Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Entre os mais comentados

Nos 21 destaques feitos pelo SAPO em Outubro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 21 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 42.º mês consecutivo.

Além disso, figurámos 21 vezes no pódio dos mais comentados - desta vez com dezassete "medalhas de ouro", três de "prata" e uma de bronze.

Fomos primeiros, portanto, na esmagadora maioria dos dias que estiveram sob escrutínio. Correspondendo a uma percentagem de 80,9% - a segunda mais elevada de que há registo.

 

Recorde-se que os textos publicados ao fim-de-semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 21 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Quando os árbitros são estrangeiros (59 comentários, o mais comentado do dia)

Quem acertar ganha um brinde (54 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Desta vez (100 comentários, o mais comentado do dia) 

Quente & frio (54 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Adán ou Israel? (208 comentários, o mais comentado do fim-de-semana) 

O que deve ser alterado? (100 comentários, o mais comentado do dia) 

Exigência máxima (40 comentários, segundo mais comentado do dia)

St. Juste outra vez lesionado (72 comentários, o mais comentado do dia) 

A hecatombe (118  comentários, o mais comentado do dia) 

Por qué no te callas? (93 comentários, o mais comentado do fim-de-semana)

O pesadelo (130 comentários, o mais comentado do dia) 

Os dois mais caros (70 comentários, o mais comentado do dia)

O meu apelo a Rúben Amorim (68 comentários, o mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (142 comentários, o mais comentado do dia) 

Cristiano Ronaldo: sim ou não? (114 comentários, o mais comentado do fim-de-semana)

Tudo está bem quando acaba bem (34 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Responda quem souber (56 comentários, o mais comentado do dia)

A estratégia (61 comentários, o mais comentado do dia)

Quente & frio (126 comentários, o mais comentado do dia)

A culpa foi de Amorim (174 comentários, o mais comentado do fim-de-semana)

Should I stay or should I go? (60 comentários, o mais comentado do dia)

 

Com um total de 1933 comentários nestes postais. Do Pedro Oliveira, do Edmundo Gonçalves, da CAL e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do SAPO por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos 22 destaques feitos pelo SAPO em Setembro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 22 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 41.º mês consecutivo.

Além disso, figurámos 22 vezes no pódio dos mais comentados - desta vez com catorze "medalhas de ouro" e oito de "prata".

Fomos primeiros, portanto, na esmagadora maioria dos dias que estiveram sob escrutínio. Correspondendo a uma percentagem de 63,6% - quase dois terços do total.

 

Recorde-se que os textos publicados ao fim-de-semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 22 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Para arrumar ideias (138 comentários, segundo mais comentado do dia)

Rescaldo do jogo de ontem (84 comentários, segundo mais comentado do fim-de-semana) 

Jogo a jogo (64 comentários, o mais comentado do dia) 

Os mesmos (102 comentários, o mais comentado do dia) 

Três a zero (76 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Quente & frio (56 comentários, o mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (78 comentários, o mais comentado do fim-de-semana)

Alvalade 21/22 (67 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Paulinho ou Edwards? (56 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Quente & frio (38 comentários, segundo mais comentado do dia) 

A mesma pergunta, duas semanas depois (86 comentários, o mais comentado do dia) 

Rescaldo do jogo de hoje (184 comentários, o mais comentado do fim-de-semana)

Assim, com franqueza, não vamos lá (70 comentários, o mais comentado do dia) 

É bom saber (38 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Isto é para levar a sério (112 comentários, o mais comentado do dia)

Obrigadinho, Fernando Santos (134 comentários, o mais comentado do dia) 

Comentem esta frase (54 comentários, o mais comentado do fim-de-semana)

É muito (54 comentários, o mais comentado do dia)

Palhaço, javardo, imbecil (82 comentários, o mais comentado do dia)

Os sete pecados de Fernando Santos (86 comentários, o mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (130 comentários, o mais comentado do dia)

Dor nas Bolas (43 comentários, segundo mais comentado do fim-de-semana)

 

Com um total de 1842 comentários nestes postais. Do Luís Lisboa, do Pedro Oliveira e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do SAPO por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Há 40 meses seguidos no pódio SAPO

Nos 23 destaques feitos pelo SAPO em Agosto para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 23 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 40.º mês consecutivo.

Além disso, figurámos 22 vezes no pódio dos mais comentados - desta vez com dezassete "medalhas de ouro" e cinco de "prata".

Fomos primeiros, portanto, na esmagadora maioria dos dias que estiveram sob escrutínio. Correspondendo a uma percentagem de 73,9% - a segunda mais elevada de sempre.

E encerramos o mês com o maior número de comentários acumulados desde que vem sendo feito este registo.

