Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Professor Marcel

1200px-Marcel_Keizer.jpg

 

O treinador do Sporting conseguiu surpreender tudo e todos com o onze inicial que escolheu para a primeira mão da meia-final da Taça de Portugal, no estádio da Luz. De tal maneira que, apesar das muitas sugestões aqui registadas após ter sido divulgada a convocatória, nem um só leitor do És a Nossa Fé foi capaz de antecipar qual seria o elenco leonino que acabou por entrar em campo. 

Eis um ponto favorável a Marcel Keizer: tendo sido capaz de iludir quem aqui comenta, provavelmente surpreendeu também os responsáveis técnicos do SLB. Seria quase tudo perfeito se não tivéssemos perdido esse jogo.

Somos muitos

Uma semana acaba, outra semana começa neste oitavo ano de vida do nosso blogue. Na que agora fica para trás, registámos 46.552 visualizações.

Na linha dos últimos 12 meses, em que tivemos mais de 2,2 milhões de visualizações. Concretamente, 2.206.080. Cerca de seis mil por dia.

Números que ainda mais nos animam a prosseguir. Haja o que houver no Sporting, cá estaremos em defesa do nosso clube, sempre maior do que a soma de todos os seus adeptos.

Entre os mais comentados

Nos 22 destaques feitos pelo Sapo em Janeiro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 20 menções.

Mais ainda: figurámos 11 vezes no pódio dos mais comentados - com cinco "medalhas de ouro", cinco de "prata" e uma de "bronze".

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 20 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Mais de um milhão de visitas em 2018 (24 comentários, segundo mais comentado do dia)

Sete anos, 2557 dias (26 comentários)

Prognósticos antes do jogo (28 comentários, segundo mais comentado)

Cambada de imbecis (40 comentários)

Prognósticos antes do jogo (68 comentários, o mais comentado do dia)

Expliquem-me devagarinho (40 comentários, segundo mais comentado)

Ponto da situação (44 comentários)

Lacunas (84 comentários, o mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (70 comentários, o mais comentado do dia)

Um quis ganhar, o outro não (20 comentários)

Amanhã há Taça (36 comentários)

Quem são os três melhores? (90 comentários, o mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (96 comentários, o mais comentado do dia)

Jesus e Peseiro de regresso (26 comentários)

De Peseiro a Keizer (30 comentários)

Pergunta aos leitores (48 comentários, segundo mais comentado)

"Não vamos deixar que isto volte para trás" (26 comentários)

Pérolas de Joaquim Rita (36) (36 comentários, terceiro mais comentado)

Pérolas de Joaquim Rita (37) (34 comentários)

Estranha maneira de "apoiar" a equipa (38 comentários, segundo mais comentado)

 

Com um total de 1012 comentários nestes postais. 

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Sete anos, 2557 dias

61mZqzHVeoL._SX425_[1].jpg

 

Faz agora sete anos, era dado o pontapé de saída. Coube-me essa honra a mim, simbolicamente, com um postal de apenas uma linha mas que pretendia ir direito ao essencial: «Só nós sabemos porque não ficamos em casa.»

E não ficámos. Permanecemos por cá, ao longo de todo este tempo. Daí podermos afirmar hoje que este blogue, não por acaso chamado És a Nossa Fé, funciona como um registo diário da história leonina destes 2557 dias. Nenhum tema foi ignorado, nenhuma crítica foi silenciada, não passámos ao lado de nada que fosse relevante na vida do nosso clube. Incluindo a pior época de sempre e o dia mais negro neste Sporting do século XXI.

 

Houve alegrias, claro, também aqui registadas. Escassas no futebol: uma vitória na Taça de Portugal, com Marco Silva, uma Supertaça já com Jorge Jesus ao comando da equipa e a primeira Taça da Liga do historial leonino - ainda com Jesus ao leme. Mas muitas nas modalidades, em que deixamos bem vincado o nosso estatuto de maior potência desportiva portuguesa. Somos tricampeões nacionais de futsal, bicampeões nacionais de andebol, bicampeões nacionais no futebol feminino. Há meses, sagrámo-nos campeões nacionais de hóquei em patins, modalidade em boa hora recuperada pelo clube. Somos igualmente campeões nacionais de voleibol, tricampeões em ténis de mesa, bicampeões em râguebi feminino, tricampeões em judo masculino. Dominamos na natação, no atletismo feminino, no triatlo feminino e no corta-mato masculino. Temos campeões nacionais de marcha, salto com vara, salto em comprimento, boxe, tiro e padel.

