas de teatro» jamais vistos numa só equipa de futebol. Esta do Iniesta, obedece à velha matreira tática: quando acusado, acusa o acusador. Apesar da sua grandiosidade, é uma equipa que pelo seu estilo de jogo exige, e tem, aliás, o constante benefício da dúvida pelas arbitragens, já para não dizer protecção, tanto na Espanha como na Europa . Ao que «fair-play» concerne, a começar com Daniel Alves, a passar por Alexis Sanchez e a acabar em Pedro, com Messi pelo meio a mudar a posição da bola três ou quatro vezes, pela marcação de qualquer livre, é um conceito que não existe no Barça. Por algum motivo, sempre que uma falta é assinalada, os jogadores da equipa da Catalunha fazem reunião em torno do árbitro.

Não deixa de ser curioso que Jim Boyce, vice-presidente da FIFA, venha a público denunciar as constantes simulações de Luis Suárez do Liverpool, quando nunca se ouviu um semelhante reparo em relação aos jogadores do Barça.

O que dizem eles

 

«Decidi ficar por acreditar no projecto que tem sido desenvolvido desde que cheguei aqui.»

 

-    João Moutinho    - 

 

Observação: Pois... e um burro tem asas. A resposta de Moutinho quando questionado sobre a sua não transferência no verão. A meu ver, ele sairá quando e para onde Pinto da Costa muito bem entender e, sobretudo, pela possível inclusão num qualquer «pacote» finório que permita minimizar o montante da percentagem da pertença do Sporting. Entretanto, o seu suposto empresário, Pini Zahavi, disse que Moutinho estaria disponível para estudar uma transferência para o Zenit em Janeiro, mas que a sua prioridade é o Barcelona. Confrontado com estas declarações, o jogador afirmou que a situação de Pini Zahavi como seu representante «não está resolvida». Reconhece-se que é bom jogador, mas entrar no meio campo do Barcelona?

O que dizem eles

 

«Se daqui para a frente jogarem sempre assim (como jogaram contra o Gil Vicente), o Sporting é um candidato ao título. Jogarão de igual para igual com o Benfica, com o Porto e com os demais. Os jogadores mostraram raça e dinamismo com categoria, com qualidade, que quis sempre ganhar. Foi o arranque para uma grande temporada do Sporting. As críticas à volta de Ricardo Sá Pinto originaram muitas interrogações, o que desgasta a equipa, as pessoas que gostam de futebol, os sportinguistas. Sá Pinto tem as características de que o Sporting precisa: é um vencedor, uma pessoa que transmite confiança, garra e isso é muito importante para qualquer clube. O Sá Pinto procura a união e ontem ficou provado que essa união existe. Há sempre detractores, gente que gosta da desunião para outros fins. Ontem, ficou mais que provado que a equipa está mais que unida e disposta a lutar sempre pelas vitórias».

 

-    José Sousa Cintra    -

 

Observação: Privei pela primeira vez com o ex-presidente do Sporting em Novembro de 1986 numa recepção no então seu Hotel Palace em Vidago. Admito que estava longe da minha imaginação que cerca de três anos mais tarde ele viesse a assumir a liderança do Clube. De certo que é o desejo de todos os sportinguistas que a sua crença sobre a futura competitividade do Sporting se venha a confirmar.

 

O que dizem eles

Como era de esperar e absolutamente natural, até salutar, diga-se, existe um vasto leque de considerações no universo sportinguista sobre este momento desportivo de menor agrado. Em última análise, será justo adiantar que todos os argumentos que têm surgido na praça pública por figuras associadas à história do Sporting têm uma boa dose de legitimidade e fundamento. É possível discordar com algumas questões pontuais mas, na realidade, não se trata de uma temática em que um tem mais razão do que outro, mas sim perspectivas diferentes da essência do problema e das medidas a tomar para o eliminar. Apresento aqui mais três pareceres por pessoas que opinam assente em experiências diferentes no Clube:

 

Jorge Gonçalves - « Sá Pinto tem muita margem de manobra, pois não vejo qualquer perigo eminente, a menos que seja alimentado pelos adversários do Sporting. Só eles podem estar interessados em abrir uma crise. No Clube se está a fazer um trabalho sério. Não vemos o Sporting no lugar que lhe compete, mas já estamos habituados. Tudo isto acabou por ser fruto de uma série de transformações na equipa. Acho que temos que dar tempo para que o Sá Pinto consiga ligar tudo ».