 

Recorde-se que os textos publicados ao fim-de-semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 23 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Elogios ao homem «invisível» (60 comentários, o mais comentado do dia)

Max (72 comentários, o mais comentado do dia) 

Faz agora dois anos (46 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Tantas lesões (82 comentários, o mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (92 comentários, o mais comentado do fim-de-semana) 

Vitória três vezes desperdiçada na Pedreira (120 comentários, o mais comentado do dia) 

O plantel é curto, muito curto (2) (44 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Um buraco lá na frente (116 comentários, o mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (124 comentários, o mais comentado do dia) 

Alerta geral (144 comentários, o mais comentado do fim-de-semana) 

Assim é que é: marcar três golos sem sofrer nenhum (22 comentários) 

Tudo muito complicado (212 comentários, o mais comentado do dia)

Duas vagas, dois reforços (66 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (152 comentários, o mais comentado do dia) 

Rescaldo do jogo de ontem (118 comentários, o mais comentado do fim-de-semana)

Pepe, o escoicinhento (59 comentários, o mais comentado do dia) 

Só espero (64 comentários, segundo mais comentado do dia

Liderar é isto (68 comentários, o mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (88 comentários, o mais comentado do dia)

Abalo sísmico (114 comentários, o mais comentado do fim-de-semana)

Decepcionados, irritados, inconformados (82 comentários, segundo mais comentado do dia)

Pergunta aos leitores (104 comentários, o mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (138 comentários, o mais comentado do dia)

 

Com um total de 2189 comentários nestes postais. Do Luís Lisboa, do Pedro Oliveira e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do SAPO por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos 21 destaques feitos pelo SAPO em Julho para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 21 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 39.º mês consecutivo.

Mais de três anos, acentua-se esta proeza inédita.

Além disso, figurámos 21 vezes no pódio dos mais comentados - desta vez com dezanove "medalhas de ouro", uma de "prata" e uma de "bronze".

Sem falhar um dia.

Fomos primeiros, portanto, na quase totalidade dos dias que estiveram sob escrutínio. Correspondendo a uma percentagem de 90,4% - a mais elevada de que há registo.

 

Recorde-se que os textos publicados ao fim-de-semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 21 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Tabata (52 comentários, o mais comentado do fim-de-semana )

Cristiano Ronaldo (82 comentários, o mais comentado do dia) 

Rochinha (76 comentários, o mais comentado do fim-de-semana) 

Vai ser tramado (46 comentários, o mais comentado do dia) 

O onze-base (48 comentários, segundo mais comentado do dia) 

O onze titular do blogue (34 comentários, terceiro mais comentado do fim-de-semana) 

João Rocha dez anos depois (52 comentários, o mais comentado do dia)  

Daniel Bragança (38 comentários, o mais comentado do dia) 

Reumatismo mental (32 comentários  o mais comentado do dia) 

«Craque» de clube pequeno (72 comentários, o mais comentado do dia) 

O problema do costume (58 comentários, o mais comentado do fim-de-semana) 

O cambalacho (62 comentários, o mais comentado do dia)

Sarabia por Gonçalo? (70 comentários, o mais comentado do dia) 

Saber construir uma vitória sólida (82 comentários, o mais comentado do dia) 

Reforços (80 comentários, o mais comentado do dia) 

Sporar e Pedro Mendes (58 comentários, o mais comentado do fim-de-semana) 

Ainda falta muita coisa para afinar (68 comentários, o mais comentado do dia

Tenham paciência (122 comentários, o mais comentado do dia)

Fitas (104 comentários, o mais comentado do dia)

Slava Ukraini! (68 comentários, o mais comentado do dia)

Não quero acreditar (100 comentários, o mais comentado do fim-de-semana)

 

Com um total de 1480 comentários nestes postais. 

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do SAPO por esta iniciativa.

Uma década de "Fé"!

Há precisamente 10 anos publicava o meu primeiro texto neste blogue. Este!

Reli-o hoje e tirando uma ou outra palavra ou frase que poderia ser substituída, a ideia que aqui me trouxe ainda prevalece. Diria mesmo que está ainda mais vincada, seja pelos êxitos recentes, seja pelas amizades que por aqui fui arregimentando, seja, por finalmente, ver o nosso clube com um rumo.

Ao tecer este último elogio à actual direcção em quem, sublinhe-se, não votei, quero mostrar também o meu apoio a todos quantos trabalham no clube e a manutenção desse espírito leonino que há mais de 100 anos enobrece os seus sócios e simpatizantes.

"Esforço, Dedicação, Devoção e Glória eis o Sporting".

O lema perfeito!

Saudaçóes leoninas e a gente lê-se por aí

Entre os mais comentados

Nos 22 destaques feitos pelo Sapo em Junho para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 22 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 38.º mês consecutivo.

Mais de três anos, proeza inédita.

Além disso, figurámos 20 vezes no pódio dos mais comentados - desta vez com onze "medalhas de ouro", oito de "prata"  e uma de "bronze".

Fomos primeiros, portanto, em metade dos dias que estiveram sob escrutínio. 

 

Recorde-se que os textos publicados ao fim-de-semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 22 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Nuno Mendes, João Mário, Nani (40 comentários, segundo mais comentado do dia)

Esta frase, sim (66 comentários, o mais comentado do dia) 

Joga enfim - e marca (70 comentários, segundo mais comentado do fim-de-semana) 

O regresso de Ronaldo a Alvalade (46 comentários, o mais comentado do dia) 

O furriel já pediu perdão a Rúben? (22 comentários) 

Jovane quase de saída (88 comentários, o mais comentado do dia) 

Do excelente ao péssimo (38 comentários, o mais comentado do dia)  

O Brasil de José Carlos Vilela (40 comentários, segundo mais comentado do fim-de-semana) 

Três nulidades (68 comentários  o mais comentado do dia) 

Palhinha: duas questões a debater (128 comentários, o mais comentado do dia) 

