Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Manobras de diversão

O crucial não é discutir se houve ou não penálti a favor do Rio Ave. O crucial seria discutir o evidente fora-de-jogo de João Félix no segundo golo do Benfica.

 

O vídeo-árbitro funcionou como manobra de diversão. Ora vejamos a sequência: há uma jogada polémica na grande área do Benfica, o árbitro deixa seguir e, logo depois, o Benfica marca um golo em fora-de-jogo. Aí, o árbitro manda interromper o jogo para que se possa consultar o vídeo-árbitro. Pensei que ele queria examinar o lance do golo. Mas não! Ele quis clarificar a jogada anterior!

 

Na verdade, a jogada é dúbia. Mesmo com a repetição das imagens, é difícil de dizer se realmente o penálti se justificaria, por isso, não se pode verdadeiramente censurar o árbitro por não o ter assinalado. Mas não era isso que importava a Hugo Miguel. Importou, sim, desviar as atenções de um golo marcado de forma irregular.

 

A discussão à volta da existência, ou não, da grande penalidade é outra manobra de diversão, alimentada pelos media, a desviar do essencial.

Os golpistas

Os golpistas já nem se preocupam em manter uma imagem de isenção formal no assalto aos poderes atribuídos ao presidente da Mesa da Assembleia Geral pelos estatutos leoninos. Deixam bem evidente que representam apenas uma facção - a do Conselho Directivo hoje suspenso, com efeitos imediatos, pela Comissão de Fiscalização do Sporting.

A desvergonha e o despudor são tão óbvios que a senhora Judas, além de usurpar as funções de Jaime Marta Soares, usurpa também as de Fernando Correia, assumindo-se como porta-voz do presidente suspenso: «Ele não está aqui presente, porque entendeu que nós podemos explicar o que se passa.» Uma frase que merece entrada directa no anedotário leonino.

Não contente com isto, a tal senhora assumiu-se igualmente como directora de uma putativa campanha eleitoral do sucessor de Godinho Lopes, sublinhando que «caso haja eleições, Bruno de Carvalho e o seu Conselho Directivo ganha (sic) essas eleições».

Já nem procuram disfarçar: é mesmo à descarada. Qual isenção, qual equidistância, qual quê...

A “golpada” é se BdC ficar

IMG_0805.JPG

 

Bruno de Carvalho está finalmente suspenso de funções no Sporting. Mas não vai ser fácil que venha a acatar esta decisão da Comissão de Fiscalização. O homem já fala em “golpada”, quando ele não tem feito outra coisa desde que começou esta crise.

 

Uma “golpada” é se de alguma maneira ainda conseguir permanecer à frente dos destinos do clube e acabar o seu mandato, depois de tudo o que tem feito de prejudicial ao clube. Isso sim, seria uma “golpada” monumental.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D