Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Agressões a polícias e jornalistas

O IPDJ - tutelado pelo secretário de Estado do Desporto - continua a fazer orelhas moucas à lei da selva que vigora na Luz. Desta vez foram "só" seis polícias feridos pelo bando de grunhos que conta com o apoio da firma Vieira, Gonçalves & Guerra, Lda. Essas bestas recorreram aos vidrões das redondezas para agredirem os agentes da autoridade com garrafas de todos os tamanhos e feitios.

Furiosos com a  derrota em campo, sem conseguirem intimidar a equipa de arbitragem, os lampiões "sem nome" viraram-se também contra os repórteres ali presentes. Do mal, o menos: o Sindicato dos Jornalistas emitiu um vigoroso comunicado de  condenação das inadmissíveis agressões de que foram alvo os profissionais da informação que faziam o seu trabalho no local onde se desenrolou o Benfica-Porto.

Pelo menos desta vez a culpa não foi das "declarações antidemocráticas" de Bruno de Carvalho...

Os canalhas

Leio no Record que durante o jogo Benfica-Sporting em futsal feminino realizado sábado, no pavilhão 2 da Luz, vários lampiões ali presentes insultaram duas jogadoras encarnadas quando a nossa capitã, Débora Queiroz, se lesionou com gravidade, na segunda parte, acabando por ter de sair de maca.

Os insultos dirigiram-se inicialmente à capitã da equipa encarnada, Inês Fernandes, que é médica de formação, por ter sido a primeira a assistir a adversária caída no terreno de jogo. "Deixa-a morrer, ela é lagarta!", gritaram os canalhas. A chinfrineira simiesca aumentou quando a guarda-redes do Benfica, Ana Catarina Pereira, procurou acalmar essa falange de fanáticos, acabando ela própria por ser insultada.

"Vivi um dos momentos mais tristes enquanto atleta e benfiquista", viria a desabafar Ana Catarina no twitter. A ela e à Inês Fernandes, verdadeiras desportistas, a minha vénia enquanto sportinguista que jamais confunde um rival com um inimigo.

Entretanto, aguardo que o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol actue com mão pesada contra os canalhas, indignos de frequentarem recintos desportivos, e que o presidente do etéreo  Instituto Português do Desporto e Juventude se atreva a proferir uma palavrinha sobre o assunto.

Aguardo sentado, como é evidente.

Os mesmos

 

Atiram-se agora a João Capela os mesmos que beneficiaram de três penáltis inventados por este árbitro num Benfica-Sporting de péssima memória.

No mínimo, são ingratos.

 

Atiram-se agora aos 8 minutos de tempo extra concedidos no Tondela-Sporting os mesmos que há três semanas festejaram um golo de Jonas aos 90'+7' que permitiu ao Benfica amealhar um pontinho de emergência no Restelo.

No mínimo, são imbecis.

 

Ficaram em estado de choque

«A exibição do Benfica não teve ponta por onde lhe pegar. O Benfica foi enxovalhado pelo Basileia.»

Joaquim Rita, SIC N

 

«Foi escrita, no estádio St. Jakob-Park, uma das páginas mais negras na história do Benfica.»

Nuno Farinha, Record

 

«É uma vergonha. O Benfica podia ter perdido por sete ou oito!»

Diamantino Miranda, TVI 24

 

«Foi uma humilhação. O Benfica teve erros defensivos primários.»

Álvaro Magalhães, CMTV

 

«O Benfica não tem meio-campo. O Fejsa é uma peça que não resolve os jogos, o Pizzi desapareceu de circulação.»

Fernando Guerra, SIC N

 

«Foi uma das mais humilhantes páginas da história europeia do Benfica.»

José Manuel Delgado, A Bola

 

«Noite negra para os encarnados na Suíça. Somaram a derrota mais pesada da história do clube na Champions.»

Mário Figueiredo, Correio da Manhã

 

«É um pesadelo. É uma das páginas mais negras da história europeia do Benfica.»

Rui Pedro Brás, TVI 24

Já só lhes falta queimar cachecóis

1[1].jpg

 

Bastaram duas derrotas seguidas para bolçarem cobras e lagartos dos jogadores, do treinador e da estrutura directiva, cheios de indisfarçáveis indirectas ao presidente. É vê-los e ouvi-los nas diversas televisões que lhes dão guarida durante horas intermináveis e nas colunas dos jornais onde se acoitam: falam como se o abismo estivesse a um passo de distância e rasgam as vestes entoando sofridas odes ao penta que lhes acena cada vez mais à distância.

Dizem-se adeptos. Mas ao menor desaire, à menor sopradela de vento adverso, tratam de dar à sola, esvoaçando para longe, como se nunca tivessem entoado hossanas aos mesmos que agora criticam com azedume. Se vier uma terceira derrota, alguns são capazes de rasgar cartões de sócio - admitindo que o sejam - e de queimar cachecóis, como tantos fizeram, nas bancadas de Alvalade, naquele inesquecível dia em que o Sporting os goleou por 7-1 e o Manuel Fernandes se elevou à galeria dos heróis eternos a quem prestamos tributo.