França, Inglaterra e Itália na mó de baixo (46 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Assédio aos nossos jogadores (42 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Tô xim, a contagem dos campeonatos (49 comentários, segundo mais comentado do fim-de-semana) 

Academia de Alcochete abriu há 20 anos (36 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Salazar das Antas já com proto-sucessor (60 comentários, o mais comentado do dia) 

O preço de Palhinha (64 comentários, o mais comentado do dia) 

Decidam-se (68 comentários, o mais comentado do dia)

Parabéns ao vencedor (38 comentários, segundo mais comentado do fim-de-semana)

Repita, por favor (109 comentários, o mais comentado do dia)

Quem vai marcar golos no Sporting? (68 comentários, segundo mais comentado do dia)

Números que fazem pensar (82 comentários, o mais comentado do dia)

Cozinhado estragado (35 comentários)

 

Com um total de 1305 comentários nestes postais. Do Pedro Oliveira, do Edmundo Gonçalves e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos 22 destaques feitos pelo Sapo em Maio para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 22 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 37.º mês consecutivo.

Mais de três anos, proeza inédita.

Além disso, figurámos 21 vezes no pódio dos mais comentados - desta vez com treze "medalhas de ouro", sete de "prata"  e uma de "bronze".

Fomos primeiros, portanto, em grande parte dos dias que estiveram sob escrutínio. Correspondendo a uma percentagem de 60%.

 

Recorde-se que os textos publicados ao fim-de-semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 22 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Rescaldo do jogo de hoje (52 comentários, o mais comentado do dia)

Parabéns, Rúben Amorim (66 comentários, segundo mais comentado do dia) 

O imprescindível (80 comentários, o mais comentado do dia) 

Que reforço para a nossa baliza? (62 comentários, o mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (46 comentários, segundo mais comentado do fim de semana) 

Escumalha (46 comentários, segundo mais comentado do dia) 

É mesmo ingrato (56 comentários, o mais comentado do dia)  

Inexplicável (102 comentários, o mais comentado do dia) 

Chegadas e partidas (20 comentários) 

Prognósticos antes do jogo (56 comentários, segundo mais comentado do fim de semana)

Rescaldo do jogo de anteontem (62 comentários, o mais comentado do dia) 

Dezassete (50 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Escolham o golo do ano (34 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Trincão: sim ou não? (90 comentários, o mais comentado do dia) 

Mundial sem árbitros portugueses (74 comentários, o mais comentado do fim-de-semana) 

Max e Domingos (94 comentários, o mais comentado do dia) 

Amorim e o charme parisiense (224 comentários, o mais comentado do dia)

À vontade (76 comentários, o mais comentado do dia)

Mourinho (54 comentários, o mais comentado do dia)

Ontem, amanhã e o futuro (51 comentários, terceiro mais comentado do fim-de-semana)

Mensagens para Mariana (48 comentários, segundo mais comentado do dia)

«Um país que reconhece Pinto da Costa como referência é um país sem valores» (78 comentários, o mais comentado do dia)

 

Com um total de 1521 comentários nestes postais. Do Pedro Oliveira e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos 21 destaques feitos pelo Sapo em Abril para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 21 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 36.º mês consecutivo.

Três anos completos, proeza inédita.

Além disso, figurámos 21 vezes no pódio dos mais comentados - voltando a fazer o pleno, desta vez com treze "medalhas de ouro" e oito de "prata".

Fomos primeiros, portanto, em grande parte dos dias que estiveram sob escrutínio. Correspondendo a uma percentagem de 61,9%.

 

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 21 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Prognósticos antes do jogo (50 comentários, segundo mais comentado do fim de semana)

A queda e a polémica (54 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Vergonha (72 comentários, o mais comentado do dia) 

Tiago Tomás (26 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Aposta em Morita (46 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (76 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Somos todos Bruno Varela (85 comentários, o mais comentado do dia)  

Breve antevisão da recta final (128 comentários, o mais comentado do dia) 

Faz hoje um ano (28 comentários, o mais comentado do dia) 

Descalabro (78 comentários, o mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (62 comentários, segundo mais comentado do fim de semana) 

Rescaldo do jogo de ontem (84 comentários, o mais comentado do dia) 

Que alterações para quinta-feira? (86 comentários, o mais comentado do dia) 

O ranking europeu e os direitos televisivos (44 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Em duas frases (112 comentários, o mais comentado do dia) 

Pois não (52 comentários, segundo mais comentado do fim de semana) 

Prognósticos antes do jogo (68 comentários, o mais comentado do dia) 

Rescaldo do jogo de ontem (90 comentários, o mais comentado do dia)

Preparar a próxima época já agora (78 comentários, o mais comentado do dia)

Gostava muito de o ver no Sporting (64 comentários, o mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (62 comentários, segundo mais comentado do fim de semana)

 

Com um total de 1451 comentários nestes postais. Do Pedro Oliveira, do Edmundo Gonçalves e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Matar saudades e celebrar conquistas

O nosso plantel reunido dois anos depois

thumbnail_20220430_013057.jpg

 

Dois anos depois, voltámos enfim a juntar-nos. No local do costume - celebrizado por um antigo presidente do Sporting em noite de diatribe contra nós, nem ele sabe porquê.

Regressámos ao Café Império, local de tantos serões de tertúlia leonina motivada por este nosso blogue agora no 11.º ano de existência. 