Foram sete anos de alegrias também a nível internacional. Pelo reforço dos nossos títulos europeus em várias modalidades. Vimos o Sporting vencer a Taça CERS em hóquei em patins (2015), a Taça Challenge em andebol (2017), a Taça dos Campeões Europeus de atletismo feminino em pista (2016 e 2018), duas Taças dos Campeões Europeus em corta-mato, feminino e masculino (ambas em 2018). Somos campeões europeus em judo e vice-campeões europeus em futsal.

Sem esquecer a magnifica campanha da selecção nacional de futebol em França, onde nos sagrámos pela primeira vez campeões nacionais da modalidade. Com dez jogadores formados no Sporting inseridos neste elenco de luxo: Adrien Silva, Cédric Soares, Cristiano Ronaldo, João Mário, João Moutinho, José Fonte, Nani, Ricardo Quaresma, Rui Patrício, William Carvalho.

 

Revisito os textos desses primeiros dias e encontro já neles, bem expressiva, a matriz mais genuína deste blogue. Com traços dominantes, que incluem o pluralismo, o companheirismo, a camaradagem, o amor incondicional ao clube que nos serve de fio condutor.

Somos pessoas de origens muito diversas, com as mais variadas profissões, com pensamentos diferentes em questões políticas, religiosas, sociais. Mas aqui estamos irmanados na devoção aos valores do nosso clube e na procura incessante da glória que vai sendo transmitida de geração em geração. Tendo sempre presente que o desporto é antónimo de guerra e que o adversário está muito longe de ser inimigo. Nunca esquecendo que a vitória só é justa quando acontece sem batota.

 

Continuaremos. Quatro presidentes depois (Godinho Lopes, Bruno de Carvalho, Torres Pereira e Sousa Cintra), dez treinadores da equipa principal de futebol depois (Domingos Paciência, Sá Pinto, Oceano, Vercauteren, Jesualdo Ferreira, Leonardo Jardim, Marco Silva, Jorge Jesus, José Peseiro e Tiago Fernandes). Agora com Frederico Varandas como nosso presidente, tenha sido esta ou não a opção de voto de cada um na histórica eleição de 8 de Setembro. Agora com Marcel Keizer como líder do futebol leonino.

Apoiamos um e outro. Sem seguidismos, sem espírito acrítico, mas com a noção exacta de que o Sporting precisa de cerrar fileiras para atingir os objectivos que temos em vista. E convictos de que não há vitórias nos estádios, nas pistas ou nos pavilhões sem o incentivo dos adeptos nas bancadas.

 

Não exigimos títulos: exigimos esforço e dedicação.

Estamos aqui para retribuir sempre que for preciso a quem merecer o nosso aplauso. Outro ano, mais sete anos, os 2557 dias que vão seguir-se.

Mais de um milhão de visitas em 2018

Este nosso blogue, que também é vosso, chega ao fim do ano com números bem expressivos: ao longo de 2018 recebemos 1.070.817 visitas e registámos 2.254.932 visualizações. Numa média diária de 5.704 visualizações - superior à das edições em linha de alguns jornais com expressão nacional.

Números que confirmam o És a Nossa Fé como um dos mais relevantes blogues portugueses, mesmo para além da realidade desportiva. É, portanto, o momento para agradecer a todos quantos nos visitam e nos comentam, mesmo quando discordam do que aqui se escreve: todos merecem a nossa consideração.

Fica a promessa: vamos continuar. Em defesa dos interesses permanentes do Sporting, que estão sempre para além de todas as personalidades e todas as conjunturas.

Entre os mais comentados

 

Nos 21 destaques feitos pelo Sapo em Dezembro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 20 menções.

Mais ainda: figurámos 14 vezes no pódio dos mais comentados - com cinco "medalhas de ouro", quatro de "prata" e cinco de "bronze".

