Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

O treinador danoninho

DSC_0977.JPG

DSC_0978.JPG

Ontem o falante, o único falante, da terceira língua oficial reconhecida pela república (temos o português, o mirandês e o machadês) no final do jogo, dizia-nos (sem se rir) que analisando os dois jogos, tinha faltado um "niquinho" [a não ser que a palavra em machadês tenha outro significado] para o Nacional estar na final.
Um "niquinho"?
Analisemos então os factos.
As imagens em cima são retiradas do orgão oficioso do clube que se situa no lado errado da segunda circular, de hoje e do dia 6 de Março de 2015 (Pedro Correia já escreveu neste "blog" sobre o "timing" dos jogos da Taça de Portugal).
Vejamos então, no primeiro jogo, o Nacional efectuou nove remates à baliza (excepto os interceptados) desses, quatro acertaram na baliza, dois foram golo, dois Patrício defendeu, quatro foram fora e um bateu no poste; já o Sporting efectuou uma dúzia de remates, sete foram ao alvo, cinco defesas de Gottardi e dois golos; cinco para fora; posse de bola 61% para o Sporting que jogou com, apenas, 10 jogadores mais de 30 minutos e 39% para a equipa de Manuel Machado... lá estou como dizia o poeta: "não há machado que corte a raiz ao pensamento".
Analisemos então, o jogo de ontem.
Como vimos, o Nacional precisava de vencer ou empatar marcando três golos ou mais.
Quantos remates acertou na baliza?
Quatro.
Pois, assim é difícil... um clube que precisa de vencer ou empatar por muitos e só consegue acertar por quatro vezes na baliza adversária, põe-se a jeito para perder e a seguir vir choramingar de telemóvel em riste que o golo que sofreu foi feio e que os outros meninos são maus.
No jogo de ontem o Sporting teve 67% de posse de bola, o Nacional 33% ou seja o Sporting foi superior em tudo excepto na "pantufada" aí o Nacional cometeu 22 faltas, e nós, apenas, 17.
 
[para que fique bem claro, não gosto de ver o Sporting a jogar como jogou ontem, e, embora perceba a opção do Hugo e dos assistentes ao validar o golo eu não o validaria, acho que William está na zona para onde a bola foi jogada. penso que a lei do "off-side" deveria ser melhorada da mesma forma que deveria ser clarificada a questão da bola na mão ou de mão na bola dentro da área. é, apenas, a minha opinião, obviamente]
 
Quanto à eliminatória, à soma dos dois jogos, foi muito Sporting para pouco Nacional, terminando como comecei, digamos que foi um danoninho madeirense contra um iogurtão de Portugal.
 

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Mais comentados

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D