Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Faz hoje um ano

 

Carlos Severino confirmava-se como o mais populista dos candidatos à presidência leonina. "Não vou ganhar um cêntimo, não vou ter vencimento, andarei no meu carro. Comigo, acabaram-se as mordomias, como o Conselho Leonino e os croquetes", declarou o antigo director de Comunicação do Sporting, que começava a habituar os adeptos a uma frase sonante todos os dias.

Esta esteve muito longe de ser uma das suas declarações mais felizes. Por um motivo que desde logo aqui apontei:

"Acho bem que acabem os croquetes, desde que não sejam substituídos por chamuças. Acho muito pior que o presidente do Sporting não seja remunerado e sinta a obrigação de usar o seu carro para deslocações de serviço, como sugere Carlos Severino. Deixando implícito que só alguém com fortuna pessoal está habilitado a liderar o nosso clube.

Mas o que não percebo de todo é o anúncio do candidato de que pretende pôr fim ao Conselho Leonino. Eu, se me chamasse Jorge Gabriel, não teria achado a mínima graça a esta declaração. Motivo? Jorge Gabriel encabeça a lista A - de Carlos Severino - ao Conselho Leonino. Precisamente um órgão a que o candidato pretende pôr fim."

 

"Estamos no Sporting a viver uma época que será obrigatoriamente de mudança. Todos esperamos que o próximo presidente nos traga a solução para o poço em que caímos. Que seja um presidente que olhe para o nosso passado e o honre, que se inspire naqueles que tudo deram ao nosso clube e que o levaram a ser um dos maiores clubes do mundo", escrevia por sua vez o Tiago Cabral, em jeito de carta ao futuro presidente leonino.

Nem de propósito. Naquele dia 12 de Março de 2013 o diário O Jogo revelava que havia trabalhadores com dois meses de salários em atraso no nosso clube. Isto enquanto o inefável Godinho Lopes - sempre ele - insistia em ser notícia ao anunciar no seu jornal preferido, o Record, que encontrara enfim uma solução para resolver urgentes problemas de tesouraria: vender mais um jogador. Mas adiantava que só podia ser um de três que contratara: Capel, Rojo ou Wolfswinkel.

O Sporting parecia de facto ter caído no fundo de um poço.

Acidentes de campanha (13)

Vale tudo para captar as atenções dos sportinguistas numa campanha eleitoral que está a ser bastante mais morna do que muitos previam. Diz agora Carlos Severino estar disposto a abdicar de salário e viatura fornecida pelo Sporting caso vença o escrutínio do próximo dia 23. Mas diz mais: quer também pôr fim àquilo que chama "mordomias", incluindo "o Conselho Leonino e os croquetes".

Acho bem que acabem os croquetes, desde que não sejam substituídos por chamuças. Acho muito pior que o presidente do Sporting não seja remunerado e sinta a obrigação de usar o seu carro para deslocações de serviço, como sugere Carlos Severino. Deixando implícito que só alguém com fortuna pessoal está habilitado a liderar o nosso clube.

Mas o que não percebo de todo é o anúncio do candidato de que pretende pôr fim ao Conselho Leonino. Eu, se me chamasse Jorge Gabriel, não teria achado a mínima graça a esta declaração. Motivo? Jorge Gabriel encabeça a lista A - de Carlos Severino - ao Conselho Leonino. Precisamente um órgão a que o candidato pretende pôr fim.

 

 

O que diz Carlos Severino

 

«O Sporting precisa de ser salvo. O clube está em pura falência, está numa situação financeira completamente degradada pelo facto de nas últimas três décadas ter tido prejuízos de 150 milhões de euros e de esta época ir acumular mais 45 milhões de prejuízo.»

 

«O Sporting - não é o Sporting, são os seus dirigentes - é um moço que faz fretes ao sistema, por acordos que são incompreensíveis, como os jogadores do Sporting que foram para o FC Porto.»

 

«O Sporting é um clube subalterno. E o que é que tem ganho com isso? Estar em 10º lugar!»

 

«Quando aparecer outro Ronaldo, nós poderemos discutir. Não mandamos embora o Ronaldo, seguramo-lo.»

 

«O Sporting no final do ano arrecadou 12 milhões que ninguém me quis dizer de onde vieram, depois arrecadou mais 2,5 milhões. Não caíram do céu. Nobre Guedes disse-me que foram os fundos, que o Sporting vendeu passes aos fundos. Ele disse-me, palavras dele, que o Rui Patrício não está vendido. Eu acredito que não esteja vendido a um clube. Está vendido a um fundo. Esse é um dado adquirido.»

 

«Era de bom-tom que a actual direcção deixasse os salários todos pagos até ao final de Março.»

 

 Carlos Severino, em entrevista à edição de hoje do Record.

Acidentes de campanha (6)

Confesso: não gostei que Jesualdo Ferreira tivesse criticado Rui Patrício após o jogo disputado contra o Estoril. O nosso guarda-redes já evitou várias derrotas e já garantiu algumas vitórias com as suas excelentes prestações. E qualquer um tem direito a um dia mau. Até o próprio Jesualdo.

Dito isto, acho incompreensível o ataque desferido por Carlos Severino ao treinador do Sporting. Sobretudo pela linguagem de carácter ofensivo que empregou, colocando-se ao nível de um vulgar comentador de televisão: "Toda a gente sabe que o Jesualdo não é sportinguista. Nós não queremos infiltrados."

Eis o Sporting no seu pior, imitando a extrema-esquerda em 1975 à cata de pureza ideológica. Nessa altura, a obsessão era distinguir os "verdadeiros" socialistas ou comunistas dos restantes; agora, no SCP, a obsessão é andar de sportingómetro em punho, avaliando o grau de pureza clubística de cada um.

Não se vai longe por este caminho. É uma via estreita, pequenina, longe da grandeza que está na matriz genética do Sporting.

E tal como já me insurgi contra a intromissão de jogadores ou treinadores na condução dos destinos do clube, também quero aqui deixar bem claro que a equipa técnica e o plantel deverão ficar à margem da contenda eleitoral em curso.

Desde logo, por uma questão de princípio. E também para que as coisas não se agravem ainda mais.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D