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 20 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Hoje giro eu - Concílio leonino (78 comentários, o mais comentado do dia)

Quem são os novos cinco violinos? (24 comentários)

Coentrão de regresso? (46 comentários, segundo mais comentado do dia)

O gozo que isto dá (78 comentários, o mais comentado do dia)

Desmentido em toda a linha (82 comentários, o mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (62 comentários, segundo mais comentado)

Obrigado, Cintra (48 comentários, segundo mais comentado)

Alguém me explica? (22 comentários)

Primeiras impressões (30 comentários)

Será mesmo? (24 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (80 comentários, o mais comentado do dia)

Comparações (28 comentários)

A manta é curta... e quando tapa a cabeça, destapa os pés  (32 comentários, segundo mais comentado)

Soma e segue (26 comentários, terceiro mais comentado)

Onde há verde, há esperança... Feliz Natal! (28 comentários, terceiro mais comentado)

Prognósticos antes do jogo (64 comentários, o mais comentado do dia)

Afinal, é Natal (15 comentários, terceiro mais comentado)

Natal, nascer (17 comentários, terceiro mais comentado)

A diferença (22 comentários)

Quente & frio (32 comentários)

 

Com um total de 838 comentários nestes postais. Da autoria do Pedro Azevedo, do Luís Lisboa, do António de Almeida, do Edmundo Gonçalves do Pedro Oliveira e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos  22 destaques  feitos pelo Sapo em Novembro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 22 menções - atingindo, portanto, a quota máxima. O que acontece pelo sétimo mês consecutivo.

Mais: este foi o único blogue a fazer o pleno dos destaques. Sem falhar um. Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

Mais ainda: figurámos 20 vezes no pódio dos mais comentados - com doze "medalhas de ouro", cinco de "prata" e três de "bronze".

 

Os 22 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Frases da entrevista de Vieira (72 comentários, o mais comentado do dia)

A chicotada em curso (116 comentários, o mais comentado do dia)

Alto risco (70 comentários, o mais comentado do dia)

Battaglia: quem poderá substituí-lo? (60 comentários, o mais comentado do dia)

Hoje giro eu - Marcel Keizer (49 comentários, o mais comentado do dia)

Sobre Peseiro (58 comentários, segundo mais comentado do dia)

A orfandade da idolatria (44 comentários, o mais comentado do dia)

O princípio do fim do hooliganismo em Alvalade? (179 comentários, o mais comentado do dia)

Onde estarão eles? (60 comentários, segundo mais comentado)

Basta (54 comentários, o mais comentado do dia)

O país dos minis (53 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Acto terrorista, disseram eles (42 comentários, segundo mais comentado)

Já podem votar em nós (74 comentários, o mais comentado do dia)

O velho crocodilo (38 comentários, segundo mais comentado)

Duas perguntas (48 comentários)

Brás & Braz (22 comentários)

Hoje giro eu - O amor acontece (Love actually) (38 comentários, segundo mais comentado)

O crime (36 comentários, terceiro mais comentado)

Letais ao Sporting (48 comentários, o mais comentado do dia)

Debater sem cobardia (28 comentários, terceiro comentado)

Benfica: enfim o penta (74 comentários, o mais comentado do dia)

Pesada herança (58 comentários, o mais comentado do dia)

 

Com um total de 1321 comentários nestes postais. Da autoria do Pedro Azevedo, do Filipe Arede Nunes, do António de Almeida, do Edmundo Gonçalves e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Debater sem cobardia

21171518_QU3Zm[1].png

 

Votar no És a Nossa Fé porquê?

Porque é um espaço de convívio entre aqueles que amam o verdadeiro desporto: o que se desenrola dentro das quatro linhas. Com vibração, calor humano, emoção transbordante.

Características transpostas para este blogue, fundado há quase sete anos. Também aqui se toma partido: somos sportinguistas. O próprio endereço electrónico o confirma desde logo: sporting.blogs.sapo.pt.

Mas isto não significa que sejamos adeptos do pensamento único. Debatemos muito entre nós. E recebemos em nossa casa adeptos de outras cores, com quem mantemos diálogos acalorados mas sem nunca confundirmos adversários com inimigos.

Noticiamos, criticamos, emitimos opinião. E todos assumimos o que escrevemos, assinando com os nossos nomes. Sem anonimatos, sem camuflagens, sem cobardia.

Ser Leão, para nós, também é isto.

 

(Texto que escrevi para justificar o voto em nós nos Sapos do Ano. A votação decorre até 15 de Dezembro.)

Já podem votar em nós

21171518_QU3Zm[1].png

 

 

Entre centenas de blogues especializados em desporto, este nosso (e vosso) És a Nossa Fé figura entre os cinco finalistas ao galardão Sapo do Ano 2018, saudável competição que por estes dias está a animar a blogosfera, graças a uma excelente iniciativa da Magda Pais e do David Marinho. É uma prova inequívoca de adesão dos leitores - desde logo aqueles que nos propuseram à pré-selecção, como já tinha assinalado aqui. Continuamos a contar com a vossa confiança. E, a partir de agora, também com o vosso voto. Que pode ser democraticamente exercido no quadradinho da praxe. Nada mais fácil: é só virem aqui e clicarem primeiro no quadrado correspondente a este blogue e depois na palavra "submeter".

