Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Pódio 2014/15: Nani, William, Carrillo

Em jeito de balanço, aqui fica a lista dos jogadores que receberam a menção de melhores em campo no último campeonato pela soma das classificações atribuídas pelos diários desportivos após cada jornada:

 

Nani: 5

William Carvalho: 5

Carrillo: 4

Montero: 3

Jefferson: 3

Adrien: 2

Carlos Mané: 2

Ewerton: 2

Miguel Lopes: 2

João Mário: 2

Rui Patrício: 1

Slimani: 1

Tobias Figueiredo: 1

 

A Bola: William Carvalho (4), Carrillo (3), Nani (3), Adrien (2), Montero (2), Carlos Mané, Ewerton, Miguel Lopes, Tanaka, Tobias Figueiredo

Record: Nani (4), João Mário (3), Montero (2), Carrillo (2), William Carvalho (2), Adrien, Cédric, Carlos Mané, Ewerton, Miguel Lopes, Tobias Figueiredo

O Jogo: Nani (5), Adrien (2), Ewerton (2), Montero (2), Carlos Mané, Jefferson, Miguel Lopes, Slimani

 

Nota 1: só comecei a fazer estas anotações a partir de Janeiro, o que deixa de fora quase toda a primeira volta.

Nota 2: como se comprova, O Jogo não aprecia muito William Carvalho...

 

Na Liga 2015/16, prestes a iniciar-se, tenciono fazer a ronda completa.

Balanço dos prognósticos 2014/15

Antes do arranque do campeonato nacional de futebol 2015/16, relembro os prognósticos sobre a prestação do Sporting em cada jornada da Liga anterior feitos aqui no És a Nossa Fé. É um passatempo que recomeçará em breve neste blogue, pelo terceiro ano consecutivo.

 

16 de Agosto (Académica,1 - Sporting, 1) ANNóNNymus  

23 de Agosto (Sporting, 1 - Arouca, 0): Ninguém acertou

31 de Agosto (Benfica, 1 - Sporting, 1): Cristina Torrão, Duarte Fonseca e LB

13 de Setembro (Sporting, 1 - Belenenses, 1): Ninguém acertou

21 de Setembro (Gil Vicente, 0 - Sporting, 4): Ninguém acertou

26 de Setembro (Sporting, 1 - FC Porto, 1): Ninguém acertou

4 de Outubro (Penafiel, 0 - Sporting, 4): Iur, Roberto Dias e Sérgio Nunes

26 de Outubro (Sporting, 4 - Marítimo, 2): Ninguém acertou

1 de Novembro (V. Guimarães, 3 - Sporting, 0): Ninguém acertou

9 de Novembro (Sporting, 1 - Paços de Ferreira, 1): Ninguém acertou

29 de Novembro (Sporting, 3 - V. Setúbal, 0): José da Xã e Orlando

5 de Dezembro (Boavista, 1 - Sporting, 3): António Luís e Leão do Fundão

14 de Dezembro (Sporting, 1 - Moreirense, 1): Ninguém acertou

21 de Dezembro (Nacional, 0 - Sporting, 1): Edmundo Gonçalves e Leão do Fundão

3 de Janeiro (Sporting, 3 - Estoril, 0): João António, João Paulo Palha e Orlando

11 de Janeiro (Braga, 0 - Sporting, 1): Octávio e Paulo Gorjão

18 de Janeiro (Sporting, 4 - Rio Ave, 2): Rui Cerdeira Branco

25 de Janeiro (Sporting, 1 - Académica, 0): Paulo Gorjão

1 de Fevereiro (Arouca, 1 - Sporting, 3): António, JC e Leão do Fundão

8 de Fevereiro (Sporting, 1 - Benfica, 1): Ninguém acertou

14 de Fevereiro (Belenenses, 1 - Sporting, 1): Ninguém acertou

22 de Fevereiro (Sporting, 2 - Gil Vicente, 0): Grande Artista Goleador, Octávio, Oa Gomes, Ricardo Cunha e Rui Cerdeira Branco

1 de Março (FC Porto, 2 - Sporting, 0): Ninguém acertou

9 de Março (Sporting, 3 - Penafiel, 2): Ninguém acertou

15 de Março (Marítimo, 0 - Sporting, 1): SempreSCP

22 de Março (Sporting, 4 - V. Guimarães, 1): Rui Cerdeira Branco

4 de Abril (Paços de Ferreira, 1 - Sporting, 1): Ninguém acertou

12 de Abril (V. Setúbal, 1 - Sporting, 2): Leão do Fundão

19 de Abril (Sporting, 2, - Boavista, 1): JC

27 de Abril (Moreirense, 1 - Sporting, 4): Ninguém acertou

2 de Maio (Sporting, 2 - Nacional, 0): Basco, "o Leão"

10 de Maio (Estoril, 1 - Sporting, 1): Rudolfo Dias

17 de Maio (Sporting, 4 - Braga, 1): Ninguém acertou

23 de Maio (Rio Ave, 0 - Sporting, 1): Edmundo Gonçalves

 

CONCLUSÃO:

Houve um grande vencedor, que aproveito desde já para cumprimentar: o nosso leitor LEÃO DO FUNDÃO, destacando-se com nada menos de quatro vitórias. Curiosamente, todas com a nossa equipa a jogar na condição de visitante (Boavista-Sporting; Nacional-Sporting; Arouca-Sporting; V. Setúbal-Sporting).