 

Fernando Mendes - « É confrangedor ver o Sporting jogar desta maneira. Não tem ideias. Não sei de quem é a culpa, mas aquela equipa tem mais para dar e jogadores com qualidade para fazer melhor. Não se pode perder pontos com equipas acessíveis. É um facto que as coisas por vezes não correm bem quando se falha alguns golos, mas a falta de sorte é uma justificação que já chateia ».

 

Octávio Machado - « Tenho a convicção que o Sporting vai encontrar a forma de ultrapassar a crise de vitórias. Vai resolver-se. Ninguém tem em conta aquilo que são as alterações no plantel, jogadores jovens que têm de ter o seu espaço de adaptação à cidade, ao Clube e aos colegas e tudo isto necessita de tempo. Conciliar tempo com resultados é incompatível. São situações pontuais qur Sá Pinto já detectou e vai resolver. O Sporting é um clube enorme com uma massa associativa dedicada ».

  

O que dizem eles

 

Um dos suspeitos usuais da comunicação social cá do burgo - Record - não consegue suprimir o seu delírio pela exibição do Sporting frente ao Basileia, com nada menos do que sete manchetes a sublinhar o mesmo evento:

 

- Tolerância zero para Sá Pinto e jogadores.

 

- Festival só mesmo de assobios ao treinador e à equipa.

 

- Prova que o estado de graça já lá vai.

 

- Cântico passa a «Aperta mas é contigo Sá Pinto».

 

- Marcelo Boeck «destrói» banco.

 

- Rojo levou Sá Pinto ao desespero.

 

- Leão nem na Europa se safa.

 

O outro periódico da «família» - Correio da Manhã - para não ficar atrás: «Mais tiros no pé de leão em crise».

 

Dá para imaginar que se em vez do empate tivesse sido uma derrota, o número de manchetes triplicaria, mais os «ameaços». Pelo positivo, no entanto, podemos dormir tranquilamente, conscientes de que certas coisas nunca mudam. E... quase me esquecia da outra notícia de grande relevo: « O Tacuara faz «poker» na goleada aos Bês». Para quem não indentifica este jogador benfiquista, «Tacuara» é o seu cognome quando marca golos. Quando fica em branco no marcador é apenas Cardozo.

 

O que dizem eles

 

«Se a Catalunha alcançar a independência, não tenho dúvidas de que o Barça continuará a disputar a Liga, como sucede com o Mónaco no campeonato francês».

 

-    Sandro Rosell    -

 

Observação: Cada caso cada história mas, dando-se essa eventualidade, será que o governo central espanhol permitirá a continuidade da equipa «blaugrana» na Liga?... Pela vertente desportiva faz sentido, especialmente para o Barça, cuja alternativa será disputar um campeonato com o Espanhol e diversos emblemas regionais. Muito por não se poder descartar o histórico fervor político, não partilho da convicção do presidente do Barcelona.

 

Além do mais, manifestações indecorosas como a de Alfons Godall não irão ajudar a causa. Obviamente frustrado pela vitória do Real Madrid sobre o Manchester City, o dirigente do Barcelona durante a presidência de Joan Laporta afirmou: «É lamentável ver o psicopata festejar golos como se fosse um jogador. Deve ser para compensar a frustração de ter sido um jogador tão mau. Nos últimos cinco minutos, e aos trambolhões, a equipa do psicopata salvou os três pontos. Que pena!»

 

O que dizem eles

 

Dias da Cunha - « Admitir a substituição do treinador é insistir nos erros que o Sporting tem cometido nos últimos anos. Sá Pinto está a ser atacado injustamente, pois uma equipa leva tempo a formar-se. o Sporting tem um grupo muito jovem com uma média de 22 anos e alguns jogadores só nesta época estão a actuar juntos. Não tenho razões para pensar que o FC Porto e o Benfica têm melhores equipas.

 

Abílio Fernandes- « Acho que Sá Pinto tem de pensar seriamente no que anda a fazer. Ainda não conseguiu ganhar nada e, no ano passado, perdeu a Taça, pois quem levou a equipa à final foi o Domingos Paciência. Este ano começou pessimamente a época e não estou a ver bons horizontes, para o Sporting e para Sá Pinto. Talvez lhe falte experiência. Ele estava a fazer um bom trabalho nos juniores, mas lidar com miúdos não é o mesmo de lidar com profissionais de barba rija, que sabem o que querem ». 

