Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Reflexões de Nuno Saraiva

«O pós-pandemia terá de ser encarado pelo Sporting Clube de Portugal de forma necessariamente diferente. A alternativa, óbvia e evidente, passa por olhar clinicamente para a nossa Academia, em tempos das melhores do mundo, com competência e olhos de ver. A formação do Sporting, na próxima época, tem de ser encarada por todos, treinador incluído, como uma oportunidade e não como uma fatalidade.»

 

«Jogadores como Luís Maximiano (hoje titular indiscutível), João Palhinha, Francisco Geraldes, Daniel Bragança, Ivanildo, Diogo Sousa, Rafael Barbosa, Leonardo Ruiz, Eduardo Quaresma, Gonçalo Inácio, Nuno Mendes, Matheus Nunes, Dimitar Mitrovski, Joelson Fernandes, Diogo Brás, Pedro Mendes ou Pedro Marques têm de ser vistos como o nosso investimento e os nossos maiores reforços.»

 

«É fundamental regressar ao tempo pré-Academia, em que os miúdos eram bem tratados no centro de estágio que existia por baixo das bancadas do velhinho e saudoso Estádio José Alvalade, e em que os treinos aconteciam no pelado. Nesse tempo todos queriam jogar pelo Sporting e foi dessas fornadas que saíram os Cristianos, os Figos, os Futres, os Quaresmas ou os Nanis, só para dar alguns exemplos.»

 

«Aquilo que temos de voltar a ter é quem "namore" com os pais da criançada que veste a Verde e Branca e lhes diga que os filhos terão uma oportunidade. Do que precisamos é de ter novos Aurélios que sejam a base da nossa equipa. Pouco me importa se são do Sporting quando chegam, até porque todos sabemos que a maioria dos nossos maiores craques mais recentes não nasceram Leões. Aquilo que me interessa é que, na inevitável saída, sejam Sportinguistas dos pés à cabeça, de alma e coração.»

 

«O Sporting Clube de Portugal que conhecíamos antes da Covid-19 já não é o mesmo. E o que está em causa, por mais que nos custe reconhecer, é encontrarmos, todos juntos, um modelo que assegure a sobrevivência e o futuro de um Clube com quase 114 anos de história.»

 

«Seja quem for o Presidente do Sporting Clube de Portugal, não pode seguir uma estratégia de comunicação que sirva para iludir e enganar os sócios e adeptos, com frases feitas e chavões mobilizadores. Não! O que é preciso é ter a coragem de falar verdade, por mais dura e dolorosa que ela seja.»

 

«Concordando que, entre pagar salários e fornecedores, eu, se fosse gestor, optaria sempre pela primeira opção - tal como o Sporting fez relativamente ao Braga -, desde que devidamente conversada e negociada com os credores, nenhum Presidente ou dirigente pode permitir que quem desenha o discurso e a comunicação externa crie a percepção de que somos "caloteiros" porque sim. Porque foi isso que aconteceu no recente episódio do não pagamento da primeira tranche relativa a Rúbem Amorim, conferindo à SAD arsenalista e ao seu presidente um estatuto de superioridade moral inaceitável. Basta simplificar e explicar, de forma clara e transparente, falando verdade, o racional das opções tomadas e aquilo que a lei põe ao nosso dispor.»

 

Trechos de um texto de opinião hoje publicado no Record

Fixem este nome: Tiago Ferreira

Na vitória por 5-1 dos sub-19 contra o Belenenses ontem, o Sporting teve um toque de génio. O de Tiago Ferreira. Fez 2 golos (já leva 15 nesta fase), 1 assistência, e ainda sofreu um pénalti. O 3-1 é um hino ao futebol. Para quem tem Sporting TV, vale a pena fazer "rewind" até ontem às 16h.

Aqui o único vídeo que encontrei de TF, uma vitória de 3-1 contra o eterno rival, nos juvenis.

Longe de ser um talento isolado, Tiago já tem 3 jovens do seu escalão a jogar nos sub-23 e a serem chamados com regularidade à equipa principal (Eduardo Quaresma, Nuno Mendes e Joelson). O altamente prometedor goleador Tiago Tomás também já está nos sub-23.