Merece os parabéns de todos quantos fazem este blogue.

Fica desde já convidado a participar, a nosso convite, no próximo jantar de convívio do És a Nossa Fé.

 

Uma palavra de saudação especial também para o nosso colega RUI CERDEIRA BRANCO, que ficou num honroso segundo lugar - e primeiro, entre os autores do blogue - em matéria de prognósticos na Liga 2014/15: acertou em três. Curiosamente, todos com o Sporting na condição de visitado (Sporting-Rio Ave; Sporting-Gil Vicente; Sporting-V. Guimarães).

Foi pena que ninguém tenha acertado em 15 dos 34 jogos. Esperemos que no campeonato 2015/16 a pontaria se revele mais afinada.

 

Aproveito para recordar que na Liga 2014/14 houve por cá sete vencedores: Bruno Cardoso, Edmundo Gonçalves, João Paulo Palha, João Torres, José da Xã, Lina Martins e Octávio.

Os melhores jogadores da época passada (4)

Balanço dos jogadores do Sporting que se destacaram mais em cada desafio do campeonato 2014/15.

 

Nani: 8 (Sporting-Belenenses; Gil Vicente-Sporting; Sporting-Marítimo; Sporting-Gil Vicente; Sporting-Penafiel; Marítimo-Sporting; Paços de Ferreira-Sporting; Rio Ave-Sporting)

William Carvalho: 6 (Sporting-Rio Ave; Sporting-Académica; Sporting-Benfica; Belenenses-Sporting; FC Porto-Sporting; Sporting-Boavista)

Montero: 5 (Sporting-Paços de Ferreira; Sporting-V. Setúbal; Sporting-Moreirense; Moreirense-Sporting; Sporting-Nacional)

Adrien: 3 (Sporting-Estoril; V. Setúbal-Sporting; Sporting-Braga)

Slimani: 3 (Benfica-Sporting; Penafiel-Sporting; Nacional-Sporting)

Carrillo: 3 (Académica-Sporting; Sporting-FC Porto; Boavista-Sporting)

Carlos Mané: 2 (Sporting-Arouca; Arouca-Sporting)

Rui Patrício: 1 (V. Guimarães-Sporting)

Miguel Lopes: 1 (Sporting-V. Guimarães)

Tanaka: 1 (Braga-Sporting)

Ewerton: 1 (Estoril-Sporting)

Os melhores jogadores da época passada (3)

Antes do arranque do campeonato nacional de futebol 2015/16, relembro os meus apontamentos da época passada. Para recordar os jogadores que se evidenciaram mais em cada desafio.

 

9 de Março (Sporting, 3 - Penafiel, 2): NANI

«Aos 70' marcou de cabeça o golo da vitória, infiltrado na grande área penafidelense, dando a melhor sequência a um bom centro de Carrillo. E festejou este golo à sua maneira, com um duplo moral, revelando incontida alegria. Foi o melhor em campo neste encontro, apesar das faltas sucessivas que foi sofrendo.»

 

15 de Março (Marítimo, 0 - Sporting, 1): NANI

«Mesmo muito marcado, venceu por sistema os confrontos que protagonizou: representa um quebra-cabeças constante para os defesas adversários. O lance que gera o penálti a nosso favor começou a ser construído por ele, com notável temporização de jogo.»

 

22 de Março (Sporting, 4 - V. Guimarães, 1): MIGUEL LOPES

«Óptima primeira parte, coroada com um disparo à barra aos 32' que esteve na origem directa do segundo golo. Movimentou-se muito bem na ala direita, onde actuou como substituto de Cédric, com velocidade e capacidade de drible. E desta vez os centros saíram-lhe com precisão. Um deles, aos 45', conduziu ao terceiro golo, marcado por Slimani. Já tinha sido ele a recuperar a bola, entregando-a a Carrillo, no lance do primeiro golo.»

 

4 de Abril (Paços de Ferreira, 1 - Sporting, 1): NANI

«Jogou muito e bem. E fez jogar os colegas, nomeadamente com a assistência para o golo. A primeira grande oportunidade do Sporting nasce dos pés dele, logo aos 2', com uma assistência para Slimani que viria a ser mal sancionada com fora-de-jogo. Aos 61' fez outra assistência perfeita, desta vez para Carrillo. Aos 69, jogando pela ala direita, tira do caminho três adversários e centra para Slimani. Voltou a jogar com alegria. E é um prazer redobrado vê-lo jogar assim.»

