Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

«Os Aurélios»

Faz hoje três anos - a 10 de Julho de 2016 - que Portugal, no futebol, conquistava o maior feito da sua história.

 

Esta, convém não esquecer, foi a equipa:

 

Rui Patrício (1)

Cédric (21)

Pepe (3)

José Fonte (4)

Raphaël Guerreiro (5)

William Carvalho (14)

Renato Sanches (16) - substituído aos 79 minutos por Éder (9)

Adrien Silva (23) - substituído aos 66 minutos por João Moutinho (8)

João Mário (10)

Nani (17)

Cristiano Ronaldo (7) - substituído após 25 minutos por Ricardo Quaresma (20)

 

Treinador: Fernando Santos

Parabéns, campeões europeus de futsal

Ontem perdemos o campeonato nacional de futsal, no pavilhão da Luz. Por um golo de diferença e com uma bola disparada ao poste a segundos do apito final.

Ainda assim, não conheço um sportinguista - um verdadeiro sportinguista - que não sinta orgulho por este magnífico grupo de trabalho que honrou o emblema leonino.

Perder com brio e galhardia nunca é indigno. 

 

Mesmo sem a vitória no campeonato, considero esta a nossa melhor época de sempre na modalidade. Porque pela primeira vez conquistámos a Taça dos Campeões Europeus - objectivo há muito perseguido mas só agora concretizado.

Uma proeza que dignifica não apenas o Sporting, mas o desporto português.

 

Além do inédito troféu europeu, nesta temporada o futsal leonino brilhou também com a conquista da Supertaça, a 8 de Setembro, e da Taça de Portugal, a 31 de Março.

 

Convém lembrar, a propósito, os números da última década. Que confirmam a hegemonia do nosso clube nesta modalidade que vai apaixonando um número cada vez maior de portugueses:

- 1 taça dos campeões europeus

- 7 campeonatos

- 5 Taças de Portugal

- 5 Supertaças

É por isso com inteiro orgulho que escrevo estas linhas dedicadas aos nossos jogadores, campeões europeus e vice-campeões nacionais.

O meu aplauso, rapazes. Extensivo ao treinador Nuno Dias e ao director das modalidades leoninas, Miguel Albuquerque.

 

Contamos convosco para uma nova época ainda com mais esforço, mais dedicação, mais devoção e mais glória.

Podem contar também connosco. O apoio dos verdadeiros adeptos não vos faltará.

Sonho tornado realidade

Contabilizando o que já conquistámos nesta época, o Sporting Clube de Portugal soma 35 títulos europeus, em diversas modalidades: futebol, atletismo, andebol, hóquei em patins, futsal, judo e desporto adaptado.

Muito mais do que os nossos rivais somados. O Benfica tem 17 títulos europeus e o FC Porto apenas 14. 

Somos um caso ímpar de ecletismo no panorama do desporto a nível internacional. Com uma cultura de vitória que honra o lema do nosso fundador: Que sonhou um Sporting «tão grande como os maiores da Europa».

Sonho tornado realidade. Para alegria de todos nós.

Quatro títulos europeus em seis meses *

9 de Setembro de 2018:

Frederico Varandas toma posse como presidente do Sporting

 

7 de Dezembro de 2018:

Sporting sagra-se campeão europeu de judo

 

3 de Fevereiro de 2019:

Sporting sagra-se campeão europeu de corta-mato feminino

 

28 de Abril de 2019:

Sporting sagra-se campeão europeu de futsal

 

12 de Maio de 2019:

Sporting sagra-se campeão europeu de hóquei em patins.

 

 

* Mais dois títulos europeus no desporto adaptado, como bem lembram alguns leitores.

De Tondela a Alvalade

Num dia de glória do hóquei do nosso Sporting no Pavilhão João Rocha, não deixo de colocar aqui algumas reflexões sobre o que se passou ontem no nosso Estádio.

Em primeiro lugar, é reconfortante saber que enquanto aguardavam pelo início do encontro com o Tondela, muitos jogadores iam passando os olhos sobre o que se passava no pavilhão, já vi Acuña a beber um chá de mate num encontro de andebol, não sei quantos atletas das amadoras estiveram no estádio, mas é isto que deve ser acarinhado e incentivado, o encontro entre quem veste e defende a camisola do Sporting, seja qual for a modalidade.

Em segundo o óptimo ambiente que se viveu ontem num Alvalade muito bem composto, com gente de todas as idades, muitas senhoras e crianças, sem cânticos ordinários das claques, e terminando o encontro a aplaudir a equipa e a reconhecer o seu desempenho em campo. É este ambiente que queremos ver em Alvalade. Não é o das tochas, dos potes de fumo nauseabundo, dos petardos e da ordinarice.

Mas tendo estado em Tondela a ver o Sporting perder contra um adversário cedo reduzido a 10 elementos, e agora empatar tendo também o Sporting cedo ficado reduzido a 10 elementos, que conclusões posso eu tirar?

