Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Em frente leões...

Desde a retoma do futebol em Portugal e Inglaterra, apesar do Verão, os dias passaram a cinzentos para a seita tóxica, idólatra do falso profeta.

De repente e contrariando a narrativa do youtuber e acólitos, que anunciavam a iminência da pior classificação de sempre, Ruben Amorim apostou em vários jovens da formação, alcançando várias vitórias, conseguindo a melhor série da época até ao momento e recuperou o 3º lugar. A agravar o estado de alma dos letais ao Sporting, um dos seus ódios de estimação, o nosso ex-capitão e melhor jogador do clube na última década, está a triunfar em Inglaterra. Uma visita rápida pelas redes sociais é suficiente para perceber a azia dos fiéis...

O leão reina na savana, seguindo em frente, indiferente ao ulular da hiena e oxalá assim continue, primeiro e acima de tudo e todos, está o Sporting Clube de Portugal. 

Fácil, fácil, basta de tiros no pé...

O Sporting recusou e bem, vender Bruno Fernandes abaixo de 70 milhões de Euros após o final da época passada. Seria incompreensível vender agora na janela de transferências em Janeiro, por um cêntimo abaixo desse valor. Pior ainda seria fazer dos sócios parvos, adquirindo ao clube comprador, jogadores sem espaço no plantel, para baixar o preço do negócio. Segundo li na imprensa, Marcos Rojo seria uma hipótese, mas há que perceber que os melhores dias da sua carreira já passaram, tem hoje 29 anos, está encostado e vale segundo o transfermarkt 10 milhões, verba que duvide alguém esteja interessado em pagar. Apresentar um negócio tipo 50 milhões por Bruno Fernandes e receber em troca M. Rojo, seria uma chico-espertice para tentar enganar os sócios mais distraídos. Mais, para garantir a permanência do nosso capitão, vimos partir Bas Dost, Raphinha e Thierry, segundo nos foi explicado, porque precisávamos de dinheiro fresco. Não se percebe bem para que fomos gastar tanto dinheiro em Val. Rosier ou Rafael Camacho, embora exista neste caso uma potencial margem de progressão, que poderá transformar a prazo a aquisição do extremo num bom investimento. A aquisição de L. Vietto fez parte do acordo por Gelson Martins com o A. Madrid e neste caso o jogador tem mostrado qualidade. Já a vinda por empréstimo de Jesé Rodrigues, Bolasie e Fernando tem-se revelado um perfeito desastre, que muitos sócios não compreendem. Em primeiro lugar porque pouco ou nada têm acrescentado à equipa, em segundo lugar, porque se é para apostar, mais vale dar minutos aos nossos activos e valorizá-los.

Até hoje, 11 de Janeiro, não tivemos novidades no Sporting. Apesar das notícias que nos dão conta da saída iminente do nosso capitão, eventualmente de Acuña e S. Coates, bem como da entrada de vários jogadores que nunca ouvi falar, sem espaço nos planteis de equipas razoáveis ou que se destacam em campeonatos de 5ª categoria, ou seja, mais entulho, como se já tivéssemos pouco.

Na próxima 6ª feira recebemos em Alvalade o arqui-rival SLB, derby que muito gostaria de ganhar, até porque temos deixado escapar a vitória nos últimos anos. Bem sei o momento que ambos os clubes atravessam, o total favoritismo dos encarnados, mas o Sporting C.P. tem que procurar ganhar. O mínimo que exijo será uma exibição ao nível da que realizámos diante do F.C.P., discutindo o jogo e depois esperar que os deuses da bola nos ofereçam desta vez alguma pontinha de sorte e que a partida não seja dirigida por um padre que já tenha preparada a homília para celebrar a missa encomendada.

Ora para termos alguma hipótese no próximo jogo, teremos que estar ao nosso melhor nível. Ontem Bruno Fernandes mostrou uma vez mais que o Sporting C.P. é ele e mais 10, pelo que seria um péssimo acto de gestão, uma decisão direi mesmo que aberrante, fechar negócio seja com quem for, durante a próxima semana. Até porque o mercado continuará aberto por mais 2 semanas, pelo que o presidente F. Varandas se quer ganhar o jogo ao S.L.B. terá que considerar Bruno Fernandes inegociável até sexta-feira, a não ser que obviamente alguém pague, não os 70 milhões, mas a cláusula de rescisão. O mesmo princípio deve ser aplicado a todos os jogadores, para que o plantel esteja focado durante a semana apenas no jogo, sem fait-divers.

O presidente Frederico Varandas apresentou-se aos sócios como especialista em futebol, por isso foi eleito. Mostre-nos finalmente as suas capacidades, surpreenda-nos, ou não permanecerá muito mais tempo no lugar.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D