Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Vinte mil

Cumpre-me assinalar um marco importante neste blogue: acabamos de publicar o nosso texto n.º 20 mil, que traz a assinatura do Filipe Moura.

É um número redondo, como agora se diz. E também um número muito expressivo, que confirma a militância de quem escreve e quem comenta no És a Nossa Fé. Cerca de 2400 artigos aqui publicados, em média, a cada ano que vai passando. Num espaço que funciona como permanente foco de reflexão e debate em torno do emblema que nos serve de traço de união. E também como arquivo vivo da história do Sporting desde 1 de Janeiro de 2012.

Vão seguir-se muitos outros. Porque a nossa vontade não esmorece. Porque há um número crescente de leitores a procurar-nos (registámos cerca de um milhão de visualizações desde que começou a pandemia). E porque fazemos questão de marcar presença na defesa dos interesses permanentes do Sporting. Que são sempre mais relevantes do que a soma dos interesses individuais, seja de quem for.

Entre os mais comentados

Nos  21 destaques  feitos pelo Sapo em Agosto para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 21 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 15.º mês consecutivo.

Além disso, figurámos também  21 vezes no pódio  dos mais comentados - com doze "medalhas de ouro", cinco de "prata" e quatro de "bronze".

Fomos primeiros, portanto, em 57,1% dos dias que estiveram sob escrutínio.

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 21 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

O súbito "surto de dívidas" (94 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Alterações estatutárias: voto sim a isto (72 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Três momentos-chave (30 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Daria para rir se não fosse obsceno (124 comentários, o mais comentado do dia)

Do Oito ao Oitenta sem rede (62 comentários, segundo mais comentado do dia)

Sobre o i-voting (42 comentários, terceiro mais comentado do fim de semana) 

Sporting: 80 anos de troféus em relance (62 comentários, o mais comentado do dia)  

Três anos, três títulos (102 comentários, o mais comentado do dia)

Repto aos leitores (146 comentários, o mais comentado do dia) 

Primeira pergunta aos leitores (36 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Segunda pergunta aos leitores (102 comentários, o mais comentado do fim de semana)  

Terceira pergunta aos leitores (84 comentários, o mais comentado do dia)  

Quarta pergunta aos leitores (98 comentários, o mais comentado do dia) 

Quinta pergunta aos leitores (60 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Sexta pergunta aos leitores (106 comentários, o mais comentado do dia) 

Aprender com quem sabe (92 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Cavani cavou (34 comentários, segundo mais comentado do dia) 

O Calabote do século XXI (100 comentários, o mais comentado do dia) 

Sporting com seis na convocatória sub-21 (38 comentários, o mais comentado do dia) 

Bayern, PSG, Sporting e mais alguns clubes (24 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Talvez seja bom sinal (42 comentários, terceiro mais comentado do fim de semana)

 

Com um total de 1560 comentários nestes postais. Da autoria do Tiago Cabral, do António de Almeida e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Em memória de meu pai

Chego hoje a És a nossa fé, honrada pelo convite e empenhada em não desmerecer.

Chego hoje a És a nossa fé e cumpro o ritual de apresentação:

Madalena.

Professora, leitora, autora.

Sempre gostei de dizer: O meu coração é verde!

Nasci Sporting! No dia a seguir, muitos anos depois. E às vezes (há anos felizes!) consigo unir celebrações.

No arco-íris da minha infância, sempre o verde brilhou mais e, com o meu pai, aprendi a viver o Sporting, em valores, código de conduta e ecletismo identitário – o atletismo, o hóquei em patins, o ciclismo… e o futebol!

O futebol!

Era eu bem pequena quando se manifestou a crise quinzenal de domingo à tarde. Dia de jogo em Alvalade: o meu pai ensaiava saída sorrateira, de cachecol na mão, enquanto a minha mãe tentava distrair a miúda, que ficava em lágrimas birrentas – «Eu também quero ir!».

E um dia fui mesmo! E a estreia foi triste…

Lembro-me da confusão, da gritaria e do meu assustado choro. Sempre me foi dito ter-se jogado um Sporting vs Leixões: penalti (mal) assinalado a favor dos visitantes, convertido à segunda porque o Damas defendeu na primeira marcação e o árbitro mandou repetir. E o jogo acabou! Aos sete minutos porque houve invasão de campo!

Iludiram-se os meus pais, confiando na futura serenidade dominical. Engano! Quando suspeitei ser novamente dia de jogo, plantei-me à porta e disse: «Então, pai, vamos ao Sporting?».

