Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

O "reforço" que nunca foi

21645863_B3hfw[1].jpg

 

Apresentado por Frederico Varandas como grande "reforço" do Sporting para a temporada 2019/2020, o brasileiro Fernando acaba de ser devolvido à procedência: já partiu para a Ucrânia, de onde tinha vindo por empréstimo do Shakthar. Regressa à base deixando um rasto paupérrimo por cá: nunca jogou na equipa principal.

«Quero ajudar com títulos e bastantes golos», disse o rapaz ao chegar, a 2 de Setembro, enquanto exibia as tatuagens para o fotógrafo oficial do Sporting. Promessas infundadas: desembarcou com queixas de «descompensação muscular», agravadas por uma virose, e nunca pareceu verdadeiramente recuperado, participando só em seis jogos da Liga Revelação, com um mísero golito. No fundo, nada surpreendente: na época anterior, tinha actuado em 22 partidas pelo Shakhtar, limitando-se a marcar por duas vezes.

Quando se atravessou por ele há quatro meses, numa entrevista à Sporting TV, Varandas demonstrou estar pessimamente informado pelo seu director desportivo e pelo departamento de prospecção do clube. «O Fernando é um extremo que foi considerado dos melhores do campeonato brasileiro em 2016/17 e 2017/18. Foi uma revelação do campeonato brasileiro.» Palavras do presidente sem a menor correspondência com os factos.

No longo estendal de barretes enfiados na última década por sucessivos administradores da SAD leonina, este candidata-se a ser um dos maiores. Ao nível de um Spalvis, de um Meli ou de um Paulista. Parte da crise estrutural do Sporting evidencia-se logo aqui: qualquer perna-de-pau aterra na Portela de Sacavém para se exibir de verde e branco.

 

Leitura complementar:

Um mistério chamado Fernando, texto meu aqui publicado a 12 de Novembro.

O mistério Fernando

21605667_ITNwc[1].jpg

 

Desembarcou há três meses e meio, chamado pela administração da SAD leonina, por empréstimo do Shakthar. O presidente Frederico Varandas chegou a atravessar-se por ele declarando em entrevista à Sporting TV que se trata dum puto-maravilha, "revelação do campeonato brasileiro".

Até ao momento, nicles. Sabemos que se chama Fernando, que tem muitas tatuagens e que chegou aleijado. De tal maneira que se viu incapaz, até hoje, de jogar um só minuto pela equipa principal do Sporting.

Dizem que é extremo, o que não garanto. Só vendo - e eu deste putativo craque ainda não vi nada. Valha a verdade: o Sporting precisa de verdadeiros reforços em várias posições (um central, um lateral, um genuíno médio defensivo, um ponta-de-lança) menos nessa.

Seja como for, estamos perante o maior mistério desta temporada, que já vai quase a meio. «Quero ajudar a equipa com títulos e bastantes golos», disse o rapazinho quando aterrou no Sporting. Até ao momento, nem uma coisa nem outra.

Ainda se arrisca a regressar à Ucrânia em estado virginal. Pelo andar da emperrada carruagem, já nada me admira.

Mais do mesmo

Notícias que vão circulando por aí garantem que a administração da SAD do Sporting anda em busca de mais um extremo, que poderá vir do Brasil daqui a mês e meio. Neste caso para preencher a ala esquerda.

Será engano meu ou a última posição que precisamos de reforçar é precisamente esta? Lembro que o último "reforço" desembarcado em Alvalade é extremo-esquerdo de origem, nasceu no Brasil e ainda nem sequer calçou.

Um mistério chamado Fernando

img_920x518$2019_09_09_00_44_17_1599320[1].jpg

 

Já no terceiro mês em Alvalade, o brasileiro Fernando continua sem se estrear de verde e branco. Nunca o vimos jogar com as nossas cores. O mistério permanece: a lesão só pode ser muito grave para exigir uma recuperação tão demorada.

Tal como aconteceu com Rosier, que frequentou durante semanas o estaleiro leonino, também este extremo chegou fisicamente impedido ao Sporting. Algo inaceitável numa estrutura de futebol profissional. E que contraria declarações expressas do presidente Frederico Varandas durante a campanha que culminou na sua eleição. Recordo que o então candidato prometeu devolver à procedência quem aterrasse por cá sem revelar boa condição física.

Há que perguntar, sem rodeios de qualquer espécie, o que leva a administração da SAD a contratar jogadores inaptos para o futebol de alta competição. E como foi possível o presidente do Sporting equivocar-se a tal ponto sobre os supostos méritos de Fernando que chegou a dizer isto dele, em entrevista ao canal do clube: «O Fernando é um extremo que foi considerado dos melhores do campeonato brasileiro em 2016/17 e 2017/18. Foi uma revelação do campeonato brasileiro.» Frases que não correspondem aos factos.

«No Sporting quem escolhe os jogadores é o clube» , disse igualmente o candidato Varandas na campanha. Face ao sucedido, há que concluir, portanto, que escolhe mal.

De Fernando, um jovem cheio de tatuagens, resta-nos uma fotografia. Até agora é tudo quanto realmente sabemos dele.

Vieram reforçar ou não?

T1NF28TC.jpg

Jesé

image[1].jpg

Bolasie

ANMJ6EE0.jpg

Fernando

 

Acabamos de receber três reforços em Alvalade.

Vieram por empréstimo e são jogadores que actuam de preferência nas alas ofensivas.

O espanhol Jesé Rodríguez, emprestado pelo PSG. Na última época alinhou no Bétis (18 jogos, dois golos).

O congolês Yannick Bolasie, emprestado pelo Everton. Na última época alinhou no Anderlecht (17 jogos, seis golos).

O brasileiro Fernando dos Santos Pedro, emprestado pelo Shakhtar Donetsk, onde alinhou na última época (22 jogos, dois golos).

 

Lanço o repto aos leitores: o que pensam destes três reforços?

Compensarão as vagas abertas pelas saídas de Bas Dost, Raphinha e Diaby?

O plantel leonino, agora finalmente fechado, está mais forte ou mais fraco do que há um ano?

Perguntas que deixo igualmente à consideração dos colegas de blogue que queiram participar neste debate.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D