 

12 de Abril (V. Setúbal, 1 - Sporting, 2): ADRIEN

«Deu grande dinâmica ofensiva à nossa equipa, assumindo-se como protagonista na ligação entre a defesa e o ataque. Foi dele o soberbo passe de 40 metros que esteve na origem do segundo golo leonino. Mereceram aplauso diversos outros passes em profundidade, lançando Tanaka (68'), Jefferson (86') e Carrillo (90'), por exemplo.»

 

19 de Abril (Sporting, 2 - Boavista, 1): WILLIAM CARVALHO

«Começou no banco, por opção técnica, mas teve de equipar-se para ajudar a resolver a partida, na segunda metade do encontro, após a expulsão de Tobias Figueiredo que forçou Marco Silva a tirar Tanaka. Funcionando como central improvisado, o jovem internacional cumpriu exemplarmente a missão, como se estivesse rotinado neste lugar: chegou a salvar um quase-golo, aliviando a bola aos 85' com Rui Patrício fora de posição. Deu organização, maturidade e consistência à equipa na fase de construção. Foi o melhor em campo apesar de ter jogado só meia partida.»

 

27 de Abril (Moreirense, 1 - Sporting, 4): MONTERO

«Reapareceu como titular, face à lesão de Slimani, e como marcador de golos. Marcou dois (o segundo e o quarto) e fez assistências para os outros dois. Ainda protagonizou um excelente lance de área ao servir Nani, que disparou de cabeça à figura do guarda-redes (52'). Andava afastado dos golos desde 1 de Fevereiro: fez-lhe bem este defeso e em boa hora Marco Silva o mandou regressar.»

 

2 de Maio (Sporting, 2 - Nacional, 0): MONTERO

«Segundo jogo consecutivo como titular, quatro golos apontados. Voltou a fazer a diferença. Soltou-se muito mais e mostrou-se ao melhor nível no sistema táctico da segunda parte, sobretudo aos 71', quando Marco Silva recuperou o 4-3-3 clássico da equipa. Mas já aos 20' tinha dado o primeiro sinal, rematando de cabeça na sequência de um canto com a bola quase a rasar o poste.»

 

10 de Maio (Estoril, 1 - Sporting, 1): EWERTON

«Muito seguro na defesa, com cortes cirúrgicos e bom sentido posicional, foi ainda ele a ir à frente marcar o nosso golo, aos 55', na sequência de um livre lateral marcado por Carrillo e de um passe defeituoso de Jonathan Silva que o brasileiro acabou por aproveitar.»

 

17 de Maio (Sporting, 4 - Braga, 1): ADRIEN

«Dois dos quatro golos leoninos foram marcados por ele. No primeiro, aos 44', confirmou ser o nosso melhor especialista em grandes penalidades. O segundo, aos 74', vai ficar durante muito tempo na memória dos adeptos: um petardo disparado à entrada da área. Foi um dos grandes golos do Sporting nesta temporada.»

 

23 de Maio (Rio Ave, 0 - Sporting, 1): NANI

«O melhor em campo nesta sua despedida do campeonato. Marcou o golo da vitória, aos 48', com um bom remate de cabeça após cruzamento de Jonathan Silva. Poderia ter marcado logo aos 23', também com assistência do lateral argentino: Ederson, guardião do Rio Ave, evitou o golo com uma aparatosa defesa. Saiu aos 61', sob calorosos aplausos.»

Os melhores jogadores da época passada (2)

Antes do arranque do campeonato nacional de futebol 2015/16, relembro os meus apontamentos da época passada. Para recordar os jogadores que se evidenciaram mais em cada desafio.

 

5 de Dezembro (Boavista, 1 - Sporting, 3): CARRILLO

«Entrou à meia hora de jogo, para substituir o lesionado Nani, e deu excelente conta do recado. Marcando o primeiro golo (53') e fazendo assistências para os outros dois, de Carlos Mané (55') e João Mário (81').»

 

14 de Dezembro (Sporting, 1 - Moreirense, 1): MONTERO

«Um belo golo, que só pecou por tardio, do melhor sportinguista neste jogo. Um golo que teve o condão de manter a nossa equipa invicta em casa neste campeonato.»

 

21 de Dezembro (Nacional, 0 - Sporting, 1): SLIMANI

«Sempre muito batalhador, em movimento incessante, baralhando as marcações da defesa adversária. Teve participação no golo. E podia ele próprio ter marcado, por duas vezes. Numa dessas ocasiões, aos 28', a bola saiu a roçar o poste.»

 

3 de Janeiro (Sporting, 3 - Estoril, 0): ADRIEN

«O melhor em campo. Pelo extraordinário golo que marcou logo aos 20' com um remate em bandeira disparado de fora de grande área - um dos mais belos desta Liga 2014/15. Pelo penálti que converteu aos 85', com toda a calma do mundo. E pelo que trabalhou no meio-campo leonino ao longo de toda a partida.»

 

11 de Janeiro (Braga, 0 - Sporting, 1): TANAKA

«No último instante da partida, o japonês que entrou só aos 79' para o lugar de Montero arrancou um livre directo (num lance em que o guarda-redes do Braga, Matheus, devia ter sido expulso). E marcou esse livre de forma exemplar. Com um remate indefensável, já candidato a melhor golo de bola parada neste campeonato.»