Muito tive de esperar: o jogo da minha estreia (29 de outubro de 1972 – encontrei a notícia em Estórias d’Alvalade, de Luís Miguel Pereira, 2003) teve como consequência nove jogos de interdição do estádio (coisa estranha… ao que parece, houve tempo em que estes castigos eram cumpridos).

Mas voltei e voltei e voltei… E volto sempre! Sempre se regressa à casa do «nosso grande amor»!

Se o espetáculo da minha estreia na vivência futebolística foi triste e feio, embora ritual de iniciação robustecedor, muitos e muitos mais foram os momentos belos e de louca alegria. Com o meu pai, mais tarde também com o meu irmão, eu vi o Damas, o Manuel Fernandes e o Jordão; o Figo, o Ronaldo e o Nani; o Ivkovic, o Schmeichel e o Rui Patrício; o Beto, o Valckx e o André Cruz; o Oceano, o Sá Pinto e o Pedro Barbosa; o Balakov, o Iordanov e o Duscher; o Acosta, o Jardel e o Liedson…

Vi muitos e muitos jogos com o meu pai, sócio 2. 237, à data da sua morte, em 2019.

Volto sempre a Alvalade e sento-me no Lugar de Leão que foi dele.

Eles passam, nós persistimos

Só nos últimos cinco dias, registámos 39.150 visualizações no És a Nossa Fé.

Média: 7.850 por dia.

Prova inequívoca - mais uma - do crescente interesse que este nosso blogue suscita junto da comunidade leonina.

Vamos continuar, sem quebra de energia, a caminho de uma nova temporada desportiva. Custe o que custar, haja os obstáculos que houver, num percurso que já leva quase nove anos. Elogiando o que houver para elogiar, criticando o que houver para criticar. Em atmosfera plural e construtiva, como sempre.

Por nós já passaram quatro presidentes e 14 treinadores da equipa principal do Sporting.

Eles vão passando, nós persistimos. De olhos no futuro.

E a revelação verde-e-branca da temporada é...

Depois de ter votado na revelação (não verde-e-branca) da temporada 2019/20 (VER AQUI) a equipa do És a Nossa Fé votou também, e como não podia deixar de ser, na revelação verde-e-branca. Votação essa, importante notar, que foi feita ainda antes do último jogo da temporada.

E 2020 (mais do que 2019) foi um ano de diversas - e boas - revelações. Talvez seja o (único) ponto positivo que fica desta época no futebol leonino - os muitos jovens que tiveram a sua primeira oportunidade de representar a equipa principal do Sporting Clube de Portugal e de pisar o grande palco de Alvalade (ainda que, por ora e por força das circunstância, sem público).

Se a aposta em "Max" foi feita logo no início da época, outros jogadores só tiveram a sua oportunidade com Ruben Amorim. Talvez por isso, estes tenham ficado mais "na retina" do que o novo dono da baliza de Alvalade. Ou que Jovane, já na sua segunda época na equipa principal, e que foi essencial para o bom desempenho para a equipa no regresso das férias forçadas pela pandemia. 

Para revelação "verde-e-branca" de 2020, a equipa do És a Nossa Fé votou de forma expressiva no vencedor. Trata-se de um jogador que já vinha treinando com a equipa principal com Marcel Keizer. Um jogador cuja qualidade técnica, velocidade e inteligência já tinha dado (e muito) nas vistas nos Juniores e sub-23. E que, na transição para a equipa principal, revelou uma maturidade impressionante para a sua idade. Longe de se intimidar com os grandes palcos, este jogador demonstrou total à-vontade. Esforço, dedicação, devoção e glória. Tanto que foi mesmo considerado o melhor em campo pelo Sporting, por vários jornais, nos últimos jogos que fez. 

 

 

Nuno Mendes é, para a equipa do És a Nossa Fé, a revelação da temporada 2019/20. 

Mais imporante ainda, é já um valor seguríssimo no Sporting 2020/21. O corredor esquerdo será seguramente dele, por mérito próprio. Tal como Eduardo Quaresma, outro jovem agora lançado que esteve a bom nível  - e que, refira-se, ficou em segundo lugar na votação. 

Nestes tempos de incerteza, podemos pelo menos ter a certeza que a Academia continua a trabalhar bem e a formar talentos e campeões. Que ergam muitos títulos pelo Clube, é o que se deseja. E, no futuro, quem sabe sucederão a Ronaldo ou Figo representando Portugal nos grandes prémios futebol internacional. 

Parabéns à Academia, parabéns e a Nuno Mendes e aos novos valores leoninos.

