Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Indignidade e indignação

Portugal vs. País de Gales.

Um grupo de excursionistas de comboio vs. uma equipa de jovens responsáveis.

Uns miúdos que nos envergonham vs. um treinador envergonhado.

Comecemos pelo fim, pela última frase, foi penoso ver o embaraço de Rui Jorge.

Façam um exercício, tirem o som à televisão e vejam a "flash" de Rui Jorge; a linguagem não verbal diz tudo.

Foi patética a queda de Gonçalo Guedes, como português sinto-me envergonhado pela habilidade em "cavar" a falta.

Foi patética a forma como Gonçalo Guedes comemora o auto-golo do colega do País de Gales; é uma indignidade.

Um jogador indigno de se vestir de Portugal; um treinador vestido de indignação.

No futebol como na vida, vencer não é a única coisa que importa.

o índice Gonçalo Guedes

Ainda que ache que o Sporting (e Porto) não tenham tido a mesma compreensão arbitral que o Benfica, ou seja o pender a decisão em caso de dúvida, é importante ver as coisas como elas aparentam ser. 
E Gonçalo Guedes é um bom ponto de referência. O jogador do Benfica, que provavelmente não é o mais talentoso do campeonato, tem sido de uma entrega, disponibilidade e capacidade física que merece bem a nossa atenção. E elogio. Ou bem que há poção mágica no Seixal (e não, não estou a insinuar ilegalidades), ou bem que se trabalha melhor a parte física no Benfica. Eu gostava de saber porque não vejo Gelson ou qualquer outro dos nossos extremos/avançados com a pujança física de GG.
A sucessão de lesões no Benfica indicia qualquer coisa e essa coisa (não sei, não sou especialista) pode ser um grau de exigência que outros clubes (sem tantas lesões) não têm tido. Pode ser muita coisa, mas pode ser porque se carrega mais no físico. 
Apesar de o Benfica ser claramente mais fraco como equipa e até se encolher quando joga com adversários do seu nível (Napoles, Sporting ou Porto), onde interessa (nos mil e um jogos pequenos) é mais eficaz que os outros. O índice Gonçalo Guedes mereceria uma melhor análise por parte de quem percebe disto. 

p.s. Já agora, o facto de alguém se queixar de qualquer coisa (como das arbitragens, mas podia ser do BES, da qualidade do Frango Assado no Pingo Doce de Telheiras ou do vento) não implica que seja um queixinhas. Pode dar-se o caso de ter razão. 

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D