Não custa nada.

 

Saudações Leoninas!

 

ADENDA: Aproveito para lembrar que o nosso endereço electrónico é sporting.blogs.sapo.pt.

Entre os mais comentados

Nos 23 destaques feitos pelo Sapo em Outubro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 23 menções - atingindo, portanto, a quota máxima. O que acontece pelo sexto mês consecutivo.

Mais: este foi o único blogue a fazer o pleno dos destaques. Sem falhar um. Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

Mais ainda: figurámos 21 vezes no pódio dos mais comentados - com seis "medalhas de ouro", treze de "prata" e duas de "bronze".

 

Os 23 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Dois erros (56 comentários, o mais comentado do dia)

Os melhores adeptos do mundo? (28 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Hoje giro eu - Anatomia da Grei leonina (19 comentários)

O que Varandas herdou (40 comentários)

Duche antecipado (52 comentários, segundo mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (58 comentários, segundo mais comentado)

Convém lembrar (74 comentários, segundo mais comentado)

Um mês depois (62 comentários, segundo mais comentado)

Uma pergunta de fácil resposta (102 comentários, o mais comentado do dia)

Treze treinadores em seis épocas (76 comentários, o mais comentado do dia)

Hoje giro eu - Levantar a cabeça (39 comentários)

Saber comunicar (52 comentários, segundo mais comentado)

A jagunçada (62 comentários, o mais comentado do dia)

Responda quem souber (64 comentários, segundo mais comentado)

O mistério Wendel (48 comentários, segundo mais comentado)

Quente & frio (82 comentários, o mais comentado do dia)

Sousa Cintra sobre Peseiro e Jesus (74 comentários, segundo mais comentado)

Ponto da situação (58 comentários, terceiro mais comentado)

Silêncio (82 comentários, segundo mais comentado)

Rui, Viviano, Salin, Renan, Maximiano (50 comentários, segundo comentado)

Quem joga para empatar acaba por perder (86 comentários, segundo mais comentado)

Este está disponível (62 comentários, segundo mais comentado)

Quem são os três melhores? (110 comentários, o mais comentado do dia)

 

Com um total de 1438 comentários nestes postais. Da autoria do Pedro Azevedo, do Pedro Boucherie Mendes e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos 20 destaques feitos pelo Sapo em Setembro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 20 menções - atingindo, portanto, a quota máxima. O que acontece pelo quinto mês consecutivo.

Mais: este foi o único blogue a fazer o pleno dos destaques. Sem falhar um. Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

Mais ainda: figurámos 18 vezes no pódio dos mais comentados - com dez "medalhas de ouro", seis de "prata" e duas de "bronze".

 

Os 20 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Mais dois que vão (78 comentários, o mais comentado do dia)

Sousa Cintra (52 comentários, segundo mais comentado do dia)

Passado (50 comentários, o mais comentado do dia)

Jovane Cabral (24 comentários)

Só eu sei porque não fico em casa! (60 comentários, o mais comentado do dia)

Tudo ao molho e FÉ em Deus - Eleições  (65 comentários, segundo mais comentado)

Absolutamente derrotados (38 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Esta gente precisa de tratamento (96 comentários, o mais comentado do dia)

O que eu espero (1)  (28 comentários)

O que eu espero (2) (42 comentários, o mais comentado do dia)

A "rica herança" de Carvalho (52 comentários, segundo mais comentado)

Tudo ao molho e FÉ em Deus - De volta! (42 comentários, o mais comentado do dia)

Assim se ia desgovernando (38 comentários, o mais comentado do dia)

Abraço (38 comentários, segundo mais comentado)

Indignaçõezinhas muito selectivas (44 comentários, segundo mais comentado)

Tudo ao molho e FÉ em Deus - Cara baga? (38 comentários, terceiro mais comentado)

Prognósticos antes do jogo (108 comentários, o mais comentado do dia)

Coragem, Peseiro! (67 comentários, segundo mais comentado)

Um recado às viuvinhas (48 comentários, o mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (102 comentários, o mais comentado do dia)

 

Com um total de 1120 comentários nestes postais. Da autoria do Pedro Azevedo, do José da Xã, do Duarte Fonseca e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos 23 destaques feitos pelo Sapo em Agosto para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 23 menções - atingindo, portanto, a quota máxima. O que acontece pelo quinto mês consecutivo.