E a equipa de sub-19 é um poço de talento: os que mais me têm impressionado são Samuel Lobato (fantástica assistência ontem, à Ricardo Quaresma) e João Daniel. 

Nesta época, um novo talento da formação fixou-se na baliza de Damas: Max. Pedro Mendes, finalmente, está na equipa principal. Mateus Nunes e Rodrigo Fernandes estão a subir.  Tudo bons sinais.

Acredito que a formação do Sporting continua a produzir os maiores talentos nacionais. Poderá demorar mais algum tempo, mas a base da equipa principal voltará a ser da formação, como todos os sportinguistas desejam. Talvez não seja tão rápido como gostaríamos, mas vai acontecer. Até porque, tal como as coisas vão correndo, vai faltar dinheiro para contratações nas próximas épocas.

Com esta época practicamente perdida, que se dê mais minutos aos nossos jovens. E, à semelhança de Max, se aposte verdadeiramente no talento que vai subindo. Recorrendo-se menos a contratações altamente duvidosas, quando não disparatadas (Fernando, Jesé, etc etc).

Haja confiança na Academia, haja critério no lançamento destes jovens. O futebol agradece. E o orgulho sportinguista crescerá com a afirmação de talentos como Tiago Ferreira, Joelson ou Daniel Bragança.

Alcochete nunca mais

assalto.jpg

 

Os jogadores começaram a ser ouvidos no Tribunal de Monsanto e os seus testemunhos permitem perceber a dimensão dos danos causados, bem como explicar em que condições chegaram ao Jamor para perderem ingloriamente uma final da Taça de Portugal e serem insultados nas escadarias por alguns adeptos do próprio clube.

Foi todo um plantel atacado, jogadores de diversas origens e idades, cada um reagiu à sua maneira, mas se calhar os jogadores da formação, os jogadores da casa, sentiram bem mais que os outros.

Por exemplo, João Palhinha revelou em tribunal que, após o acontecimento, desabafou ao pai que "não queria voltar mais à academia" e que só queria "ir embora" do clube.

Acrescentou: "Os primeiros tempos não foram fáceis. Tive pesadelos por causa desse ataque, mas agora está completamente ultrapassado. Mas esse ataque à academia retirou um pouco da segurança que tinha dentro daquele clube. Fica-se com receio de que as coisas voltem a acontecer."

E a verdade é que João Palhinha não voltou, seguiu emprestado para Braga. E diz-se que poderá ir fazer companhia a William no Bétis.

Como não voltaram, estes duma forma mais radical, Rui Patrício, William, Podence, Gelson Martins e Rafael Leão. Enquanto Sousa Cintra conseguiu convencer Bruno Fernandes, Battaglia e Bas Dost a voltarem, com os da casa que rescindiram não teve hipótese.

Como também depressa saíram emprestados - muitos também por vontade própria, com ou sem opção de compra - Matheus Pereira, Francisco Geraldes e até Demiral (o melhor dos sub-23). 

Não podemos saber o que sentiram os restantes jogadores dos sub-23 e das camadas jovens, os então emprestados que pensavam regressar ou os jovens craques em vias de optar pelo Sporting, bem como as respectivas famílias. Desses não há testemunhos em Monsanto.

O único jogador da formação ainda no plantel presente no balneário aquando do assalto é Max. No seu testemunho disse que ficou "bloqueado e sem acção".  Antes disso tinha comentado a sua admiração por Rui Patrício. Para alguns passou rapidamente de bestial a traidor. Nos Açores foi, como os restantes, ameaçado de que "as coisas poderão mesmo de novo acontecer". É caso para dizer: só ele sabe porque ficou no Sporting.

Concluindo, o assalto terrorista a Alcochete constituiu antes do mais um atentado sem precedentes à nossa Academia, concebido, facilitado e executado por gente do próprio clube, do qual o Sporting vai levar muito tempo a recuperar.

No meu entender e de quase todos os Sportinguistas, o dia mais negro da história do Sporting Clube de Portugal.

Que a justiça tenha mão pesada.