E viva o Sporting Clube de Portugal!

Entre os mais comentados

Nos  23 destaques  feitos pelo Sapo em Julho para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 23 menções. Alcançando assim o pleno, pelo 14.º mês consecutivo.

Além disso, figurámos também  23 vezes no pódio  dos mais comentados - com catorze "medalhas de ouro", seis de "prata" e três de "bronze".

Fomos primeiros, portanto, em 60,8% dos dias que estiveram sob escrutínio.

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 23 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

A "chama imensa" por Jesus (70 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (78 comentários, o mais comentado do dia) 

Rescaldo do jogo de ontem (44 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Em frente leões... (124 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Prognósticos antes do jogo (44 comentários, o mais comentado do dia)

Os filhos da puta, parte enésima (34 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Perceber a diferença (48 comentários, segundo mais comentado do dia)  

Prognósticos antes do jogo (60 comentários, o mais comentado do dia)

Entradas e saídas: breve antevisão (44 comentários, terceiro mais comentado do fim de semana) 

Fracasso travestido de sucesso (56 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Os maiores inimigos do Sporting (76 comentários, o mais comentado do dia)  

Prognósticos antes do jogo (74 comentários, o mais comentado do dia)  

Ainda não acabou (78 comentários, o mais comentado do dia) 

Já esquecidos de Alcácer-Quibir (84 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Da absoluta falta de vergonha (48 comentários, o mais comentado do dia) 

Rescaldo do jogo de hoje (126 comentários, o mais comentado do dia) 

Entre o mau e o péssimo (82 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Nunca mais (86 comentários, o mais comentado do dia) 

Fechou-se o círculo (84 comentários, segundo mais comentado do fim de semana) 

Balanço da década (96 comentários, o mais comentado do dia) 

Receio o pior (80 comentários, segundo mais comentado do dia)  

Para sair (114 comentários, o mais comentado do dia)

A grande questão do momento (80 comentários, o mais comentado do dia)

 

Com um total de 1710 comentários nestes postais. Da autoria do Edmundo Gonçalves, do António de Almeida e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos  22 destaques  feitos pelo Sapo em Junho para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 22 menções. Fazendo assim o pleno, pelo 13.º mês consecutivo.

Além disso, figurámos também  22 vezes no pódio  dos mais comentados - com quinze "medalhas de ouro", duas de "prata" e cinco de "bronze". Fomos primeiros, portanto, em 68% dos dias que estiveram sob escrutínio.

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 22 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Os crimes de Alcochete (134 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Sporting com Rumo (80 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Os jogadores de Varandas (balanço) (76 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (56 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Um genuíno momento de alegria (40 comentários, o mais comentado do dia) 

Os de sempre (74 comentários, o mais comentado do fim de semana)  

Almas gémeas (72 comentários, o mais comentado do dia)

O contraste não podia ser maior (80 comentários, o mais comentado do dia) 

Democracia? Que democracia? (88 comentários, o mais comentado do dia) 

Uma sucessão de trapalhadas (38 comentários, o mais comentado do dia)  

Prognósticos antes do jogo (58 comentários, o mais comentado do fim de semana)  

Quem rende Vietto? (32 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

A claque em guerra com o clube (86 comentários, o mais comentado do dia) 

Prognósticos antes do jogo (44 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Decidam-se (74 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Desde a chegada de Rúben Amorim (62 comentários, segundo mais comentado do fim de semana) 

O campeão do assobio (62 comentários, o mais comentado do dia) 

Modelo de Governação de Samuel Almeida (57 comentários, o mais comentado do dia) 

O caluniador (60 comentários, o mais comentado do dia) 

Higiene que já tardava (72 comentários, o mais comentado do dia)  

Tranquilidade (88 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Cinco jornadas com Rúben Amorim (40 comentários, o mais comentado do dia)

 

Com um total de 1473 comentários nestes postais. Da autoria da CAL, do Francisco Chaveiro Reis e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos  21 destaques  feitos pelo Sapo em Maio para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 21 menções. Fazendo assim o pleno, pelo 12.º mês consecutivo.

Além disso, figurámos  19 vezes no pódio  dos mais comentados - com treze "medalhas de ouro", cinco de "prata" e uma de "bronze". Fomos primeiros, portanto, em 62% dos dias que estiveram sob escrutínio.

