Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Penas e anseios destes dias chatos

Já supunha que, à última da hora, o FC Porto iria fazer com que o assunto Danilo se torcesse a seu favor, manobrando junto dos empresários que detêm 30% do passe do rapaz. É o costume. O SCP fala directamente com ele, o FC Porto impede-o de seguir a sua vontade e dar sequência à promessa que tinha feito ao Jesus. O Marítimo vê-se na obrigatoriedade de vender a parte que falta para a totalidade do passe ao grupo de empresários, que depois coloca o Danilo no FC Porto. Se o futebol não tivesse este tipo de intermediários, o FC Porto perdia 70% da sua força, porque quanto mais opaco for o meio melhor o FC Porto se move. Com o Maxi parece que também ganharam a contenda. É tanta a sofreguidão em secar as hipóteses dos outros que eles acabam por se prejudicar. Veja-se, por exemplo, o Kléber e o Rúben Micael. Na altura, em fase de afirmação, ambos tinham dado um jeitaço ao SCP. Foram para o FC Porto e... flop. Mais do que querer estes jogadores, o FC Porto não quer que eles vão para os rivais. O caso do Maxi é diferente, pela saída do Danilo. E eu até digo: reconhecendo a qualidade do Maxi, e a importância que teria a sua presença na passagem das ideias do Jesus ao sector defensivo, prefiro que ele vá para o FC Porto. Porquê? Não sei bem. Intuição. Custa-me, isso sim, a perda do Danilo. Estava muito esperançado na formação de um bloco William-Danilo, com o segundo a ficar mais atrás e a libertar o primeiro para aquilo que tem de melhor, que é a organização e circulação do jogo. Curiosamente, ontem tinha pensado que era bom contratarmos o Marega e hoje aparece essa hipótese no Record. É um portento físico e está bem longe de ser tosco, com a moral em alta desgasta qualquer defesa. A ida do Jefferson para o Galatasaray cheira-me bem, porque tem um travo a regresso do Bruma, que já percebi não agradar à maioria dos meus colegas de blogue. A mim encher-me-ia de felicidade: é um talento puro que, muito jovem e mal aconselhado, cometeu um erro grave. Cabe-nos mostrar que somos a sua casa, a sua família, e que estamos prontos a fazer o que, no mercado desumano do futebol, outros não fariam: dar-lhe uma segunda oportunidade. Sobre a necessidade de um central, discordo de que nos faça falta um velho. Não quero mesmo o Bruno Alves. Ainda ontem vi o Paulo Oliveira a mandar na defesa dos sub-21 e reforcei a ideia de que ele e o Ewerton têm margem para crescer e formar a melhor dupla de centrais em Portugal. Com o Tobias na sombra e outro, sim, que poderá e deverá ser bom, e até experiente, mas nunca velho, estaremos recomendáveis. E, sobretudo, convém que não compremos Taarabts e Carcelas. Bojinovs e Shikabalas já chegam para nos ensinar essa lição.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D