Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Ainda sobre o "debate" de ontem

Uma vez que este assunto foi tratado pelo Colega Pedro Correia e que a lista de comentários já vai tão longa que qualquer informação ali colocada se perde, destaco aqui alguns pontos do comunicado da Lista A, encabeçada pelo João Benedito, a propósito do suposto debate de ontem:

"Após concordar com a agenda proposta pela Sporting TV, que inclui um debate a 7 este domingo dia 19, e um debate João Benedito-Frederico Varandas na segunda-feira 20, informou a CMTV que não participaria neste debate".

"O nome do Candidato João Benedito foi abusivamente utilizado várias vezes na promoção de dois debates onde confirmou atempadamente que não participaria"

Já agora, destaco outra passagem, bastante curiosa:

"No dia 8 de Agosto João Benedito deu uma entrevista escrita e filmada, na sede da candidatura, para o CM / CMTV, que seria publicada e transmitida dia 11 de Agosto. Essa entrevista já editada nunca foi publicada"

Esteve bem, quanto a mim, João Benedito. Delineou uma estratégia à qual foi fiel. Demonstrou ter coluna vertebral e não se vergar facilmente a pressões. Se é verdade que a CMTV insistiu em mostrar imagens de uma cadeira vazia, isso só atesta a falta de integridade de quem lá trabalha (desculpem, não consigo chamar-lhe jornalistas).

Quanto a Frederico Varandas, se havia confirmado a presença, esteve igualmente bem em manter a sua palavra. 

Para que serve a Sporting TV?

De novo se impõe fazer esta pergunta.

Agora por maioria de razão. Ao vermos um canal de televisão em nada vinculado ao nosso clube antecipar-se nos debates que - estes sim - poderão ser decisivos na formação das intenções de voto para o escrutínio de 8 de Setembro.

Refiro-me aos debates cara-a-cara, em dueto à laia de duelo.

 

Com sete candidatos em liça, não será fácil. Mas a CMTV organizou-os, já os anunciou e vai promovê-los, a uma cadência diária - excepto quando se realizarem jogos de futebol.

Serão vinte e um, no total.

Começarão depois de amanhã, em horário nobre, a partir das 20.45. Com duração prevista entre 20 e 45 minutos.

 

Eis o calendário:

17 de Agosto - Frederico Varandas / João Benedito

19 de Agosto - Dias Ferreira / Rui Rego

20 de Agosto - José Maria Ricciardi / Tavares Pereira

21 de Agosto - Frederico Varandas / Rui Rego

22 de Agosto - João Benedito / Madeira Rodrigues

23 de Agosto - Madeira Rodrigues / Rui Rego

24 de Agosto - Rui Rego / Tavares Pereira

25 de Agosto - Dias Ferreira / José Maria Ricciardi

26 de Agosto - Dias Ferreira / Frederico Varandas

27 de Agosto - José Maria Ricciardi / Rui Rego

28 de Agosto - Frederico Varandas / Tavares Pereira

29 de Agosto - Dias Ferreira / Tavares Pereira

30 de Agosto - José Maria Ricciardi / Madeira Rodrigues

31 de Agosto - João Benedito / Rui Rego

1 de Setembro - Madeira Rodrigues / Tavares Pereira

2 de Setembro - João Benedito / Tavares Pereira

3 de Setembro - Dias Ferreira / João Benedito

4 de Setembro - Frederico Varandas / Madeira Rodrigues

5 de Setembro - Dias Ferreira / Madeira Rodrigues

6 de Setembro - João Benedito / José Maria Ricciardi

7 de Setembro - Frederico Varandas / José Maria Ricciardi

 

E termino como comecei: afinal para que serve a Sporting TV?

Responda quem souber.

Sobre o debate

Ricciardi

 

Negativo:

  1. Da constante utilização do telemóvel;
  2. Quando fala do seu curriculum impera a cultura do eu;
  3. Pouco preparado em tudo que fuja do tema financeiro.

 

Positivo:

  1. Aparentemente bem preparado nas matérias financeiras;
  2. Afirma que depois do dia das eleições, seja qual for o resultado, o presidente eleito será o seu;
  3. Postura institucional.

 

Notas: Acho importante que um líder saiba ouvir todos os membros da sua equipa mas não consigo compreender qual a razão do constante recurso ao telemóvel. Quando fala do seu conhecimento/experiência na área financeira, faz na primeira pessoa e com isto demonstra alguma falta de respeito pela equipa de profissionais que o acompanha. De certeza que não fez tudo sozinho. Parece que a tão criticada cultura do “eu” não é só característica de Bruno de Carvalho. Demonstrou má preparação em assuntos extra área financeira. Mesmo assim, acho que é um candidato a considerar.

