Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

De entrevistas destas à invasão de Alcochete vai um pulinho

A entrevista que Augusto Inácio deu cheia de acusações (não provadas) a Pedro Barbosa revela (para além de uma confrangedora ingenuidade) uma forma de estar no futebol que considero doentia. Considerar-se que, sempre que se perde, é porque houve uma conspiração dos jogadores que  não queriam ganhar é uma atitude doentia. É a mesma atitude que tomou quem insultou os jogadores do Sporting no aeroporto há um ano e, dias depois, invadiu a Academia. Por muito que me custe, por envolver figuras do Sporting (só dentro do Sporting é que ocorrem guerras destas), e ainda mais por dizer respeito a um treinador histórico (que acabou com o enorme jejum de títulos) e uma figura que será sempre muito querida e inesquecível para os sportinguistas, a verdade é que tenho que reconhecer que o resultado desta sentença me parece natural. Espero que o julgamento da invasão da Academia siga pelo mesmo caminho.

Não acerta uma

Pedro Madeira Rodrigues gastou dois terços da última campanha eleitoral, em que foi esmagado por Bruno de Carvalho, a disparar contra Jorge Jesus.

Há dias apresentou-se novamente como pretendente à presidência leonina começando por abrir guerra a José Peseiro: é o único proto-candidato a declarar que não o quer como treinador no Sporting.

Agora escolheu como alvo o Augusto Inácio. Sempre com manifesta falta de pontaria. É impressionante a falta de jeito que este homem tem para se candidatar seja ao que for.

 

Assuntos internos

 

Bruno Fernandes regressa: será (re)apresentado aos adeptos hoje, ao meio-dia, em Alvalade.

 

Rogério Alves alinha com Varandas como candidato à presidência da Mesa da Assembleia Geral.

 

Equipa leonina inicia estágio na Suíça, tendo sido recebida com aplausos em Genebra.

 

Gelson Martins no Atlético de Madrid por 15 milhões e dois jogadores (Vietto e Moreira).

 

Rúben Ribeiro transita para o Nantes: pode valer um milhão de euros aos cofres leoninos.

 

Rafael Leão já terá assinado com o Dortmund um contrato para as próximas cinco temporadas.

 

Podence abandona de vez o Sporting e já foi apresentado como reforço ao serviço do Olympiacos.

 

Augusto Inácio garante que continua em plenas funções como director-geral do Sporting.

 

E vão 42: detidos mais quinze membros da quadrilha criminosa que assaltou Alcochete em Maio.

 

Feijão frade? Nunca!

Decididamente custa-me entender esta nova postura da actual Comissão, que se traduz numa anormal "caça às bruxas"!

Resumindo, tudo o que BdC contratou é para despedir. Tudo!

Quer dizer que não há uma única pessoa competente que se tenha contratado? Nem uma?

O mais recente exemplo prende-se com Augusto Inácio. Despedido porquê? Porque o José Peseiro não gosta dele ou porque haverá outros interesses? Ou porque chegou pela mão de BdC?

O último treinador português a ser campeão pelo Sporting não merece ser assim tratado. Inácio e muitos outros são pessoas, não objectos descartáveis…

Se criticámos, e eu fui um deles, a forma como BdC correu com Inácio do Sporting na altura de JJ, como posso agora estar de acordo com esta postura de Sousa Cintra?

Não posso nem estou… Não sou feijão frade.

Espero nunca o ser!

Notícias leoninas

 

Bruno Fernandes de regresso ao Sporting: Sousa Cintra fecha acordo com o jogador.

 

William Carvalho muito perto de assinar pelo Bétis de Sevilha a troco de 20+5 milhões.

 

Augusto Inácio vai abandonar o cargo de director-geral para o futebol do Sporting.

 

Manuel Fernandes, substituto interino de Inácio, acompanha equipa no estágio na Suíça.

 

Podence despede-se dos sportinguistas com uma carta aberta antes de rumar ao Olympiacos.

 

Carlos Vieira, membro do Conselho Directivo destituído, prepara candidatura à presidência.

 

Sinais positivos...

