Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Um atroz ensurdecedor silêncio

A puta* da aparelhagem pifou?

Não há um recadinho a dar aos sócios e adeptos?

Está tudo bem em Alvalade?

Não se passa nada no Sporting?

Já estão a escolher o sucessor de Silas?

Já informaram da ementa para o camarote para Quinta-feira?

Não têm vergonha na cara?

Algum decoro, também não?

Precisam de um empurrãozinho?

 

* Não confundir com a gala, p.f.

Saber quando sair

No final de Fevereiro deste ano escrevi aqui que não acreditava na capacidade deste presidente para dirigir o nosso clube. Ao longo dos últimos meses esperei, caladinho, por não ter razão. A entrevista de sábado não foi mais do que a confirmação que Varandas não tem quaisquer condições para se manter como presidente do nosso clube. Num clube democrático como é o Sporting, eleições não são, de todo, uma forma de instalar qualquer confusão. São acima de tudo o meio para que os sócios do clube possam escolher a melhor opção para nos dirigir. Ninguém podia esperar, depois da desastrosa pré-época, que na entrevista de sábado o presidente Varandas pudesse surpreender. Infelizmente os problemas de comunicação, tão evidentes desde que se assumiu como candidato, não eram apenas problemas de comunicação. Não se pode aceitar o nível de amadorismo que tem pautado este último ano. Todos temos que saber o tamanho das nossas pernas. Ninguém questiona o Sportinguismo do presidente e dos que o acompanham na direcção. Se isso chegasse, todos poderíamos ser presidentes do nosso clube. 

Espero que o presidente tenha a humildade para reconhecer que não há nada que possa fazer que consiga inverter o que fez no último ano. E saia.

Peseiro para a rua, já!

jordao.png

O Vitória (de Setúbal) é a minha segunda equipa. Com pouco afã mas é. Não, não é por causa do verde-e-branco (ainda que ajude). Nem nunca "fui muito feliz em Setúbal". É mesmo por causa do Allison, do Manel e do Rui Manuel Trindade Jordão (e não me venham para aqui uns putos falar da rábula do Gauld e do Geraldes, que não sabem nada da história ...). Dito isto, avante.

O Vitória tem um plantel muito curtinho, valha-lhes Deus Nosso Senhor. Pois "não há dinheiro, não há palhaços" (não, não é insulto, o dito refere-se a artistas). Como não há dinheiro parece que os jogadores têm o taco em atraso. Nem começaram mal o campeonato mas estão a afundar. Os golos mais que rareiam, os pontos já nem os alcançam. Está o clube tão mal que na semana passada o treinador foi à vida - não foi uma "chicotada psicológica", o homem fez-se à estrada para onde lhe pagassem, seguiu para a Arábia Saudita mas afinal parou no Bessa. Ficou o director do futebol a tratar do assunto enquanto não arranjam alguém que se queira meter na boca do sado nestas condições.

E nisto tudo, para piorar, são visitados pelo campeão de inverno. Ok, o árbitro inventou ali na história do Ristovski. Mas não chega para esta miséria. Certo, se houvesse penalties no fim, para o desempate, teríamos ganho. Mas no campeonato não há. Há só isto. Uma equipa que vai a Guimarães e leva um banho de bola e uma derrota. Que vai a Tondela e leva umas arroxadas e uma derrota. Que empata em casa com o Porto, a jogar o q.b. para empatar (as pessoas terão visto o tempo que o Renan levava a devolver a bola para o jogo?, o que isso mostrava da disposição mental dos jogadores? E se calhar das instruções?). E que agora empata com o medíocre Setúbal, sem jogar a ponta de um chifre. Eu vou repetir o notório: derrota com o Guimarães, derrota com o Tondela, empate com o Setúbal. 

É certo que olho para a equipa e há coisas que não percebo. O campeão de Inverno só tem 3 centrais no plantel, durante o Janeiro que é sempre difícil? Mas não há equipas sub-isto e sub-aquilo, cujos jogadores são para fazer subir à equipa principal quando necessário? Ainda para mais agora que se fez uma sub-23, jogadores já graúdos? E aquele Diaby joga sempre porquê se nunca joga? E os miúdos da Academia, que o Jesus não lançava apesar de tão talentosos, e que um treinador da escola Ajax tornaria estrelas, onde andam eles? Aquele Jovane, aquele outro rapaz que o avô, tão simpático, foi "apanhado", comovido, quando o neto marcou um golão? E úo leitor de Saramago, que não deixaram ficar em Setúbal, onde jogava, e agora também não na Alemanha, onde talvez viesse a jogar? E outros que devem se calhar andar por lá? Quando é que virá um holandês voador da escola Ajax, para lançar os miúdos? 