1. O Sporting de ontem está a jogar MUITOOOOO melhor do que jogava na altura da visita a Tondela, com fio de jogo, sabendo ter posse, temporizar e acelerar, meio campo muito rotinado e solidário, mesmo com 10 esteve muito próximo de ganhar vantagem confortável e matar o jogo. Desperdiçou 3-4 oportunidades claras e veio o castigo. Depois, o jogo partiu-se, porque o Sporting queria ganhar e arriscou com Bas Dost, o Tondela também, e qualquer um podia ter ganho.

2. O Sporting continua a ser penalizado por lapsos incompreensíveis deste ou daquele seu jogador, lapsos esses que deitam a perder todo o esforço do colectivo. Em Tondela foi Bruno Gaspar que se deixou ultrapassar infantilmente por Xavier, ontem foi Ristkovski que se fez expulsar (este pela 3.ª vez!). Contra o Villarreal, e com a eliminatória em aberto, foi Jefferson. Contra o Estoril foi André Pinto a oferecer dois golos, e lá se foi Peseiro. Isto no que respeita a defender. No que respeita à incompetência na hora de marcar, foi Diaby em Tondela (e quase sempre), e foi o LP9 ontem. E podia continuar... Assim não há táctica nem treinador que resistam. 

3. O Sporting continua a sofrer golos de pontapé de canto, e a não conseguir criar perigo nenhum com os que consegue. Também assim não há táctica que resista.

Na minha opinião, a equipa está na melhor fase desta época, e se não fosse a expulsão teríamos uma vitória confortável e uma preparação efectiva para o Jamor (Como se viu, o Porto passeou na Choupana). Mas agora sem Coates (nas Antas) e Ristovski (nas Antas e no Jamor) como vai ser? Com Ilori a entrar ontem mal no jogo e com Bruno Gaspar no estaleiro? Vamos ver.  

Com muita confiança neste treinador, neste capitão e nesta equipa.

 

PS1: Que chatice ver o clube da (dos meus pais) Terra de Besteiros não deixar de ser uma grande "besta negra" do Sporting na Liga. Este ano foram 5 pontos. Ao nível do Benfica.

PS2: Ouvir o inefável ressabiado Dr. Mascarenhas na TV3 criticar com a maior das ligeirezas as opções de Keizer contra o Tondela só me lembrou as do seu ex-chefe aos jogadores depois do Atl. Madrid. 

SL

Hóquei na areia

Já disse várias vezes que a minha "máquina" não aguenta estas situações de tensão e também acho que já referi que o hoquei em patins é a minha modalidade favorita a par  do futebol, de modo que me muni da toalha (regressei de Tomar na manhã deste domingo) e fui até à praia aqui em frente com o telefone e uns fones. Na cabeça um cap. 

E lá fui vendo e ouvindo as peripécias do jogo, com a pulsação a duzentos e dando uma saltada à água, para arrefecer a temperatura. Quando ao intervalo vencíamos por 4-1 e eu fui apanhar meia-dúzia de ouriços para comer logo ali (hão-de provar, é uma iguaria do outro mundo), estava com algum receio que se repetisse o "fado" do jogo de ontem com a lampionagem, mas felizmente os rapazes estiveram mais atentos e competentes e na segunda parte controlaram o jogo e ainda marcaram mais um, sofrendo apenas também um golo.

Devo ter feito alguns gestos esquisitos, já que alguns praístas me olharam como se fosse doidinho, mas é verdade que saltei e gritei de cada vez que a redondinha beijou o véu da noiva (eu penso que nada de muito exagerado, mas...).

E portanto, desde os meus 16 anos que não tinha uma alegria como esta, enorme, com o hóquei em patins. Parece fácil, parece simples, parece pouco, mas já vamos em 35 títulos europeus. A maior potência desportiva nacional e uma das maiores do mundo.

Parabéns a todos os que contribuiram para este enorme êxito.

A melhor época de sempre

Esta é, provavelmente, a melhor época de sempre do Sporting nas modalidades. Duas semanas depois após termos sido campeões europeus de futsal, hoje sagrámo-nos campeões europeus de hóquei em patins, derrotando o FC Porto por marca concludente: 5-2. Com o requinte acrescido de termos conseguido o título no próprio pavilhão João Rocha, que voltou a encher após o recorde de assistência alcançado na meia-final frente ao Benfica, há oito dias.

Outro triunfo inesquecível do hóquei leonino, que nos leva a recordar aquele já longínquo dia de 1977 em que nos sagrámos igualmente campeões europeus. Um triunfo que confirma o nosso grande clube como um dos mais ecléticos e brilhantes da Europa.

Parabéns aos jogadores - e desde logo a esse enorme guarda-redes que é o Ângelo Girão. Parabéns ao treinador Paulo Freitas. Parabéns ao director leonino para as modalidades, Miguel Albuquerque - já bicampeão europeu nas actuais funções. E parabéns, claro, ao presidente Frederico Varandas. Que fala pouco mas consegue muito.