Desde Março de 2020 que não nos reuníamos num destes ruidosos e alegres jantares do És a Nossa Fé ontem retomados. Com o cardápio do costume: bife da vazia no prato e cerveja loura ou morena no copo.

 

Sem surpresa, retomaram-se os pedidos habituais - desde «um bife a nadar em sangue» até «molho com bife em vez de bife com molho». Apenas uma voz dissidente preferiu polvo, talvez como irónica homenagem aos 40 anos do «senhor Jorge Nuno» em vitalício múnus presidencial nas Antas.

A casa que nos acolhe, aproveitando o confinamento imposto pela pandemia, ganhou toques de renovado requinte fazendo jus à sua tradição de cenário de filme, reforçado com fotografias de estrelas da antiga Hollywood nas paredes.

Juntámo-nos dez: um plantel ainda desfalcado. Ainda assim, em número superior aos futebolistas que o B-coisa congregou naquele amigável do Jamor também conhecido por jogo da vergonha.

Discutiu-se de tudo um pouco - da resolução dos mais intricados problemas da geopolítica mundial ao modo infalível de vencermos campeonatos, dotados da nossa proverbial sabedoria de treinadores de bancada.

 

Foi uma reunião feliz. Nem poderia ter sido de outro modo: festejávamos quatro títulos e troféus, só no futebol, conquistados desde o anterior jantar pelo emblema que nos une.

O campeonato nacional de 2021.

A Taça da Liga 2021. 

A Supertaça 2021.

Taça da Liga 2022.

 

E mais, muito mais. Como a Liga dos Campeões de futsal. E a Liga Europeia de hóquei em patins, ganha pela segunda vez consecutiva.

Sem esquecer, claro, os campeonatos nacionais de futsal, hóquei em patins, basquetebol e futebol de praia. E as Taças de Portugal de futsal, basquetebol e voleibol. E o campeonato nacional de râguebi feminino. E a Taça da Liga de futsal.

Igualmente em homenagem também já atrasada mas mais que merecida a Rúben Amorim, melhor treinador de futebol 2021 em Portugal. E a Sebastián Coates, melhor jogador do campeonato português 2020/2021. E a António Adán, melhor guarda-redes da Liga portuguesa. E a Pedro Gonçalves, rei dos marcadores 2021.

 

Brindámos a este brilhante palmarés e a futuros títulos que desejamos conquistar em breve. Com brava medronheira de Monchique, generosamente remetida pela nossa colega CAL, ausente em pessoa mas presente em espírito. 

Assim protagonizámos estas quatro horas de caloroso convívio. A Alda, a Marta, o Edmundo, o João Goulão, o José da Xã, o Luís, o Ricardo, o Tiago, o Zé Navarro e o escriba que redige e assina a acta. Na certeza antecipada de que desta vez não demoraremos dois anos e quase dois meses a retomar estes convívios. Até já se fala em Castelo Branco e Ericeira como possíveis locais dos próximos. Porque o País não se resume a Lisboa e o nosso Sporting é de Portugal.

 

thumbnail_IMG-20220429-WA0010.jpg

Dez à mesa do Cafe Império: quatro títulos celebrados, só no futebol

Delito de opinião

Os meus pais deram-me uma educação esmerada, na medida das suas parcas possibilidades.

Ensinaram-me que nunca se deve responder a uma ofensa com outra, que no preciso momento em que o fazemos, perdemos toda a razão.

Por isso mesmo e porque isto é um blogue de sportinguistas com visões diferentes da política e do Mundo, limitar-me-ei a informar que o comunista deste dislate sou eu, para que outros não se sintam visados ou melindrados.

Se querem saber se sou putinista ou não (não sou de todo, nunca fui, nunca serei), tenho uma página no FB que revela em várias publicações o que penso sobre o personagem.

Para quem desconheça, o autor da coisa atrás referida escreve num blog, que sigo com interesse, chamado "Delito de Opinião". Curioso, direi eu.

E como quem não deve não teme e como quem faz da minha vida o que quer sou eu, por aqui me manterei, com a convivência com opiniões díspares e não querendo impingir a minha a ninguém. Respeito, na mesma medida em que quero ser respeitado.

Ah! E para que não restem dúvidas, contra a guerra, esta e todas as guerras.

 

Nota: Não é minha intenção alterar a linha editorial do blogue, por isso peço que compreendam que alguns comentários que não sejam no meu entender publicáveis, o não sejam. Não o entendam como censura, p.f. ficam para mim, apenas.

 

Dos limites

Pouco tenho escrito por aqui e por isso o que agora avanço não será relevante para os leitores do blog. De qualquer forma aqui o deixo: gosto muito do Sporting, desejo as vitórias todas, em particular no futebol. Divirto-me neste blog, claro. Mas há limites para a associação. E - principalmente neste momento que vivemos - não estou disponível para ombrear com um fascista putinesco. Ou comunista putinesco, se é que há diferença. Nem mesmo a propósito do Sporting. Nesse sentido "cancelo-me" daqui. Porque, apesar dos cânticos, onde vai qualquer um não vão todos... Ou, pelo menos, eu não vou.

Saudações (saúde) para todos. E votos de muitas festas de títulos. Em paz. E com boa gente à volta. 