 

Já li algumas críticas à desconvocação da Assembleia-Geral, ora quero acreditar que estamos todos fartos de Carnaval e que é tempo de fazer regressar o bom senso ao Sporting. A não ser que considerem que deveria ser proposto à votação dos sócios, o documento elaborado pelo Conselho Directivo destituído, o que a meu ver não faria qualquer sentido, porque até recebeu parecer negativo da Comissão de Fiscalização.  Todos estamos conscientes dos obstáculos e entraves colocados à entrada em funções da Comissão de Gestão, que apenas esta semana começou efectivamente a trabalhar. Alguém no seu perfeito juízo pode considerar que neste curto espaço de tempo, seria possível apresentar um orçamento credível, com previsão de receitas e despesas, acompanhado do plano de actividades, sem esquecer que é necessário um parecer da Comissão Fiscalizadora que substitui interinamente o Conselho Fiscal?

Bem sei que havia já quem se preparasse para transformar em chicana a reunião magna, fosse para tirar desforço, ajustar contas ou marcar território para as eleições de 8 de Setembro. O clube é bem mais importante e não existe drama algum em adiar este acto para o pós-eleições, desde logo porque será o próximo Conselho Directivo que elegermos, que irá apresentar o Orçamento e Plano de Actividades respeitando o seu programa eleitoral e poderemos logo aí começar a cobrar aos novos dirigentes, que não terão desculpa de já terem sido eleitos vinculados a decisões de terceiros. Infelizmente já não vão a tempo de serem responsáveis pelo plantel da equipa de futebol, uma vez que o mercado encerra a 31 de Agosto.

Dado o caracter transitório da actual Comissão de Gestão e composição da Sporting SAD considero positiva a aposta em Augusto Inácio como treinador interino até à entrada em funções dos novos órgãos sociais. Ao contrário do que alguns ressabiados andam por aí a apregoar, não está aberta qualquer caça às bruxas. O que é um excelente sinal para o futuro do clube.

Quase, quase, a bater no fundo...

SCP.jpg

 

Enquanto o Sporting Clube de Portugal, instituição centenária, continuar presidido por um arruaceiro aspirante a déspota ao pior estilo coronel sul-americano, desprovido de educação, que a todos insulta e ameaça, usando as claques como guarda pretoriana para intimidar, atiçando-os como cães aos alvos que decide escolher, quando as coisas não lhe correm de feição, só poderemos esperar o pior. Até agora não conseguiu contratar um treinador, palpita-me que ainda vai ser o Inácio a dar uma vez mais o peito às balas, quem no seu perfeito juízo podendo sair, ficará no clube? Mais 3 jogadores que rescindem, até que os sócios se livrem de vez do traste, será sempre a descer…Quando é que percebem que se vou ao estádio é para aplaudir os atletas, não um qualquer figurão arvorado em dono do clube, que felizmente ainda não o é, apesar de não faltar quem apesar de todo o mal que está a provocar ainda o venere.

Caos em Alvalade

Quem fala em "caos" e em "juntar os cacos" é o próprio Augusto Inácio, novo director desportivo leonino.

Isto diz tudo sobre o Sporting actual.

Apetece revisitar estas palavras no dia em que ficamos a saber que Rui Patrício - capitão do Sporting, titular da baliza leonina há dez anos, campeão europeu em título e guarda-redes da selecção no Mundial da Rússia que começa daqui a duas semanas - rescindiu unilateralmente contrato com o Sporting.

Quem será o primeiro e principal responsável por tal "caos" senão o presidente?

Curvas e contracurvas

Há três anos, Bruno de Carvalho afastou Augusto Inácio do cargo de director desportivo para abrir caminho a Jorge Jesus.

Agora, age às avessas: traz Inácio para afastar Jesus.

Assisto a isto e questiono-me se é maneira séria e credível de gerir um clube.