SL

Alegria Máxima

Segundo a imprensa desportiva de hoje (vale o que vale), Luís Maximiano será a alternativa a Renan, sucedendo a Salin. Por ser um jovem da casa, com grande qualidade, é uma notícia que muito me alegra e desejo que em breve, seja o número um. Espero que seja verdade e que outros de igual perfil, como Thierry, Conté, Bragança ou Brás se lhe juntem.

A Academia

"Aurélio Pereira, the club’s long-serving director of youth recruitment, has overseen the discovery of Figo, Paulo Futre, Simão Sabrosa, João Moutinho, Cedric, Ricardo Quaresma and Nani, among others, but Ronaldo is the real darling for the club. The 70-year-old’s eyes light up when he reminisces about Ronaldo tying weights to his legs and racing past traffic in the streets outside the academy to gain strength and speed."

Alex ClaphamThe Guardian

 

A ler aqui.

"Where Ballon d'Or winners are made"

Ronaldo e Figo.jpg

 

Não resisti a usar, como título, esta frase de um artigo de Alex Clapham publicado no The Guardian sobre a Academia do Sporting. Depois da confusão, e esperando que as coisas realmente tenham acalmado, nada melhor do que uma boa massagem ao nosso ego.

 

Sporting have developed Cristiano Ronaldo, Luís Figo and eight of the 11 players who started for Portugal in the Euro 2016 final.

 

I couldn’t help but daydream about the players who had walked these corridors and slept in the rooms next door, back when they owned nothing more than a pocketful of ambition.

 

Recomendo a leitura a todos os que se sentem à vontade com a língua inglesa. Garanto-vos que faz muito bem!

 

Nota: o link foi-me proporcionado por João Eduardo Rabaça (facebook); a foto foi copiada do artigo citado.

Confronto de escolas

O embate de hoje à noite colocará frente a frente duas das melhores escolas de futebol do mundo. Ideal seria ter também o Ajax no grupo para se ver o que melhor se faz em termos de formação, na Europa. De um lado, a Academia de Alcochete (irmã mais nova e vistosa das escolas de formação do Sporting) e de outro, a mítica La Masia. Nos onzes previsíveis, entrarão em campo, pelo Sporting, três homens – Patrício, William e Gelson – formados na Academia e seis – Piqué, Alba, Busquets, Iniesta, Messi e Deulofeu- formados em Barcelona. No plantel do Sporting moram um total de oito futebolistas formadas nas escolas do clube. Igual número de meninos da La Masia integra o plantel do Barça.

Claro que ao longo da história dos dois clubes há diferenças gigantescas. A partir dos anos 90, o Sporting tornou-se incapaz de segurar os seus craques, à falta de capacidade económica e sobretudo de não jogar numa das ligas de topo do futebol europeu. Seria impensável manter nos quadros homens como Ronaldo, Figo, Nani, Moutinho, Simão ou Quaresma, mesmo que alguns tenham acabado por fazer carreira em Portugal, pelos rivais. Já o Barcelona não tem grandes problemas em manter Messi, Iniesta e outros craques, vendendo apenas quem quer (salvo raras exceções). Esta situação confortável permite que os miúdos formados na academia local cresçam com os ensinamentos do bom futebol e que o possam aplicar de imediato, assim que chegam à equipa principal.

Mas, se pensarmos no panorama do futebol nas últimas duas décadas, o Sporting formou os bolas de ouro Ronaldo e Figo, para além de monstros como Futre e outros já citados. O Barcelona acabou de formar Messi e deu ao mundo a fabulosa dupla Xavi-Iniesta. Não me parece que percamos com a comparação.

No que toca a negócios entre os dois clubes, o Sporting foi vendendo, nos últimos anos jogadores ao Barcelona. Simão Sabrosa e Ricardo Quaresma saíram para Camp Nou. Percurso inverso fizeram homens como Rochemback, Jeffren e já este ano, Mathieu.

Devido ao seu belo trabalho nas camadas jovens, ambas as equipas municiam as suas seleções. Piqué, Xavi e Iniesta foram chave das conquistas espanholas em 2010 e 2012, como Patrício, Fonte, William, Ronaldo ou Nani o foram no Euro 2016.