Entre os mais comentados

Nos 23 destaques feitos pelo Sapo em Março para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 23 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 35.º mês consecutivo. Quase três anos.

Além disso, figurámos 23 vezes no pódio dos mais comentados - fazendo o pleno, com treze "medalhas de ouro", seis de "prata" e quatro de "bronze".

Fomos primeiros, portanto, em mais de metade dos dias que estiveram sob escrutínio. Correspondendo a uma percentagem de 56,5%.

 

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 23 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Slimani (30 comentários, terceiro mais comentado do dia)

É para ganhar (34 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

O mestre de pastelaria (74 comentários, o mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (80 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

É chato (46 comentários, o mais comentado do dia) 

Investir em Sarabia (48 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Vamos lá saber (66 comentários, o mais comentado do dia)  

Mal acostumados (78 comentários, o mais comentado do dia) 

Calimeros (86 comentários, segundo mais comentado do fim de semana) 

Prognósticos antes do fim do campeonato (82 comentários, o mais comentado do dia)

Rescaldo do jogo de ontem (38 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Então não valeu a pena? (40 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Não nos vem a calhar nada (50 comentários, o mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (78 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Quem foi o mais influente? (68 comentários, o mais comentado do dia) 

À vigesima sétima jornada (36 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Raphinha ruma a Barcelona? (40 comentários, o mais comentado do dia) 

Que onze para logo? (56 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Parabéns, Ristovski (100 comentários, o mais comentado do fim de semana)

A «posse de bola» (32 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Que onze para logo? (74 comentários, o mais comentado do dia)

Parabéns, Bruno (40 comentários, segundo mais comentado do dia)

É só para saber... (78 comentários, o mais comentado do dia)

 

Com um total de 1354 comentários nestes postais. Do Edmundo Gonçalves, do Pedro Oliveira e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos 20 destaques feitos pelo Sapo em Fevereiro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 20 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 34.º mês consecutivo. 

Além disso, figurámos 20 vezes no pódio dos mais comentados - fazendo o pleno, com nove "medalhas de ouro", nove de "prata" e duas de "bronze".

 

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 20 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Slimani de volta (40 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (68 comentários, o mais comentado do dia) 

A democracia sportinguista, a ditadura portista (52 comentários, o mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (64 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Rescaldo do jogo de ontem (50 comentários, o mais comentado do dia) 

O Fábio tem hímen nos pés (40 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Na antevéspera do clássico (60 comentários, o mais comentado do dia)  

Sérgio e Rúben (32 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Rescaldo do jogo de ontem (102 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

E o Sporting é o nosso grande amor! (42 comentários, segundo mais comentado do dia)

Branco velho Pinto e jeropiga (60 comentários, o mais comentado do dia) 

Quente & frio (40 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Desculpem lá (62 comentários, o mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do  jogo (76 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Rescaldo do jogo de ontem (24 comentários, segundo mais comentado do dia) 

O amigo do "disc-jockey" (40 comentários, segundo mais comentado do dia) 

A situação financeira do Sporting é preocupante (48 comentários, segundo mais comentado do dia) 

A sério, a sério? (42 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (70 comentários, segundo mais comentado do fim de semana)

Não adianta iludir estes factos (36 comentários, segundo mais comentado do dia)

 

Com um total de 1048 comentários nestes postais. Do Pedro Oliveira, da CAL, do Luís Lisboa, do Edmundo Gonçalves e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos 21 destaques feitos pelo Sapo em Janeiro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 21 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 33.º mês consecutivo. 

Além disso, figurámos 20 vezes no pódio dos mais comentados - com quinze "medalhas de ouro", três de "prata" e duas de "bronze".

Fomos primeiros, portanto, na grande maioria dos dias que estiveram sob escrutínio. Correspondendo a uma percentagem de 71,9% - a segunda mais elevada de que temos registo.

 

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 21 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

O Sporting vai a votos (88 comentários, o mais comentado do dia)

Mercado de Inverno (74 comentários, o mais comentado do dia) 

A coisa complica-se (64 comentários, o mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (72 comentários, o mais comentado do dia) 

Rescaldo do jogo de ontem (70 comentários, segundo mais comentado do fim de semana) 

Quebra de rendimento (92 comentários, o mais comentado do dia) 

Para golear (58 comentários, o mais comentado do dia)  

Quente & frio (42 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Males que vêm por bem (36 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (80 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Dois anos sem derrotas (44 comentários) 

Fogo amigo (98 comentários, o mais comentado do dia) 

Seis a zero (66 comentários, o mais comentado do dia) 

Edwards quase a chegar (80 comentários, o mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (92 comentários, terceiro mais comentado do fim de semana) 

Elogio do batoteiro (52 comentários, o mais comentado do dia) 

Agora ou nunca (106 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Paga o que deves, caloteiro (82 comentários, o mais comentado do dia) 

Afinal sofá (61 comentários, o mais comentado do dia)

Slimani pode voltar (102 comentários, o mais comentado do fim de semana)

É lidar (36 comentários, terceiro mais comentado do dia)

 

