Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Problemas do Futebol - Corrupção

A corrupção subverte os princípios básicos da vivência em sociedade e do desporto.

É um problema global e não apenas do futebol português, sendo que as consequências variam do local onde é praticada. Em Itália tivemos clubes despromovidos para ligas inferiores e perda de pontos, mas em Portugal, não vislumbramos consequências para os inúmeros casos.

Aparentemente é normal aliciar árbitros com favores sexuais, vouchers, “lutar” pelo controlo do conselho de arbitragem, condicionar árbitros nas suas habitações e locais de trabalho, avaliações de árbitros baseadas na performance/beneficio do clube A ou B.

Ou seja, o problema está na mentalidade do adepto e na sociedade portuguesa em geral, que considera normal quando tudo isto acontece em benefício do seu clube. Por outro lado, espera uma justiça implacável quando algo semelhante acontece num outro clube que não o dele.

Na prática parece que a paixão clubística prevalece sobre a justiça, os princípios básicos do desporto e de vivência em sociedade. Falta-nos cultura desportiva. Temos que evoluir neste capítulo porque só assim a modalidade pode sobreviver.

Mãos corrompidas de azul

22298977_nwgF7.png

Todos sabemos graças a quê e a quem, o clube presidido (presídio) por Pinto da Costa venceu esta Liga.

(não é por acaso que se chama Liga, "me liga, vá").

O FC Porto, alegadamente, compra.

Compra porque há alguém que, alegadamente, se vende, muitos árbitros, observadores de árbitros, etc, etc, etc, alegadamente, vendem-se, alegadamente, venderam-se.

Terão coragem no dia seguinte de fazer festas nos filhos, na mulher (ou no marido) com as mãos a escorrer langonha azul?

Terão coragem de se olhar no espelho.

Quais terão sido os mais responsáveis pelo triunfo do clube apaparicado por Rui Moreira?

Deixo a minha opinião como mote:

- António Nobre (nobre de nome) e Artur Soares Dias, árbitro e VAR do Estoril vs. FC Porto.

(alegadamente, o meu advogado telefonou-me para, alegadamente, não ter problemas jurídicos com a publicação deste texto)

Seguir o exemplo de Itália

«Por estes dias e neste ambiente judicial recordei-me como a Justiça italiana resolveu os seus problemas com o futebol. Por exemplo, quando eclodiu o escândalo de corrupção desportiva (e não só) conhecido por "Calciopoli". A Federação Italiana de Futebol foi buscar o juiz Francesco Borrelli, que se tinha reformado há pouco tempo e em menos de um ano investigou o processo com consequências dramáticas para alguns dos principais clubes italianos. Uns desceram de divisão, outros receberam outras punições severas, tanto na justiça desportiva como na penal. Por cá, já vai sendo tempo de não ficar apenas pelas buscas e de serem extraídas verdadeiras consequências dos processos que aí andam. Enquanto isso não acontecer, a culpa irá morrendo solteira, num ambiente geral de degradação da imagem do futebol e das instituições. E isso é o pior que pode acontecer.»

 

Eduardo Dâmaso, hoje, no Record

Noites de pesadelo

Estão a ser noites de pesadelo para os corruptos no futebol. Motivo: após mais de um ano de prisão preventiva, um ás da informática chamado Rui Pinto passou a estar em regime de detenção domiciliária, a pretexto da pandemia em curso, e os seus advogados anunciaram que o rapaz vai prestar toda a colaboração à Polícia Judiciária, nomeadamente à Unidade Nacional de Combate à Corrupção que também investiga o mundo obscuro das práticas ilícitas associadas aos meandros dos negócios da bola. 

Basta lembrar que foi ele quem contribuiu recentemente para derrubar a mulher mais poderosa de Angola, também considerada a mais rica do continente africano.

Nada voltará a ficar como até aqui.

 

Hoje giro eu - O jogo da mala

olgacardoso.jpg

 

Não, não me refiro ao jogo imortalizado pela "amiga Olga" (uma querida e respeitável senhora), mas é importante despertar. Terá soado o gongo? É pagar para perder? É pagar para ganhar? O que tem a dizer o Sindicato dos Jogadores sobre as denúncias dos atletas e pronta negação dos alegados corruptores? Quem são estes empresários/alegados intermediários e quem os regula? O que têm Liga e FPF a dizer sobre a prevenção disto? O que se está a passar no futebol português? Corrupção ou contra-informação? Eu pago para ver...

Será?

Será que ainda vamos ao Marquês, com dois anos de atraso?

Tanta gente que andava com a pulga atrás da orelha.

Tanta gente que desconfiava que aquele campeonato foi estranho.

Tanta gente que viu coisas estranhas acontecerem em jogos daquela época.

Hoje rebentou a bomba.

Que os órgãos de polícia criminal investiguem. Que a justiça julgue e condene, se for caso disso.

É que nós todos merecemos isso. Juro que até comemorarei a dobrar.

Seria melhor?

Todos os jogos das duas últimas jornadas da Bundesliga (o campeonato da 1ª divisão alemã) têm forçosamente de acontecer no mesmo dia (de cada jornada) e à mesma hora, a fim de evitar manipulações, ou outras manobras desonestas. Sendo o campeonato português tão cheio de polémicas, quanto a arbitragens e serviço de interesses, não seria melhor seguir pelo mesmo caminho?

Será que eles não se enxergam?

Li hoje que o nosso último adversário irá fazer tudo para impugnar este campeonato.

Fiquei de tal maneira atónito com a notícia que a li e reli para tentar perceber se havia algo ali de estranho. Mas não.

O nosso eterno rival pretende mesmo que seja retirado o título de campeão ao FCPorto, devido a tentativas de aliciamento de jogadores e arbitragens.

Com tudo o que foi divulgado esta época será que eles não se enxergam?

Casos de polícia

 

Paulo Gonçalves, director do departamento jurídico do Benfica, detido por suspeita de corrupção.

 

Inspectores da Polícia Judiciária fazem buscas pela terceira vez desde Outubro no estádio da Luz.

 

Benfica teve acesso a processos do FC Porto e Sporting através de contactos de Paulo Gonçalves.

 

Bilhetes para vários jogos e produtos de marketing do Benfica são as contrapartidas sob suspeita.

 

Benfica manifesta confiança no braço direito de Luís Filipe Vieira, representante do SLB na Liga.

 

Um dos suspeitos, observador de árbitros, foi decisivo na despromoção de Marco Ferreira.

 

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D