 

18 de Janeiro (Sporting, 4 - Rio Ave, 2): WILLIAM CARVALHO

«Volta a estar ao nível a que nos habituou no ano passado. Uma espectacular recuperação de bola junto à linha final, aos 89', e o cruzamento que fez para Tanaka marcar o quarto golo definem bem a sua raça leonina. Foi crucial, em diversos lances, noutras recuperações e em passes milimétricos, colocando bolas à distância.»

 

25 de Janeiro (Sporting, 1 - Académica, 0): WILLIAM CARVALHO

«Infatigável, buscou sempre linhas de passe, colocando a bola a longa distância para servir com eficácia os companheiros. Foi assim aos 2', aos 20' (desaproveitado por Nani) e aos 76', no lance de que resultou o nosso golo, cuja construção começa precisamente nos pés dele com um cruzamento longo para a cabeça de Tanaka. A nossa segunda jogada mais perigosa, aos 80', começa também nele, com uma excelente recuperação de bola a meio-campo.»

 

1 de Fevereiro (Arouca, 1 - Sporting, 3): CARLOS MANÉ

«Logo aos 9' fez um magnífico passe quase acrobático, de calcanhar, para Montero dentro da grande área do Arouca. Destacou-se a baralhar as marcações da defesa adversária. Partiram dos pés dele as assistências para os nossos dois primeiros golos - aos 30' (Montero) e aos 63' (Carrillo).»

 

8 de Fevereiro (Sporting, 1 - Benfica, 1): WILLIAM CARVALHO

«Novamente o melhor em campo nesta partida em que confirmou todas as suas qualidades como recuperador de bolas e distribuidor de jogo. Grandes passes longos aos 29' e 33' lançando os colegas na frente do ataque. Muito concentrado no eixo do terreno, foi um baluarte do nosso meio-campo.»

 

14 de Fevereiro (Belenenses, 1 - Sporting, 1): WILLIAM CARVALHO

«Voltou a ser o melhor sportinguista em campo, distinguindo-se na recuperação de bolas e na qualidadade da distribuição de jogo. Coube-lhe a melhor oportunidade para a nossa equipa no primeiro tempo, num lance corrido, em que aproveita um bom cruzamento de Jefferson para cabecear muito bem, com a bola a rasar o poste.»

 

22 de Fevereiro (Sporting, 2 - Gil Vicente, 0): NANI

«Aos 69', o nosso extremo assinou uma obra de arte em Alvalade que fez levantar o numeroso público nas bancadas. Um disparo com o pé esquerdo, a 30 metros da baliza, que concorrerá justamente ao título de melhor golo deste campeonato. Um golo que basta para o classificar como melhor em campo, tanto mais que foi dele também a assistência para o primeiro, marcado por Tanaka.»

 

1 de Março (FC Porto, 2 - Sporting, 0): WILLIAM CARVALHO

«Voltou a fazer a diferença, pela positiva, numa equipa hoje com mau rendimento global. Foi o mais combativo, o mais inconformado, que batalhou enquanto pôde, no limite das forças, recuperando bolas e tentando pô-las a circular da melhor maneira, infelizmente pouco e mal acompanhado.»

(conclui amanhã)

Os melhores jogadores da época passada (1)

Antes do arranque do campeonato nacional de futebol 2015/16, relembro os meus apontamentos da época passada. Para recordar os jogadores que se evidenciaram mais em cada desafio.

 

16 de Agosto (Académica, 1 - Sporting, 1): CARRILLO

«Foi o motor da equipa, com 20 minutos iniciais em excelente plano. Marcou um golo de cabeça (salvo erro, o primeiro que marca desta forma num campeonato português) e deu sinais de que não queria ficar por ali. Aos 79' ainda teve pernas para fazer um óptimo lançamento para Capel que podia ter dado golo. Foi pena o seu lapso, ao integrar-se no processo defensivo, na jogada de que resultou o golo coimbrão.»

 

23 de Agosto (Sporting, 1 - Arouca, 0): CARLOS MANÉ

«Mal Marco Silva o mandou entrar em campo, substituindo Rosell mas situando-se nas costas do ponta de lança, a equipa tornou-se ainda mais acutilante. O benjamim do Sporting hoje em Alvalade voltou a empolgar as bancadas com excelentes dribles, mudanças súbitas de velocidade pelos flancos e clara intenção atacante. Mostrou que também sabe ser um homem de área na recarga que deu origem ao nosso golo da vitória, já no segundo minuto de prolongamento final.»

 

31 de Agosto (Benfica, 1 - Sporting, 1): SLIMANI

«Estreia auspiciosa nesta Liga 2014/15. Findo o castigo de que o argelino foi alvo, Marco Silva apostou nele como titular a ponta-de-lança, deixando Montero no banco. Fez bem. Bastaram 20 minutos para Slimani marcar, aproveitando um frango do guarda-redes Artur (com Júlio César sentado no banco!) Podia ter marcado mais duas vezes, uma das quais mesmo à beira do fim do encontro.»

