Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Balanço 2014/2015 cá de casa

Na véspera de começar o campeonato 2014/2015, recentemente concluído, vários blogueiros do "És a Nossa Fé" soltaram o treinador e olheiro de bancada que havia dentro de si e partilharam com os caros leitores os seus palpites sobre como seria a edição da Liga.

 

34 jornadas depois, qual é o balanço?

 

Recuperemos as perguntas:

 

Prognóstico dos 5 primeiros classificados da 1ª Liga 2014/2015

 

16 blogueiros, num universo de 18, vaticinaram que o Sporting seria o campeão nacional. Duarte Fonseca e Paulo Ferreira colocaram o Porto no primeiro lugar. Ninguém, portanto, ousou arriscar o Benfica como vencedor da Liga.

 

Resultado: ninguém acertou.

   

Prognóstico dos 2 últimos classificados da 1ª Liga 2014/2015

 

Chapeau para Duarte Fonseca, o único blogueiro a ter vaticinado, e logo pela ordem certa, que Gil Vicente e Penafiel não se segurariam na 1.ª Liga.

 

Em 2014/2015, o Sporting será o ... e mais 10!

 

Nesta questão, as apostas dividiram-se. 9 blogueiros votaram em William Carvalho, ao passo que 7 blogueiros colocaram as fichas em Adrien Silva.

 

Tenho dificuldades em nomear quem foi o “tal” jogador em que o Sporting foi ele e mais 10.

É certo que Nani, até lesionar-se no jogo contra o Boavista, sobressaiu claramente na equipa. No entanto, após a referida lesão, não mais voltou a influenciar a equipa da forma como o vinha fazendo. Esse apagamento fez com que outros jogadores, em fases distintas, acabassem por relevar no 11. São os casos de Adrien, William, Paulo Oliveira ou Carrilo.

  

Em 2014/2015, o jogador revelação do Sporting será o... 

 

João Mário, seguramente.

Demorou alguns jogos a entrar no 11, mas a partir do momento em que foi chamado, não mais voltou a sair. Jogou, fez jogar e marcou.

 

Acertaram, então, Filipe Arede Nunes, Frederico Dias de Jesus, Luciano Amaral, Paulo Ferreira e Tiago Loureiro.

  

Depois do Magrão virá o...quem dele bom fará!

 

Apesar de não estar entre os favoritos, demonstrou ser o verdadeiro erro de casting deste plantel 2014/2015: Naby Sarr. Um central cujas falhas e calafrios causados demorarão a desaparecer da memória dos sportinguistas.

 

Chapeau para Filipe Arede Nunes.

  

O homem-golo do Sporting em 2014/2015 será o…

 

Slimani. 12 golos. Muitos mais seriam se não gerasse a birra do início de época, nem estivesse várias semanas ausente por lesão.

 

Chapeau para Alexandre Poço, Francisco Melo e Zélia Parreira.

 

O Sporting este ano [não perde nenhum/perde só 1/perde até 3] jogo(s) em casa

 

Finalmente o Sporting faz um campeonato sem qualquer derrota em casa. Vários blogueiros ousaram vaticinar esse feito.

 

Chapeau para Duarte Fonseca, Edmundo Gonçalves, Filipe Arede Nunes, Francisco Melo, João António, José da Xã, Paulo Gorjão e Tiago Loureiro.

 

Marco Silva vai vencer [menos/igual/mais] jogos frente a Benfica e Porto no campeonato do que Leonardo Jardim na época passada (1)

 

Infelizmente, não venceu nenhum, apesar de ter estado muito perto de conseguir levar de vencida Porto e Benfica nos jogos de Alvalade.

 

A última questão das apostas termina como a primeira: ninguém acertou (todos apostaram que Marco Silva venceria mais do que 1 jogo contra os rivais directos).

 

Oito perguntas colocadas depois e o especialista 2014/2015 do "És a Nossa Fé" em palpites da bola é….

 

Filipe Arede Nunes, com 3 apostas certas. Muitos parabéns!  

Um prognóstico conservador

Volvidas centenas de contratações factuais e fictícias, profusamente anunciadas e comentadas nos jornais, rádios e televisões, termina por estes dias a estação tola do futebol. Durante mais de um mês os clubes candidatos ao título foram exibindo os seus reforços, quais messias salvadores, promessas de glórias e quimeras. Aos adeptos sequiosos, a cada jogo de treino e torneio estival, sucederam-se desilusões e ilusões, euforias e angústias, sempre alentadas pelo ócio e exageradas pelo calor das férias.

Pela minha parte já estou em condições de fazer um prognóstico, que é naturalmente conservador. Assim, este ano o Porto com novo treinador e uma equipa renovada com o refugo dos espanhóis apresenta-se como uma incógnita - todos sabemos como os obscuros métodos nas Antas por vezes produzem "milagres". Dos lados de Carnide, conquistada ontem a Supertaça, mesmo partida, a depressão dos lampiões parece amenizada: confirma-se que Jorge Jesus não quer saber da formação, e que, apesar das saídas e dum conjunto mais ou menos remendado, o Benfica deste ano não será nem oito nem oitenta – talvez aquilo bem espremidinho até dê para ganhar alguma coisa, nem que seja a Taça Lucílio Baptista.
Finalmente o que mais importa: como comprova a medíocre participação no torneio Teresa Herrera, a realidade do Sporting não é para grandes euforias: apesar do modelo de jogo e dos titulares que transitam do ano passado garantirem competitividade, salvo alguma revelação imprevisível, aquilo a que se usa chamar “o banco” não parece garantir qualidade suficiente para o caderno de encargos desta época ao qual acresce a Liga dos Campeões. Esperemos que eu me engane, que o William Carvalho não seja vendido, que o André Martins (falta-lhe "um bocadinho assim") não estoire e que Montero volte aos golos. Vai ser preciso muita garra, superação e alguma sorte para atingir os mínimos pretendidos que em Alvalade é sempre ganhar tudo, no mínimo.