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 21 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

O Sporting faz milionários (90 comentários, o mais comentado do dia)

Irão passar a jogar de máscara? (46 comentários, segundo mais comentado do fim de semana) 

Dois pesos, duas medidas (44 comentários, segundo mais comentado do dia) 

Reflexões de Nuno Saraiva (38 comentários, segundo mais comentado do dia)

Concordam ou não com ele? (42 comentários) 

O que diz Varandas (58 comentários, o mais comentado do dia)  

Um abraço ao Quaresma (68 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Tem tudo para correr mal (64 comentários, o mais comentado do dia) 

Modelo presidencialista - Miguel Poiares Maduro (59 comentários, o mais comentado do dia) 

A terceira volta (34 comentários)   

Uma data para lembrar sempre (38 comentários, o mais comentado do dia)  

Para que nunca se repita (58 comentários, segundo mais comentado do fim de semana) 

Carlos Vieira: antes e depois (50 comentários, o mais comentado do dia)

Antecipar eleições? (81 comentários, segundo mais comentado do dia) 

SAD leonina: ceder ou não ceder? (80 comentários, o mais comentado do dia)

Ponto da situação (44 comentários, o mais comentado do dia) 

Slimani e Beto: sim ou não? (100 comentários, o mais comentado do fim de semana) 

Palhinha é para deitar fora? (86 comentários, o mais comentado do dia) 

A aposta na formação... de capital em Braga (40 comentários, terceiro mais comentado do dia) 

Os jogadores de Varandas (10) (86 comentários, o mais comentado do dia)  

Bruno de Carvalho... (218 comentários, o mais comentado do dia)

 

Com um total de 1424 comentários nestes postais. Da autoria da CAL, do António de Almeida, do Paulo Guilherme Figueiredo, do António F. e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Um ano

De Maio de 2019 a Maio de 2020. Um ano, sem falhar um dia. Doze meses consecutivos em que És a Nossa Fé figurou sempre na lista diária dos dez blogues mais comentados em toda a plataforma Sapo. Este é, aliás, o único blogue que pode orgulhar-se de tal proeza.

Uma marca que não teria sido possível sem os milhares de leitores que todos os dias nos visitam, lêem e comentam - só nas últimas 48 horas, registámos 14.819 visualizações. Umas vezes elogiando, outras criticando. Apontando falhas ou manifestando apoio. Vários deles, de resto, têm escrito connosco - passando das caixas de comentários ao espaço principal do blogue. Numa explícita demonstração da importância que lhes reconhecemos.

Um ano em destaque contínuo merece ser assinalado. Porque não é só no futebol que se marcam golos. Também no mundo da comunicação digital isso acontece. E é caso para celebrarmos em conjunto - todos, autores e comentadores. Como elementos de um vasto plantel vestido de verde e branco.

Entre os mais comentados

Nos 22 destaques  feitos pelo Sapo em Abril para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 22 menções. Fazendo assim o pleno, pelo 11.º mês consecutivo.

Além disso, figurámos 18 vezes no pódio  dos mais comentados - com doze "medalhas de ouro", quatro de "prata" e duas de "bronze". Fomos primeiros, portanto, em 54,5% dos dias que estiveram sob escrutínio.

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 22 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Mudar estatutos: um sócio/um voto (62 comentários, o mais comentado do dia)

Mudar estatutos: limite de mandatos (50 comentários, o mais comentado do dia)

Mudar estatutos: idoneidade dos candidatos aos órgãos sociais do clube (32 comentários)

Adrien, Cédric, João Mário, Slimani, Veloso (30 comentários)

Três perguntas (44 comentários, segundo mais comentado do dia)

Bruno saiu na melhor altura (52 comentários, segundo mais comentado do dia)

Faz hoje dois anos que aconteceu em Alvalade (120 comentários, o mais comentado do dia)

Bruno tem toda a razão (48 comentários, o mais comentado do dia)

Noites de pesadelo (52 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Nenhum destes capitães sabe escrever? (30 comentários)

Destilar ódio (76 comentários, o mais comentado do dia)

É tempo de fazer estas perguntas (50 comentários, o mais comentado do dia)

Uma enorme incógnita (36 comentários, segundo mais comentado do dia)

Não aprendeu mesmo nada... (180 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Os batoteiros (30 comentários)

 O lampião (68 comentários, o mais comentado do dia)

O Tarzan do 5.º Esquerdo (38 comentários, terceiro mais comentado do fim de semana)

Insúa e Nani: e se votassem? (60 comentários, o mais comentado do dia)

Evidência histórica (3) (84 comentários, segundo mais comentado do fim de semana)

O fim das claques? (42 comentários, o mais comentado do dia)

Altice suspende pagamentos a todos os clubes da I e II Liga (31 comentários, terceiro mais comentado do dia)

O FC Porto deve ser proclamado campeão? (72 comentários, o mais comentado do dia)

 

Com um total de 1325 comentários nestes postais. Da autoria do António de Almeida, do Edmundo Gonçalves, da CAL e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Entre os mais comentados

Nos 22 destaques  feitos pelo Sapo em Março para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 22 menções. Fazendo assim o pleno, pelo décimo mês consecutivo.