Mais: este foi o único blogue a fazer o pleno dos destaques. Sem falhar um. Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

Mais ainda: figurámos 22 vezes no pódio dos mais comentados - com quinze "medalhas de ouro", seis de "prata" e uma de "bronze".

 

Os 23 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

O que fazer com estes três? (38 comentários, o mais comentado do dia)

Isto merece troféu (56 comentários, o mais comentado do dia)

Reles rufia (64 comentários, o mais comentado do dia)

O queixinhas (76 comentários, o mais comentado do dia)

Dilema (46 comentários, segundo mais comentado do dia)

Implorar (26 comentários, o mais comentado do dia)

Perguntar não ofende (48 comentários, o mais comentado do dia)

Imperdoável (58 comentários, segundo mais comentado)

Prognósticos antes do jogo  (78 comentários, o mais comentado do dia)

Os brunecos (78 comentários, o mais comentado do dia)

Frases da campanha (2) (16 comentários)

Para que serve a Sporting TV? (56 comentários, o mais comentado do dia)

Finalmente, debates na Sporting TV (32 comentários, segundo mais comentado)

Incompreensível (164 comentários, o mais comentado do dia)

Hoje giro eu - uma Luz ao fundo do túnel (53 comentários, o mais comentado do dia)

Impressões do debate (22 comentários, segundo mais comentado)

Em quem votaria o Bruno? (1) (46 comentários, segundo mais comentado)

O caminho faz-se caminhando (36 comentários, terceiro mais comentado)

Prognósticos antes do jogo (184 comentários, o mais comentado do dia)

Afinal só somos 90 mil sócios (84 comentários, o mais comentado do dia)

Hoje giro eu - a mão que embala o berço (84 comentários, o mais comentado do dia)

Este não é o Sporting que eu quero (66 comentários, o mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (60 comentários, segundo mais comentado)

 

Com um total de 1481 comentários nestes postais. Da autoria do Pedro Azevedo, do António de Almeida e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos 22 destaques feitos pelo Sapo em Julho para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 22 menções. Fazendo assim o pleno, sem falhar um dia. Para não variar.

Mais ainda: figurámos  22 vezes no pódio dos mais comentados - com onze "medalhas de ouro", dez de "prata" e uma de "bronze". Atingindo assim a quota máxima.

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Haja fé (108 comentários, segundo mais comentado do dia)

Cambada de sportingados (74 comentários, segundo mais comentado)

Nada esqueceram, nada aprenderam (96 comentários, segundo mais comentado)

O que disse Sousa Cintra (110 comentários, segundo mais comentado)

Desafio às mulheres sportinguistas (75 comentários, segundo mais comentado)

O caminho faz-se caminhando (80 comentários, o mais comentado do dia)

Assim será (44 comentários, segundo mais comentado)

Hoje giro eu - Bruno acabou com a nostalgia de Cintra (207 comentários, o mais comentado do dia)

O que os jagunços disseram (134 comentários, o mais comentado do dia)

Tanto já feito em tão pouco tempo (146 comentários, o mais comentado do dia)

Quanto pior, melhor (96 comentários, o mais comentado do dia)

Tudo ao molho e FÉ em Deus - Geraldes contra os burocratas (50 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Que falta de nível (62 comentários, o mais comentado do dia)

Engraçade (78 comentários, o mais comentado do dia)

Obviamente, não (108 comentários, o mais comentado do dia)

Só pode queixar-se de si próprio (86 comentários, segundo mais comentado)

Em busca do salário perdido... (81 comentários, o mais comentado do dia)

Figo: sim ou não? (70 comentários, segundo mais comentado)

Carvão e transparência IV (77 comentários, segundo mais comentado)

Votariam em Sousa Cintra? (128 comentários, o mais comentado do dia)

Inaceitável (82 comentários, o mais comentado do dia)

O ódio (90 comentários, segundo mais comentado)

 

Com um total de 2001 comentários nestes postais. Da autoria do Edmundo Gonçalves, do Pedro Azevedo, do António de Almeida e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

375.764 visualizações

De 1 de Julho a 1 de Agosto, o És a Nossa Fé registou 375.764 visualizações - com 12.122 visualizações médias diárias. Números que, a manterem-se, nos levarão a fechar o ano com cerca de quatro milhões de visualizações - reforçando-nos, portanto, no patamar cimeiro da blogosfera portuguesa. 