Eu vou repetir, caso não tenham lido com atenção. Derrota em Guimarães, derrota em Tondela, empate com o Setúbal (e o Setúbal nestas condições, imagine-se que estava um bocadinho melhor ...). 

O presidente Varandas está a dormir? A massa adepta, o "Universo Sporting", emigrou? Francamente, dr. Varandas, não há volta a dar-lhe: demita o Peseiro, já! O homem não tem mãos para isto.

Finalmente uma boa notícia

Parece que o governo finalmente acordou para a bagunça que grassa no IPDJ e puxou da vassoura.

Baganha e sus muchachos vão às de Vila Diogo no final deste mês de Agosto.

Já não era sem tempo.

Aguardamos, penso que todos os que gostamos de desporto e de futebol em particular, pela actuação da nóvel Autoridade Nacional contra a Violência do Desporto e que as funções que agora irá ter a seu cargo, as desempenhe muito melhor que o instituto liderado por Augusto Baganha, que tem sido uma verdadeira desgraça.

Obrigado!

Este é o meu sentimento para com o primeiro mandato do agora presidente-demitido, um sentimento genuíno e sem qualquer tipo de ironia.

A 4 de janeiro, ainda antes de todas as embrulhadas (eufemismo simpático) dei a conhecer este texto que agora relembro, também elogiei a sua postura na defesa do Sporting…

Poderia ter sido uma coisa bonita… Não foi!

Não foi unicamente por culpa dele, convém não esquecer!!!

 

O que aconteceu depois e a minha posição sobre isso está, neste espaço, profusamente retratado.

 

 

Na minha infância recordo uma telenovela brasileira chamada «O Casarão» (a segunda, creio eu, a passar na RTP) e nela existir uma personagem que passava «o tempo todo mexendo uma banheira cheia de merda, tentando criar ouro com isso».

Não creio que remexendo permanentemente na imundice apareça ouro algum. Por isso, meus caros, sobre o presidente-demitido vou procurar, doravante, não tecer nenhuma palavra, nem tão pouco sobre a sua constante e recente «diarreia verbal» de argumentos insultuosos que os mediocres benfiquistas usam, pois sobre essa, no sábado, os sócios «puxaram o autoclismo»!

(Desculpem a imagem!)

 

Viva o Sporting!

Li bem?

"Nunca me demitirei", disse BdC há pouquíssimos dias (umas dezenas de horas, para ser preciso). "Demito-me se os jogadores ...", acaba de dizer, face às esperadas rescisões, que, aliás, tinha desafiado.

Isto tem algum cabimento? Alguma lógica, rumo, pertinência, qualquer-coisa? Ainda há quem defenda este desatino total? 

Já agora, ó Quintela e 5 parceiros: demitam-se e vão a eleições, a proposta que o BdC acaba de fazer, é o que anda tudo a dizer que é necessário, desesperadamente necessário, há umas largas semanas. Estás (estão) à espera de quê, caralho? 

 

Bruno, demite-te, porra

Demite-te, Bruno. Não faças mais mal ao Sporting. Vai-te embora, porra. Demite-te, Bruno. Não faças mais mal ao Sporting. Vai-te embora, porra. Demite-te, Bruno. Não faças mais mal ao Sporting. Vai-te embora, porra. Demite-te, Bruno. Não faças mais mal ao Sporting. Vai-te embora, porra. Demite-te, Bruno. Não faças mais mal ao Sporting. Vai-te embora, porra. Demite-te, Bruno. Não faças mais mal ao Sporting. Vai-te embora, porra. Demite-te, Bruno. Não faças mais mal ao Sporting. Vai-te embora, porra.  Demite-te, Bruno. Não faças mais mal ao Sporting. Vai-te embora, porra.  

Ouviram?

Fizemos ouvir-nos, alto e bom som. Basta. Demissão. Eleições, já!

Como no repúdio que manifestámos em casa no jogo com o Paços de Ferreira, com a manifestção à porta da sede da SAD, esta tarde, temos razão para ter orgulho em nós!

Perante tamanha expressão de rejeição da ainda direcção, se os cegos sete continuarem no poder (e eu tenho a certeza que assim será), confirmarei que estão a esconder misérias e horrores. Escondem a péssima e lesiva gestão para o clube que me reforça os receios porque verdadeiramente temo o pior.

Cada vez me convenço mais que a dívida de 4 milhões de euros à Gestifute pela transferência de Adrien, confirmada pelo Conselho Directivo em comunicado, é só a ponta de um iceberg de buracos na gestão.

Como esta tarde gritei em conjunto com centenas e centenas de nós, reafirmo a urgência de podermos votar e com o poder do voto desalojarmos aqueles que agora se barricam na presidência, colados ao poder à força de ilegalidade atrás de ilegalidade.

