Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Venham mais dias assim...

22136640_7ZZTY.jpeg

22136641_dzrG7.jpeg

22136642_aDUV7.jpeg

22136643_snedZ.jpeg

22136644_EAzD0.jpeg

 

Dezassete meses depois, os políticos hipocondríacos que governam Portugal permitiram que regressasse a um local de culto, onde me sinto em casa. Por mim, nunca teria deixado de ir, mas isso são outras contas que não quero aqui discutir. Digo apenas que nunca tive medo de estar com os meus e considero que faço parte da família leonina desde 1973/74.

Nem tudo foi perfeito. Continuo impedido de cumprir um ritual que pratico desde os tempos em que, criança, ia pela mão do meu pai, refiro-me a degustar uma bela bifana e saborear um fino, bem, aqui para ser verdadeiro tenho que admitir que quando comecei a ir ao futebol era mais um Sumol, passe a publicidade. Para cúmulo da pouca sorte, até os bares onde tomo sempre um café estavam encerrados por ordem da tirania sanitária. Melhores dias virão em Alvalade...

Mas foi um fim de tarde, início de noite, que superou em muito as expectativas, começando pelo prazer que me deu olhar para as cadeiras verdes, assim que entrei no estádio. A cerimónia de abertura da Liga, com as bandeiras de todos os clubes participantes evoluindo no relvado, motivou da minha parte um sorriso de confiança no trabalho que está a ser feito na construção do plantel e sobretudo na liderança técnica do mister Ruben Amorim. Vamos jogo a jogo e no final, quem sabe...

E por falar em jogo a jogo, ontem foi apenas o primeiro, diante do primodivisionário F.C.Vizela, que aguentou um nulo até ao intervalo, muito por demérito dos nossos avançados.

No intervalo, pude assistir e aplaudi de pé à justa homenagem ao judoca Jorge Fonseca, pela conquista da medalha olímpica de bronze.

E na 2.ª parte fomos brindados com uma excelente exibição da equipa, corolada com 3 golos, destaque para mais dois de Pedro Gonçalves, que inicia a época da mesma forma que terminou a anterior, marcando.

Durante todo o jogo deu para sentir que aquele grupo de trabalho é verdadeiramente uma equipa, unida e motivada.

Ontem senti-me feliz e dei o tempo por bem empregue. Venham mais dias assim.

 

Fotos minhas.

Novidades da Gazeta de Pyongyang

Vou num quarto de século dedicado a uma profissão que tem na primeira página a montra capaz (ou não) de atrair a atenção daqueles que asseguram o meu salário e o salário dos meus camaradas quando dão uma ou mais moedas para levarem o jornal das bancas - ou, mais recentemente, para o receberem por via electrónica. Nem todas as primeiras páginas para as quais contribuí saíram como eu desejava. Por vezes não consegui convencer quem tinha a incumbência e noutras fui mesmo eu a cometer o que na manhã seguinte eram evidentes erros de palmatória.

 

Dito isto, a exclusão de Jorge Fonseca, primeiro português campeão mundial de judô, da primeira página do “Jornal do Sporting” é especial aberrante. Não só pelo valor de notícia (que, garantem-me, não foi ignorada no interior), não só por o feito do judoca leonino não ter sido valorizado por nenhum dos cronistas residentes (mais uma vez é o que me dizem), mas também por a exclusão ter indícios de ser a consequência das declarações de Jorge Fonseca e do seu treinador, Pedro Soares, nomeadamente quanto ao estatuto de atleta do Sporting da jovem ucraniana Daria Bilodid, que também venceu o título mundial, e aos elogios públicos de Jorge Fonseca a Bruno de Carvalho.

 

Se assim tiver sucedido temo muito más consequências para a permanência destes valores do judo de leão ao peito, em linha do que já aconteceu com a valorização da liberdade de expressão que culminou no fim do programa de Rui Calafate e Samuel Almeida na Sporting TV. Quanto ao “Jornal do Sporting”, que vou comprando de forma intermitente desde a adolescência, resolvi suspender a sua retirada das bancas após os textos sobre a Supertaça terem saído amputados da ficha de jogo, numa decisão que me encheu de vergonha alheia. Mas há muito tempo que lhe reconhecia escassa mais-valia em relação ao que vai saindo nas redes sociais, também mais fracas na actual gerência... Espero que melhore o jornal e melhore a mentalidade no Sporting. Alvalade não pode parecer assim tão perto da Coreia do Norte.

{ Blogue fundado em 2012. }

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D