Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Efeito contágio

Já não é só no futebol profissional sénior masculino, que apresenta o pior início de época desde a temporada 1966/1967, com seis derrotas e apenas quatro vitórias em 12 jogos - e acaba de registar um triste recorde de 70 anos com esta eliminação da Taça de Portugal por um adversário do terceiro escalão. O descalabro parece contaminar outros redutos do desporto-rei leonino. No futebol feminino, levámos 3-0 do Benfica. E na Liga Revelação perdemos igualmente frente ao velho rival, por 2-1. Neste caso com a agravante de defrontarmos uma equipa com uma média etária claramente inferior e termos a nossa equipa reforçada (com ou sem aspas) com o craque Rafael Camacho, que custou cinco milhões de euros aos cofres leoninos e praticamente ainda não jogou na equipa principal.

O efeito contágio é tramado.

Invencíveis

21568537_D7ZCR[1].jpg

 

Belém Sad 1 X SCP 2

Notas:

- Nona vitória em nove jogos

- Mais um golo de Pedro Mendes (oito em nove jogos)

- Grande jogo do guarda-redes Diogo Sousa (um penálti defendido)

- Grande assistência de Mitrovski para o segundo golo

- Que grande jogador é Rodrigo.

Revelação mostra imagens desfocadas

Devem os sportinguistas estar gratos à equipa de sub-23 da Académica, sem a qual o Sporting teria a pior defesa da Liga Revelação. Seria um paradoxo assaz curioso, pois também tem o ataque mais concretizador, em igualdade com os jovens do Rio Ave. Justamente aqueles que golearam os leões por 5-2 nesta segunda-feira.

 

Em defesa dos sub-23 leoninos, nove dos 16 golos sofridos até agora ocorreram em circunstâncias muito particulares. Ambos os centrais titulares foram expulsos ontem, a equipa da casa fez o 3-2 no lance livre a punir a falta que valeu o segundo amarelo a Kiki Kouyaté e assinou o 5-2 final no pénalti que levou Tiago Djaló a sair instantes antes do apito final. Algo parecido sucedera em Alcochete, na goleada aplicada pelo Vitória de Guimarães (0-4), também marcada por um balanceamento kamikaze para o ataque em busca de melhor resultado.

 

Que estes resultados se repitam é responsabilidade dos jogadores, alguns dos quais com grande potencial, mas também de José Lima e da equipa técnica por si comandada. E se o ataque vai sobrevivendo à falta de aposta num avançado de raiz (depois do empréstimo de Leonardo Ruiz os suplentes Pedro Marques e Pedro Mendes têm sido preteridos, em favor da adaptação de Mitrovski), devido à magia de Elves Baldé (ausente ontem por estar a cumprir castigo), aos coelhos tirados da cartola pelos intermitentes brasileiros Paulinho e Marco Túlio, e ao futebol que Daniel Bragança, Miguel Luís e Mitrovski têm nos pés, mais atrás percebe-se uma falta de coordenação que torna qualquer resultado possível e os jogos dos sub-23 impróprios para apostadores cardíacos.

 

O próximo jogo é já no sábado, às 11h00, recebendo em Alcochete um Estoril-Praia que tem um ponto a mais e chega na quarta posição. Sem desprimor para nenhum dos cinco titulares da linha defensiva na deslocação a Vila do Conde (Vladimir Stojkovic, Thierry Correia, Kiki Kouyaté, Tiago Djaló e Abdu Conté, que foi o melhor de todos eles), seria boa ideia aproveitar a obrigatória alteração nos centrais expulsos e fazer um ‘reboot’ completo e dar oportunidades aos menos utilizados. Numa competição que, sendo para vencer, deve servir para testar a capacidade dos talentos da formação, há que fazer o possível por não deixar ninguém para trás. 

 

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D