O caminho faz-se caminhando.

No reino do Belzebu

belzebu.jpg

 

Há muito que a Igreja Universal do Reino do Bruno nos tinha avisado, o Belzebu entrou no clube para fazer dele um nojo de mansos e croquetes, e vendê-lo ao pataco aos demónios ricos deste mundo, os J.Mendes, Sobrinhos e que tais, destruindo a herança do melhor presidente de todos os tempos, rei do Facebook e guerreiro sem medo (se não vai, é porque não pode).

Mas enquanto isso não acontece vamos pelo menos festejando um título europeu e apreciando uma festa na Câmara Municipal de Lisboa com toda a gente a festejar, no palácio e na praça, e sem um treinador triste, marginalizado e à beira do despedimento.

Sendo assim, siga o Belzebu. 

 

PS: Com um grande agradecimento aos dois treinadores referidos, Nuno Dias e Marco Silva.

 

SL

Campeões europeus de futsal

Tinha de ser. E foi desta. Somos, pela primeira vez, campeões europeus de futsal. Vencemos o Kairat Almaty por 2-1, em casa da equipa adversária, no Cazaquistão. Com golos de Cavinato e Merlim. 

Foi arrepiante ouvir, há minutos, "O mundo sabe que" entoado a plenos pulmões no Arena Almaty pelos novos campeões do continente. Com a sensação, sempre renovada, de que somos tão grandes como os maiores da Europa.

Ser Sporting - Sporting é campeão europeu de judo

O Sporting sagrou-se hoje campeão europeu de judo, ao bater na final os russos do Yamara-Neva, até aí campeões em título, por 3-2. Antes de atingirem a fase derradeira, os leões venceram os espanhóis do Valência (3-2) e os igualmente russos do Edel-Weiss (devem ter a música no coração...), por 4-1, numa competição que decorreu em Bucareste, na Roménia. David Reis (-66Kg), Ganbaatar (-73Kg) e Sherazadishvili (-90Kg) ganharam os combates decisivos. É o 30º título europeu do clube, o 1º de uma das modalidades olímpicas com mais praticantes no mundo inteiro. Parabéns aos protagonistas, os judocas, a Pedro Soares, responsável técnico da secção, à anterior Direcção que reabilitou a modalidade e a dotou dos recursos financeiros e humanos necessários e, obviamente, à Direcção presidida por Frederico Varandas e que tem Miguel Albuquerque como Director-Geral para as modalidades, a qual deu continuidade ao investimento e proporcionou condições de estabilidade. Com este triunfo, o judo torna-se a sexta modalidade do clube campeã europeia, após andebol (2 títulos), atletismo (16 em corta-mato, 3 em pista), hóquei em patins (6), futebol (1) e goalball (1). Estamos TODOS de parabéns, isto é o Sporting Clube de Portugal! (não confundir com o Sporting política de Portugal no qual não tenho afiliação.)

 

Esforço, Dedicação, Devoção e Glória

miguelmaia1[1].jpg

 

Em entrevista, Miguel Maia revela como foi conquistado o título de campeão nacional de voleibol: "O orçamento do Benfica para o voleibol era o dobro do nosso. Ganhámos porque treinámos muito mais do que todos os outros." Eu juro que na próxima época punha a segunda frase em todos os balneários do Sporting. A começar pelo da equipa de futebol.

 

Fotografia: A Bola.

Miguel Maia, 47 anos, campeão nacional

"O presidente falou connosco ontem mais de uma hora, com todo o plantel. Ao contrário do que muita gente pensa - que o presidente é isto, que o presidente é aquilo - o presidente é um valente, uma pessoa com um coração enorme, uma pessoa que ama o Sporting, uma pessoa que esteve sempre connosco, principalmente nas alturas difíceis, e deu-nos uma força interior para conseguirmos e virar um resultado e conquistar uma vitória que parecia difícil".

"Isto é o Sporting: é ter coração, é lutar até ao fim e que isto seja extensível a todas as modalidades, nós estamos com todas as modalidades, gostamos de todas as modalidades e o Sporting tem de ser assim, todas as modalidades também estão connosco, estamos todos unidos e o Sporting é muito forte, é muito grande e demonstrou aqui hoje que será cada vez maior".

Os melhores dez...

Se, num qualquer questionário, fosse interrogado sobre os dez melhores desportistas de Portugal, qual seria a sua resposta?

 

Para mim, a escolha, sem qualquer critério clubístico, seria esta:

 

Os quatro medalhados com o ouro olímpico

1 - Carlos Lopes,

2 - Rosa Mota,

3 - Fernanda Ribeiro

4 - Nelson Évora

 

Os três «Bolas de Ouro»

5 - Cristiano Ronaldo,

6 - Luís Figo,

7 - Eusébio,

 

Um recordista mundial

8 - Fernando Mamede,

 

Um hoquista campeão europeu e mundial

9 - António Livramento,

 

E um ciclista

10 - Joaquim Agostinho.

 

E para vocês quais seriam?

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D