 

13 de Setembro (Sporting, 1 - Belenenses, 1): NANI

«Melhora de jogo para jogo. Mesmo marcado sempre por dois defesas (às vezes por três), supera os confrontos individuais com uma técnica e uma classe muito acima da média. Serviu hoje várias vezes os colegas - Slimani, por exemplo. Foi, de longe, o melhor jogador em campo. Merecia a vitória que não chegou.»

 

21 de Setembro (Gil Vicente, 0 - Sporting, 4): NANI

«Sempre em jogo, sempre em movimento, abrindo sucessivas linhas de passe, desequilibrou várias vezes a defesa adversária ocupando o corredor central do ataque. Um artista. E um trabalhador incansável também. Marcou um golo - o segundo na partida e o segundo pelo Sporting em cinco dias, novamente com excelente execução técnica. E participou na construção do terceiro e do quarto.»

 

26 de Setembro (Sporting, 1 FC Porto, 1): CARRILLO

«Fez a assistência para o golo, logo aos 2'. E teve uma jogada de sonho aos 39', em que dribla sucessivamente quatro adversários e consegue manter a bola dominada, centrando-a num passe milimétrico a que Nani não deu a melhor sequência. Já antes, aos 15', havia isolado João Mário num lance que também podia ter originado o nosso segundo golo. Carrilo - um desequilibrador nato, no confronto um para um - merecia-o sem qualquer dúvida.»

 

4 de Outubro (Penafiel, 0 - Sporting, 4): SLIMANI

«Dois golos: o primeiro e o segundo. O primeiro após impecável cruzamento de Jefferson, o segundo correspondendo a uma assistência de Cédric. E tentou ainda mais. Promete ter uma época ainda com melhor rendimento do que a de 2013/14.»

 

26 de Outubro (Sporting, 4 - Marítimo, 2): NANI

«Toca violino e carrega piano ao mesmo tempo. Hoje fez um soberbo passe que deu origem ao segundo golo, marcou o canto que originou o terceiro e ainda serviu Capel, no minuto 90, para aquele que seria o quinto leonino, invalidado por fora de jogo do andaluz.»

 

1 de Novembro (V. Guimarães, 3 - Sporting, 0): RUI PATRÍCIO

«Apenas Rui Patrício se salvou do naufrágio.»

 

9 de Novembro (Sporting, 1 - Paços de Ferreira, 1): MONTERO

«Quatro minutos depois de entrar em campo, aos 49', o colombiano marcou um excelente golo, a passe de Nani, disparando um tiro à meia-volta sem defesa possível para o guarda-redes, que se encontrava ligeiramente adiantado. Marcou outro golo, muito mal anulado pelo árbitro aos 87'.»

 

29 de Novembro (Sporting, 3 - V. Setúbal, 0): MONTERO

«Jogou muito bem e fez jogar ainda melhor. Teve um papel determinante na primeira meia hora do Sporting, em que dispusemos de cinco ou seis oportunidades de golo. Mandou uma bola ao poste nesse período. E aos 63' acabou por marcar um golo extraordinário, com um disparo a 40 metros da baliza, que fez levantar o estádio.»

(continua amanhã e conclui no sábado)

Prioridades

Dá-me a impressão de que alguém anda com as prioridades trocadas: o jogo de Londres não era importante, o de ontem é que era. Claro que o jogo de Londres era importante para experimentar a alta roda, coisa de que o Sporting tem andado afastado há demasiado tempo. Mas não mais do que isso. Ganhar lá era uma enorme improbabilidade e empatar também não andava longe disso. E depois, passar aos 1/8 de final da Champions para quê, excepto para sacar uns cobres? Reparem: os desgraçados que passaram em vez de nós vão jogar agora com o Real Madrid. Boa noite e boa sorte. Pois, bye bye Schalke, como seria bye bye Sporting. É verdade que ao Porto calhou o chouriço do Basileia, mas o Porto veio do pote 1 e teve um grupo de mancos, o que deu para ficar em 1º sem dificuldades.

 

Agora, ontem é que era para ganhar: o Belenenses perdeu, o Guimarães empatou, o Porto perdeu. Mais dois pontinhos e estávamos a dois do 2º, longe do 7º e ainda a uma distância realista do Benfica. Assim, ainda continuamos naquela molhada do 4º até ao 7º. Não sei quem é que convenceu os jogadores de que estavam talhados para os grandes palcos e o jogo bonito. Os campeonatos ganham-se é a jogar durante um ano inteiro estes jogos feios, porcos e maus, com equipas que não querem bem jogar à bola. E ou metem isto no bestunto e começam a arranjar manhas para ganhar ou adeuzinho - reparem no Benfica: assumiram o papel de Moreirense (acho que a posse de bola foi 60%-40%) e marcaram uns golos ranhosos (um dos quais num daqueles lançamentos terceiro-mundistas do Maxi). Foi quanto bastou.

