Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

A melhor cura para a ressaca dos últimos resultados do futebol

equipa.jpg

Só ontem é que dei-me conta de que o Sporting tem uma equipa de andebol adaptado. 

Foi com imenso interesse que assisti à reportagem da Sporting Tv sobre a nossa equipa.

Foi um bálsamo de sportinguismo, depois de 24h em que a modalidade do tiro (nas suas várias categorias: ao Marco Silva, ao Bruno de Carvalho, ao Tobias, ao Jonathan, etc) monopolizou a agenda da imprensa desportiva e blogues.

Confesso-vos que já não preciso de esperar mais pelo jogo do Nacional para recuperar o ânimo. Ver os nossos andebolistas suarem a camisola verde e branca com esforço, enorme dedicação e grande devoção, atributos que muitas vezes parecem estar ausentes noutras equipas desportivas do Sporting, e a forma apaixonada como descreveram a modalidade, curou-me, totalmente, do aborrecimento dos últimos jogos.

As derrotas curam-se com vitórias. Monsieur de La Palice não diria melhor. Venha o próximo jogo, que começará com 0-0, e não com 3-0 para o adversário como certas críticas destrutivas parecem fazer crer.

Ontem, nos 60 segundos que parei para ver o Dia Seguinte, pus-me a pensar como é que se perde tanto tempo da vida para escutar três sujeitos licenciados em Direito a comentar sobre futebol (!). Não admira que a margem para o disparate, neste tipo de programas, seja enorme. Podiam acrescentar o gajo de Alfama dos Gato Fedorento, como quarto comentador, que não teria menos autoridade para discutir a técnica e a táctica.

Por isso, as bocas de Rui Gomes da Silva passam-me completamente ao lado. Não me irrito com as anormalidades que profere porque, simplesmente, não perco tempo a ouvi-lo.

Do mesmo modo, acho uma grande inutilidade estar a fazer, neste momento, a 64ª avaliação à presidência de Bruno de Carvalho, a Marco Silva ou ao plantel do Sporting (todos mais escrutinados do que Portugal pela troika!). É que as avaliações ou são numa base semestral, ou numa base anual, e como não estamos nem no final da 1ª volta, nem no termo da época 2014/2015, não é, pois, ainda a altura para se fazer o balanço da temporada desportiva e tirar as devidas consequências. Fazê-lo agora é extemporâneo e contribui apenas para a instabilidade.

Portanto, cara nação leonina, toca a apontar baterias para o jogo de quinta, para a taça, acrescido, para os amantes do nosso ecletismo, do jogo de sábado contra a Oliveirense para a taça CERS. O Sporting em competição é o que mais faz vibrar e assim é que deve ser a ordem da importância que damos ao Sporting.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Mais comentados

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D