Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Aquilo que o Pina ontem deveria ter respondido à morsa

"Após sucessivas intervenções nos últimos anos que relembramos (Rui Gomes da Silva, Pedro Guerra, José Eduardo Moniz e o próprio Presidente, Luís Filipe Vieira) a manipularem a opinião pública com um não existente perdão de dívida, voltam agora os mesmos ou novos que funcionam como gramofone da propaganda e desespero benfiquista, nomeadamente António Figueiredo e Jaime Antunes, a querer levantar novas suspeitas fazendo insinuações sobre perdões de dívidas e não pagamento de juros ou pagamento de juros baixos.

Sobre o mesmo queremos esclarecer, novamente, de forma sucinta alguns pontos:

1º - Não existiu qualquer perdão de dívida. Existiu apenas uma negociação difícil, complexa, prolongada e detalhada para uma reestruturação financeira onde o Sporting Clube de Portugal inclusivamente já amortizou nesta data mais dívida do que o previsto.

2º - A reestruturação financeira, como é do conhecimento público, tem um prazo até 2026, o que significa que ficam vários actos, acordados com os bancos e  (depois de minuciosa explicação) aprovados pelos Sócios em Assembleia Geral do Clube, para serem realizados ao longo do tempo, nomeadamente aumentos de capital, prolongamento de prazos de VMOC´s, emissão de VMOC´s e empréstimos obrigacionistas.

Que fique esclarecido que todos estes actos vão sendo praticados na altura devida, como foi o caso na semana passada do prolongamento do prazo das VMOC´s antigas, derivados todos do acordo inicial e não de novas negociações ou de novos actos não planeados desde o início.

Todo este ataque concertado pelos comentadores afectos ao Benfica, primeiro no caso do contrato de direitos televisivos/patrocínio da camisola/exclusividade do canal e, agora novamente, sobre as condições da reestruturação financeira, deixam clara tão somente a incapacidade crónica que o Benfica tem em fazer bons negócios ou bons acordos.

Não devem os benfiquistas estar tão preocupados ou tão desesperados com o que o Sporting Clube de Portugal fez de bom, mas ao invés deveriam, se assim o entenderem, preocupar-se com a incapacidade negocial do seu clube e o constante “choradinho” para ver se alguém, com pena, lhes dá a possibilidade de, no mínimo, aprenderem a negociar."

Aqui.

Leoninices diversas

1. Já só faltam o MRPP, POUS, PAN, MAS e mais uns quantos

 

Para se juntarem a Mário Figueiredo, Fernando Seara, Vítor Ferreira, Rui Alves, Júlio Mendes, Paulo de Carvalho e Paulo Teixeira na corrida eleitoral à Presidência da Liga. Uma eleição que arrisca bater o número de candidaturas às Europeias.

 

2. O futebol italiano já não é o que era

 

Quando era miúdo, o Real Madrid, o Barça, o Manchester United, o Arsenal ou o Bayern eram senhoras equipas, como são ainda hoje, mas residia no calcio e nos seus principais clubes (AC Milão, Inter de Milão e Juventus) a principal reverência e temor futebolísticos.

Hoje em dia, vemos o presidente da Juventus reconhecer, sem dramas, que a sua equipa não tem a capacidade de conseguir segurar um Pogba e, mais recentemente, o treinador do Benfica admite, também sem dramas, que preferiu continuar a treinar o Benfica do que ser timoneiro do AC Milão.

 

3. 300

 

Depois de dar nome a filme, o número 300 volta a estar na ordem do dia, desta feita por se tratar, aparentemente, do valor de passivo por reconhecer pelo Sporting, e que tanta aflição tem causado ao Presidente do Benfica.

O valor é preocupante mas não se trata propriamente de uma realidade desconhecida. Afinal, a monstruosa dívida é o inimigo público número 1 do Sporting, e que tem merecido combate sem quartel por parte desta Presidência. Antes assim do que termos um Presidente a assobiar para o lado e preferir falar da casa dos outros.

 

4. Um exemplo para os jovens

 

Assim sublinhou Cavaco Silva, referindo-se aos atletas que irão vestir a camisola com a cor vermelha no mundial do Brasil (não refiro, propositadamente, “cores nacionais” porque de nacional aquela camisola não tem nada).

Minutos depois, Cavaco prestava-se a tirar uma «selfie» bem ao lado de Raul Meireles com aquele seu registo de punk/homem das cavernas.

 

5. Adeus

 

Terminou o contrato do Sporting com a PUMA.

8 anos depois, e 8 camisolas principais depois, não ficam muitas saudades. 

Vieira, o Cupido da dívida

O Vieira, na sua entrevista à RTP, resolveu namorar o FCP e distanciar-se do SCP. Aos que não entenderam o porquê da setinha do Vieira/Cupido ao pintinho, desse xicoração lã_pião aos andrades, eu explico. O Benfica e o Porto têm um passivo descomunal não resolvido com a banca, ao contrário do nosso. Não lhes chega vender jogadores, para aliviar as coisas, têm de baixar os custos e pagar as dívidas. A banca, na conjuntura atual, já não é, nem pode ser, tão amiga. Mas SLB e FCP precisam da gentileza da banca, ou terão de seguir o caminho do SCP, diminuindo drasticamente os seus custos, nomeadamente com jogadores. Isso, para eles, é uma revolução - com eventuais consequências na competitividade interna e externa. Um perigo, o exemplo do Sporting esta temporada: mais com menos. Percebe-se, assim, porque o Vieira diz que lhe não caem os pêlos das manitas e falará com o Papa emérito (o em funções é o dito Vieira). Eles vão usar o argumento falso dos «favores da banca» ao SCP, para querer favores a sério. Sem contrapartidas de racionalidade de custos, que o SCP corajosamente adotou. Estão numa de pressão sobre a banca, junto desta e usando os adeptos, passando uma mentira como verdade. Acham que a pressão a dois será mais efetiva. São dois coxos que se apoiam, a ver se se equilibram. Dois coxos com a mesma ideia da verdade desportiva e da verdade financeira. Ou seja, sem verdade e sem vergonha nenhuma. Vão-se aliar para encher pneus rotos. Tentando usar o honrado SCP como «argumento». Sigamos os próximos capitulos. E o próximo campeonato.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D