 

Entretanto, para a Liga Europa calhou-nos o Wolfsburgo. É só o 2º da liga alemã, logo a seguir ao Bayern. Diz que éramos cabeças-de-série. Bem, o que seria se não fôssemos.

M versus M - IV

O nosso Freddy Montero está definitivamente de "pé quente" (olha Pedro, mais um chavão...). E vão quatro golos do colombiano. O de hoje, não sendo como o que marcou contra o PF, é outrossim um belíssimo golo.

 

Contas feitas faltam "apenas" 10 remates certeiros para Montero ultrapassar a marca conseguida na época passada.

Um duelo interessante, não acham?

 

Só eu sei porque prefiro esta época

Há 1 ano atrás, à 10.ª jornada, estávamos a dar luta no campeonato, mas já estávamos fora da taça de Portugal e competições europeias só pela televisão.

Hoje, estamos menos confortáveis no campeonato é certo, mas ainda longe de retirar qualquer candidatura ao título (muito menos, a um apuramento para a edição da Champions do próximo ano). Permanecemos na taça de Portugal e estamos com boas possibilidades de passar à fase seguinte da Champions deste ano.
Portanto, tudo somado, comparando esta época, com a época anterior, à 10.ª jornada, nem penso duas vezes em qual prefiro estar.

M versus M

No início do campeonato era outro o post previamente escrito à espera do que aconteceu (somente) hoje: um golo de Montero.

Tanto tempo passado o post "estragou-se" e eu tive de vir a correr escrever outro texto.

Gostei e muito que Montero regressasse aos golos. Mas a dúvida que não tinha no dealbar da Liga 2014/2015 permanece ainda, independentemente do golo de hoje.

Permitam-me no entanto que faça aqui uma mera disputa entre o Montero de 2013/2014 e o Montero de 2014/2015. Abro assim, à sétima jornada, as hostilidades. E desta forma a "Contagem Decrescente " da época passada vai ser substituída por um M versus... M (Montero contra Montero)!

Começou talvez tarde, eu sei. Mas se ele assim quiser ainda vai a tempo de bater o número de golos marcados no ano passado.

Aguardemos.

Vamos ao que interessa

Passado o episódio dantesco da selecção, volta o que verdadeiramente conta: o próximo jogo do Sporting a contar para a Liga. É no próximo Sábado, dia 13, às 20h15 contra o histórico Belenenses. Se na defesa a turma ainda treme (ainda estamos a ver navios na zona central), do meio campo para a frente temos boas opções. O patrão William em forma e por cá, Adrien a 100% (já que as lógicas obscurantistas da selecção continuam a prevalecer), André Martins em afirmação constante, um Nani para dar e (não) vender como se viu contra o carrasco albanês, Carrillo que esta época parece finalmente querer encarrilhar e na área, onde elas mordem, o goleador do Magrebe para finalizar, seja contra um inspirado redes ou contra um galinácio-Moraes. Receita: é para comer a relva, ganhar e meter 3 pontos na mala nacional que, mudado o chip, segue para a Eslovénia no começo da próxima semana. 

Previsões 2014/2015 cá de casa

Este ano os blogueiros do "És a Nossa Fé" voltam a soltar o treinador e olheiro de bancada que há dentro de si, e partilham as suas previsões sobre a edição 2014/2015 da 1.ª Liga que o Sporting se prepara para iniciar daqui a pouco.

 

Confiança cega dos blogueiros num Sporting campeão, em "El cafetero" Montero como o homem-golo da equipa, e também no facto de Marco Silva ir superar o número de vitórias conquistadas por Leonardo Jardim, na época passada, frente aos rivais.

 

Respostas repartidas sobre quem será o jogador nuclear da equipa - William Carvalho ou Adrien Silva, assim como no jogador que se irá revelar ao longo das próximas 30 jornadas.

 

André Geraldes muito terá de correr e suar para conseguir fazer engolir as previsões que o apontam como o mais sério candidato a "flop" da equipa.

 

Senhoras leitoras, senhores leitores, os dados estão lançados. Comentem os palpites dos nossos blogueiros, e façam também as vossas previsões! Daqui por 30 jornadas voltaremos a revisitar estes prognósticos, e ver qual dos blogueiros cá de casa é o maior especialista vivo em bola.

 

Prognóstico dos 5 primeiros classificados da 1ª Liga 2014/2015

 

Campeão Nacional: Sporting (16/18)

 