Carlos Xavier - « Em meu entender não é uma crise de jogo, é uma crise de pontos. É necessário fazer um jogo mais inteligente. A equipa até não está a jogar mal, mas tem um jogo muito mastigado. Os jogadores têm que pressionar mais e levar o jogo mais à frente. Têm de abrir mais espaços para Carrillo.  Falharam oportunidades de matar o jogo, depois sofreram ». 

 

Augusto Inácio  « O Sporting reforçou-se bem mas falta-lhe um ponta de lança. À medida que os jogos vão avançando e as vitórias não chegam, os jogadores vão perdendo a confiança. É mais um problema de acreditar do que de qualidade. O Sporting está num grupo da Liga Europa com equipas vulgares. O Sporting é a equipa mais forte. O Basileia é muito, muito frágil. Desceu muito de qualidade. O Sporting tem tudo para ganhar.

 

O que dizem eles

 

«Pelé era melhor que Messi e Cristiano Ronaldo. Messi e Ronaldo são grandes jogadores com características diferentes. Messi é mais técnico, um jogador de área, consegue driblar com pouco espaço e jogar a seu gosto. Cristiano é mais físico, mais atrevido, muito rápido, define e finaliza jogadas e joga bem com os dois pés. Pelé era magniífico. O que tinha de melhor era a capacidade de fazer golos. É o melhor. Maradona ? vi-o jogar muitas vezes, gostava do seu drible, era fenomenal ».

 

-    Alfredo Di Stefano    - 

 

Observação: Até há quem diga que ele próprio é o melhor jogador de todos os tempos, mas concordo com a sua apreciação tanto quanto à distinção meritória de Pelé como na que concerne Messi e Cristiano Ronaldo.

 

O que dizem eles

 

 

« A decisão de recusar propostas por cinco jogadores no último defeso, de forma a não hipotecar o projecto desportivo da equipa, é completamente certa. Independentemente dos problemas financeiros e do jeito que possa dar a entrada de dinheiros com transferências de jogadores, tem de se fazer uma escolha. Se assim não for o Sporting estará, permanentemente, a recomeçar a formação de uma equipa. Os primeiros jogos do campeonato não foram bons, pois perdemos cinco pontos por culpa. Os jogadores têm qualidade, mas qualquer deles faz uma asneira que o Sporting paga caro. Isto é típico de uma equipa em formação. Por isso, espero sinceramente que o Sá Pinto consigar consolidar uma equipa».

-    Dias da Cunha    - 

 

Observação: Esperamos todos que assim seja, a começar já no próximo jogo frente ao Marítimo. 

O que dizem eles

 

« Estou a ver o Dia Seguinte e estou incrédulo sobre a exposição mediática que fazem do nosso Clube. Para mais, como se não bastassem os ataques dos inimigos, esta vem de quem (Paulo Andrade) tem por dever proteger. Enquanto os outros se unem em torno de um ideal, de um clube, ou, se quiserem, do tão apregoado amor, os nossos ex-dirigentes, ex-capitães, ex-jogadores, ex-qualquer coisa, decidem-se sempre pela via da qual advém mais protagonismo...a crítica negativa. Tenham juízo e se o quiserem dizer aproveitem os minutos nas assembleias. Juntos somos mais e melhores. Se não quiserem ajudar a construir, pelo menos não destruam !!! ».

 

-    João Benedito    -

 

Observação: O grande capitão da nossa equipa de futsal já disse tudo e de modo bastante esclarecido.

 

O que dizem eles

 

« Já disse maravilhas de Falcão na época passada. Vi o jogo do Atlético de Madrid e das condições de Falcão já falei há algum tempo. Da maneira como jogamos, é difícil manter um futebolista como ele, para apenas actuar em determinados encontros, ou seja, teríamos de mudar o nosso estilo de jogo para que pudesse jogar sempre ».

 

-    Tito Vilanova    -

 