Com um total de 1495 comentários nestes postais. Do Edmundo Gonçalves, do Pedro Oliveira e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Premonições e Sortilégios

imperio.jpg

Em tempos já recuados - desportivamente desengraçados mas colectivamente mais felizes, de ligeiros que seguiam - os bloguistas do nosso És a Nossa Fé! conviviam, e de modo não virtual. Periodicamente agregavam-se à mesa, usualmente a do consagrado e histórico Café Império, na qual se comia com o denodo que a cada um compete e se bebia com a moderação exigível numa amálgama de gente heterogénea com a qual não se tem qualquer intimidade. Falava-se bastante do Sporting, e ainda mais de futebol. Do actual e, alguns sábios, do passado (lembro-me de encontrar um co-bloguista que, tal como eu por vezes faço, perorava sobre o Zandonaide, um verdadeiro mito fonético no panteão da bola). Havia connoisseurs que versavam sobre temas algo druídicos como, por exemplo, a "formação" ou as "finanças", do clube claro. Outros assuntos iam sendo integrados ao longo dos repastos, em molde avulso mas apenas episódico, como a malvadez de Vieira e a de Costa - o Pinto, que não o António, pois sempre predominava o ecumenismo político -, os tiques e maneirismos blogais de alguns alguéns. E até mesmo se abordavam temas prementes da actualidade - ainda que estes dirimidos em pequenos comités algo desgarrados -, como a existência de excelentes restaurantes no âmbito do Universo Sporting, a produção vinícola e os recentes conhecimentos da vinicultura, a deriva cinematográfica ou a actualidade dos ritmos musicais. E, com especial ênfase, eram vasculhados programas televisivos e seus apresentadores e painelistas, os sempre criticáveis comentadeiros da bola. Eram momentos animados, dos quais se deixava breve (e meramente alusiva) memória em postais do blog, quais actas do seminário. Um dia, decerto que invejoso do fraterno e gentil associativismo que ali grassava, um actual comparsa da afamada e bem apessoada apresentadora Cristina Ferreira, bramou em comício contra estes repastos, inventando-os de "conspiratórios", invectivando-nos como o "grupo do Império" ao serviço de esconsas e decerto que benfiquistas agendas.

O último destes encontros ocorreu no passado 6 de Março de 2020. Debateu-se o então concluído consulado de Jorge Silas, invectivou-se a demencial (de dispendiosa) contratação do jovem Amorim, resmungaram-se apelos a um "idos de Março" dada a deriva da república clubística. Mas já nos cumprimentámos com essas cotoveladas que então tinham chegado para ficarem, pois a "gripe da China" já foi mais falada do que a infecção financeira do Sporting. E desde desde esse dia, no dealbar do maldito Covidoceno que nos submergiu, nunca mais houve convívios do famigerado "grupo conspirador". Várias vezes lamentei esse rumo blogal, incompreendendo a ausência de fervor clubístico e convivencial, que nem a apaixonante conquista do tão desejado título nacional reacendeu. Nem mesmo o propalado final da pandemia, quando o governo anunciou a libertação total do país (momento entretanto esquecido pelos acima referidos comentadeiros da bola e quejandos assuntos), ressuscitou o afã comensal dos ínclitos bloguistas. Enfim, nada mais me ocorreu do que me apartar dessas memórias, ainda que humanamente preocupado com o aparente esmagamento moral dos meus parceiros, encerrados nos seus confinamentos espirituais, como é notoriamente vigente entre vastos nichos dos compatriotas.

Ontem, a convite de casal amigo, regressei ao Café Império, dois anos depois. Ali se congregou um simpático grupo comensal, amigos que residiram em Maputo já neste XXI. Todos partilhando saudades da "terra" e dos "tempos", todos também partilhando saudades do entre-nós. Mas isso é matéria, até íntima, alheia a este blog... Pois o que quero significar é que ao entrar logo deparei com a transmissão do embate atlântico, o Santa Clara-Sporting. O qual acabou com a inédita derrota do nosso clube neste campeonato, um desaire já tão raro que tanto nos espanta - ao invés do que acontecia em temporadas provectas, onde nos eram costume tais desenlaces tristonhos.

Mas, no estertor da derrota, enquanto bebericava a imperial e encetava o (belo) bife da vazia, percebi a causa do evitamento que o grupo blogal do És a Nossa Fé! tem dedicado ao "Café Império" e aos nossos repastos. Não há dúvida, dois anos de sucessos continuados sem lá ter ido. E agora, indo lá eu ao bife o Sporting perde. Houve, evidentemente, uma premonição colectiva à qual eu não acedera, ateu incompetente face aos omnipresentes sortilégios: aquilo dá azar. Dieta, é o que nos cumpre...

Entre os mais comentados

Nos 23 destaques feitos pelo Sapo em Dezembro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 23 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 32.º mês consecutivo. 

Além disso, figurámos 21 vezes no pódio dos mais comentados - com onze "medalhas de ouro", seis de "prata" e quatro de "bronze".

Fomos primeiros, portanto, em quase metade dos dias que estiveram sob escrutínio. Correspondendo a uma percentagem de 47,8%.