 

Os que já saíram

1024[1].jpg

 Bruno de Carvalho em 2013: muita coisa mudou desde então

 

 

Conselho Directivo

Vice-presidentes:

Artur Torres Pereira (2017)

Vicente Moura (2017)

Vítor Silva Ferreira (2015)

Vogais:

Bruno Mascarenhas (2018)

Rita Matos [suplente] (2018)

Jorge Sanches [suplente] (2018)

 

Mesa da Assembleia Geral

Presidente:

Jaime Marta Soares (2018)

Vice-presidente:

Rui Solheiro (2017)

Eduarda Proença de Carvalho (2018)

Secretários:

Miguel de Castro (2018)

Luís Pereira (2018

Tiago Abade (2018)

Diogo Orvalho [suplente] (2018)

Manuel Mendes [suplente] (2018)

Rui Fernandes [suplente] (2018)

 

Conselho Fiscal

Presidente: Jorge Bacelar Gouveia (2017)

Presidente: Nuno Silvério Marques (2018)

Vice-presidente: Oscar Figueiredo (2017)

Vice-presidente: Vicente Caldeira Pires (2018)

Vogais:

Vítor Vale (2018)

Miguel Almeida Fernandes (2018)

Jorge Gaspar (2018)

Nuno Miguel Santos (2018)

João Peixoto da Silva (2018)

Mais um

Depois da Mesa da Assembleia Geral em bloco, dos membros do Conselho Fiscal e Disciplinar (menos um), de quatro elementos do Conselho Directivo e do preparador físico Mário Monteiro, chegou agora a vez de Frederico Varandas: o prestigiado director do departamento clínico leonino acaba de anunciar a demissão.

Também ele incapaz de tolerar o manicómio em autogestão em que o nosso clube infelizmente se transformou sob a batuta de Bruno de Carvalho. 

Insustentável

Ao mesmo tempo que Bruno de Carvalho faz uns malabarismos para se acorrentar ao poder (difícil é entender como Augusto Inácio e Fernando Correia se sujeitam a estas coisas), começo a ouvir algumas vozes de comentadores a afirmar que irá ser difícil demitir esta direcção e convocar eleições, que o presidente tem tudo minado e que facilmente manipulará uma assembleia geral com as suas claques fiéis. Que mais vergonhas têm os sportinguistas de passar e desgraças são precisas acontecer para que o doidinho nos desampare o Clube?
Vamos ou não vamos expulsar o usurpador, Dr. Marta Soares? Onde é que eu tenho de assinar?

Não nos vamos demitir!

"Não nos vamos demitir!" . Esta foi ontem a conclusão de Bruno de Carvalho (BdC) e dos que ainda o acompanham, praticamente todos assalariados do clube. Não se demitem, quem? Da lista de BdC nas últimas eleições, quem resta? É ver a lista abaixo. Quase ninguém. Se virmos também a lista do Conselho Leonino e da Comissão de Honra da sua candidatura, já quase não há protagonistas do projeto. Apesar do projeto.

A espiral de desgraça que se abateu nas últimas semanas sobre o nosso clube manchou a sua história e a memória de quantos por ele se bateram, por décadas e décadas, para além de ter abalado profundamente a nação leonina. Não há um só responsável, é certo, mas há responsabilidades de quem lidera que não podem ser aligeiradas (e falo da direção no seu todo, isto é dos órgãos sociais). Muito cético e receoso sobre que Sporting teremos na 2ª feira.

Insustentabilidade, é a palavra apropriada para caraterizar a situação da direção do Sporting. Não o digo com regozijo nem orgulho, mas com uma profunda tristeza, com dor. Vai ser preciso um trabalho hercúleo e a dedicação de muitos adeptos e sócios para recuperarmos o nosso lugar, e podermos erguer a nossa divisa: Esforçodedicaçãodevoção e glória – Eis o Sporting Clube de Portugal.

Apesar disto  vou ao Jamor com um grupo grande de amigos sportinguistas, porque o Sporting "É a nossa fé". E só o Sporting!

Dir Sport

Dir Sport2

 

Conforto

Sem excepção, todos os meus amigos e companheiros leoninos querem a demissão da direcção. Vejo a unanimidade neste blogue, nos amigos sportinguistas das redes sociais, nos colegas de trabalho, nos filhos, nos comentadores de rádios e TV, em todo o lado. Vejo sportinguistas novos e velhos, homens e mulheres, de esquerda e de direita, adeptos fervorosos e simpatizantes, todos unidos na vontade de salvar a instituição que tanto amamos da irresponsabilidade e da atração pelo abismo de quem a dirige.

 

Excepções a esta unanimidade vejo-a apenas nas redes sociais em pessoas que mal sabem escrever português.

 

No meio de tanta adversidade, conforta-me ver tantos sportinguistas a rejeitar a violência, a corrupção, a mentira e a falta de dignidade no Sporting. Por agora, é o único consolo que me resta.

 

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D