Além disso, figurámos  20 vezes no pódio  dos mais comentados - com treze "medalhas de ouro", seis de "prata" e uma de "bronze". Fomos primeiros, portanto, em 58% dos dias que estiveram sob escrutínio.

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 22 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

A pior equipa técnica de sempre? (Parte 3) (97 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Prognósticos antes do jogo (70 comentários, o mais comentado do dia)

Hara-kiri  (136 comentários, o mais comentado do dia)

Nunca visto (98 comentários, o mais comentado do dia)

No próximo domingo estarei em Alvalade, na bancada... (70 comentários, segundo mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (84 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Rescaldo do jogo de ontem (60 comentários, o mais comentado do dia)

E o nosso dinheiro de volta? (36 comentários, segundo mais comentado do dia)

A todos os níveis parece uma decisão má (23 comentários)

A responsabilidade criminal nem é o mais importante (2) (75 comentários, o mais comentado do dia)

Os jogadores de Varandas (3) (28 comentários)

Como deve ser apurado o campeão? (70 comentários, o mais comentado do dia)

Indiscutível (36 comentários, segundo mais comentado do dia)

Os jogadores de Varandas (4) (36 comentários, segundo mais comentado do dia)

Um pássaro na mão? (84 comentários, o mais comentado do dia)

Obviamente, aplaudo (62 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Tenham vergonha, não vale tudo... (70 comentários, o mais comentado do dia)

Só estas duas (68 comentários, o mais comentado do dia)

Tudo diferente, tudo novo (54 comentários, o mais comentado do dia)

Não posso estar mais de acordo (30 comentários, segundo mais comentado do dia)

A voz do leitor (52 comentários, segundo mais comentado do fim de semana)

Diferença (30 comentários, terceiro mais comentado do dia)

 

Com um total de 1369 comentários nestes postais. Da autoria do António de Almeida, do Luís Lisboa, do Sol Carvalho, do Filipe Moura, do leitor JMA e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

 

89.495 visualizações em dez dias

Nos últimos dez dias, este vosso És a Nossa Fé registou 89.495 visualizações. Média, portanto, de quase nove mil em cada período de 24 horas.

Fica a referência, comprovando que este é um dos blogues mais procurados e mais lidos pela massa adepta do Sporting. Já era assim com Godinho Lopes, prosseguiu com Bruno de Carvalho, manteve-se com Torres Pereira e Sousa Cintra, vem-se intensificando com Frederico Varandas e vai continuar com quem lhe suceder - ainda este ano ou no próximo.

Não nos torna mais importantes: apenas no confere maior responsabilidade. Tudo faremos para corresponder às expectativas de quem nos lê. 

Quem não viu, tivesse visto

IMG-20200307-WA0003-1-1.jpg

 

Com apertos de mão e sem máscara anti-vírus, à moda antiga, lá nos reunimos uma vez mais, à mesa do "nosso" Café Império, em novo convívio descontraído e acervejado.

Havia que pôr a conversa em dia. E não faltava assunto. Desde logo a contratação do treinador mais caro da história do futebol português, que permitiu ao Sporting de Braga, que equipa de vermelho, receber dez milhões em notas verdes - cinco já e outros cinco até Setembro, afiambrando ainda 155 mil euros em juros, à taxa de 6%. 

Foram escutadas palavras como "fezada", "loucura", "roleta". E até o sinistro vocábulo "lampião".

 

A necessidade de serem alterados os estatutos leoninos foi tema que mereceu amigável discussão - incluindo a possível introdução do princípio "um sócio, um voto". Não custa perceber que nada propiciará tanto debate interno do que este tema. 

Outro, ainda mais premente, relaciona-se com as perspectivas em torno do sucesso do mandato de Frederico Varandas. Aqui existiu maior consenso à volta da mesa, onde se reuniram treze convivas nada supersticiosos: parecem cada vez mais reduzidas as hipóteses de o antigo director clínico do Sporting ser lembrado no futuro como um presidente que deixou um legado positivo, tanto no clube como na SAD.