 

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 23 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Letais ao Sporting (60 comentários, o mais comentado do dia)

Prognósticos antes do  jogo (130 comentários, o mais comentado do dia) 

Ontem precisaram de ajuda (74 comentários, terceiro mais comentado do fim de semana) 

Paulinhófilo (64 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Sem dúvida (54 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Quente & frio (52 comentários, o mais comentado do dia) 

Furacão Amorim no futebol português (42 comentários, terceiro mais comentado do dia)  

Prognósticos antes do jogo (98 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Juventus. Satisfeitos? (52 comentários, segundo mais comentado do dia)  

Enfrentar o City (76 comentários, o mais comentado do dia) 

Os filhos da puta - Cap. CMXCIX (35 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (78 comentários, o mais comentado do dia)  

Rescaldo do jogo de ontem (60 comentários, segundo mais comentado do fim de semana) 

Plata: regresso ou novo inquérito? (64 comentários, o mais comentado do dia) 

Os nossos três últimos grandes treinadores (46 comentários, segundo mais comentado do dia) 

O que vos sugere esta imagem? (68 comentários, o mais comentado do dia) 

O dia seguinte (17 comentários) 

As botas das sete réguas (33 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Nuno Moreira (33 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

O trauma do Natal (64 comentários, o mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (80 comentários, segundo mais comentado do dia)

Rescaldo do jogo de ontem (74 comentários, o mais comentado do dia)

Dez anos, 3652 dias (24 comentários)

 

Com um total de 1378 comentários nestes postais. Do Pedro Oliveira, da CAL, do Edmundo Gonçalves, do Luís Lisboa, do leitor Carlos Falcão e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Dez anos, 3652 dias

images.jpg

 

1

Este blogue assinala hoje uma década de vida. Nascemos a 1 de Janeiro de 2012, num período conturbado da história do nosso clube, mas nem por isso deixámos de acreditar sempre no Sporting.

Passámos já por cinco presidentes (Godinho Lopes, Bruno de Carvalho, Torres Pereira, Sousa Cintra e Frederico Varandas), 14 treinadores só no futebol principal (Domingos Paciência, Ricardo Sá Pinto, Oceano Cruz, Franky Vercauteren, Jesualdo Ferreira, Leonardo Jardim, Marco Silva, Jorge Jesus, José Peseiro, Tiago Fernandes, Marcel Keizer, Leonel Pontes, Silas e Rúben Amorim), muitos jogadores, bastantes vitórias (menos do que desejaríamos), algumas derrotas (mais do que gostaríamos), inesquecíveis conquistas e diversos percalços que foram sendo registados neste espaço leonino que servirá um dia também de rascunho para alguém escrever a história do nosso clube, sem dúvida um dos maiores da Europa em troféus, número de sócios e de praticantes.

 

2

Somos exigentes: só nos contentamos com o melhor para o Sporting. E o melhor é vencer, em todas as frentes, em todas as competições, em todos os escalões etários. Estamos vocacionados para a vitória, seguindo os passos dos nossos maiores - um Fernando Peyroteo, um José Travassos, um Joaquim Agostinho, um António Livramento, um Carlos Lopes, um Manuel Fernandes.

Queremos que o Sporting mantenha as virtudes que o tornaram campeão da formação e do ecletismo. 

Inspirados pela nossa história, não vivemos a contemplar as glórias do passado. As partidas que mais nos interessam são as do futuro, alicerçadas na excelência da nossa formação. Não por acaso, de Alvalade partiram grandes estrelas do futebol europeu e mundial, como Paulo Futre, Luís Figo e Cristiano Ronaldo.

 

3

Fomos de algum modo precursores ao adoptarmos, para nome do nosso blogue, uma frase leonina hoje inscrita como lema do clube. Um lema que entoamos em uníssono, sempre com entusiasmo: És a Nossa Fé. Saudável lema leonino que desde então se tem generalizado entre a massa adepta - aquela que, como nós, frequenta o estádio e gosta de ver os desafios da bancada, que nunca trocaria por tribuna ou camarote.

Ao longo destes 3652 dias, vimos nascer e crescer várias vedetas, assistimos à partida ou ao irremediável ocaso de outras. Enquanto adeptos apaixonados, tivemos abundantes sonhos, uns quantos dissabores e alguns pesadelos reflectidos neste espaço, que se tornou referência da blogosfera leonina. Pensamos de maneira diferente uns dos outros, como é público e notório: nada mais salutar. Mas todos somos sportinguistas. E todos partilhamos a convicção de que não existem adeptos de primeira e de segunda.

Da nossa equipa inicial, saúdo a Ana Torres Pereira, o André Peixe, o David Dinis, o João Gomes de Almeida, o João Severino, o Adelino Cunha, o António Figueira, o Francisco Mota Ferreira, o Paulo Ferreira, o José Manuel Barroso, o Vasco Barreto, o Tomás Vasques e o João Villalobos. Convicto de que, mesmo estando longe, não deixam de estar perto.

Outros permaneceram, muitos chegaram entretanto. Este plantel vai-se reforçando época após época.

 

4

Seguiremos em frente, continuando a defender as nossas cores com ímpeto leonino. Nunca confundindo o aplauso ou a crítica a responsáveis ocasionais com a defesa dos interesses permanentes do Sporting Clube de Portugal.

Com esperança e fé.

Orgulhosamente de verde e branco.

Entre os mais comentados

Nos 22 destaques feitos pelo Sapo em Novembro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 22 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 31.º mês consecutivo. 

Além disso, figurámos 22 vezes no pódio dos mais comentados, fazendo o pleno também aqui - com dezasseis "medalhas de ouro", quatro de "prata" e duas de "bronze".

Fomos primeiros, portanto, na grande maioria dos dias que estiveram sob escrutínio. Correspondendo a uma percentagem de 72,6% - a mais alta de que temos registo.

