Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

O elo mais fraco

KLPHBQLS.jpg

 

Depois de José Peseiro, Tiago Fernandes, Marcel Keizer, Leonel Pontes e Silas, não me admirava nada que estivesse a ser equacionada a vinda do sexto técnico do futebol profissional leonino nesta era Varandas.

Um sinal de que o processo de substituição poderá já estar em marcha foi a notícia publicada na edição de ontem do Record, com chamada de capa, dando nota de que os jogadores «fizeram saber que não se sentiam cómodos com constantes alterações» introduzidas pela actual equipa técnica.

Na mesma página, outra janela aberta sobre o Sporting, sob este título: «Técnico e capitão dissonantes». E em complemento, outra estocada em Silas: «Seis sistemas em 11 encontros.» Pormenoriza o jornal que o ex-treinador do Belenenses SAD já experimentou no Sporting o 4x4x2 clássico, o 4x4x2 losango, o 4x2x3x1, o 3x5x2 e o 3x4x3, além do 4x3x3 mais tradicional. «Balneário pressiona para que a equipa estabilize em 4x3x3.»

 

Qualquer mediano decifrador de circuitos noticiosos perceberá de onde foi soprada a notícia para o jornal desportivo mais conotado com o Sporting: da administração da SAD. O jornalista não inventou, os jogadores concentrados desde o fim de semana no norte do País não andaram certamente a telefonar para o diário e Silas seria o último interessado em ver coisas destas impressas.

Irá a corda partir novamente pelo aparente elo mais fraco, transformado em bode expiatório de todos os desaires? Não me admirava nada. Num clube que teve 21 treinadores nos últimos 19 anos, se existe tradição solidamente enraizada em Alvalade é a da chicotada psicológica. Na dúvida, enxota-se o treinador e depois logo se vê.

Neste século XXI, entre nós, isto nunca produziu efeitos positivos. Mas funciona como momentânea cortina de fumo, desviando as atenções e distraindo os incautos. Ganhar tempo, seja como for, parece ser a palavra de ordem no edifício Visconde de Alvalade. Resta saber para quê.

E o burro é o Keizer ?

Penso que quase todos estarão de acordo em que a formação é um pilar essencial do ADN do Sporting, e quando pensamos em Futre, Cristiano Ronaldo, Figo, Nani, Rui Patrício e tantos outros, pensamos em miúdos que chegaram muito novos e encontraram no Sporting as condições essenciais para se conseguirem desenvolver e catapultar para outros voos. (Salvé mestre Aurélio Pereira)

Infelizmente nem sempre quem foi formado em Alvalade ou em Alcochete demonstrou a gratidão que se poderia esperar, se calhar muito por culpa do contexto menos nobre do futebol profissional, dos engodos e armadilhas dos seus empresários e agentes, de desleixos internos, e quando se junta a esse contexto uma crise no clube, por culpa de quem já sabemos, tornou-se possível que com mais ou menos razão conforme os casos, existisse no final da época passada uma debandada de jogadores formados no clube, alguns deles capitães, Rui Patrício, William, Gelson, Podence e Rafael Leão, hoje em dia todos eles a demonstrar o seu valor nos respectivos clubes. Antes deles foram Adrien e João Mário nas condições que se conhecem.

Quando a essa debandada se junta o fim da equipa de "estágio" pré-primeira equipa, a equipa B, em detrimento duma equipa de sub-23 a competir contra equipas C (as sobras) dos principais clubes, Benfica, Braga e Guimarães, está montado um cenário complicado.

Então o que tivemos esta semana:

1. A equipa A a golear fora de casa o Belenenses por 8-1, a maior goleada há 34 anos, sem nenhum jogador da formação nos 14 utilizados, e reforçando o 3.º lugar depois do Benfica e Porto. 

2. A equipa sub-23 a ser eliminada por 4-2 pelo Rio Ave na Taça dos Sub-23, repetindo a classificação do campeonato, ou seja, na prática ficou em 3.º lugar na categoria, depois do Rio Ave e Desp. Aves (!!!). Com as grandes esperanças da formação, Miguel Luís e Thierry Correia, no onze titular. Com outros estrangeiros promissores, Paulinho, M. Nunes, Túlio e Plata no onze também. Sem Bragança e Baldé que foram para a 2.ª liga, sem grandes rasgos a registar.

Obviamente temos que registar um ou outro produto da formação a explodir em clubes de empréstimo. Por exemplo, Mama Baldé e... Mama Baldé... e já falei em Mama Baldé??? Outros ainda na fase de prometer qualquer coisa. Ou de darem algum numa possível venda.

No que a mim diz respeito, há muito que entendo que deveria haver uma quota mínima para a formação no plantel da equipa A do Sporting. Prefiro mil vezes ver um Jovane a titular do que um Diaby, um Thierry Correia a defesa direito do que um Ritskovski, e assim sucessivamente. E muito gostaria de ver F. Geraldes no onze titular do Sporting. Ou o Max. E desafio qualquer um deste blogue a demonstrar que acompanhou mais do que eu as equipas B do Sporting em Alcochete e fora dele.

Entendo também que apostar num jovem requer paciência e continuidade. Aquela que Jorge Jesus teve com Gelson Martins e poucos mais. 

Mas tendo em conta resultados e performances, não esquecendo o desempenho dum ou outro dos citados em diversos momentos desta temporada, importa perguntar:

E o burro é o Keizer?

SL

Titula-me que eu gosto

tvi24.JPG Título da TVI24

 

Paulo Pereira Cristovão foi membro da Polícia judiciária durante 16 anos e vice-presidente do Sporting durante 16 meses. Daí que seja justíssimo o título da TVI24. 

Não que o Sporting possa apagar da sua história a passagem de alguns personagens pouco recomendáveis pela sua casa, como não o pode fazer nenhuma outra organização (OK, podem retirar-se uns retratos da galeria de notáveis). 

Mas iria jurar que para o cidadão consumidor de informação seria bastante mais relevante saber que um polícia, com responsabilidades de investigação em crimes graves e até uma especialização em crime económico, concretamente no combate à corrupção, é suspeito da prática dos crimes de associação criminosa, sequestro, roubo qualificado, usurpação de funções, abuso de poderes e detenção de armas proibidas.

 

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D