Há algumas semelhanças entre os dois gigantes mas bem sabemos que o poderio económico do Barcelona e a inclusão numa das mais poderosas ligas do mundo fazem a balança pender para o Barça. O que não nos impede de sonhar com um bom resultado e com golos que podem ter sido aprendidos em qualquer escola do mundo.

Confiança no futuro

É depois de golpes como o de ontem à noite que se torna cliché dizer que é preciso ter confiança no futuro. E se torna difícil arranjar essa confiança, quando estamos há quinze anos à espera de um campeonato e constatamos que ainda não será desta…

 

Não quis, porém, deixar de mencionar uma vitória do nosso clube, apesar de ter sido num torneio de sub-12, pois participou o sobrinho de uma amiga minha de juventude. Foi em Kuala Lumpur, igualmente ontem, 18 de Dezembro.

 

Torneio Kuala Lumpur.jpg

 

Tinha perdido o contacto com a Elsa, quando vim para a Alemanha em 1992, mas recuperei-o há cerca de dois anos através do Facebook, claro está. Reencontramo-nos, pouco depois, em V. N. de Gaia, onde eu morei e onde ela continua a morar. Durante a conversa, ela falou-me no sobrinho, Martim Marques, que quer fazer carreira no futebol e que joga «lá no teu clube». Enfim, estamos nos arredores da cidade do Porto…

 

O Martim Marques, que joga na posição de extremo-esquerdo, é novo demais para ter assistido a um campeonato ganho pelo Sporting. Mora em Aveiro, onde treina no Gafanha, mas desloca-se todos os Sábados a Lisboa, a fim de usar e servir a camisola que, apesar dos desaires, tanto amamos.

 

Martim Marques.jpg

 

O miúdo que, na próxima fotografia, aparece a dar o autógrafo da praxe, depois da vitória na Malásia, tem um sonho para o próximo ano, em que completa os treze: entrar na Academia Sporting. A família apoia-o e, embora a sua vida passe a ser ainda mais complicada, caso o sonho se concretize, espero que o Martim se torne num grande futebolista e assista a muitos campeonatos ganhos pelo Sporting, alguns, quem sabe, com a sua ajuda…

 

Martim Marques (3).jpg

 

Nota: o texto e as fotografias foram publicadas com a autorização da família do Martim Marques.

Parabéns, Cristiano

cristiano-ronaldo-portugal-denmark-2016-euro-quali

 

Pela quinta vez, um jogador formado pelo Sporting recebe a Bola de Ouro, troféu que premeia o melhor jogador internacional do ano. Uma distinção mais que justa para Cristiano Ronaldo, cinco meses após se ter sagrado campeão da Europa ao serviço da selecção nacional e seis meses depois de ter contribuído para a vitória do Real Madrid na Liga dos Campeões.

Ronaldo vence pela quarta vez a Bola de Ouro (2008, 2013, 2014, 2016), também atribuída a Luís Figo (em 2000). Motivos de sobra para todos os sportinguistas sentirem orgulho. Motivos de sobra para todos os desportistas sentirem o mesmo, independentemente da sua cor clubística. Motivos de sobra para cada português perceber até que ponto devemos todos ao Sporting grande parte do prestígio de que goza o futebol nacional a nível planetário.

Muitos parabéns, Cristiano. Mereces um forte, sincero e vibrante aplauso de todos nós. 

 

ADENDA: Nesta votação, destaque também para Rui Patrício, que ficou em 12.º, entre os 30 jogadores pré-seleccionados. O guarda-redes do Sporting, igualmente bastião da selecção nacional, só foi ultrapassado por outro jogador na sua posição: o italiano Buffon, que ficou em 9.º lugar. E ficou à frente de craques como Iniesta, Higuaín, Agüero, Koke, Godín, Kroos, Neuer, Lloris, Payet e Modric.