 

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 22 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

O que eles dizem (38 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Apavoradas (68 comentários, o mais comentado do dia) 

Dúvida metódica (66 comentários, o mais comentado do dia) 

Quente & frio (66 comentários, o mais comentado do dia) 

200 milhões no banco (111 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Rescaldo do jogo de ontem (58 comentários, o mais comentado do dia) 

Santos, anda cá ver isto, n.º onze (30 comentários, segundo mais comentado do dia)  

O melhor onze da nossa Academia (44 comentários, o mais comentado do dia) 

Cartão do adepto (2020-2021) (32 comentários, segundo mais comentado do dia)  

Qual destas frases para o monumento? (150 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Obrigado e até sempre, Fernando Santos (60 comentários, o mais comentado do dia) 

Não somos só nós (64 comentários, o mais comentado do dia)  

Falta renovação urgente na selecção (34 comentários, o mais comentado do dia) 

Um filme de terror (46 comentários, o mais comentado do dia) 

Paulinho, o Fantasma (51 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Amorim: ficar ou partir? (86 comentários, o mais comentado do dia) 

Luís Filipe e Jorge Nuno (40 comentários, o mais comentado do dia) 

Hoje recebemos os alemães (90 comentários, o mais comentado do dia) 

Quente & frio (66 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Crime de lesa-futebol (140 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Rescaldo do jogo de ontem (72 comentários, segundo mais comentado do dia)

Parabéns, Abel (54 comentários, terceiro mais comentado do dia)

 

Com um total de 1468 comentários nestes postais. Do Pedro Oliveira, do leitor Ulisses Oliveira e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos 21 destaques feitos pelo Sapo em Outubro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 21 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 30.º mês consecutivo. Há dois anos e meio.

Além disso, figurámos também 20 vezes no pódio dos mais comentados, fazendo o pleno também aqui - com treze "medalhas de ouro" e sete de "prata".

Fomos primeiros, portanto, na grande maioria dos dias que estiveram sob escrutínio. Correspondendo a uma percentagem de 61,9%.

 

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 21 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

O erro de Varandas (262 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Que diferença (44 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Deixem trabalhar quem trabalha (40 comentários, o mais comentado do dia) 

As portas do estádio (102 comentários, o mais comentado do dia) 

Temos um problema (70 comentários, o mais comentado do dia) 

Treinador de bancada - o sistema táctico (73 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Pergunta aos leitores (74 comentários, o mais comentado do dia)  

Os nossos três últimos grandes treinadores (100 comentários, o mais comentado do dia) 

O melhor até agora (58 comentários, segundo mais comentado do dia)  

Amanhã à noite no Restelo (34 comentários) 

Adoro (56 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Sábado o Sporting tem que vencer (57 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Goleada em Istambul (80 comentários, o mais comentado do dia)  

Quente & frio (32 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Eles intitulam-se "adeptos"... (94 comentários, o mais comentado do dia) 

Rescaldo do jogo de ontem (70 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Derrotados em toda a linha (78 comentários, segundo mais comentado do dia) 

O ocaso do Brunismo? (73 comentários, segundo mais comentado do dia) 

O dia seguinte (43 comentários, o mais comentado do dia) 

Bilhete a Pedro Proença (24 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (82 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

 

Com um total de 1548 comentários nestes postais. Do Luís Lisboa, do leitor Francisco Gonçalves e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos 22 destaques feitos pelo Sapo em Setembro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 22 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 29.º mês consecutivo. Há mais de dois anos.

Além disso, figurámos também 21 vezes no pódio dos mais comentados, fazendo o pleno também aqui - com treze "medalhas de ouro", cinco de "prata" e três de "bronze".

Fomos primeiros, portanto, na grande maioria dos dias que estiveram sob escrutínio. Correspondendo a uma percentagem de 59%.

 

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 22 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Mercado alucinante (114 comentários, o mais comentado do dia)

O campeão Nuno Mendes (28 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Obrigado, Benfica (31 comentários, terceiro mais comentado do fim de semana) 

É chato (46 comentários, o mais comentado do dia) 

Claro que sim (82 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Três anos depois (80 comentários, o mais comentado do dia) 

Ídolos (38 comentários, o mais comentado do dia)  

Prognósticos antes do jogo (92 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Quem pode defrontar o Ajax? (72 comentários, o mais comentado do dia)  

Melhor que Eusébio e que Cristiano Ronaldo (63 comentários, o mais comentado do dia) 

Pesadelo (120 comentários, o mais comentado do dia) 

De todos, um (56 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Amanhã à noite na Amoreira (101 comentários, o mais comentado do fim de semana)  

Rescaldo do jogo de ontem (74 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Um dever de todos nós (98 comentários, o mais comentado do dia) 

Desejo de mãe (36 comentários) 

Prognósticos antes do jogo (86 comentários, o mais comentado do dia) 

Dia de reflexão (88 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Quem deve defrontar o Borussia? (58 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Quem e quando? (78 comentários, o mais comentado do dia) 

Diferenças (46 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Leão na Rússia (56 comentários, segundo mais comentado do dia)

 

Com um total de 1533 comentários nestes postais. Do Pedro Oliveira, do JPT, do Luís Lisboa e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

{ Blogue fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D