Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Esta gente precisa de tratamento

Fernando-Alves-2-768x512.jpg

 

No sítio do costume, li pérolas como estas, que passarei a citar. Escritas por ressabiados profissionais que ainda se intitulam sportinguistas mas que são incapazes de esconder um ódio visceral ao Sporting, assumindo-se como fiéis da IURB - Igreja Umbilical do Reino do Bruno:

 

..................................................................

 

«Viva o varandismo. Agora somos todos varandetes e varandistas.»

 

«Ganhou o fivelas. É uma crónica de uma vitória anunciada. Faz sentido dar uma chance ao homem mas não consigo. Vê lo a falar faz me urticária.»

 

«O varandinhas lá comecou o mandato a perder. não era de esperar outra coisa, mas é realmente uma desilucão (sic). As leoas mereciam melhor.»

 

«Depois de jogadores, agora temos um presidente que rescindiu com o clube e voltou com um ordenado bem maior.»

 

«Roma paga a traidores… Mas não te esqueças que no circo todos eram jogados aos leões.»

 

«Nunca mais terei de volta o meu orgulho de Sportinguista… porque agora conheço de que massa são feitos os Sportinguistas. Neste momento quem se diz do Sporting causa-me desconfiança.»

 

«Juntar-se ao Varandas é juntar-se a quem destruiu o clube, a quem irá vender a SAD, a quem se aliou aos nossos rivais, a quem tanto prejudicou o clube…. juntar-se ao Varandas é para os bananinhas do novo sporting.»

 

«A pressa na investidura é precisamente para agilizar tudo, para que BdC, mesmo que consiga a reversão, não consiga impedir as negociatas todas que já foram, e ainda serão, levadas a cabo. O varandas é apenas um peão, na mão do sobrinho, do ricciardi, do mendes, etc.»

 

«Bruno de Carvalho é o legítimo Presidente do Sporting, afastado de má fé por uma súcia de oportonistas (sic) que querem dominar a SAD e vender o Sporting Clube Portugal, para com isso lucrarem.»

 

«De este acto eleitoral estar ferido de nulidade que os tribunais terão de ter a coragem de declarar, não me assistem quaisquer dúvidas.»

 

«Os filhos da puta que agora pedem união são os mesmos que andaram 5 anos a dividir o clube e a denegrir tudo e mais alguma coisa.»

 

Os brunecos

20814373_GehcY.jpeg

 

 

Ficaram pior que estragados com a vitória do Sporting em Moreira de Cónegos. E deram largas a essa indignação ontem à noite nas redes sociais. Sempre sob anonimato - algo muito próprio destes "heróis".

Numa caixa de comentários de um dos mais populares blogues leoninos, por exemplo, encontrei isto, que diz tudo sobre esta gente:

 

«Desde que me lembro é a primeira vez que não tenho a menor vontade de ver um jogo do Sporting. Alguns dos que vão jogar podem entrar com a verde e branca vestida (e que bonita está este ano) e o nosso símbolo ao peito (o verdadeiro!), mas não passam de uns mercenários. Não me revejo minimamente nalgumas putas que vão entrar em campo, nem naquelas que ficam no banco (treinador e equipa técnica incluídos).»

 ......

«Destes 11 funcionários que hoje vão trabalhar, só espero que honrem o vencimento que recebem. Não consigo pedir mais nada neste momento.»

  ......

«Força Moreirense! Trucidem o Peseiro e companhia, os verdadeiros Leões choram mas no fundo agradecem porque sabem o que é o melhor!»

  ......

«Jogamos sem lateral esquerdo. Jogamos sem meio campo. A fivela fodeu a cabeçada do Holandês.»

  ......

«[Bruno Fernandes e Bas Dost] podiam meter 50 golos esta época que eu continuo a achar que nunca mais deveriam vestir a verde e branca. Fico contente que ajudem a equipa a ganhar mas não me vão ver aplaudir nenhum desses gajos.»

  ......

«Não festejarei nenhum golo marcado por “retornados”»

  ......

«Podem nascer 10 vezes, para mim serão sempre uns merdas duns traidores peseteros.»

  ......

«Marcaram mas não deixam de ser uns cabrões.»

  ......

«Vou mesmo tirar férias deste clube. Vão-se foder.»

Vieira travestido de melancia atrofiada?