Alexandre Poço: Sporting, FC Porto, Benfica, Braga e Rio Ave
Cristina Torrão: Sporting, Porto, Benfica, Braga e Nacional
Duarte Fonseca: Porto, Sporting, Benfica, Nacional, Braga
Edmundo Gonçalves: Sporting, Porto, Braga, Benfica, Estoril
Filipe Arede Nunes: Sporting, Benfica, Porto, Braga e Guimarães
Francisco Melo: Sporting, Benfica, Porto, Braga e Nacional
Frederico Dias de Jesus: Sporting, Porto, Benfica, Braga e Estoril
João António: Sporting, Porto, Braga, Benfica e Guimarães 
José da Xã: Sporting, Porto, Braga, Setúbal, Guimarães
Leonardo Ralha: Sporting, Porto, Benfica, Braga e Estoril
Luciano Amaral: Sporting, Benfica, Paços de Ferreira, Porto e Braga (há aqui uma gracinha no 3º e 4º lugares...)
Luís de Aguiar Fernandes: Sporting, Porto, Benfica, Nacional e Estoril. Por esta ordem, sem espinhas.
Paulo Ferreira: Porto, Sporting, Benfica, Braga e Rio Ave
Paulo Gorjão: Sporting, Porto, Benfica, Braga e Paços de Ferreira
Pedro Correia: Sporting, Porto, Braga, Benfica, Marítimo  
Rui Cerdeira Branco: Sporting, Benfica, Braga, Porto e Rio Ave
Tiago Loureiro: Sporting, Porto, Benfica, Braga e Nacional 
Zélia Parreira: Porto, Sporting, Braga, Benfica e Rio Ave

  

Prognóstico dos 2 últimos classificados da 1ª Liga 2014/2015

 

Boavista (11/18)

Moreirense (7/18)

 

Alexandre Poço: Moreirense e Paços de Ferreira

Cristina Torrão: Penafiel e Moreirense

Duarte Fonseca: Gil Vicente e Penafiel

Edmundo Gonçalves: Moreirense e Boavista

Filipe Arede Nunes: Boavista e Penafiel

Francisco Melo: Boavista e Penafiel

Frederico Dias de Jesus: Moreirense e Boavista

João António: Arouca e Moreirense

José da Xã: Benfica e Paços de Ferreira

Leonardo Ralha: Boavista e Arouca

Luciano Amaral: Boavista e Arouca

Luís de Aguiar Fernandes: Penafiel e Boavista. Estes últimos com menos 10 pontos que o penúltimo.

Paulo Ferreira: Boavista e Belenenses

Paulo Gorjão: Boavista e Arouca

Pedro Correia: Arouca e Moreirense

Rui Cerdeira Branco: Arouca e Boavista

Tiago Loureiro: Boavista e Belenenses

Zélia Parreira: Penafiel e Moreirense

 

Em 2014/2015, o Sporting será o ... e mais 10!

 

William Carvalho (9/18)

Adrien Silva (7/18)

 

Alexandre Poço: Adrien Silva

Cristina Torrão: William Carvalho

Duarte Fonseca: William Carvalho (se ficar) / André Martins se William sair

Edmundo Gonçalves: Adrien Silva

Filipe Arede Nunes: Adrien Silva

Francisco Melo: William Carvalho

Frederico Dias de Jesus: Adrien Silva

João António: Se não sair será certamente Wiliam Carvalho (Se sair será Adrien)

José da Xã: Adrien Silva

Leonardo Ralha: André Martins

Luciano Amaral: William Carvalho (wishful thinking...)

Luís de Aguiar Fernandes: Cédric. Indiscutível, até dizia que ia ser titular na selecção, mas...

Paulo Ferreira: Adrien Silva

Paulo Gorjão: William Carvalho

Pedro Correia: Adrien Silva

Rui Cerdeira Branco: William Carvalho

Tiago Loureiro: William Carvalho

Zélia Parreira: William Carvalho

  

Em 2014/2015, o jogador revelação do Sporting será o... 

 

João Mário (5/18)

Ricardo Esgaio (4/18)

 

Alexandre Poço: Uri Rosell

Cristina Torrão: Carlos Mané

Duarte Fonseca: Extremo que falta contratar

Edmundo Gonçalves: Ricardo Esgaio

Filipe Arede Nunes: João Mário

Francisco Melo: Uri Rosell

Frederico Dias de Jesus: João Mário

João António: Ricardo Esgaio

José da Xã: Tanaka

Leonardo Ralha: Ricardo Esgaio

Luciano Amaral: João Mário

Luís de Aguiar Fernandes: Slavchev. Ninguém dá nada por ele, mas é um poço de força e vontade.

Paulo Ferreira: João Mário

Paulo Gorjão: Tanaka

Pedro Correia: Sarr

Rui Cerdeira Branco: Ricardo Esgaio

Tiago Loureiro: João Mário

Zélia Parreira: Slavchev

  

Depois do Magrão virá o...quem dele bom fará!

 

André Geraldes (7/18)

Paulo Oliveira (3/18)

 

Alexandre Poço: Paulo Oliveira

Cristina Torrão: não sei (sorry)

Duarte Fonseca: Paulo Oliveira

Edmundo Gonçalves: André Geraldes

Filipe Arede Nunes: Sarr

Francisco Melo: Shikabala

Frederico Dias de Jesus: André Geraldes

João António: André Geraldes

José da Xã: André Geraldes

Leonardo Ralha: André Geraldes

Luciano Amaral: André Geraldes

Luís de Aguiar Fernandes: Paulo Oliveira - ele não é mau, mas a amostra que deixou na pré-época sim.

Paulo Ferreira: André Geraldes

Paulo Gorjão: Ramy Rabia

Pedro Correia: Shikabala

Rui Cerdeira Branco: ….