Observação: O novo treinador do Barcelona aparenta ter um discurso menos cínico do que o seu predecessor e preza verificar que finalmente surge alguém do Barça a admitir aquilo que muitos adeptos recusam aceitar. Nomeadamente que a equipa espanhola deliberadamente não tem um único ponta-de-lança no plantel e raramente aparece com um avançado - por norma, Alexis Sanchez ou David Villa - a preencher esporodicamente essa posição. É evidente que o sistema tem resultado para o Barcelona - não há argumentos nesse sentido - pelo menos com o lote de jogadores que tem tido, mas não sei o que diz sobre o futebol, quando o próprio técnico admite que um jogador de classe mundial como o Falcão não poderia entrar na sua equipa...pelo sistema de jogo. Embora aplaude o sucesso dos portugueses do Real Madrid, sempre fui adepto do Barcelona, desde os tempos de Johan Cruyff, mas confesso que não obstante o sucesso do clube em anos mais recentes com o seu famoso estilo, detesto ver o futebol ser tratado desta maneira. Ter um Lionel Messi vai longe para atenuar a situação - a época passada marcou quase metade dos golos da equipa na Liga (50/114), além das assistências, e o mais próximo dele foi precisamente o já referido Sanchez, com apenas 11- mas, sem ele, não sei o que seria. Já o disse e repito que apenas resulta enquanto for uma ou poucas equipas a praticá-lo, caso contrário, teremos muito mais do que se assistiu recentemente na segunda-parte da Supertaça de Espanha. Simpatias clubísticas à parte, custa-me a acreditar que o verdadeiro amante do futebol aprecie o estilo de jogo da equipa catalã. 

 

O que dizem eles

 

«Foi o FC Porto quem recusou 50 milhões por Hulk do Zenit. Acho ridículo ouvir-se que o conselho do Zenit não autorizou os 50 milhões, isto quando estiveram dois dos seus representantes com uma proposta desse valor pelo jogador. Por essa verba posso garantir que nem para o Zenit nem para outro clube sairá ».

 

- Jorge Nuno Pinto da Costa -

 

Observação: Considerando o estado crítico dos clubes portugueses - sem excepções - os respectivos passivos e a cada vez maior dependência em fundos para sustentar a compra de activos, ilude a imaginação que 50 milhões de euros tivessem sido recusados. Sendo verdade, no entanto, a decisão só poderá ser atribuída ao custo base do jogador - cerca de 22 milhões de euros por 85% do passe - e ainda a outros não divulgados factores que poderão condicionar a expectável liquidez de um qualquer eventual negócio. Pela reconhecida destreza do presidente do FC Porto a operar na periferia da verdade, a plausibilidade de cenários quanto a Hulk, e outros, é infinita.

O que dizem eles

 

«Se fosse ao contrário, era uma uma revolução em Portugal.»

 

-    Fernando Oliveira   -

 

Observação: O presidente do Vitória de Setúbal pode não ter razão em tudo mas, em abono da verdade, quantas vezes Luisão, Javi Garcia e Maxi Pereira merecem ser expulsos e não são?... Apenas clamar que há uma dualidade de critérios, não explica a causa à raiz deste «estado de graça». Já que mais ninguém o admite, Jorge Jesus não hesita em colorir o ambiente com esse reconhecimento. Dois jogos da Liga, duas sessões de gabos resplandecentes dirigidos à arbitragem. Até porque ele «detesta» jogar contra dez... estraga-lhe a táctica!

O que dizem eles

 

Miguel Albuquerque - Director do Futsal do Sporting

 

« Mais um péssimo espectáculo da modalidade. Peço desculpa à organização do torneio pelo feio espectáculo apresentado pelas duas equipas. O futsal é uma modalidade em ascensão e nós, agentes da modalidade, aproveitámos este mediatismo para matar a modalidade. Castiguem quem tem de ser castigado, quer de um lado, quer do outro, mas castiguem. Isto tem de ser feito, senão este sentimento de impunidade não vai acabar. No dia que isso acontecer, eu sei muito bem quem vai sofrer mais castigos. Há gente muito mal formada nesta modalidade que, com a sua má formação, se tem escondido atrás dos emblemas para explanar toda a sua mediocridade. Ainda vamos a tempo de fazer alguma coisa pela modalidade, mas parece que as possibilidades estão quase todas esgotadas ».

 

Observação: Também por isto, somos diferentes. O Sporting derrotou o Benfica 8-7 nas grandes penalidades e conquistou o Torneio Internacional de Lamego. 

O que dizem eles

 

A Bola: Guerreiros nórdicos surpreendem leões.

 

Record: Carrillo evita humilhação na Dinamarca.

 

O Jogo: Leões perdulários.

 

Mais Futebol: Sporting desperdiça e sofre. Azar, precipitação, ânsia, males do passado e medos pelo futuro.

 

Relvado: Sporting tremeu mas «encarrilhou» no fim.

 

Correio da Manhã:  Um empate que coloca os leões em boa posição para passarem à fase de grupos da Liga Europa, embora deixe um travo agridoce dada a valia do adversário.

 

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D