24067910_2086505421572510_6302714537552551621_n[1]

 

Fiquei ontem a saber, pela boca de dois pontas-de-lança da cartilha do Janela instalados nas pantalhas, que existe um "blogue" - que afinal não é blogue - chamado "Sporting Independente".

Fui espreitar a coisa. Deu para ver que é parida em esforço por um iletrado, que chumbaria num exame da antiga quarta classe.

Logo no parágrafo inicial lê-se uma frase sem sujeito e duas monumentais calinadas, do tamanho da dívida benfiquista: «Antes de mais agradecer ao Ventura a publicidade que sem querer deu ao Sporting Independente e com isso conseguiu que mais de um rebanho se junta-se [sic!] aqui á [sic!] causa.»

Não precisei de ler mais: fiquei logo esclarecido. O escriba anónimo é mesmo independente do Sporting - e dependente dos lampiões, ao ponto de se dobrar em vénias ao André Ventura. É também independente da gramática: nem deve imaginar o que isso significa. Diz-se membro de um "rebanho", assumindo não ser leão. E rebola-se em êxtase por fornecer matéria-prima à propaganda do pré-fabricado, patologia que faria qualquer sportinguista procurar tratamento urgente.

"O que passou-se?" Sendo a criatura tão carente de conhecimentos rudimentares da língua portuguesa, questiono-me se tal prosa não será afinal cometida pelo próprio Vieira, travestido de melancia atrofiada. Já "sube" de coisas mais estrambólicas neste país em que muitos viram um porco empoleirado numa pasteleira com pedais.

Lá vêm eles

watermelons-twitter-background[1].jpg

 

Nas vitórias, metem-se num buraco: ninguém dá por eles. Mas basta uma derrota tangencial, às vezes basta até um empate, para aparecerem vindos do nada. À velha maneira sportinguense, pondo tudo em causa: arrasam dirigentes, demonizam treinadores, anatemizam jogadores e profetizam as maiores desgraças à equipa. Como se só isso lhes desse alento.

São os do costume. Os de sempre. Os que vaiaram Robson e contribuíram para que o técnico britânico fosse corrido a meio da época com o Sporting a liderar o campeonato. Os que rasgaram as vestes e prometeram queimar cartões de sócio se um tal Mourinho surgisse como treinador principal em Alvalade.

São os que ainda hoje suspiram de nostalgia pelo amável Sporting dos  36 golos de distância em relação ao comandante da principal prova do futebol doméstico. Os que derramam lágrimas de saudade pelo Sporting bombo-da-festa. Os que dariam tudo para regressarmos ao sétimo lugar - a nossa pior classificação num campeonato.

São os que gostariam de voltar a ter Godinho Lopes como presidente e a dupla Carlos Barbosa-Paulo Pereira Cristóvão na vice-presidência.

Desastrosas foram estas declarações

"Sem dúvida. Desde o início foi o objetivo declarado pelo comando técnico e pelo próprio presidente (sobre a conquista do campeonato nacional). É o foco principal e perfeitamente alcançável. Depois de estar arredado de todas as provas, que tinha condições para discutir, é absolutamente imprescindível vencer o campeonato para evitar uma época desastrosa, em que não se ganha nada." Declarações proferidas por Carlos Xavier ao jornal O Jogo.

O problema de que padece este ex-futebolista do Sporting é o mesmo que ex-dirigentes que se reúnem em jantares com o orelhas: Melancianite aguda (sem cura, infelizemente). 

Desmistificando a "época desastrosa":

1) Somos a actual equipa a deter os últimos dois troféus nacionais disputados (Taça de Portugal e Supertaça). Tendo a Supertaça sido conquistada na presente época. Um troféu já cá canta e ganho aos "amigos" dos jantares (será que o Dias da Cunha também recebeu uma camisola do Eusébio?)

2) (via Sporting Apoio)

"Época 2009/2010 : 28 pontos de distância para o campeão.

 

Época 2010/2011: 36 pontos de distância para o campeão.

 

Época 2011/2012: 16 pontos de distância para o campeão.

 

Época 2012/2013: 36 pontos de distância para o campeão.

 

Época 2013/2014: 7 pontos de distância para o campeão.

 

Época 2014/2015: 9 pontos de distância para o campeão."

Sendo que esta época 2015/2016, estamos na frente com três pontos de avanço.