Tiago Loureiro: nenhum será tão mau ao ponto de fazer o Magrão parecer minimamente bom.

Zélia Parreira: Ramy Rabia

  

O homem-golo do Sporting em 2014/2015 será o…

 

Montero (12/18)

Slimani (3/18)

Tanaka (3/18)

 

Alexandre Poço: Slimani

Cristina Torrão: Montero

Duarte Fonseca: Montero

Edmundo Gonçalves: Tanaka

Filipe Arede Nunes: Montero

Francisco Melo: Slimani (pelo menos 15 golos). Se for embora, o.

Frederico Dias de Jesus: Montero

João António: Montero

José da Xã: Montero

Leonardo Ralha: Montero

Luciano Amaral: Montero (wishful thinking...)

Luís de Aguiar Fernandes: Montero. Começa a época a suplente, mas vai voltar à forma do ano (civil) passado.

Paulo Ferreira: Montero

Paulo Gorjão: Montero

Pedro Correia: Tanaka

Rui Cerdeira Branco: Tanaka

Tiago Loureiro: Montero

Zélia Parreira: Slimani

  

O Sporting este ano [não perde nenhum/perde só 1/perde até 3] jogo(s) em casa

 

1 ou mais derrotas em casa (10/18)

Nenhuma derrota em casa (8/18)

 

Alexandre Poço: perde só 1

Cristina Torrão: perde só 1

Duarte Fonseca: não perde nenhum

Edmundo Gonçalves: não perde nenhum

Filipe Arede Nunes: não perde nenhum

Francisco Melo: não perde nenhum

Frederico Dias de Jesus: perde só 1

João António: não perde nenhum

José da Xã: não perde nenhum

Leonardo Ralha: perde só 1

Luciano Amaral: perde até 3

Luís de Aguiar Fernandes: Perde 2 ou 3, dependendo do nº de jogos que o Duarte Gomes e o Bruno Paixão nos apitem em Alvalade.

Paulo Ferreira: perde só 1

Paulo Gorjão: não perde nenhum

Pedro Correia: perde só 1

Rui Cerdeira Branco: perde até 3

Tiago Loureiro: não perde nenhum

Zélia Parreira: perde até 3

 

Marco Silva vai vencer [menos/igual/mais] jogos frente a Benfica e Porto no campeonato do que Leonardo Jardim na época passada (1)

 

Mais (18/18)

 

Alexandre Poço: Mais

Cristina Torrão: Mais

Duarte Fonseca: Mais

Edmundo Gonçalves: Mais

Filipe Arede Nunes: Mais

Francisco Melo: Mais (pelo menos 2)

Frederico Dias de Jesus: Mais

João António: Mais

José da Xã: Mais

Leonardo Ralha: Mais

Luciano Amaral: Mais

Luís de Aguiar Fernandes: Mais. No mínimo, os jogos em casa. Dependendo sempre da ressalva feita no ponto anterior, claro.

Paulo Ferreira: Mais

Paulo Gorjão: Mais

Pedro Correia: Mais

Rui Cerdeira Branco: Mais

Tiago Loureiro: Mais

Zélia Parreira: Mais

As minhas escolhas para a CL e não só!

A Liga portuguesa está decidida no que diz respeito aos lugares cimeiros. O Benfica foi campeão com competência, o Sporting ficou em segundo com muito, muito mérito e o Porto em 3º por demérito próprio. Falta portanto saber quem desce ou quem permanece na 1ª liga.

 

É tempo de começar a pensar na próxima época e o que se pretende para ela. A CL (Champions League) é naturalmente a montra máxima do futebol europeu, quiçá mundial. Só lá entra quem demonstrar mérito para tal. E o Sporting apresentou durante toda a época, não obstante alguns (estranhos!!) desaires, valor para ingressar no lote das melhores equipas europeias. Tenho natural consciência de que com o actual orçamento dificilmente passaremos à segunda ronda. Mas como diria alguém ligado ao futebol: no final é que se fazem as contas.

 

Posto isto, apresento aqui algumas das minhas preferências quanto a equipas a defrontarem o Sporting, na fase de grupos. Em primeiro lugar preferia ter o Chelsea de José Mourinho. Para além do Real Sociedad em Espanha, gosto especialmente do Chelsea. Apreciaria também ver no grupo do Sporting uma equipa francesa. Mas nada de equipas alemãs, turcas ou gregas. Podem ser muita boas (e serão garantidamente), mas pouco apetecíveis.

 

E se eventualmente não for a equipa de Londres pode ser o Real Madrid. Sempre poderia (re)ver Cristiano Ronaldo em Alvalade. Entretanto há que (re)começar a preparar a próxima liga. Convinha que saíssem poucos jogadores e entrassem apenas os necessários a darem garantias da mesma qualidade de jogo deste ano.

 

A Academia continua a ser um bom fornecedor de talentos. Há que saber aproveitá-los! E Leonardo Jardim parece ter sensibilidade para tal.

 

Também aqui

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D