Como em quase tudo o resto (desistir ou prosseguir no facebook, sentar ou não no banco, apoiar ou não as claques, defender ou atacar os jogadores, cortar relações ou reatá-las com o Porto, convidar e desconvidar Octávio para o casamento, aproximar-se e afastar-se de Ricciardi, garantir que não quer despedir treinadores que acaba por afastar...), o ainda presidente é capaz de tudo e do seu contrário. Desde que lhe dê jeito para se mantar agarrado com unhas e dentes ao umbral da porta.

 

O equivalente àqueles ministros que, contra todas as evidências, insistem em manter-se num Governo quando já não reúnem condições mínimas para continuarem em funções.

Paulinho apoia o Mestre Bruno de Carvalho

20180407_092202

A seguir a Inácio e a Fernando Correia quem será o próximo trunfo do Mestre*?

Paulinho?

 

Mestre* - in Revista do Expresso [E] de 12 de Maio de 2018 (véspera do jogo no Funchal) p. 46:

E- «Sente-se excluído e perseguido?»

BdC - «Nada no futebol me espanta, nem o facto destes tipos terem todos a primeira classe e eu, que sou o único licenciado e com um mestrado (...)»

 

Ser inácio

img_770x433$2018_05_22_20_06_41_1401343.jpg

 

Sim, sei bem que foi um dichote publicitário vindo das catacumbas de Carnide, mas hoje, ao ler a notícia da contratação do novo director do futebol do Sporting, mais uma etapa do delírio brunista, negando a realidade de que os seus dislates lhe suicidaram a presidência, só me posso lembrar da invectiva "Não sejas Inácio" - como é possível que um profissional pactue com uma situação destas. Ainda para mais um homem com currículo, da casa ...

Não sejas inácio, Inácio.

A culpa foi do Inácio

O Moreirense trocou o sportinguista Augusto Inácio pelo benfiquista Petit no comando técnico da equipa. De nada valeu Inácio ter levado o clube à conquista do seu primeiro troféu nacional - a Taça da Liga, que arrebatou ao Braga após uma empolgante meia-final contra o Benfica.

Hoje, defrontando novamente o Benfica já com o sucessor de Inácio ao leme, o Moreirense foi derrotado. É verdade que o campo estava inclinado - houve um golo solitário precedido de falta duvidosa, foram perdoadas expulsões de dois sarrafeiros do SLB (Luisão e Samaris) e o árbitro desta partida foi Tiago Martins, uma espécie de "12.ºjogador" encarnado pronto a decretar a lei da impunidade.

Mas sou capaz de apostar que o Petit ficou satisfeito com este tangencial triunfo do seu clube do coração. Quanto aos responsáveis do Moreirense, ainda são capazes de dizer que a culpa foi do Inácio.

Senadores

A quem não teve ainda oportunidade de ver, recomendo, vivamente, a excelente entrevista de Augusto Inácio no programa «Senadores» que passou ontem na Sporting TV.

De modo especial, destaco as recordações da temporada 1999/2000, ano em que vi, pela primeira vez na vida, o Sporting sagrar-se campeão. É sempre emocionante voltar a essa época e quando o regresso se faz pela voz de um dos seu principais protagonistas, ainda melhor.

Só fiquei com pena por Inácio não ter desvendado o famoso segredo de Schmeichel. Para quem não está enquadrado, no final desse campeonato, depois de ter sido questionado sobre a utilidade do guarda-redes dinamarquês (Schmeichel estivera fora uns jogos, tendo sido substituído em grande nível por Nélson, o que levou muitos a defenderem a continuidade do português na baliza), Inácio disse que Schmeichel fizera algo que fora determinante para a conquista do campeonato e que permanecia segredo, mas que ele um dia haveria de contar. Até hoje não sei do que se trata. Mas acalento a esperança de um dia encontrar o Inácio e perguntar-lhe directamente...

Os ingratos de chicote

Augusto Inácio foi o único treinador que conquistou alguma coisa até agora nesta época desportiva em Portugal, levando o Moreirense a vencer a Taça da Liga - primeiro troféu nacional do clube de Moreira de Cónegos.

Apesar disso, os responsáveis do clube apontaram-lhe a porta de saída, de chicote na mão. Preferem Petit, o que diz tudo sobre a forma como encaram o futebol.

São uns ingratos.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D