O trabalho está a ser desenvolvido, com menos temos feito mais do que se podia esperar. Talvez estes resultados sejam desastrosos... para as aspirações de certas pessoas ou facções.
Continuemos em primeiro e pode ser que em Maio deixem de chatear.

A diferença

Até agora, nas vésperas de cada jogo do Sporting, havia sempre imprensa solícita a fazer parangonas com supostas notícias que pudessem afectar o clube.

Da imaginária irritação de Jorge Jesus sobre a hipotética falta de apoio de Bruno de Carvalho à equipa até ao putativo envio de mensagens por telemóvel do treinador a jogadores encarnados, do imaginário aumento da participação da Holdimo no capital da SAD leonina até à delirante "notícia" sobre uma investigação às contas do nosso clube por alegado desrespeito das regras do fair-play financeiro.

Tem valido tudo.

Mas desta vez, na antevéspera do dérbi de hoje em Alvalade para a Taça de Portugal, nem foi necessária a mobilização dos media anti-Sporting: um adepto desconhecido para a esmagadora maioria dos sócios do clube surge a terreiro bradando contra aquilo que qualifica de "incompetência" de Bruno de Carvalho e acenando com o cenário de eleições antecipadas: "Ou o presidente muda de comportamento relativamente àquilo que é o mundo do futebol ou os sócios terão de ponderar se não é necessário mudar de presidente."

 

images[8].jpg

 

Não sei em que planeta vive este adepto. Mas tenho a certeza de que não vive no planeta Sporting.

Se estivesse em sintonia com a realidade leonina, saberia que a nossa equipa lidera há várias semanas o campeonato nacional - a uma confortável distância dos rivais que defrontaremos hoje.

Saberia que com Bruno de Carvalho recuperámos dois dos troféus futebolísticos que há anos nos fugiam: a Taça verdadeira e a Supertaça (após uma seca de sete anos em ambos os casos).

Saberia também que este presidente repôs o Sporting na rota dos resultados orçamentais positivos, reactivou várias modalidades, inaugurou o canal de televisão do clube, avançou com as obras do pavilhão e fez disparar o número de sócios.

 

images[8].jpg

 

Tudo isto.

Alguns acham pouco. Pertencem à mesma facção que levou o clube à beira do abismo e agora tentam desesperadamente recuperar o poder que lhe fugiu por vontade soberana dos sócios.

Conviveram alegremente com o espectro da bancarrota. Agora acompanham com evidente desespero a gestão de Bruno de Carvalho  - incapazes de reconhecer mérito à equipa directiva que devolveu o Sporting ao lugar histórico que lhe cabe no desporto português.

O que têm a oferecer? Retórica inconsequente.

Mas podiam escolher com mais cuidado os momentos em que decidem dar prova de vida, disparando contra o presidente leonino.

Ao menos assim distanciavam-se dos media que costumam atingir-nos nestes mesmos dias anteriores aos grandes confrontos em campo.

Ao menos assim aparentavam ter uns fios de juba que pudessem ocultar as sementes de melancia.

Faria uma enorme diferença.

Vitória inédita

Estamos em festa, claro. Foi a primeira vez que o Sporting venceu por 3-0 o Benfica, na Luz, num jogo do campeonato nacional de futebol. Um resultado semelhante, com triunfo leonino por três golos de diferença fora de casa, registara-se na era dos Cinco Violinos, na já remota época de 1947-48, ainda antes da inauguração do estádio da Luz.

Há quase dez anos que não vencíamos este adversário no seu reduto. Desde 28 de Janeiro de 2006.

 

Mérito de quem?

Dos jogadores, sem dúvida. E de Jorge Jesus, com certeza. Sem esquecer Bruno de Carvalho, naturalmente.

Contra todas as campanhas de ódio. Contra todas as pressões na imprensa pró-SLB. Contra o "fogo amigo" daqueles que - verdes por fora e encarnados por dentro - passaram toda a semana a virar baterias contra o presidente leonino e o treinador que já nos conduziu a duas vitórias em dois meses sobre o nosso mais antigo rival.

Os mesmos

Andam há anos a criticar Bruno de Carvalho por se sentar no banco de suplentes, jogo após jogo.

Agora, quando o presidente do Sporting anuncia que não irá ao estádio da Luz no dia 25, criticam-no por não se sentar no banco de suplentes.

São os mesmos, num caso e noutro. Todos encarnados, embora alguns pintalgados à pressa de verde só para disfarçar.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D