 

Dias Ferreira

 

Negativo:

  1. Do final do debate;
  2. Do demasiado tempo que perdeu a explicar o seu percurso profissional.

 

Positivo:

  1. Postura institucional;
  2. Foi assertivo nas palavras e explicou o seu trajeto profissional;
  3. Demonstra conhecimento, frontalidade e bom senso quando afirma que não partilha informação sem confirmação prévia.

 

Notas: Para mim, foi a revelação da noite. Confesso que não conhecia o percurso profissional de Dias Ferreira no futebol. Foi com algum agrado que confirmei que não estamos perante um "rookie". Agrada-me alguém que consegue adaptar o seu discurso. Consegue ser duro quando quer. Soube ouvir. Acho que é um candidato a considerar.

 

Madeira Rodrigues

 

Negativo:

  1. Fala muito mas acrescenta pouco.

 

Positivo:

  1. Da coragem na defesa dos seus argumentos;
  2. Do respeito por todos os outros candidatos

 

Notas: Um candidato com um discurso vago, pouco assertivo e pouco motivador. Gostei particularmente do respeito que demonstrou por todos os outros. Sabe e compreende o que é o ADN Sporting Clube de Portugal e os princípios do clube. Penso que não terá hipótese de ser o Presidente do Sporting Clube de Portugal, apesar do seu sportinguismo.

 

Rego

 

Negativo:

  1. Não se deu a conhecer.

 

Positivo:

  1. Falou pouco mas foi assertivo;
  2. Afirmou que estava mais interessado em discutir o futuro do que em falar no passado.

 

Notas: Lamentavelmente, não conseguiu passar a mensagem porque esteve muito discreto. Gostei particularmente da vontade que demonstrou em responder a questões colocadas pela plateia mas que infelizmente não lhe permitiram. Tem um discurso virado para o futuro e foi a debate para isso. Penso que não terá hipótese de ser o Presidente do Sporting Clube de Portugal.

 

Conclusões:

 

O debate foi pouco conclusivo mas deu para retirar algumas notas. Eu também gostaria de assistir a um debate com a presença de João Benedito e Frederico Varandas, mas compreendo as suas razões. Não gostei que todos tivessem “atacado” a ausência dos dois. Vamos esperar por próximos debates para retirar mais conclusões.

 

Saudações Leoninas

O debate a quatro

 

Ricciardi

O melhor - Parecia jogar em casa.

O pior - Procurar cábulas no telemóvel.

 

Ferreira

O melhor - Propor pacto para uma segunda volta.

O pior - Dispersão por questões secundárias.

 

Madeira

O melhor  - Lembrou que fez um teatrinho para o Sporting.

O pior - Quer resolver a dívida aumentando a dívida.

 

Rego

O melhor - Teve uma oportunidade de se dar a conhecer.

O pior - Desperdiçou a oportunidade.

 

Vencedores do debate de hoje

Fernando Tavares Pereira, Frederico Varandas e João Benedito.

Porque estiveram ausentes.

 

Não faz qualquer sentido promover um debate entre candidatos antes de esgotado o prazo para a validação das candidaturas, que só então poderão trocar argumentos em plano de igualdade e legitimidade. Tal como é um absurdo anunciá-lo como "decisivo" antes de a campanha propriamente dita começar.

Falta um mês para votarmos. E até lá ainda muita coisa irá acontecer.

O nariz na porta

Confesso que esperava que algum dos colegas do blogue lançasse o post, mas como até agora o assunto não veio à baila e percebendo porque alguns, por razões que se entendem, não se manifestam, cá vai a minha modesta opinião sobre o aconselhamento aos profissionais do Correio da Manhã e da CMTV de não frequentarem as instalações do Sporting, por razões de segurança.

Sou por convicção defensor da liberdade de opinião, portanto, apesar de por vezes me insurgir contra o que alguns OCS publicam sobre o Sporting e os seus dirigentes, entendo que a função do jornalista deve ser sempre tolerada. O princípio da censura não é, digamos, saudável.

Há no entanto um mecanismo na actuação dos jornalistas, que os obriga a serem responsáveis e que dá pelo nome de código deontológico. O jornalista tem um compromisso com a verdade, doa ela a quem doer e é-lhe vedado o exercício da invenção.

Esta chamada de atenção aos profissionais dos referidos OCS, poderá para alguns pecar por tardia e eu até os entendo, provavelmente até se justificaria, mas, e há sempre um "mas", que diabo, não havia outra altura para decidir uma atitude tão drástica? Quantas dezenas, centenas de vezes, os sócios e adeptos já exigiram o mesmo aviso de cautela a estes e outros jornais e televisões e o CD permitiu que eles corressem alguns riscos ao acederem ao estádio e à academia?

Presidente, há um mínimo, porra!

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D