Este é um dilema que há-de ser sentido, nos dias que vão correndo, pelo actual presidente da Mesa da Assembleia Geral: Rogério Alves terá de estar cada vez mais atento ao que pensam realmente os sócios, pois não quererá ficar associado à história leonina por maus motivos. Ainda que isso implique a convocação de novas eleições para os órgãos sociais do clube antes do ano regulamentar previsto para o efeito, que é 2022.

 

Entre os que já declararam a vontade de defrontarem Frederico Varandas em próxima refrega eleitoral figura o nosso colega e amigo Pedro Azevedo, que no seu blogue pessoal deixou isso bem claro. Demarcando-se do silêncio tacticista que vem imperando nas hostes dos candidatos derrotados por Varandas em 2018 - designadamente João Benedito, José Maria Ricciardi, Fernando Tavares Pereira e Rui Jorge Rego, que por estes dias parecem ter feito voto de clausura mediática.

O Pedro Azevedo foi um dos oradores da noite no Império. Mas todos falámos, cada qual na sua vez, para dizermos o que sentimos neste momento atribulado (mais um) da vida do enorme clube que nos serve de traço de união. Por esta ordem alfabética: Edmundo GonçalvesEduardo Hilário, Francisco Almeida Leite, João Távora, José da Xã, José Navarro de Andrade, José Teixeira, Luís Lisboa, Ricardo RoqueRui Cerdeira Branco e Tiago Cabral. Além do escriba desta acta. 

 

IMG-20200306-WA0011-1.jpg

 

Quiseram servir-nos croquetes de entrada, vá lá saber-se porquê. Mas rejeitámos a sugestão, optando em alternativa por umas saborosas chamuças, regadas a imperial loura ou morena. O bife desta vez não gerou unanimidade à mesa: quem optou em alternativa por omelete de camarão ou polvo salteado com batata doce assada não se queixou. 

20200307_000609-2-1.jpg

O ponto alto chegou antes dos cafés e descafeinados. Com a entrada em cena de uma sobremesa líquida em dose dupla, proporcionada pela nossa estimada "correspondente algarvia" que da Serra de Monchique nos fez chegar duas apreciadas garrafas - uma contendo aguardente de medronho, outra a original melosa, que adiciona mel e limão ao medronho. (Nem sabes o que perdeste, Pedro Oliveira.)

E o repasto prolongou-se, madrugada de hoje já bem entrada, em novo round de amena discussão no passeio fronteiro ao restaurante. Outra saudável tradição que gostamos de cumprir - também marca registada destes joviais jantares de blogue. Que hão-de repetir-se uma vez e outra, para alegria partilhada de quem comparece e talvez para alguma inveja de quem não vai. Como diria o grande António Oliveira, «quem viu, viu; quem não viu, tivesse visto».

Mais de dois milhões de visualizações

Chega ao fim mais um mês, é tempo de fazer outro balanço. Entre 1 de Março de 2019 e 1 de Março de 2020, o És a Nossa Fé registou 903.172 visitas e 2.046.611 visualizações - correspondendo portanto a 5.195 visualizações diárias, em média, ao longo do ano que passou.

Números inequívocos, que atestam o sucesso contínuo deste blogue. Sem cartilhas, rejeitando unicidades e sempre em defesa do Sporting, amor e paixão de todos nós.

Assim tem sido, assim continuará a ser.

Entre os mais comentados

Nos 19 destaques  feitos pelo Sapo em Fevereiro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 19 menções. Fazendo assim o pleno, pelo nono mês consecutivo.

Além disso, figurámos  17 vezes no pódio  dos mais comentados - com nove "medalhas de ouro", sete de "prata" e uma de "bronze". Fomos primeiros, portanto, em quase metade dos dias que estiveram sob escrutínio.

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 19 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

F. Varandas cada vez mais perto do fim da linha... - III (137 comentários)

Que diferença (74 comentários)

Leonardo Jardim  (80 comentários, o mais comentado do dia)

 Em quem pensam votar os "Obrigado 71%"? (54 comentários, segundo mais comentado do dia)

Guerreiros da treta (102 comentários, o mais comentado do dia)

A "escola" de Alcochete (104 comentários, segundo mais comentado do fim de semana)

O mito da "União" (74 comentários, o mais comentado do dia)

Na frente (60 comentários, o mais comentado do dia)

Não acertam uma (38 comentários, segundo mais comentado do dia)

Letais ao Sporting (54 comentários, segundo mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (104 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Agitação no pântano (70 comentários, o mais comentado do dia)

Joguem à bola, pá! (36 comentários, segundo mais comentado do dia)