Só podemos agradecer a quem nos lê e comenta - no fundo, a quem já não consegue passar sem nós. São cada vez mais e revelam excelente gosto. Tudo faremos para retribuir a dedicação e a devoção de tantos e tão bons leitores.

Ponto de ordem

Cada um sabe de si aqui no blogue. Eu adopto como critério automático, para eliminar um comentário, todo aquele que escreve incorrectamente o nome do nosso clube. 

Isto vale tanto para lampiões como para carvalhistas ressabiados. Num blogue como o nosso, com milhares de visualizações diárias, não querer ou não saber escrever correctamente a palavra Sporting é motivo suficiente, quanto a mim, para ficar à porta. E não entrar.

Seis anos da minha fé!

Faz hoje precisamente seis anos que publiquei aqui o meu primeiro texto. Muito a medo, reconheço, pois uma coisa é esgalharmos umas parvoíces nas nossas chafaricas, outra é dar a cara e a escrita por um clube que amamos e para o qual desejamos sempre o melhor. E com tanta, mas tanta gente a ler e a comentar.

Uma responsabilidade permanentemente acrescida.

Desta vez não trago aqui extensas estatísticas. Somente uma breve referência à minha actividade neste espaço, neste passado recente:

123 postais que originaram 1955 comentários e 487 apreciações feicebuquianas.

É que este último ano foi de loucos. Para mim e essencialmente para o Sporting.

Eis assim o momento para agradecer a todos os que me leram, comentaram e colocaram "gosto" nas suas páginas de Facebook.

Para terminar desejo que daqui a um ano, se ainda por cá estiver vivo e com saúde, eu consiga apresentar outro discurso, outra dialéctica e acima de tudo outra alegria.

Desculpem qualquer coisita menos simpática que tenha escrito, mas este leão que vive dentro de mim não se doma assim tão facilmente.

Termino com a minha costumada frase: a gente lê-se por aí.

340.888 visualizações em Junho

Chegamos ao fim de Junho com 340.388 visualizações aqui registadas ao longo do mês. Prova inequívoca - mais uma - da crescente influência e popularidade deste nosso blogue no universo sportinguista.

Nos últimos seis anos e meio, estivemos sempre em sintonia com o pulsar da nação leonina. Antecipámos, nas posições críticas aqui expressas por vários de nós, o fim do mandato de Godinho Lopes em 2013. Este ano sucedeu exactamente o mesmo, relativamente ao mandato de Bruno de Carvalho, que aliás nos elegeu desvairadamente como alvo, ao bradar em Fevereiro contra «o grupo do Café Império». Caiu quatro meses depois, confirmando a validade do aviso que diversas vez lhe deixámos: é impossível alguém resistir incólume quando declara guerra a tudo e a todos em simultâneo. E sobretudo quando gasta o essencial das munições a disparar contra hipotéticos "inimigos internos".

Ele caiu, como o antecessor. Nós prosseguimos. A manter este ritmo, chegaremos ao fim do ano com quatro milhões de visualizações. Fiéis à nossa linha de rumo, em defesa dos interesses permanentes do Sporting, queremos continuar a merecer tantos e tão bons leitores.

És a nossa fé

59F45CF4-864A-4034-B06B-683640436F07

 

Uma curva belíssima, uma equipa fantástica, ÉS A NOSSA FÉ, todos sempre e só pelo SPORTING.

Não cantamos mas podíamos tê-lo feito em mais um jantar no Império, do grupo imortalizado com o mesmo nome pelas palavras de um ex Presidente do clube, 

Repasto bem animado, onde o tema foi eleições e futuro. Sim, porque do passado já não reza a história. 

Em defesa do Sporting de sempre

Nos últimos trinta dias, És a Nossa Fé registou 393.976 visualizações.

Em termos médios, 13.133 visualizações diárias.

Só ontem, foram 17.932.

 

Assinalo apenas para efeitos de memória futura. E para que não restem dúvidas: este tornou-se um dos blogues imprescindíveis, de leitura diária, para milhares de sportinguistas - de todas as tendências, das mais diversas sensibilidades.

Vale a pena prosseguir, pois. Até para que, mais tarde, quem fizer a história destes meses turbulentos tenha aqui abundante matéria de investigação. Como já sucedeu nos atribulados meses que precederam a queda do consulado de Godinho Lopes. Sempre em defesa dos legítimos e genuínos interesses do Sporting - o Sporting que fica e perdura, não o Sporting que passa com a espuma dos dias.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D