Os nossos comentadores merecem ser citados

«Uma pequena nota dos que cospem piadas sobre os Aurélios: Ronaldo, Nani, Quaresma, Figo, João Mário, todos eles jogaram/jogam nos melhores clubes fora de Portugal (Manchester, Real Madrid, Barcelona, Inter de Milão, etc), e a estes juntam-se outros "emigrantes" que têm prestigiado Portugal e o nome da Academia do Sporting (chamam-lhe Academia de Ouro na América, chamam-lhe Melhor Academia do Mundo em Inglaterra, tecem elogios em Espanha e na Alemanha).»

Miguel Borja Jiménez, neste texto do Edmundo Gonçalves

As pérolas vão, a Academia fica.

Hoje termina o percurso do João Mário de Leão ao peito. Na época 2013/2014, esteve emprestado ao Vitória de Setúbal. em boa hora fiz notar no dia 9 de Março de 2014 que "além de observar os nossos onze leões e torcer por eles, vou estar atento a uma pérola da Academia, o nosso João Mário. Dotado de uma técnica de passe impressionante, uma capacidade de temporizar o jogo, de pensá-lo, está alí um futuro patrão do meio campo ofensivo." Não estava enganado.

Depois desta época, seguiram-se duas de pura magia nos nossos relvados. E sempre, sempre com um garra inquestionável. E claro, a classe que está no seu ADN de jogador. Não minto, vou ter saudades. Ainda hoje, junto de um amigo, recordei aquela recepção magnifica que deu o primeiro golo do Sporting no Estádio do Dragão a época passada. E como esse podia recordar tantos pormenores que teve em Alvalade, fazendo levantar-me e comentar para o lado num típico "viste aquilo que ele acabou de fazer" - completamente eufórico. Saudade, é o último sentimento que o João Mário vai deixar em mim. Mais uma pérola da nossa Academia que parte para outro campeonato, para despertar em outros adeptos aquilo que fez connosco. Mais um exemplo que deve ficar afixado, numa imagem bem grande, nas paredes da nossa Academia. Respeitou sempre os adeptos, o clube, a instituição. Não deixou de treinar, não deixou de jogar. Chama-se formar Homens jogadores, tantas vezes na linguagem do Aurélio Pereira - como o tipo de jogador que o Sporting procura e quer fazer.

Saiu Homem. Saiu um grande jogador de futebol e campeão Europeu.

Desejo o maior dos sucessos desportivos ao João Mário. Que volte quando achar ser altura de reencontrar-nos. E nessa altura espero que também ele tenha uma fotografia do lado do Figo e do Ronaldo.

 

Mais uma pérola que vai. A Academia, essa fica. Sempre pronta a revelar novos talentos ao mundo do Futebol!

(Importa ainda dizer que o Presidente Bruno de Carvalho cumpriu o prometido. Deixou o jogador sair pelo seu valor. Tantos outros que saíram pela porta do cavalo por meia dúzia de tostões. Aqui nota-se a diferença de gestão, é apenas mais um detalhe.) 

Dez magníficos

Convocatória para a selecção nacional que vai participar no Campeonato Europeu de Futebol em França: dez dos 23 jogadores foram formados no Sporting. Em todas as posições - da baliza ao ataque. E quatro deles são titulares leoninos.

Rui Patrício, Cédric Soares, José Fonte, William Carvalho, Adrien Silva, João Mário, João Moutinho, Ricardo Quaresma, Nani e Cristiano Ronaldo.

Dez magníficos.

Fica a nota

RWZKL9ZB.jpg

Um "produto" das nossas escolas está a brilhar na melhor liga do mundo e este fim-de-semana até marcou o golo da vitória da Inglaterra sobre a Alemanha, na sua estreia pela equipa A do seu país. É pena a forma como saiu mas é mais um jogador de sucesso a sair de Alcochete. E ainda tem muitos anos pela frente.

Os charters

Dez escolas Academia Sporting na China!

Contrato a assinar hoje às 10,00 horas, pelo presidente Bruno de Carvalho e a entidade chinesa parceira, com a presença do cônsul chinês em Lisboa.

Consta ainda que se seguem S. Tomé e Princípe, Guiné Equatorial e reforço da presença na África do Sul, a juntar às já existentes no Canadá e Angola.

A internacionalização da marca Sporting em força!

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D