Foi no Porto. E se fosse em Madrid? (40 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Quente & frio (76 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Rescaldo do jogo de ontem (46 comentários, segundo mais comentado do dia)

Vai marcando, mas longe de Alvalade (44 comentários, segundo mais comentado do dia)

Rafael Leão e Rúben Ribeiro (55 comentários, o mais comentado do dia)

A pique  (86 comentários, o mais comentado do dia)

 

Com um total de  1334 comentários  nestes postais. Da autoria do JPT, do António de Almeida, do José Cruz, do Edmundo Gonçalves, da CAL e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

És a Nossa Fé: 273 visualizações por hora

Nos últimos cinco dias, registámos 32.730 visualizações neste blogue. Média: 6546 visualizações diárias. Ou, fazendo as contas de outra forma, És a Nossa Fé tem 273 visualizações por hora, em média.

Cada vez com mais e melhores leitores, portanto. Números que registamos com natural satisfação. E como um desafio suplementar para os tempos mais próximos, que prometem proporcionar muitos focos de reflexão e debate.

Saudações Leoninas a todos quantos aqui passam, lendo e comentando.

Entre os mais comentados

Nos  23 destaques  feitos pelo Sapo em Janeiro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 23 menções. Fazendo assim o pleno, pelo oitavo mês consecutivo.

Além disso, figurámos  18 vezes no pódio  dos mais comentados - com 12 "medalhas de ouro", cinco de "prata" e uma de "bronze". Fomos primeiros, portanto, em mais de metade dos dias que estiveram sob escrutínio.

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 23 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

2019 em balanço (6) (16 comentários)

Sporting 2020 (17 comentários)

Sem clube (42 comentários, o mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (102 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Os pupilos do Mustafá (48 comentários, segundo mais comentado do dia)

500k (27 comentários)

Um manicómio em autogestão (110 comentários, o mais comentado do dia)

O que se julga em Monsanto (40 comentários, segundo mais comentado do dia)

Prognósticos antes do jogo (92 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Jumentude em coro com os mascarados (62 comentários, segundo mais comentado do dia)

Amar o Sporting (30 comentários)

Os "engripados" e o inimputável (80 comentários, o mais comentado do dia)

Não chamem "derby" ao clássico (26 comentários)

Ultra-javardice... (74 comentários, segundo mais comentado do fim de semana)

Entradas e saídas (102 comentários, o mais comentado do dia)

V. Setúbal começa a limpar a casa (40 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Tudo muito mau (78 comentários, o mais comentado do dia)

Prioridades, realidades e utopia (34 comentários, segundo mais comentado do dia)

Lá como cá (104 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Prognósticos antes do jogo  (116 comentários, o mais comentado do dia)

Rescaldo do jogo de ontem (58 comentários, o mais comentado do dia)

A melhor venda de sempre no Sporting (134 comentários, o mais comentado do dia)

Podence (61 comentários, o mais comentado do dia)  

 

Com um total de  1497 comentários  nestes postais. Da autoria do António de Almeida, do José Cruz, do Sol Carvalho, do JPT, do leitor JG e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

Oito anos a defender o Sporting

number-38580_960_720[1].png

Faz hoje oito anos, nascia o És a Nossa Fé. Adoptando como nome um saudável lema leonino que desde então se tem generalizado entre a massa adepta - aquela que, como nós, frequenta o estádio e gosta de ver os desafios da bancada, que nunca trocaria por tribuna ou camarote.

Somos exigentes: só nos contentamos com o melhor para o nosso clube. E o melhor é vencer, em todas as frentes, em todas as competições, em todos os escalões etários. Estamos vocacionados para a vitória, seguindo os passos dos nossos maiores - um Fernando Peyroteo, um Jesus Correia, um José Travassos, um Joaquim Agostinho, um António Livramento, um Carlos Lopes, um Vítor Damas, um Manuel Fernandes. Ou - hoje - de um Jorge Fonseca, um Miguel Maia, um João Matos, um Nelson Évora, uma Patrícia Mamona, uma Sara Moreira, uma Naide Gomes, um Carlos Ruesga, um Ângelo Girão.

Orgulhosos da nossa história, não vivemos a contemplar as glórias do passado. As partidas que mais nos interessam são as do futuro, inspiradas pela excelência da nossa formação. Não por acaso, de Alvalade partiram grandes estrelas do futebol europeu e mundial, como Paulo Futre, Luís Figo e Cristiano Ronaldo.

 

Queremos que o Sporting mantenha as virtudes que o tornaram campeão da formação e do ecletismo.

