Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Hoje giro eu - Seremos Sporting sempre

Esta semana, esta dura semana, fez-me reflectir sobre a minha ligação ao Sporting. Vejo nas caixas de comentários desabafos no sentido de que as desilusões são mais do que muitas, que não compensa, que vão rasgar o cartão de sócio, que se sentem tristes, ofendidos, vexados, humilhados. Entendo perfeitamente esse sentimento, mais a mais dado o momento particularmente quente que vivemos. Mas peço a todos para reflectirem. Afinal, qual é a verdadeira natureza do amor?  Como um dia disse o poeta, o amor é ferida que dói e não se sente, um contentamento descontente, fogo que arde sem se ver, um não querer mais do que bem querer. Por vezes, também, desilusão que "converte em noite o claro dia". É neste último estádio do amor que estamos presentemente. Tudo nos parece cinzento e, a cada novo amanhecer, receamos que o Céu nos caia em cima da cabeça. Vivemos numa angústia permanente. O paladar não é o mesmo, o sono é perturbado, estamos em choque. É nestes momentos que o nosso amor é posto em xeque. Por motivos que os sociólogos um dia explicarão, na esmagadora maioria dos casos, a natureza do amor a um clube de futebol é incorruptível. Mudamos de emprego, de cidade, de país, de casa, de carro, até de mulher ou de marido, mas não mudamos de clube. 

Só pode ser por amor. Quantos fins-de-semana calendarizados ao milímetro para neles caber um joguito? Quantas alvoradas precoces no emprego a fim de conseguir despachar o trabalho e sair a tempo do jogo europeu? Quantas discussões com a cara-metade pelo controlo do comando da TV? Quantos jantares arruinados pela ansiedade? Voltando ao início, é claro que compensa. Afinal, o amor é entrega sem esperar nada em troca e, quer queiramos quer não, apesar de tudo, o nosso Sporting dá-nos muito, a começar pela resiliência, perseverança, FÉ inabalável, atitudes comportamentais que nos ficam para a vida. 

SEREMOS SEMPRE SPORTING !!!

Feito de Sporting - CAL(*)

"No dia em que fiz 30 anos, houve um Sporting-Benfica, inicialmente previsto para outra data. Ora... celebrar entre amigos, ou percorrer 300km (+300km) e ver a nossa equipa? 
Claro que a minha decisão foi ir para o estádio, acompanhada por amiga sportinguista.

Joguei futebol na década de 90, jogos informais inter municí­pios durante o Verão.

Aos 10 anos, primeiro teste feito, de Francês... fotografia do Ruud Gullit!!! Única menina na sala que sabia de quem se tratava. (risos)

 

Presentemente, já não acompanho o nosso campeonato e os europeus como fazia (queira crer... já fui um pequeno poço de inesperado conhecimento futebolí­stico). 


Ainda assim, vi-me perante a inevitabilidade de 'aflorar a memória' a um sportinguista do sexo oposto quanto àquele que foi o nosso desempenho frente ao Tondela... este ano. (sorriso)

O ambiente no nosso Estádio é... como sabe. :) Fico de sorriso nos lábios só de me lembrar e quase me arrepio. Não estranho o comportamento da senhora que refere (nota do redactor: história por mim contada de senhora adepta do Barcelona, presente no jogo da Champions contra a equipa catalã, que gostou tanto do ambiente do estádio que se fez sócia do Sporting).

De resto, o universo feminino do nosso clube também é de elevadí­ssima qualidade (cof cof cof). Sem bigode e a vibrar (verdadeiramente) mantendo classe sem confundir intensidade com ausência de... 'qualquer coisa'.

Os senhores... cavalheiros. Os últimos, de resto!" 

 

 

(*) inicio hoje mais uma rubrica, a sexta - Feito de Sporting - que pretende recuperar pequenas estórias de envolvimento, de amor, de estoicismo e de resiliência dos nossos adeptos com o clube, relatadas nas nossas caixas de comentários. Para começar, "noblesse oblige", nada melhor do que uma senhora: CAL.

Seja benvinda!

Por que sou do Sporting...

Convidaram-me para este blogue. Mas eu sou do Sporting sem saber porquê. Fui sempre, sempre. Sou sócio, tenho as quotas em dia e sofro. Mas nunca pus a hipótese de ser de outro clube ou agremiação. A ideia, aliás arrepia-me. Fui do Sporting a ganhar, a perder e a desesperar 17 anos por um campeonato (e já lá vão mais 12). Fui do Sporting quando os dirigentes eram cavalheiros distintos e quando os dirigentes não o eram. Fui com raiva, com alegria, com pena, com tristeza, com amor. Mas, como todos os sportinguistas, fui sempre com fé. Eis porque aceitei o convite simpático do José Navarro e do Pedro Correia para aqui estar. E aqui estou sem perceber quase nada de futebol, mas assumindo no futebol e no clubismo o saudável lado não racional da minha existência. Muito sofre quem ama. Mas tenho fé que este amor há de ser correspondido.

Desculpem...

… mas este post do Tiago Cabral, sobre esta notícia, deixou-me sentimental. Na verdade, amizades leão/humanos são mais que possíveis, o que prova que o leão é um animal inteligente, sensível e agradecido (tem sentimentos, não há dúvida). E ter um leão por amigo deve ser uma coisa fantástica!

 

 

A amizade de John Rendall e Anthony Bourke pelo leão Christian, que adotaram em bebé, nos finais de 1960, deixa-me de rastos. Quando o bicho ficou grande demais para manter na cidade (eles viviam em Londres com o “gatinho”!), conseguiram, depois de muitos esforços e ainda mais burocracia, integrá-lo na selva queniana. Mas Christian nunca os esqueceu e, sempre que os dois o visitavam, ele, já leão adulto, alegrava-se como uma criança traquina. Vejo os vídeos e choro baba e ranho!

 

 

Quem estiver interessado em mais pormenores, pode ler a história aqui.

 

 

Por isso, saber que os leões africanos estão em vias de extinção deixa-me, novamente, à beira das lágrimas.

 

Mas acabei de saber que Jesualdo se estreou com uma vitória.

Parece que ainda há esperança para a humanidade!

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D