Renovado o lugar em Alvalade, pelo sim e pelo não já tomei um duche frio e estou preparado para a nova época – com muitas ganas, mas sem euforias.

Penoso e Fascinante

A pré-época é penosa, aborrecida, taciturna e demasiado demorada. É também esperançosa, estimulante e fascinante como a infância de uma criança. O oximoro só tem justificação na medida em que os jogos desta altura não são carne nem peixe, quiçá omolete ou quiche de fim de tarde. Dar 10 a 0 ao Oliveirense ou perder 4 a 1 com o Dep. da Corunha é, aceitem-me o exagero, quase a mesma coisa. Podem dizer "ganhar conta sempre". É verdade, mas nunca consegui sentir loucura, paixão, o coração a querer sair do lugar com uma vitória no Guadiana ou um torneio perdido no meio do Sul do Reino Unido. Da mesma forma que perder 3 finais de torneios na pré-época aborrece tanto como uma tarde de Sol em Dezembro. Não tem relevo emocional ou contabilístico, mas é uma fase importantíssima, daí ser momento de esperança e alegria - está tudo em aberto, podemos efectivamente estar a construir a melhor época de sempre. E ninguém sabe, pese os muitos que sonham. Vamos lá despachar os feijões, que temos de pedalar muito este ano naquilo que conta. Que a máquina esteja a ser preparada como deve ser e que as peças funcionem na perfeição após meados de Agosto são os meus desejos. Entretanto que se vença hoje os holandeses que um clube também se faz de vitórias. 

Carta aberta a Marco Silva

Caríssimo Marco,

 

Impossibilitado de lhe dizer pessoalmente o que sinto e penso, serve a presente para, de uma forma sincera e aberta, lhe expressar os meus votos de maiores felicidades neste novo momento da sua vida como treinador.

 

Todavia gostaria de o chamar à atenção para alguns detalhes que não devem ser olvidados, a saber:

  • o estado de graça com que ora entra no Sporting coloca-o num patamar de simpatia e apoio que nenhum sportinguista lhe vai negar;
  • a fasquia que assumiu ao dizer ontem na conferência de imprensa que luta para ser campeão parece-me ser um excelente incentivo para a massa associativa;
  • o Sporting não é claramente o Estoril-Praia. Deste modo não vai ter mil olhos a observar e analisar ao pormenor o seu trabalho, mas milhões pelo mundo inteiro;
  • as camisolas do Sporting têm um peso enorme que todos reconhecem. Por isso é bom que faça entender aos novos que vestir de verde listado honra, e muito, quem o usa;
  • ganhar, perder e empatar fazem parte do futebol. Saber viver e ultrapassar com galhardia os momentos menos bons fará de si, certamente, um melhor treinador;
  • finalmente agradeço que mantenha essa (boa) postura de falar apenas o essencial e deixar para o adepto a discussão dos casos dos jogos.

Tenho perfeita consciência de que a sua missão não será fácil, tendo em consideração a última época e os (muitos) desafios que tem pela frente, mas creio que o Marco está talhado para grandes feitos.

 

Assim o Presidente Bruno de Carvalho e a equipa o ajudem! Porque capacidade e competência não lhe falta.

 

Com um abraço sinceramente Leonino,

 

José

Bem-vindo Paulo Oliveira

O Sporting Clube de Portugal, Futebol, SAD e o Vitória Sport Clube chegaram a acordo para que o jogador Paulo Oliveira, represente o Sporting nas próximas cinco épocas. Ficou ainda definida uma cláusula de rescisão no valor de 45 milhões de euros. 

Paulo Oliveira, de 22 anos de idade, e 1,87 metros de altura, joga na posição de defesa-central e é internacional pela Selecção Nacional de Sub-21.

in Sporting.pt

Bem-vindo Simeon Slavchev

O Sporting Clube de Portugal, Futebol, SAD, a equipa Litex Lovech e o jovem jogador búlgaro, Simeon Slavchev, chegaram a acordo para este representar o Sporting nas próximas cinco temporadas. Ficou ainda definida uma cláusula de rescisão no valor de 45 milhões de euros. Slavchev, jogador de 20 anos de idade, e 1,86 metros de altura, joga nas posições de médio, médio-defensivo e médio-ofensivo, tendo sido considerado “O melhor desportista” e “Jovem jogador”, na Bulgária no ano de 2013. Slavchev é ainda internacional pela Selecção principal da Bulgária. Leia a primeira entrevista da nova contratação em exclusivo no jornal Sporting.

in Sporting.pt

Coisas que interessam 1

Talvez se percebam agora melhor certas coisas, como, por exemplo, as exibições tipo pastelão dos últimos tempos: se Leonardo Jardim já estava na calha para sair há algum tempo (e o mais provável é que já estivesse, que isto não fosse coisa só de agora e que já circulasse no balneário), depois de se acreditar que ficaria por alguns anos, talvez lhe fosse difícil mobilizar os jogadores.

Talvez se percebam também as "diferença de discurso" entre presidente e treinador, i.e. assunção de candidatura ao título ou não. Sendo que Jardim parece ter razão aqui: não pode haver candidatura nem Champions decente com o que hoje existe.

Só espero que esta complicada novela da partida de Jardim se tenha devido a dureza negocial da direcção para: 1) vender Jardim caro; 2) obter meios para reforços de verdadeira qualidade para o ano (a própria venda de Jardim certamente ajudará, claro).

E pronto, lá vem mais uma época para começar com ansiedade, quando tudo parecia indicar o contrário.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D