Queremos também que corrija alguns erros estruturais, com a rapidez que se impõe, para retomar sem falhas o rumo do êxito na mais emblemática das modalidades, o futebol.

Queremos sobretudo que se desperdicem cada vez menos energias em refregas contra adversários internos, imaginários ou reais. Para que possamos gastá-las no combate leal aos nossos históricos rivais, estejam mais a norte ou mais a sul.

Somos hoje 39, neste plantel que se tornou uma referência da blogosfera leonina. Pensamos de maneira diferente uns dos outros, como é público e notório: nada mais salutar. Mas todos somos sportinguistas. E todos partilhamos a convicção de que não existem sportinguistas de primeira e de segunda.

 

Ao longo destes oito anos, vimos nascer e crescer algumas vedetas, assistimos à partida ou ao irremediável ocaso de outras. Enquanto adeptos apaixonados, tivemos alguns sonhos, muitos dissabores, uns quantos pesadelos.

Vamos seguir em frente, continuando a defender as nossas cores com ímpeto leonino. Nunca confundindo o aplauso ou a crítica a responsáveis ocasionais com a defesa dos interesses permanentes do Sporting.

Para essa mobilização estaremos cá sempre. Com esperança e fé.

De verde e branco.

Quase um milhão de visitantes em 2019

Fechamos o ano com quase um milhão de visitantes e perto de dois milhões de visualizações.

Concretamente, ao longo de 2019 recebemos 846.220 visitas e registámos 1.873.242 visualizações.

Prova reiterada do interesse que este blogue continua a suscitar junto dos leitores. A oferta é plural e em vários tons, a procura mantém-se incessante.

Os nossos agradecimentos a todos pelas provas de confiança que insistem em transmitir-nos. Prometemos não abrandar o ritmo em 2020.

Entre os mais comentados

 

Nos  22 destaques  feitos pelo Sapo em Dezembro para assinalar os dez blogues mais comentados nesta plataforma ao longo do mês, És a Nossa Fé recebeu 22 menções. Fazendo assim o pleno, pelo sétimo mês consecutivo.

Além disso, figurámos 20 vezes no pódio  dos mais comentados - com 11 "medalhas de ouro", sete de "prata" e duas de "bronze". Fomos primeiros, portanto, em metade dos dias que estiveram sob escrutínio.

Recorde-se que os textos publicados ao fim de semana são agregados aos de sexta-feira para este efeito, o que leva o número de destaques a ser inferior ao número de dias.

 

Os 22 textos foram estes, por ordem cronológica:

 

Frederico Varandas cada vez mais perto do fim da linha - III (90 comentários, o mais comentado do fim de semana)

A importância de falar claro (66 comentários, segundo mais comentado do dia)

Que treinador seria bom para o Sporting, sem recursos para ir ao mercado? (70 comentários, segundo mais comentado do dia)

O elo mais fraco  (58 comentários, o mais comentado do dia)

Quente & frio (40 comentários, o mais comentado do dia)

Sem clube (50 comentários, terceiro mais comentado do fim de semana)

Matheus Pereira (34 comentários, segundo mais comentado do dia)

Construir a casa pelo telhado (146 comentários, o mais comentado do dia)

Eles (76 comentários, o mais comentado do dia)

Quente & frio (90 comentários, o mais comentado do dia)

Silas, os titulares e a formação (90 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Letais ao Sporting (62 comentários, segundo mais comentado do dia)

Noite de velório (56 comentários, segundo mais comentado do dia)

Que diferença (52 comentários, segundo mais comentado do dia)

Carta ao Pai Natal (67 comentários, o mais comentado do dia)

Quente & frio (52 comentários, segundo mais comentado do fim de semana)

Pódio: Camacho, Luís Maximiano, Plata (30 comentários, o mais comentado do dia)

Feliz e Santo Natal a todos os leitores (12 comentários, terceiro mais comentado do dia)

Que desejos de Natal para o Sporting? (24 comentários, o mais comentado do dia)

Um fim de ano cheio de preços certos (26 comentários)

Vai chamar Joaquim a outro (40 comentários, o mais comentado do fim de semana)

Feliz Ano Novo (42 comentários)

 

Com um total de  1275 comentários  nestes postais. Da autoria do António de Almeida, do Pedro Boucherie Mendes, do Paulo Guilherme Figueiredo, do José Cruz, do Edmundo Gonçalves e de mim próprio.

Fica o agradecimento a quem nos dá a honra de visitar e comentar. E, naturalmente, também aos responsáveis do Sapo por esta iniciativa.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D