Adeptos somos nós. Que ano após ano continuamos a apoiar sem desfalecimentos a nossa equipa - jogue com quem jogar, tenha os resultados que tiver. Que nunca apagamos as palavras "dedicação" e "devoção" do nosso lema. Que adoramos vencer mas jamais a qualquer preço. Porque sabemos que mais vale perder com honra do que ganhar com batota.

Ao contrário deles.

Dois de quatro

Instalou-se a guerra sem quartel entre Benfica e FC Porto. Salvo melhor opinião, o Sporting deve assistir institucionalmente à refrega sem intervir na praça pública, evitando conspurcar-se com lama alheia. E muito menos deve advogar a retirada compulsiva dos quatro mais recentes campeonatos ao SLB. Pelo simples motivo de dois deles terem sido ganhos com o actual treinador leonino ao leme encarnado.

Quem será a toupeira do Benfica?

Toupeira,%20engenheira%20do%20sub-solo1[1].jpg

 

Este Verão futebolístico promete ser escaldante com novas e cada vez mais trepidantes revelações sobre a correspondência electrónica revelada ao país e ao mundo pela toupeira do Benfica.

A propósito: quem será ela?

Deixo os palpites à consideração dos nossos leitores. Uma coisa é certa: tem de estar muito bem colocada nos bastidores do pré-fabricado para ter acesso àquela porcaria toda que vem trazendo cá para fora.

Olha eles, já a precaverem-se

Um senhor, especialista em direito desportivo, veio dizer que como os resultados das provas desportivas da FPF são homologados passados 30 dias, uma eventual condenação num eventual julgamento à eventual vigarice relatada aqui, não produz qualquer efeito, ficando os visados, se condenados, com os títulos conquistados eventualmente de forma "manhosa".

Atão não, coração...

A cartilha do Guerra

Afinal havia outra. Antes da cartilha do avençado Janela, especialista em injuriar o Sporting e o FC Porto a coberto do anonimato entretanto desmascarado, havia a do director de conteúdos da BTV, que pontifica há dois anos, em regime de acumulação, às segundas-feiras na TVI 24.

Segundo o director de informação e conteúdos do FCP, que a divulgou no Porto Canal, esta cartilha nasceu em forma de correios electrónicos enviados por Pedro Guerra ao ex-árbitro Adão Mendes quando decorria a época 2013/14.

 

Seguem alguns excertos, publicados hoje no diário O Jogo e que transcrevo com a devida vénia (os sublinhados a encarnado são da minha responsabilidade):

«O primeiro-ministro [Luís Filipe Vieira] é de facto um grande homem e um grande líder. Sei o que digo, porque sei das suas capacidades em ouvir, pensar, astúcia nas decisões e amor ao Glorioso. Não há outro como ele. Hoje, o SLB manda mesmo. Os outros já não mexem nada. E o resto virá por acréscimo.»

«Dizem os grandes sábios dos painéis que algo está a mudar. O Porto já não manda, mas ainda não compreendem onde está o poder. Hoje, quem nos prejudicar sabe que é punido. E este espaço foi conquistado com muito trabalho do primeiro-ministro [LFV].»

«Vamos ter os padres que escolhemos e ordenámos nas missas que celebramos. Temos é de rezar e cantar bem.»

«Quanto às missas, temos bons padres para todas, incluindo as da Liga e da juventude operária. (...) Agora apague tudo.»

 

Segundo o mesmo responsável portista, os "padres" a que o aludido funcionário do Benfica fazia referência seriam estes árbitros, prontos a servir a liturgia lampiânica na Catedral da Luz: Jorge Ferreira, Nuno Almeida, Manuel Mota, Vasco Santos, Rui Silva, Hugo Pacheco, Bruno Esteves e Paulo Baptista.

Aguarda-se reacção dos órgãos federativos e da Liga, sobretudo os que regulam as questões da disciplina e da justiça.

 

ADENDA 1 - O Ministério Público já anunciou a abertura de um processo de inquérito.

ADENDA 2 - O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol vai investigar as acusações de alegadas práticas de corrupção pelo Benfica.

Cospem contra o vento

e72189c4edbbeb889955535fef760a40[1].jpg

 

Vem aí a quinta Bola de Ouro para o sócio n.º 94.592 do Sporting Clube de Portugal. Conquistador da Liga espanhola e da Liga dos Campeões, melhor marcador de sempre da Champions e goleador máximo desta prova pela quinta edição consecutiva.

Eis o palmarés de Cristiano Ronaldo: 12 golos nesta edição da Liga dos Campeões, 105 em todas as competições europeias e 600 desde que iniciou a carreira como jogador profissional. Recordes que continua a pulverizar, uns atrás dos outros.

Com duas consequências imediatas: o aumento exponencial do número dos seus admiradores à escala planetária e o aumento residual do número de lampiões ressabidos, que gritam "Messi" quando se cruzam com ele. Cospem contra o vento na esperança de lhe mudar a rota.

Messi está diferente

Percebo muito pouco de jornalismo e de fotojornalismo. Mas ainda acredito que a imagem tem relação direta com a mensagem.

Ressalvando subliminaridades, no caso do "A Bola" a mensagem é a imagem. Tem tudo a ver com o que lhes vai na cabeça...e no coração. Parece que os catalães têm uma visão diferente!

IMG_0091

 

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D